Montanha chinesa tem mais de 20 mil fósseis marinhos

Fósseis de animais marinhos no topo duma montanha?! Como é que isso aconteceu? Não pode ter sido o Dilúvio uma vez que os evolucionistas nos dizem que é impossível tal Dilúvio ter acontecido. Não se sabe como é que os evolucionistas sabem disso, mas se eles dizem, então deve ser verdade.

[Fonte]

Mais de 20 mil fósseis de répteis, mariscos e outras criaturas marinhas pré-históricas foram localizadas em uma montanha na China.

A parte do “pré-históricas” é mitologia. Os pesquisadores não olharam para os fósseis e viram datas a dizer “3234 P.H.” (PH = Pré-História)).

A descoberta, feita por uma equipe do Centro Geológico Chengdu, pode fornecer pistas de como as espécies são menos ou mais suscetíveis à extinção.

A vida quase foi aniquilada há 250 milhões de anos por uma erupção vulcânica na região da Sibéria, seguida de um aquecimento na temperatura em termos globais, e somente uma em cada dez espécies sobreviveu à explosão ocorrida no fim do período Permiano. Os fósseis encontrados representam um ecossistema completo resgatado depois dessa época.

Não há evidências para os mitológicos “250 milhões de anos” e nem se sabe que este “ecossistema completo”foi “resgatado” dessa época. Tudo aquilo que a ciência mostra é um conjunto de animais díspares que morreu num mesmo ponto geográfico.

Shixue Hu/Chengdu Geological Center
Fóssil de réptil marinho pré-histórico conhecido como ictiossauro, que lembra remotamente um golfinho
Fóssil de réptil marinho pré-histórico conhecido como ictiossauro, que lembra remotamente um golfinho

A montanha fica em Luoping, a sudoeste da China, e praticamente teve metade de sua superfície escavada. A camada de calcário onde os fósseis foram encontrados é remanescente da época em que a região sul chinesa era ainda um território com clima tropical, cercada provavelmente de coníferas.

Antes do Dilúvio de Noé.

Os fósseis são excepcionalmente bem preservados, e mais da metade está intacta.

O que suporta a ideia de que são recentes. É ridículo alegar que estes fósseis “bem preservados” tem 250 milhões de anos.

Peles delicadas que sobreviveram à ação do tempo também podem indicar como a dieta e a locomoção desses animais eram feitas.

Um talatossauro é a maior criatura encontrada pelos cientistas, cujo comprimento é de até três metros. Além dele, também havia um ictiossauro, que lembra remotamente um golfinho.

Conclusão:

Mais uma evidência poderosa para o Julgamento de Deus sobre a Humanidade por forma do Dilúvio de Noé.

Façam estas perguntas a vocês mesmos:

  • Não está este achado em conformidade com o Dilúvio de Noé?
  • Será que isto não mostra que a água esteve sobre essa zona montanhosa? Isto não quer dizer que água chegou a essa altura, mas sim que aquele topo de montanha esteve um dia debaixo da água.
  • Se de facto houve um Dilúvio universal, então o que dizer dos métodos de datação que dependem de não-existência de um Dilúvio global?
  • Que tipo de evidências te fariam FINALMENTE aceitar que houve de facto um Dilúvio, tal como diz a Bíblia?
Até quando vais continuar a resistir à Palavra do teu Criador?

E esteve o dilúvio quarenta dias sobre a terra, e cresceram as águas, e levantaram a arca, e ela se elevou sobre a terra.

E prevaleceram as águas, e cresceram grandemente sobre a terra; e a arca andava sobre as águas.

E as águas prevaleceram excessivamente sobre a terra; e todos os altos montes que havia debaixo de todo o céu, foram cobertos.

Quinze côvados acima prevaleceram as águas; e os montes foram cobertos.

E expirou toda a carne que se movia sobre a terra, tanto de ave como de gado e de feras, e de todo o réptil que se roja sobre a terra, e todo o homem.

Tudo o que tinha fôlego de espírito de vida em seus narizes, tudo o que havia no seco, morreu.

Génesis 7:17-22

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Biologia and tagged , , , , , , . Bookmark the permalink.

19 Responses to Montanha chinesa tem mais de 20 mil fósseis marinhos

  1. Ricardo Reno says:

    Mats

    “Será que isto não mostra que a água esteve sobre essa zona montanhosa? Isto não quer dizer que água chegou a essa altura, mas sim que aquele topo de montanha esteve um dia debaixo da água.”
    É possível, mas também a montanha pode ter se elevado, ou se formado, pelo movimentos das placas tectonicas.

    Se de fato houve um dilúvio, para onde escoou a água quando acabou?

    Quanto a fósseis em montanhas Leonardo da Vince, que nem era evlocionista, tem uma teoria interessante, se quiser te envio.

