A receita testada e aprovada contra a pobreza é facilitar a vida dos criadores de riqueza

Como a ideologia comunista luta contra os criadores de riqueza (“os burgueses”), isso explica o porquê das sociedades comunistas nunca terem sido capazes de gerar uma única economia próspera.

Mas não se deixem enganar; apesar do comunismo nunca ter funcionado em parte alguma do mundo, talvez (talvez!) no futuro funcione. Se calhar….

Fonte

A receita testada e aprovada contra a pobreza é facilitar a vida dos criadores de riqueza

No jornal brasileiro Folha de S. Paulo (texto completo só para assinantes), destaco o seguinte trecho do artigo do jornalista Leandro Narloch:

Eu tenho preconceito contra quem adere ao “rouba, mas faz”, sejam esses feitos grandes obras urbanas ou conquistas econômicas. Contra quem se vale de um marketing da pobreza e culpa os outros (geralmente as potências mundiais, os “coronéis”, os grandes empresários) por seus problemas.

Como é preciso conviver com opiniões diferentes, eu faço um tremendo esforço para não prejulgar quem ainda defende Cuba e acredita em mitos marxistas que tornariam possível a existência de um “candidato dos pobres” contra um “candidato dos ricos”.

Afinal, se há alguma receita testada e aprovada contra a pobreza, uma feliz receita que salvou milhões de pessoas da miséria nas últimas décadas, é aquela que considera a melhor ajuda aos pobres a atitude de facilitar a vida dos criadores de riqueza.

Não é desta eleição brasileira mais recente o discurso esquerdista da luta de classes como retórica para ganhar votos. De facto, ainda tem o seu apelo político no Brasil acusar o adversário de pertencer ou defender a elite e, com isso, colocar-se como um representante legítimo daquela parte da sociedade que não pertence ao grupo especial.

Esse tipo de acusação continua a funcionar como provocação sem uma resposta adequada por parte do acusado. A razão é que, no caso da recente eleição presidencial, todos os candidatos tinham a mesma raiz ideológica de esquerda. A tônica da defesa, por isso mesmo, é baseada no “eu sou mais de esquerda do que você”. O marketing da pobreza citado pelo Narloch é decorrente dessa visão ideológica da política.

E, de facto, a única forma de tirar as pessoas da pobreza é permitir que tenham acesso à riqueza. E isso só é possível se as pessoas puderem prosperar com o fruto de seu trabalho e essa prosperidade irradiar e beneficiar outras pessoas, que também possam enriquecer com aquilo que produzirem.

Publicado no OrdemLivre.org.

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Sociedade and tagged . Bookmark the permalink.

4 Responses to A receita testada e aprovada contra a pobreza é facilitar a vida dos criadores de riqueza

  1. Adalberto Felipe says:

    Interessante o texto, falando nisso, olha a notícia, aliás, nem precisa ler: Uma ministra indicada pela dilma afirma que “Não dá para obrigar mulher a ter filho, diz nova ministra”.

    Ora, não tem ninguém obrigando a ter filho, não quer: não faça sexo ora.

    Como afirmou um comentarista lá (desculpem, mas infelizmente é verdade):

    kkkk…só ganhar a eleição que os mentirosos peti-st-as mudam o discurso…..kkkkkk daqui há 4 anos, na época da reeleição, essa ministra vai dizer que não foi bem entendida. Que a imprensa deturpou as falas dela, KKKK…só ot-ario mesmo p votar nesses aí….

    Like

  2. Sérgio Sodré says:

    – Como a ideologia comunista luta contra os criadores de riqueza (“os burgueses”), isso explica o porquê das sociedades comunistas nunca terem sido capazes de gerar uma única economia próspera.-

    Estranho que os não burgueses sejam incapazes de criar riqueza… por muito que trabalhem… será que são os burgueses que ficam com tudo?
    Quando se identifica “criadores de riqueza com burgueses” estamos a dar azo a que outros respondam e idenfiquem “criadores de riqueza com trabalhadores ou proletariado ou algo parecido”.
    Os burgueses estão longe de ser os únicos a gerar riqueza…

    A razão do comunismo ser pouco produtivo deriva fundamentalmente do facto de nenhuma forma de Estado ser capaz de criar uma economia planificada de direcção central eficaz, porque isso é excessivamente complexo para a máquina estadual… facto que os comunistas menosprezaram… e como uma economia menos produtiva perde para uma mais produtiva…a URSS perdeu.

    Like

  3. Mats says:

    É Adalbaerto, esses esquerdistas são todos iguais. O Obama é a mesma coisa. Enquanto fazia campanha falava que parecia um conservador. Quando ganhou as eleições, virou o disco e mostrou-se aquilo que realmente é: um marxista com uma missão.

    Por isso é que nós conservadores não confiámos em políticos, quer seja de esquerda ou de direita. Os políticos são todos iguais porque são todos humanos. Quanto mais poder tem, menos poder nós do povo temos.

    Que pena que os esquerdistas que continuam a votar neles ainda caem no conto do vigário.

    Like

  4. Adalberto Felipe says:

    Mats,

    Isso mesmo: o texto que você tirou define bem isso dos esquerdistas.

    Como dis a bíblia (esse versículo cai como uma luva para os esquerdistas): “Guardai-vos dos falsos profetas, que vêm a vós disfarçados em ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores.” Mateus 7:15

    Sérgio Sodré,

    Concordamos em alguma coisa!😀

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s