Conhecimento religioso: colocando água na fervura ateísta

Tiago 2:19
Tu crês que há Um Deus; fazes bem: também os demónios o crêem, e estremecem.

Retiraram-se muitas conclusões do estudo que alegadamente mostra que os ateus são o grupo social com maior “conhecimento religioso”. As supostas implicações são óbvias:
  • Os ateus tiveram melhores resultados em questões sobre conhecimento religioso
  • Então a sua análise religiosa deve ser válida.
  • Qual é a sua análise?
  • Que Deus não existe.

O que não foi muito publicitado é que os ateus apenas responderam acertadamente a 65% das perguntas. Isto pode explicar a dicotomia que vêmos com frequência nos blogues ateus e cristãos entre à crença dos militantes ateus de que eles sabem muito sobre a “religião” e a sua demonstrada ignorância dos fundamentos duma religião específica.

O facto dos ateus terem ouvido falar do Budismo Vajrayana ou da teoria do Comando Divino coloca-o muito à frente do crente religioso comum. Mas de forma alguma isto significa que o ateu saiba mais acerca duma religião específica, ou que a sua sabedoria seja comparativamente favorável em relação a um crente que leve a sua religião a sério.

Além disso, a lógica sugere-nos que alguém que não subscreva qualquer religião seja mais susceptível de estar familiarizado com os princípios competidores dos vários sistemas religiosos do que qualquer aderente duma crença esteja familiarizado com as outras.

Esta posição é confirmada pelo facto de 1) ambos os Judeus e os Mórmones terem superado os resultados dos ateus e agnósticos quando se excluíram do leque de perguntas as questões relacionadas com o Islão, o Budismo e o Hinduísmo, e 2) os Mórmones e os Evangélicos terem tido resultados bastante superiores a qualquer outro grupo – 86% e 73% respectivamenteem questões relacionadas com a Bíblia.

Portanto, os ateus devem levar em conta que, embora eles possam saber mais do que os Evangélicos acerca da religião no geral, eles não sabem mais que eles no que toca ao Cristianismo e à Bíblia.

Semelhantemente, os cristãos devem-se lembrar que saber muito sobre o Cristianismo não equivale saber muito sobre religião.

Fica aqui um pequeno desafio aos leitores:, tentem fazer o teste de “religiosidade” e coloquem nos comentários qual foi o vosso resultado. Na figura de baixo podem ver o meu resultado.



About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Bíblia, Islão, Religião, Sociedade and tagged , , . Bookmark the permalink.

9 Responses to Conhecimento religioso: colocando água na fervura ateísta

  1. Wallace says:

    Acertei 11 das 15… eu nem sei muito de religião, pois não tenho e li poucas vezes a Bíblia.
    Acho que um teste mais detalhado seria necessário, este se focou em aspectos muito básicos e conhecidos.

    Like

  2. Icarus says:

    Acertei 14 de 15.

    Errei no First Great Awakening. Ainda fiquei tentado a usar o Google. hehehehe, antes de clicar.

    Eu nunca tive sortes com chutes.😦

    Like

  3. Icarus:

    Foi exactamente o que me aconteceu a mim….eu nem sabia o que era o First Great Awakening ….quanto mais quen lá estava….

    Agora a fé tem pouco a ver com o conhecimento da religião. Pessoas muito pouco conhecedoras podem ter uma grande fé e ao contrário.

    Like

  4. Darcy says:

    Também 14 de 15.
    Pelo “gabarito”, errei (e parece que a explicação abaixo também) quanto ao “nirvana”, associando-o ao budismo.

    http://www.politicsdaily.com/2010/09/28/many-americans-know-little-about-religion-even-their-own/

    “Which religion aims at nirvana, the state of being free from suffering? Buddhism, Hinduism or Islam? (Only 36 percent knew this is a Buddhist concept.)”

    Like

  5. Icarus says:

    João,

    “Agora a fé tem pouco a ver com o conhecimento da religião”

    Concordo. Conheço 2 padres que podem dar aula de história para qualquer historiador de qualquer Universidade.😉.

    Georges Lemaître é uma boa prova disso também.

    Like

  6. Darcy says:

    Ops. O número 14 destacado no gráfico não coincidia à pergunta respondida incorretamente, como concluí em leitura apressada. Portanto, erro meu quanto a isso e acerto do comentário da mesma questão no link que postei (I apologize).

    Com tudo isso, a cursiosidade despertada rendeu algum “conhecimento religioso”: as relações/distinções entre o “nirvana” hindu e o budista.

    http://pessoas.hsw.uol.com.br/nirvana3.htm

    Like

  7. Marcos Velten says:

    13, mas também pq deveria saber sobre acordões da suprema corte dos EUA! rs

    Like

  8. 14/15, errei a do First Great Awakening (nem sabia do que se tratava). Sou cristão. Mas, de fato, o quiz é bem superficial (exceto por essa última questão, que dá pra ver que quase ninguém sabe do que se trata, dados os scores mostrados no site).

    Like

  9. Marcelo Amaral says:

    Acertei 13 das 15 questões propostas.

    — E daí?

    E daí nada. Não dá para tirar qualquer conclusão de questões tão distintas, superficiais e abrangentes como estas. Ora, saber que religião predomina no Paquistão não significa ter qualquer conhecimento religioso, mas sim demográfico. Também saber quem já foi ou não católico ou protestante não me faz mais conhecedor da religião ou de uma religião em específico.

    Se as questões fossem direcionadas às crenças e dogmas de cada religião, aí teríamos algo a refletir. Mesmo assim, entendo que devem haver pessoas com bastante conhecimento de suas religiões e muito pouco conhecimento das outras.

    Os gráficos comparativos de nossos desempenhos com os desempenhos da população também dizem pouco, a menos que sejam informados mais dados sobre a população restante. Com 13 questões acertadas, fica-se acima de 93% do resto da população. Contam-se neste grupo pessoas que sequer sabem ler. De novo, e daí?

    E daí nada.

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s