    Like

  2. Marcos Velten says:

    Ricardo,

    vc já citou mas não com o entendimento correto. basicamente, através da movimentação das placas, com os terremotos de grande escala, lençóis d’agua gigantescos foram abertos na superficie da terra e emergiram, ao mesmo tempo terrenos acima deles foram abaixo, com todo o disturbio de grandes escalas como disse, foram formadas as montanhas mais altas e as fossas maritimas para onde escoaram toda a água.

    a montanha ter se elevado com os fósseis já depositados não resultaria em material intacto e bem preservado.

    Like

  3. Ricardo Reno says:

    Mats

    A presença de fósseis em diversas camadas superpostas comprova que eles foram depositados em momentos diferentes e sequênciais.

    Rastros e trilhas de animais marinhos são quase sempre preservados nas divisões entre estratos.

    Se valvas de um molusco permanecem juntas num depósito fóssil, o animal provavelmente foi enterrado no local onde vivia, uma vez que todo transporte extensivo pelas correntes acaba por desarticular as valvas, que não se apresentam grudadas enquanto o animal está vivo, mas apenas articuladas por um ligamento orgânico que logo degenera após a morte.

    Um dilúvio não pode produzir um registro fóssil que se distribua em diversas camadas sequenciais. Estratos formados por correntes violentas não preservariam os rastros de movimento de moluscos em busca de alimento. As águas do dilúvio teriam desarticulado as valvas de todos os fósseis de moluscos. Quarenta dias e quarenta noites de chuva dificilmente poderiam proporcionar tempo necessário para uma viagem de milhares de quilômetros em direção ao interior desde o mar moderno mais próximo. Sendo que um molusco se desloca no máximo entre dois a 2,5 mts dia.

    “a montanha ter se elevado com os fósseis já depositados não resultaria em material intacto e bem preservado.”

    Ok, mas tua argumentação sobre para onde foi a água e a violência do processo não explica como foi possível manter o material fóssil intacto.

    Sempre me pergunto como os animais se alimentaram após Noé desembarcar no Ararat, sendo que a cadeia alimentar continuava a mesma. Se um leão jantasse uma zebra adeus espécie zebra

    Like

    • etc says:

      Bota a cachola pra trabalhar que a tua pergunta tá quase esbarrando no teu nariz, brow! Vi que tu é esperto!!!! Pensa!!!! Pensa!!!!! kkk

      Like

  4. Mats says:

    Ricardo Reno,

    Se um leão jantasse uma zebra adeus espécie zebra

    Mas ninguém defende que os leões eram carnívoros ANTES do Dilúvio.

    Se vais comentar uma teoria, ao menos tenta saber o que ela defende uma vez que agora todos nós ficamos a saber que tu tens o hábito de comentar aquilo que tu não entendes.

    Like

  5. Mats says:

    Ricardo Reno,

    Um dilúvio não pode produzir um registro fóssil que se distribua em diversas camadas sequenciais.

    Mas não há “diversas camadas sequências” no registo fóssil.

    Aliás, nem há sequência. Podes encontrar o mesmo animal em diversas camadas geológicas. Podes encontrar uma árvore enterrada de pé a atravessar diversas camadas de “milhões de anos”.

    Pura mitologia evolutiva.

    Like

  6. Ricardo Reno says:

    Mats

    Percebe-se que neste sítio como em outros dão-se grandes mostras de religião, quanto ao bom senso e um mínimo de educação, isto fica para as calendas. Discutir se um leão era carnívoro ou não ANTES do dilúvio! E que não há sítios arqueológicos com “diversas camadas sequenciais” por que a bíblia não fala sobre isto é perder tempo. Teu nível de argumentação não está no reino dos céus, ele é mais condizente com reino encantado de Walt Disney.

    Like

  7. Mats says:

    Ricardo,
    para além dos tradicionais nomes que os evolucionistas direccionam a quem não partilha da sua fé, tens algum argumento e evidência contra o que eu disse?

    Like

  8. Marcos Velten says:

    “Ok, mas tua argumentação sobre para onde foi a água e a violência do processo não explica como foi possível manter o material fóssil intacto.”

    Como não? É justo o que explica!
    Este processo fora rápido, duraram dias! Pra vc que acredita em outros argumentos é que fica complicado encontrar tais fósseis em tal preservação, vide os milhões de anos atribuídos.

    Like

  9. gabrielle says:

    esse cara é rídiculo se esta na bíblia é pq é verdade Deus não é falso e eu creio nisso agora se vc não cre não critica tabom !!!!

