Casal aborta gémeos porque queria rapariga e não rapazes

“Seguro, legal e raro” disseram os esquerdistas. No entanto a legalização do aborto leva-nos a situações como esta:

Esta casal está tão desesperado por ter uma rapariga, que eles terminaram com a vida dos gémeos e agora lutam para terem a hipótese de escolher o sexo do seu próximo filho.O casal, que tem 3 filhos e que ainda sofre por ter perdido a filha pouco depois dela ter nascido, planeia ir ao Tribunal Civil e Administrativo de Victoria de forma a poderem ganhar o direito de escolher o sexo através da FIV (fertilização in vitro)

Este casal está tão determinado em ter uma filha que recentemente terminou com a vida de gémeos concebidos através da FIV.

“Terminou” é a forma como os esquerdistas tentam esconder o horror do que se passou: dois seres humanos foram mortos pelos próprios pais apenas e só porque eram do sexo errado.

A ciência moderno permite-nos saber muitas coisas sobre as crianças mesmo antes delas nascerem. Agora nós podemos matá-las por serem rapazes e não raparigas. Dentro em breve vamos poder matá-las devido à cor dos olhos, ou por serem canhotas ou por terem um sinal no corpo.


O mal caminha só numa direcção: decadência e mais decadência. Nunca vamos chegar a uma dada altura da história da humanidade onde o mal “resolve” não progredir. O mal sempre caminha de forma a incrementar mais a sua influência. Se lhe damos uma mão, o mal quer o braço. Se lhe damos o braço, ele quer o tronco. Se lhe damos o tronco, ele quer todo o corpo. Se lhe damos o corpo, o mal vai querer o corpo das pessoas próximas de nós.

O mal tem uma sede insaciável de se expandir à custa do sofrimento humano.

Por isso é que o movimento infanticida (aborcionista) começa sempre por usar palavras como “direitos reprodutivos” e “saúde da mulher“, e “e se a mulher foi violada? Deve dar a luz?!“. Isto é apenas a forma do mal pedir a mão, para controlar o braço, depois o tronco, e depois o corpo todo.

O que a notícia mostra é a total desvalorização da vida humana criada à Imagem de Deus. Será que é legítimo matar uma pessoa apenas por ter o sexo “errado”? Se isto é assim, quanto tempo até se começar a matar bebés por terem a cor “errada”? Se matar uma pessoa pela cor da pele está errado, o que é que torna matar um ser humano por ser macho e não fêmea uma decisão certa?

Outra coisa que ressalva disto tudo é que muitos (a maioria?) usam o aborto como contraceptivo. Engravidam mas como o bebé choca com os seus planos, resolvem a via mais fácil (sim, FÁCIL): matar o bebé.

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Pecado, Sociedade and tagged , . Bookmark the permalink.

7 Responses to Casal aborta gémeos porque queria rapariga e não rapazes

  1. Karina says:

    Mats, essa notícia me deixou tão chocada, mas tão chocada, que desde o dia que li não paro de pensar nesses dois anjos que se foram.

    E muitas perguntas me vêm à cabeça:
    * Se eles conhecem a dor de perder um filho, como conseguiram matar DOIS de uma vez?

    * Como será a vida dessa menina (se ela vier a existir)?? Terá de ser cópia idêntica da irmã que faleceu? E se não for, vão matá-la também??

    * E os meninos que ficaram? Sentir-se-ão menos amados por seus pais, por serem meninos? Aprenderão que podemos descartar pessoas, caso elas não se enquadrem em nossas expectativas?

    * Nessa onda de homofobia, fico pensando: e se homossexualismo fosse genético e, ao descobrir o filho homossexual ainda no ventre, um casal o abortasse?? Estaria certo ou seria enquadrado como “homofóbico”???

    Agora eles querem facilitar a vida dos neo-nazistas de plantão. Vão tornar mais fácil a “detecção” da Síndrome de Down no pré-natal. Dou uma chance para advinharem qual a finalidade do teste…

    Like

  2. Berlisarius says:

    A gente pensa que não consegue mais se chocar na vida, mas aí…
    Os seres humanos sempre provando que podem se superar…

    A Karina de forma bastante apropriada escreveu:

    [Nessa onda de homofobia, fico pensando: e se homossexualismo fosse genético e, ao descobrir o filho homossexual ainda no ventre, um casal o abortasse?? Estaria certo ou seria enquadrado como “homofóbico”???]

    Eu me atrevo a responder que segundo a nossa midiazinha hipócrita e sem-vergonha (“nossa” = a do Brasil): sim. Talvez até usassem o poder que têm para “conscientizar” as famílias brasileiras que só se pode abortar caso o bebê fosse Hetero, porque do contrário seria uma monstruosidade (se a homossexualidade fosse genética, que fique claro).

