Ciência: abstinência antes do casamento melhora vida sexual

Fugi da prostituição. Todo o pecado que o homem comete é fora do corpo; mas, o que se prostitui peca contra o seu próprio corpo.
1 Cor 6:16

Mas, por causa da prostituição, cada um tenha a sua própria mulher, e cada uma tenha o seu próprio marido.
1 Cor 7:2


Pessoas que praticaram abstinência até a noite do casamento deram notas 22% mais altas para a estabilidade do relacionamento que as demais

Casais que esperam para ter relações sexuais depois do casamento acabam tendo relacionamentos mais estáveis e felizes, além de uma vida sexual mais satisfatória, segundo um estudo publicado pela revista científica Journal of Family Psychology, da Associação Americana de Psicologia.

Pessoas que praticaram abstinência até a noite do casamento deram notas 22% mais altas para a estabilidade de seu relacionamento do que os demais.

As notas para a satisfação com o relacionamento também foram 20% mais altas entre os casais que esperaram, assim com as questões sobre qualidade da vida sexual (15% mais altas) e comunicação entre os cônjuges (12% maiores).

Para os casais que ficaram no meio do caminho – tiveram relações sexuais após mais tempo de relacionamento, mas antes do casamento – os benefícios foram cerca de metade daqueles observados nos casais que escolheram a castidade até a noite de núpcias.

Mais de duas mil pessoas participaram da pesquisa, preenchendo um questionário de avaliação de casamento online chamado Relate, que incluía a pergunta “Quando você se tornou sexualmente ativo neste relacionamento?”.

Religiosidade

Apesar de o estudo ter sido feito pela Universidade Brigham Young, financiada pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, também conhecida como Igreja Mórmon, o pesquisador Dean Busby diz ter controlado a influência do envolvimento religioso na análise do material.

“Independentemente da religiosidade, esperar (para ter relações sexuais) ajuda na formação de melhores processos de comunicação e isso ajuda a melhorar a estabilidade e a satisfação no relacionamento no longo prazo.

“Há muito mais num relacionamento que sexo, mas descobrimos que aqueles que esperaram mais são mais satisfeitos com o aspecto sexual de seu relacionamento.”

O sociólogo Mark Regnerus, da Universidade do Texas, autor do livro Premarital Sex in America, acredita que sexo cedo demais pode realmente atrapalhar o relacionamento.
“Casais que chegam à lua de mel cedo demais – isso é, priorizam o sexo logo no início do relacionamento – frequentemente acabam em relacionamentos mal desenvolvidos em aspectos que tornam as relações estáveis e os cônjuges honestos e confiáveis.”

(Fonte)


Como seria de esperar, a proibição que Deus impôs aos seres humanos de se coibirem de ter relações sexuais antes do casamento, é um mandamento que visa a nossa satisfação – e não algo que é apenas um desejo arbitrário por parte do Criador.

Tudo aquilo que Deus nos proíbe de fazer é para o nosso próprio bem. Quanto mais cedo olharmos para os Mandamentos de Deus como Mandamentos de Alguém que só quer o nosso bem, mais cedo nós nos condicionamos para sermos aquilo que Deus sempre quis que fossemos: mais do que vencedores (Romanos 8:37).

Outra coisa que se pode deduzir desta notícia é que, mais uma vez, aqueles que defendem o “sexo livre” promovem comportamentos que reduzem as hipóteses de termos um casamento realizador ao nível sexual e emocional.

1 Tessalonicenses 4
1. Finalmente irmãos, vos rogamos e exortamos no Senhor Jesus, que assim como recebestes de nós, de que maneira convém andar e agradar a Deus, assim andai, para que abundeis cada vez mais.

2. Porque vós bem sabeis que mandamento vos temos dado pelo Senhor Jesus.

3. Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação: que vos abstenhais da prostituição.

Hebreus 13
4. Venerado seja entre todos o matrimónio e o leito sem mácula; porém aos que se dão à prostituição e aos adúlteros Deus os julgará.

Vêr também:

1. Vida sexual + relacionamento sério = satisfação

2. Benefícios da Abstinência

3. O Insucesso Dos Métodos Humanos

4. Distribuição de preservativos ineficaz no combate as DSTs

5. “Só os castos são fortes”

6. Provincia chinesa combate promiscuidade usando material cristão

7. Feminista: Porque é que os homens não se querem casar com mulheres promíscuas?

8. Coabitação Prenupcial Pode Estragar Casamento

9. Como combater a epidemia de DST: Seguir a Bíblia

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Pecado, Sociedade and tagged , , , , , , . Bookmark the permalink.

4 Responses to Ciência: abstinência antes do casamento melhora vida sexual

  1. Sou totalmente contra a libertinagem, a promiscuidade, a precocidade nas relações sexuais, mas e as pessoas que não se casam por diversos motivos, elas não podem ou não devem, ter relações sexuais.
    Por favor me ajudem

    Att.

    Marcelo

    Like

  2. E as pessoas que nunca conseguem se casar? vão ter que ficar sem sexo pelo resto d vida?? isso é para o nosso bem???

    Like

    • Miguel says:

      O que é que Deus diz do sexo fora do casamento?

      Like

    • Anderson F. says:

      Seria pro nosso bem nos relacionarmos intimamente com uma pessoa e depois darmos as costas para ela, ou vice-versa?
      Fora o risco das DSTs, o dano emocional muitas vezes deixa marcar pro resto da vida e em muitos casos ocasiona que a pessoa ferida busque preencher o vazio deixado com novas relações que, muito provavelmente, terão o mesmo fim, visto que esses novos relacionamentos são para sanar uma carência afetiva e não um amor verdadeiro.
      Pode ser ruim não ter sexo por não se casar (isso depende de cada um, nem todos são necessitados de sexo) mas a Palavra de Deus diz que é pior se dar sem vínculo do casamento entre 3, a pessoa, o cônjuge e Deus. Vale a pena esperar.

      Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s