Como ensinar o socialismo a uma criança

Isto não é difícil para uma criança entender uma vez que elas parecem assimilar o conceito rapidamente. Por uma razão ou outra, são os adultos que tem alguns problemas em entender.

Da próxima vez que as crianças vierem à vossa porta pedir “Pão por Deus“, usem essa ocasião como um “momento de aprendizagem”. Quando elas vos baterem a porta e pedirem alguma coisa, peçam para ver o que eles já tem nos seus sacos. Olhem para dentro, vasculhem à vontade, tirem o que vocês quiserem mas não lhes dêem nada em troca.

Quando elas começarem a chorar, expliquem-lhes que elas já tem mais do que precisam e que vocês não tem nada para dar às outras crianças. Como tal, tu vais usar o que eles tem “à mais”. Não te esqueças de dizer isto à medida que vais tirando do seu saco uma caixa de Kit Kat ou outra guloseima que eles tenham recebido durante esse dia.

Cita as palavras de Marx “de cada um de acordo com a sua habilidade, para cada um de acordo com a sua necessidade“. Explica às crianças que isto é o que o Primeiro Ministro Sócrates e o Francisco Loiçã (e praticamente todos na política portuguesa) esperam que os portugueses façam, e que tu, como bom socialista português, apenas estás a seguir a máxima socialista de “redistribuir a riqueza”.

Acho que as crianças vão entender o essencial do socialismo antes que alguém possa dizer “mas isto não é justo!”


About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Política and tagged , , , . Bookmark the permalink.

14 Responses to Como ensinar o socialismo a uma criança

  1. Nuno Dias says:

    Aproveitem e expliquem às crianças que há muitos chocolates no mundo e que algumas crianças têm mais chocolates do que outras.
    Aproveitem e perguntem se acham bem que existam crianças com centenas de chocolates quando outras só têm um ou nenhum.
    Porque será que existem umas com tanto e outras sem nada?

    Like

    • JJ Letto says:

      Porque tem gente que trabalha enquanto outras pessoas apenas criticam. põe a mão na massa e trabalha.

      Like

  2. Mats says:

    Nuno Dias,
    Porque é que tu tens um curso superior quando muitos outros nem a 4ª classe tem? Não achas isso injusto?

    Porque é que tu tens carro quando muitos outros tem que andar a pé? Não achas que isso é injusto da tua parte?

    Like

  3. Orlando says:

    “[…] apenas estás a seguir a máxima socialista de ‘redistribuir a riqueza'”

    Redistribuir a pobreza seria um termo melhor. No socialismo, só são ricos os donos do Estado.

    Like

  4. Nuno Dias says:

    O aspecto particular é irrelevante.
    No aspecto global é injusto que pobres não tenham as mesmas oportunidades. Socialismo ou revoluções sociais?

    Like

  5. Dias, podes aconselhar os miúdos que têm muitos chocolates a partilharem com outros meninos.
    Não tens é o direito de roubar o que está nos sacos, com a treta de que vais redistribuir aquela “riqueza”, como se, por teres tal poder, fosses mais justo e altruísta com a riqueza dos outros, do que os próprios.

    Socialismo = Ladroagem

    Like

  6. Nuno Dias says:

    @Jairo
    no mundo dos graúdos isso não funciona

    Like

  7. Mats says:

    Nuno,

    O aspecto particular é irrelevante.

    Claro que é relevante. O socialismo é a aplicação estatal de um princípio que começa no indivíduo.
    Achas justo tu andares de carro quando há tantas pessoas que não tem forma de ir trabalhar? Isso é o socialismo.

    No aspecto global é injusto que pobres não tenham as mesmas oportunidades.

    Também acho que sim. Acrescento que acho injusto tu teres um curso superior quando há pessoas que não quiseram estudar e não tiraram cursos, ou não puderam e não tiraram cursos. É uma grande injustiça haver licenciados e analfabetos na mesma sociedade.

    Like

  8. Mats says:

    Orlando,

    Redistribuir a pobreza seria um termo melhor. No socialismo, só são ricos os donos do Estado.

    Concordo contigo.
    Eu cheguei à conclusão que o socialismo não foi feito para melhorar a condição de vida do povo mas sim para manter o poder nas mãos de uns quantos “eleitos”. Esses “eleitos” quase sempre acham que sabem o que é bom para o povo, mesmo que nós rejeitemos a sua “melhor visão”.

    Se calhar é esta natureza elitista do socialismo que atrai tantos os militantes ateus à causa. Eles normalmente tem um grande desprezo pelas “massas ignorantes” e como tal exigem (muitas vezes, de forma violenta) reter o poder absoluto nas mãos de quem eles acham que sabe mais do que todo o resto da sociedade: eles mesmos!

    E, claro, como dizes e muito bem, a riqueza alheia acaba quase sempre nos bolsos da elite. O que eles exigem para as massas não é o que eles mesmos fazem.

    O caso do Obama é clássico: ele forçou a sua “Obamacare” com promessas de “melhorar” o sistema de saúde americano, mas agora tem-se descoberto que os sindicatos (que lutaram para passar essa “reforma” da saúde”) tem recebido autorização para NÃO seguir o mesmo sistema de saúde por qual eles lutaram.

    Mas isto não faz sentido. Porque é que eles querem ser excluídos do sistema de saúde que eles tanto suportaram? Resposta: porque eles sabem que esse tal “sistema de saúde” não funciona em termos de melhorar a saúde, mas sim dá ao Estado poder de controlar melhor a população.

    É a mesma coisa que os políticos que falam das “virtudes” das escolas públicas mas que quase sempre, põe os seus filhinhos nas escolas privadas. Porquê? A questão da segurança não explica tudo.

    Enfim, o socialismo é um logro feito com o propósito de controlar o povo. Não é algo feito para melhorar a sociedade.

    Like

  9. Icarus says:

    Desta vez eu ,por incrível que pareça, concordo com o Mats.

    Aleluia, hosanas nas alturas😉

    O Socialismo já teve a sua vez de se provar. Falhou feio.

    Like

  10. Cristiano Dias says:

    O Socialismo já teve a sua vez de se provar. Falhou feio.

    Sr. Icarus,

    E o capitalismo? Funciona pra quantos?

    Por uma ETICA do ser humano! Abaixo a etica do mercado!

    Fique com Deus.

    Like

  11. Icarus says:

    Parente do Nuno?😉

    Capitalismo também não é nenhuma “Brastemp”.

    Se os portugueses não entenderem a piadinha, também não estou nem ai. Não entendo também algumas coisas que vcs falam… assim eu me vingo hehe.

    Like

  12. Mats says:

    Cristiano,
    O capitalismo significa liberdade. Liberdade para produzires, liberdade para colocares o teu produto ao escrutínio dos outros, e liberdade para ficares com o fruto do teu trabalho.

    Com qual destes pontos tu não concordas? Ou achas que o governo pode gerir o fruto do teu trabalho melhor que tu? Se tu és suficientemente bom para gerar riqueza, não deverias usufruir dela?

    Like

  13. Cristiano Dias says:

    Ola Mats!
    Aqui no Brasil o trabalhador assalariado nao tem liberdades plenas. Com pouco mais de 200 dólares mensais fica muito difícil…
    Quando tu dizes: “liberdade para ficares com o fruto do teu trabalho”, fico pensando na classe trabalhadora que quase nunca tem esse direito! O capitalismo se baseia na concentração de renda e precisa da desigualdade. Não acho justo!
    Obrigado pela atenção! Desculpem a idéia contrária…
    Fiquem com Deus!

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s