    Não sei como é em Portugal, mas no Brasil nossa tevê adora tomar ares de educadora: não sabe nem comer com colher, mas que quer ensinar os outros a comer de garfo e faca!!!!

    E voltando aos gêmeos:

    O aborto é nada mais e nada menos que a opressão dos poderosos contra os indefesos, é a atitude de dizer que há seres humanos que são menos seres humanos que outros por estarem em vida intra-uterina, é dizer que se o infanticídio for numa clínica com luvas cirúrgica e medicos e enfermeiras de branco, então que deixou de ser assassinato!!!!

    Uma monstruosidade dessas nunca deixa de ser monstruosidade, pode até se transformar numa monstruosidade limpinha, praticada por monstros limpinhos, mesmo assim…MONSTROS!!!!

    Like

  3. Karina says:

    “Uma monstruosidade dessas nunca deixa de ser monstruosidade, pode até se transformar numa monstruosidade limpinha, praticada por monstros limpinhos, mesmo assim…MONSTROS!!!!” – assino em baixo.

    Pilatos também ficou “limpinho” na morte de Jesus. Herodes nunca se sujou do sangue das crianças que ele mandou “terminar a vida”. Daí que desses monstros limpinhos, alguns vestem jaleco, outros terno e gravata, e outros ainda andam com a Bíblia debaixo do braço…

    Like

  4. Mats says:

    Karina,

    e outros ainda andam com a Bíblia debaixo do braço

    Ora nem mais.

    O neoateísmo, o aborcionismo, o islamismo e tudo o que é suportado pela esquerda são doenças (as crenças, não as pessoas) que só prosperam quando o corpo está fraco. O corpo, neste caso, é a civilização ocidental.

    Essas mitologias só avançam por aqui porque nós, cristãos, temos estado a perder fé na Palavra de Deus. Se nós estivéssemos firmes e poderosos na Palavra, essas ideologias morriam na praia. Atacariam, e atacariam, mas como o corpo teria os anti-corpos todos (a Palavra de Deus), não fariam efeito.

    O exemplo da doença do ocidente é isso mesmo que disseste: pessoas que andam com Bíblia debaixo do braço , mas não tem fé nenhuma naquilo que está lá escrito. Líderes que se pastoream a si mesmos, e “escolásticos” que interpretam a Bíblia à luz do limitado conhecimento humano.

    Por isso é que blogues como o do Sabino (e todos os outros que defendem a Verdade da Bíblia) são tão importantes na blogsfera.

    Like

  5. Debora says:

    Ao ler essa noticia fico a pensar, será que esse pai que acobou com a vida de seus filhos, gostaria que seus pais tivessem matado ele por seu uma rapaz?
    Outra eles estão a matar um inocente o que virá depois, apenas Deus, que é justo sabe.
    Me deixa triste isso. E os direitos humanos que diz que não podemos tirar a vida de um ser humano?? Ahh pena que essas leis as vezes não funcionam.
    O aborto ja é uma maldade em si, mas agora tu matar alguem por ser rapaz ou rapariga..por favor..isso me mata por dentro. Inocentes que não podem se defender!!
    Como disse essa reportagem
    “A ciência moderno permite-nos saber muitas coisas sobre as crianças mesmo antes delas nascerem. Agora nós podemos matá-las por serem rapazes e não raparigas. Dentro em breve vamos poder matá-las devido à cor dos olhos, ou por serem canhotas ou por terem um sinal no corpo.”

    A ciência é boa. Não posso dizer que não, mas por vezes me deixa triste o rumo que ela esta tomando.

    Imagino, quantas vidas esse casal, e muitos outros, vão tirar até vir o bebe que eles querem.

    Deus tenha misericordia é a unica coisa que posso dizer.
    E repito: Que Deus tenha misericordia!!

    Like

  6. Dalton says:

    Legal!!!1!
    Como eu não entendo nada de biologia, vou casar com uma negona e matar meus bebês até que nasça um menino loiro de olhos azuis. Agora o estado me dá suporte!!!11!!

    Affe.
    Não dá pra acreditar pra onde a coisa tá caminhando.
    Um tempo atrás o Brasil inteiro condenou a família Nardoni que matou sua filha – mas abortar é legal. Pra eles o bebê só é humano depois que nasce.
    Affe.

    Like

  7. Karina says:

    “A ciência é boa. Não posso dizer que não, mas por vezes me deixa triste o rumo que ela esta tomando.” – a ciência está se afastando de Deus. E aí deixa de ser ciência para se tornar um instrumento dos nossos interesses mais egoístas.

    “pessoas que andam com Bíblia debaixo do braço , mas não tem fé nenhuma naquilo que está lá escrito. Líderes que se pastoream a si mesmos, e “escolásticos” que interpretam a Bíblia à luz do limitado conhecimento humano.” – disse tudo. A Bíblia fica perto do coração dessas pessoas apenas fisicamente…

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s