    Like

  10. gabriel melo says:

    Poderia explicar o porque de não acharmos ictiossauro nos dias de hoje? Vamos supor que Deus tenha colocado um animal de cada espécie dentro da arca, porque não temos os famosos dinossauros nos dias de hoje? Porque Deus escolheria animais ‘essenciais’ e não outros animais?Porque tantas espécies de animais marinhos como no tempo dos dinossauros não estejam vivos ate os dias atuais? Porque temos espécies de água doce e de água salgada, sendo que com a super mega inundação transformaria água doce e salgada em apenas um tipo de água? peixe de água doce não vivem em água salgada e vice-versa, em outras palavras, não deveria existir esses animais, como debateria contra essa argumentação? De onde nóe tirava água doce para beber, enquanto as águas desciam? E o que ele utilizou para filtra-la? como os ursos polares sobreviveram? Como nóe viveu entre os animais sem qualquer tipo de perigo? Como ele preparou os alimentos para cada espécie? E como ele distribui as espécie pelo globo? Quantas espécies de animais caberiam na arca, pois pelas minhas contas todas as espécies existentes não caberiam em uma arca? É possível os dinossauros deixarem de existir em 6000 anos? como seria explicado isso, pois o dilúvio não explica tal desaparecimento.

    Like

    • harmo1979 says:

      Pelas “suas contas”, kkkkkkkkkkkkkkk. Se tu me explicar como fosseis de dino foram parar em lugares bem altos ou como a maioria dos fosseis são de origem sedimentar marinha……………………

      Ou então prq estão encontrando e encontraram tecido orgânico em dinos de “milhões” de anos?

      Like

    • harmo1979 says:

      O diluvio extinguiu todos os seres, isso está explícito na bíblia. Porém, para o contexto da época, passado os anos do diluvio, por que Deus não criou novos animais? Poderia muito bem ter criado novos seres anos após o diluvio e esses seres reproduzirem entre si. Cenário perfeitamente possível para a época devido ao contexto histórico em que se encontrava e aos antecedentes históricos.

      Por que a bíblia seria obrigado a fornecer o numero exato de animais na época? O objetivo é registrar os acontecimentos importantes, não registrar dados estatísticos de seres, sendo que a civilização humana desta época sabia ciência, porém não se preocupava em dizer o numero exato de seres e animais da época. O mais importante era relatar evidências da criação

      Os animais poderiam muito bem se reproduzirem entre si após o dilúvio e se espalharem pelo globo terrestre, qual o problema nisto?

      Poderia ter havido criação de seres em outros continentes após o Dilúvio, qual o problema nisto? De acordo com a TE, como ursos poderiam ter “evoluído” após o dilúvio? Ou o dilúvio não atingiu totalmente os pólos ou houve criação de ursos polares. Para o cenário da época e o contexto histórico, isso era perfeitamente possível.

      Qual o problema em viver com animais dentro e fora da Arca?

      Qual o problema em Noé ter sobrevivido na arca levando alimentos e água? Ser humano na época sabia raciocinar, obviamente ele levou alimentos para dentro da arca para ele, a família e animais, cenário possível para a época. Se antes de Noé as civilizações já tinham conhecimento de agricultura, alquimia e metalurgia, qual o problema em Noé levar objetos de metal e alimentos para a arca?

      Você sabe como era o mundo e a civilização humana na época?

      Porque todos os continentes que abrigam civilizações antigas tem relato de um dilúvio global? Pesquise na internet

      Qual o problema em haver todas as espécies de animais na arca? Tu sabe o tamanho da arca?

      Qual o problema em beber água ou não após o dilúvio? Existiam rios ou fontes de água doce antes e depois do dilúvio que foram preservadas. Fica explícito na bíblia que Noé sobreviveu após o dilúvio, obviamente ele teria que comer e beber algo, não acha?

      Onde você leu que ele escolheu animais “essenciais”? Está escrito repteis, animais, aves e todos os animais, incluindo Noé e sua família.

      Prq esses animais não poderiam reproduzir entre si após o dilúvio? O que é mais provável: eles se reproduzirem entre si ou haver “mutações” e eles “evoluírem”? gasta-se muito menos energia e tempo reproduzindo e deixando descendentes do que “evoluírem em milhões de anos, sem nenhum fóssil de transição”.

      E daí se não acharam ictiossauro hj? As escavações acabaram definitivamente? Que eu saiba, ainda existem, qual o problema em não ter achado o “suposto fóssil darwinista”?

      De onde tu tirou que a mistura de água doce com salgada transformaria-se em um único tipo de água?

      Concordo que peixes de água doce e salgada são de habitat diferentes. Porem, como tu explica peixes fósseis com baixa salinidade em montanhas? Qual o problema de peixes de rios terem sido levados para as montanhas?

      Na bíblia está escrito peixes e animais. Qual o problema de na arca terem peixes de água doce e salgada e após o diluvio eles terem sido distribuídos para seus habitat remanescentes?

