Uma mulher, duas crianças e um cão

Parece o princípio duma anedota, mas o que se vai reportar não tem nada de cómico.

Chegamos a mais um marco histórico na nossa marcha para a diversidade sexual. Claro que “diversidade sexual” é apenas um eufemismo para a queda da moralidade até as profundezas do inferno.

Krystal Violet Norby, mulher de 25 anos e proveniente de Minnesota foi presa por ter alegadamente tirado fotos dela mesma enquanto tinha relações sexuais com duas crianças e um cão.

De acordo com as notícias provenientes do escritório do Xerife do Município de Chisago*, os detectives começaram a investigação depois de uma unidade da “Child Exploitation” de Toronto (Canada) os ter notificado de um caso de abuso que eles haviam descoberto através de uma rede de partilha de ficheiros.

Esta rede é conhecida pela rapidez na partilha da pornografia infantil.
(* É mesmo assim. Não é um erro da palavra “Chicago”)

Infelizmente para a Norby, a sociedade ainda não normalizou a pedofilia e o bestialismo, portanto ainda há por aí muita pedofobia e muita bestialismofobia. Mas pode ser que quando ela sair da prisão, a sua “orientação sexual” (“imutável” como a homossexualidade, naturalmente) já faça parte do leque de comportamentos sexuais socialmente aceites.

O país irmão já tem programas como “Brasil sem homofobia” portanto pode ser que mais tarde os EUA comecem com “EUA sem pedofobia” ou “EUA sem bestialismofobia”.

Krystal-Violet-Norby.jpg
Krystal Violet Norby*, pioneira social.
Demasiado avançada para o nosso tempo.

—-
Seria interessante ver que tipo de argumentos os esquerdistas usariam contra a senhorita Norby. Provavelmente seriam coisas deste tipo:

  • “Isto está errado porque as crianças sofrem.”

Não sabemos a idade das crianças, mas vamos assumir que sim. E depois? Alguns ateus usam o argumento de que a homossexualidade deve ser normal porque acontece entre os animais. Ora, também acontece entre os animais os membros com mais idade alimentarem-se dos mais novos, e, segundo já li, abusarem sexualmente membros mais novos (alguns golfinhos fazem isto). Ser morto ou ser abusado sexualmente causa sofrimento, mas é “natural”. Uma vez que “acontece entre os animais”, deve ser normal, mesmo que cause “sofrimento” aos mais novos, certo?

Além disso, quem disse que o “sofrimento” é a base para classificar comportamentos? Porque não o prazer ou a satisfação? Sem Deus, não há forma de justificar uma sobre a outra.

  • “Os cães não consentem sexo com os humanos, portanto, não está certo.”

As gazelas também não consentem que sejam devoradas pelos leões, mas acontece., Se acontece, então é normal (lógica esquerdista). Mais uma vez, a validade do “consentimento” é algo que não é possível de se justificar dentro da cosmovisão anti-cristã.

Conclusão:

Notícias deste tipo são coisas que nos deixam horrorizados porque crescemos numa cultura (ainda) judaico-cristã – onde há regras clinicamente e socialmente saudáveis para o comportamento sexual. Mas uma vez que a elite mundial declarou guerra à moral judaico-cristã, o que a sra Norby fez vai ser “normalizado” mais cedo ou mais tarde.

A Palavra de Deus diz:

O que foi, isso é o que há-de ser; e o que se fez, isso se tornará a fazer: de modo que nada há novo debaixo do sol.

ECLESIASTES 1:9

Todos estas novas aberrações sexuais que nós temos vindo a notar nos últimos anos (homossexualidade, bestialismo, promoção da pedofilia por parte de órgãos mundiais) só são “novas” para nós, uma vez que elas são bem antigas. Precisamente devido a coisas como estas (adicionadas ao ocultismo) é que o Senhor destruiu as nações que viviam na Terra de Israel, e mais tarde destruiu o Reino de Judá (enviando os Judeus para o cativeiro da Babilónia).

Quando, pois, o Senhor, teu Deus, os lançar fora de diante de ti, não fales no teu coração, dizendo: Por causa da minha justiça é que o Senhor me trouxe a esta terra, para a possuir; porque pela impiedade destas nações é que o Senhor as lança fora diante de ti.
Não é por causa da tua justiça, nem pela rectidão do teu coração, que entras a possuir a sua terra, mas pela impiedade destas nações o Senhor, teu Deus, as lança fora de diante de ti; e para confirmar a palavra que o Senhor, teu Deus, jurou aos teus pais, Abraão, Isaac e Jacob.

Deuteronómio 9:4-5

Se Deus lidou com estas nações (e com Israel) destruindo os seus reinos, o que é que nos faz pensar que Deus não fará o mesmo com as sociedades “modernas”? Será que o Deus que hoje temos é diferente do Deus de há 3,500 anos ou há 2,500 anos?

