Militante ateu PZ Myers sobre o aborto

Demoníaco. 

“Eu já retirei bocados de cérebro de dentro de baldes. Já contei dentritos [ramificações da célula nervosa] em fatias cortadas de cérebros de bebés mortos. Queres que eu recue [da posição pró-aborto] ao tentar inspirar a repulsa em mim com fotos de bebés mortos?

Olho para elas firmemente e só vejo carne. E a carne não me assusta.”

Paul Z. Myers, professor de Biologia e militante ateu nas horas vagas

Palavras para quê? A maldade que vai na alma deste homem é notória.

São pessoas com esta mentalidade doentia que não só lutam contra o “mal” do Cristianismo, como também almejam ter controle *total* da sociedade de modo a poder ditar aos filhos dos outros o que *eles* acham ser o melhor comportamento sexual.

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Pecado, Sociedade and tagged , . Bookmark the permalink.

10 Responses to Militante ateu PZ Myers sobre o aborto

  1. É o desejo de matar de que fala Olavo de Carvalho num artigo com o mesmo nome. A defesa do aborto resume-se a isso.
    Esta semana ouvi a notícia do miserável assassino de bebés dono de uma clínica de aborto, que rasgava o pescoço dos pequeninos recém-nascidos abaixo da nuca, com uma tesoura. Esta gente, praticantes e adeptos do “direito” a abortar, gosta de matar, ponto final.

    Like

  2. Nuno Dias says:

    mais uma à Mats…

    “Eu sou um biólogo. Eu guilhotinado ratos. Eu segurei olhos na minha mão e descascados-los separadamente com um par de tesouras. Eu usei um wet-vac para limpar um lago de meio-sangue coagulado de um cão sangrar. Eu abri e vi corpos dos intestinos fazem sua dança lenta contorcendo, eu tenho profunda cotovelo no sangue, tenho dividido os gatos abrir e esfaqueou-as no coração com uma agulha de perfusão. Eu extraídos de cérebros de ratos … com um par de alicates. Eu escavou miolos de baldes, eu contei dendritos corte em fatias do cérebro de bebês mortos.”
    [google translate]

    Ao que eu pergunto. Isto é ou não é normal para um biólogo?

    Like

  3. Mats says:

    Nuno,

    é normal para um “biólogo” olhar para im bebé morto e só ver carne? Não há nada mais?

    Like

  4. Nuno Dias says:

    Não. Provavelmente a maioria dos biólogos não tem uma actividade profissional tão sanguinária.
    Mesmo que não tendo em conta que as declarações de Myers são um “Vai-te f….”(1) perante a demagogia barata a que os criacionistas nos habituam, não será muito difícil concluir que como profissional tem que ter uma visão profissional. É o que eu espero do meu médico.

    Perante os imensos cadáveres no Haiti não observei grandes manifestações de pesar. Perante situações de guerra não observo grandes piedades pelos militares. Nas grandes cidades uma pessoa estendida no chão é ignorada pela maioria das pessoas. Não matem o mensageiro.

    (1)
    http://en.wikipedia.org/wiki/PZ_Myers#Pharyngula
    http://en.wikipedia.org/wiki/Pharyngula_%28blog%29

    Like

  5. Dalton says:

    Então os biólogos devem matar pessoas sem pensar duas vezes. São só carne, sem vida, assim como os bebês abortados.

    A não, segundo os abortistas só temos o direito de matar enquanto o ser humano estiver dentro do ventre.
    Não acredito que vejo gente consciente falando tanta besteira.
    Como já diziam, todos os favoráveis ao aborto já nasceram. Pura hipocrisia.

    Esse pessoal alimenta não só o assassinato, mas assassinato de um ser humano com consentimento dos próprios pais. E querem fazer disso um direito.

    Like

  6. Karina says:

    Demoniáco. (2)

    Like

  7. Karina says:

    Sem contar que os ativistas ecológicos defendem justamente o fim das pesquisas com animais por conta da “crueldade” adotada pelos pesquisadores contra os animais.

    Like

  8. Nojento, este PZ Myers… Que nojo, que asco, que revolta ante gente tão estúpida e cruel…

    Like

  9. Adalberto Felipe says:

    Karina,

    Você falou de tudo e o pior de é que na Inglaterra, um país abortista, que cada vez mais se afasta do cristianismo e ao mesmo tempo sofre por causa dos mulçumanos, já há gente querendo defendo o direito dos insetos e na Suíça há gente querendo defender o direito das plantas!

    Like

  10. Belisarius says:

    Aborto = Institucionalização da Monstruosidade Humana

    Tão como nos tempos bíblicos em que crianças eram sacrificadas ao deus Moloque, agora o sacrifício de crianças segue outro rito que não é religioso.

    Aborto = Sacrifício de crianças.

    Nos tempos bíblicos era para o deus Moloque. Quem era Moloque naquele tempo e quem é Moloque hoje? Reparem na “sutileza” de procedimento: naqueles tempos bíblicos queimavam-se os inocentes em um altar ritualísticos. Hoje o templo é uma “clínica”, o sacerdote é um “médico” e o sacrifício continua o mesmo: crianças!

    “E da tua descendência não darás nenhum para fazer passar pelo fogo perante Moloque; e não profanarás o nome de teu Deus. Eu sou o SENHOR.” [Levítico 18 : 21]

    PS: É este tipo de notícia que me deixa realmente pra baixo. Esto triste!

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s