      Noé poderia muito bem sobreviver pós dilúvio comendo frutos da vegetação pós diluviana. Qual o problema nisso? Ser humano vive só de carne?

      Os animais reintroduzidos na natureza pós diluvio alimentaram-se de coisas da natureza pós diluvio. Qual o problema?

      A arca encontrada no monte Arate na Turquia é simplesmente gigantesca, poderia muito bem comportar todos as especies de animais mencionadas na bíblia e que viveram na época. Tu ta achando que essa arca era um barcozinho de pesca? kkkkk Pesquise na internet as dimensões dessa arca.

      Qual o problema em certos seres terem sido extintos na época do dilúvio e não existirem mais hj?

      Pelo seu texto, as “suas contas” sobre as dimensões da arca e sobre o contexto da época não batem com a arqueologia e nem com a opinião dos historiadores e cientistas criacionistas.

      Por que Noé seria obrigado a registrar tudo cientificamente e preciso de acordo com a ciência materialista? O termo animais, répteis, aves e seres humanos engloba várias coisas, certo? A civilização milenar da antiguidade não era obrigada a deixar argumentos cientificamente exatos para futuramente serem estudados com maior precisão, apesar de que eles já sabiam muita coisa sobre desenvolvimento científico.

      Pois, para construir a arca do monte Arate, era preciso MUITA MADEIRA e MUITO METAL e MUITO TRABALHO, para comportar tantos animais e sobreviver ao dilúvio. E tais características batem muito bem com a arca encontrada no Monte Arate e com as evidências palpáveis encontradas pelas pessoas que pesquisaram e acharam a arca na Armênia (Turquia).

      Compreenda o contexto histórico das civilizações milenares e verás que ngm na época era obrigado a relatar com dados cientificamente precisos, e sim com palavras que abrangem os animais como um todo.

      Like

    • etc says:

      “Porque o dilúvio não explica tal desaparecimento”. Provavelmente porque um fato é um fato. Factoides circunstanciais são factoides. Vejam vocês… o dilúvio é narrado em diversas outras culturas além da hebraica. Não obstante, os evolucionistas (está aí uma “casta” que não merece muito crédito… porque a cada argumento seu refutado, eles inventam um novo. Já pensou se vos chamo para um jogo e a cada vez que eu perde-lo eu mudar as regras do jogo?!)
      Como eu disse, o dilúvio é um fato… as provas estão espalhadas pela face da terra. Há relatos diversos (além do relato hebreu, ou seja, bíblico – já que o objetivo é ou era refutar o texto bíblico) de diversos povos… Então todos os relatos antigos são uma mentira e os e(in)volucionistas – que acabaram de chegar nesse mundo – é que estão corretos. E por que? Por que o que eles falam é lei e pronto acabou… Bem uma vez que o dilúvio é um fato este fato pode ou não se prestar a um objetivo… e certamente o objetivo do dilúvio Não é explicar o desaparecimento de dinossauro. O fato é que existiam certas criaturas que desapareceram…
      Quanto a sua dúvida de quantas espécies caberiam na arca… dê uma lida sobre macro e microevolução.

      Like

  11. questione sempre says:

    Não era pra haver fósseis de animais terrestres também? Se só foram encontrados animais marinhos é a prova de que estes estavam no mar e a montanha que se elevou. Pense bem. Vamos imaginar o cenário do dilúvio a água veio e alcançou todos os seres vivos. Os que sabiam nadar poderiam ir para lugares mais altos, mas e as conchas? Na teoria do zoneamento ecológico que vcs defendem as conchas estão lá embaixo, se a agua do dilúvio elevou conchas para o alto de uma montanha pq não elevou consigo animais terrestres TB? Outra coisa interessante TB é como são encontrados apenas animais pré históricos na montanha pq não há baleias, golfinhos e outros peixes que são nossos contemporâneos?

    Like

  12. harmo1979 says:

    A maioria dos fosseis encontrados nos continentes são de origem sedimentar marinha.

    Como explicar fosseis de peixes diferentes juntos? Alguma catástrofe global envolvendo água sepultou os animais ainda em vida

    E o registro fóssil de coelho junto com aquele animal marinho primitivo denominado trilobita de “supostos” milhões de anos?

    Precisaria de muita água e lama para preservar os fosseis GRANDES de dino de supostos “milhões de anos”.

    Já sabem do cientista japonês que achou uma carcaça de milhares de anos de um réptil primitivo marinho?

    Fósseis sedimentares de origem marinha encontrado até no continente Americano?

    O que os darwinistas vão tentar fazer? Ora, mudar a cronologia da TE.

    Pegadas de dino e humanos juntas, sendo que uma está bem mais preservada que a outra?

    Ora, vamos mudar a TE e continuar com o nosso “empirismo cientificamente correta”.

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s