Porque eu, o Senhor, não mudo; por isso vós, ó filhos de Jacob, não sois consumidos.

Malaquias 3:6

Bem, aparentemente não; o Deus de hoje é o Mesmo de há 3,500 anos atrás. Isto indica que o Julgamento de Deus sobre a impiedade das nações não deve tardar muito.

“Eis que visitarei sobre vós a maldade das vossas acções“, diz o Senhor.

Jeremias 23:2

* É impressão minha ou esta mulher parece a rapariga do filme “O Exorcista” ?

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Pecado, Sociedade and tagged , , . Bookmark the permalink.

11 Responses to Uma mulher, duas crianças e um cão

  1. Karina says:

    Jesus, Maria, José… são as únicas coisas que consigo falar.

    Like

  2. Mats says:

    Pois é, KArina. A rejeição da Moral Bíblica deixa-nos com essas “prendas”.

    À medida que a Europa e os EUA vão ficando cada vez menos cristãos, coisas como estas vão aumentar.

    Like

  3. ximxenhor says:

    “À medida que a Europa e os EUA vão ficando cada vez menos cristãos, coisas como estas vão aumentar.” Porque…

    Like

  4. Mats says:

    ximxenhor,
    Porque sem a moral cristã para controlar as paixões do homem caído, o ser humano vai cair na degeneração total.

    Like

  5. ximxenhor says:

    Podes demonstrar isso?

    Like

  6. Mats says:

    ximxenhor:

    Podes demonstrar isso?

    Imagina que a Dilma chega ao Rio de Janeiro e diz “A partir de Segunda Feira vamos abolir a polícia e todas as forças policiais porque as pessoas são inerentemente boas e por isso as coisas vão funcionar”.

    O que achas que vai acontecer durante a semana que se seguirá? E porquê?

    Se fores capaz de entender o que se seguirá nessa semana, tu vais vêr o porque de eu dizer “Sem a moral cristã para controlar as paixões do homem caído, o ser humano vai cair na degeneração total.”.

    Esta é a minha “demonstração” baseada no parcial conhecimento da natureza humana e nas consequências da rejeição da moral Bíblica.

    Like

  7. ximxenhor says:

    Eu consigo imaginar, mas não demonstrar. Mas ok, noto o paralelismo entre polícia e deus pões ao mesmo nível uma entidade que todos sabemos que existe e outra em que acreditas que existe – isso é importante para perceber o pensamento, inclusivamente que deus serve para policiar.
    Já agora, se se vão multiplicar os casos que descreves com o decréscimo da tal moral cristã, isso significa o quê? que entre hindús, muçulmanos, judeus, etc esses casos são mais frequentes? E dentro dos cristãos, há diferenças na incidência de esses casos entre católicos, protestantes e ortodoxos?

    Like

  8. Mats says:

    ximxenhor,

    Eu consigo imaginar, mas não demonstrar.

    Então vês o que acontece quando o ser humano começa a pensar que o “bem” e o “mal” são definidos por cada indivíduo, e não por Deus, e quando as pessoas começam a pensar que não há consequências depois da morte para aquilo que fazemos em vida. Quando é assim, então a moralidade naturalmente decai, como se vê na Europa anti-cristã dos dias que correm.

    Já agora, se se vão multiplicar os casos que descreves com o decréscimo da tal moral cristã, isso significa o quê? que entre hindús, muçulmanos, judeus, etc esses casos são mais frequentes?

    Com a excepção dos Judeus que acreditam na Bíblia (e não os Judeus ateus), sim, os comportamentos dos grupos que numeraste em cima (e eu incluo os ateus, agnósticos, evolucionistas e panteístas), são mais susceptíveis de cair na degeneração do que o comportamento das pessoas que seguem a moral Bíblica.

    E dentro dos cristãos, há diferenças na incidência de esses casos entre católicos, protestantes e ortodoxos?

    Não sei. Só sei que os católicos, protestantes ou ortodoxos que se esforçam para seguir a Bíblia tem um comportamento mais saudável do que os auto-denominados “católicos”, “protestantes” e “ortodoxos” que alegam seguir a Bíblia mas negam-no com o seu comportamento.

    Like

  9. Aí concordo contigo Mats.

    Basta ver a Igreja Católica que é um exemplo de comportamento para a sociedade.

    Nunca. que se saiba, se pode imaginar padre ou bispo a caiarem nas tentações do mundo. Quanto mais – Deus nos livre e guarde – de pensarem, mesmo por breves momentos, em comportamentos reprováveis.

    Aí até é um ponto a favor dos crentes.

    Isto, como diria o padre Frederico e Ted Haggart, sem seguir a lei de Deus está o mundo perdido.

    A devassidão era inevitável.

    Comungo muito desta boa idéia.

    E nos raros e pouco provados casos em que houve violação das regras – e mesmo dos esfíncteres das crianças – quem nos garante que não foi o mafarrico, ele mesmo, a induzir – e quem sabe até a praticar – a coisa ?

    Como sabemos se não foi a internacional gay-evolucionista-quimico-esquerdista a introduzir estes elementos infiltrados no meio cristão ?

    Claro que com a ajuda de Satanás e toda a corte infernal.

    E nestas coisas já se sabe que introduzindo uma coisa isso leva a outras.

    Cujas, sabemos de sobre-maneira são feitas com o único intuito de denegrir e minar a verdadeira mensagem cristã.

    Imagino quando horripilados estarão os Bórgia se puderem saber da imoralidade que se pratica.

    E o que é pior ás claras!

    Like

  10. Mats says:

    João Melo,

    Nunca. que se saiba, se pode imaginar padre ou bispo a caiarem nas tentações do mundo.

    Pelos vistos não leste o que eu disse:

    “Só sei que os católicos, protestantes ou ortodoxos que se esforçam para seguir a Bíblia tem um comportamento mais saudável do que os auto-denominados “católicos”, “protestantes” e “ortodoxos” que alegam seguir a Bíblia mas negam-no com o seu comportamento.

    O homossexual “padre” Frederico ou o homossexual Taggart ALEGAVAM seguir a Bìblia mas negavam-no com o seu comportamento.

    Sinceramente, João, tu ao menos lês as coisas antes de comentares?

    PS: Curioso que tu tenhas dado como exemplo dois homossexuais que usavam a cobertura da igreja para as suas perversões. MAs culpa é da igreja e não da suas homossexualidade, claro.

    Like

  11. Mats:

    Sinceramente não me parece que uma fé, ou a falta dela, faça as pessoas piores ou melhores.

    E quando tu falas em seguir a Bíblia não há mais nada de mais abstrato. Cada confissão Cristã tem a sua própria interpretação do que é e do que não é seguir a Bíblia.

    Cada confissão chegou às suas conclusões próprias e pelo menos aparentemente não consegue argumentos teológicos para convencer as restantes que é essa a verdadeira interpretação.

    Há confissões que aceitam o divórcio, o preservativo, ordenam mulheres, gays, respeitam o sábado, etc.

    Outras afirmam precisamente o contrário.

    Aparentemente não conseguem argumentos teológicos demolidores da interpretação contrária.

    Assim é muito difícil saber o que é ser Cristão e muito menos quais as normas de comportamento a aplicar.

    Claro que uma forma prática de resolver a questão é cada confissão em particular afirmar que são os unicos detentores da verdade e que todos os outros ou estão enganados ou são aldrabões.

    Ora parece que pela via da discussão teológica não se vai lá. Por mais razões que os Evangélicos e Católicos ajuntem à discussão não conseguem convencer os outros como ler o Génesis.

    Assim a conclusão que podemos tirar, por exemplo no que concerne aos homossexuais, é que se tivermos em conta a letra da Bíblia apenas ou a tradição ou a doutrina da Igreja podemos concluir que de acordo com o método utilizado a homossexualidade é um horror, uma prática errada mas toleravel ou um comportamento não contrário à vontade Divina.

    As diversas interpretações, que até a mim me parecem incompativeis entre si, são defendidos por confissões que se dizem Cristãs.

    Poder-se-à dizer que muitas – já que agora porque não todas ? – afirmam-se Cristãs mas não o são.

    O problema é que não temos uma forma prática de aferir se o Bispo Macedo, O Mats, o Miguel Panão, as Testemunhas de Jeová, os Mórmons, os Amish, as igrejas do oriente, etc etc são mais ou menos fieis à doutrina de Cristo.

    Qual deles tem a interpretação correta e verdadeira ?

    E já que agora quem nos garante que a interpretação correta e verdadeira não se perdeu nas purgas da idade média?

    Portanto só faz sentido falar de ética e moral Cristã dentro duma determinada interpretação.

    Assim uma posição sobre o aborto deverá ter esta forma:

    Na minha interpretação, e salvo melhor opinião, a ser verdade que se deve interpretar a vontade divina (aqui coloca-se a forma como interpretamos : solo scriptura, profetas modernos, tradição, doutrina social da igreja, etc), não me parecendo haver argumentos teológicos válidos contra esta interpretação ( aqui colocam-se os argumentos contra e esta posição e a sua refutação) sou de opinião que sobre o aborto devemos (aqui coloca-se a nossa posição: sim , não, nunca, em alguns casos)

    Francamente parece-me um bocado vago

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s