Quem realmente se opôs a Darwin?

Um dos grandes mitos urbanos que os darwinistas propagam é o de que quando seu livro “On the Origin of Species” foi publicado, a maior oposição que Darwin encontrou veio dos líderes religiosos e não dos cientistas.

Nada poderia estar mais longe da verdade. A maior oposição que Darwin encontrou veio de outros cientistas que apontaram evidências que não estavam de acordo com a sua teoria, principalmente o registo fóssil.

Eis uma pequena lista de centistas que rejeitaram o darwinismo por razões científicas:

  • Louis Agassiz – Professor de Zoologia na Universidade de Harvard
  • George Cuvier
  • H.G. Bronn
  • François Jules Pictet
  • Richard Owen – Anatomista britânico
O Dr Michael Denton, no seu livro “Evolution: A Theory in Crisis”, páginas 104 e 105, diz:
O anti-evolucionismo dos eminentes biólogos do século 19 não era baseado na religião.

Ele acrescenta na página 100:

O facto de que muito dos fundadores da Biologia moderna, aqueles que descobriram todos os factos básicos da morfologia comparativa sobre o qual a Biologia evolutiva moderna é baseada, viam a Natureza como essencialmente um discontinuo de tipos isolados, únicos e sem “pontes” de variedades transitórias, posição totalmente contrária às ideias evolucionistas, é obviamente muito difícil de reconciliar com a noção popular de que todos os factos da Biologia irrefutavelmente suportam a interpretação evolucionista.
(“Evolution: A Theory in Crisis; pag 100)

Por outras palavras, aqueles que fundaram os alicerces da Biologia moderna não acreditavam na teoria da evolução, mas acreditavam que a natureza exibia “tipos” distintos.

Esta clara divisão existente entre as formas de vida é precisamente aquilo que poderíamos prever, baseados na Palavra de Deus. No capítulo 1 do Livro de Génesis, quatro vezes a Palavra de Deus diz “conforme a sua espécie” ou “segundo a sua espécie“, referindo-se às plantas e aos animais. Ou seja, as formas de vida quando nascem, já têm dentro de si a informação genética necessária para a geração seguinte. Os gatos hão-de sempre dar a luz gatos, os cães hão-de sempre dar à luz cães, os macacos hão-de sempre dar à luz outros macacos, assim sucessivamente.

Não só isto é totalmente o contrário do que poderíamos esperar se a teoria da evolução estivesse de acordo com as evidências, mas é uma confirmação da Bíblia.

Mais uma vez vêmos que a ciência, quando propriamente interpretada, confirma a Palavra de Deus.

A ciência e as Escrituras são contra a teoria da evolução.

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Biologia and tagged , , , , . Bookmark the permalink.

11 Responses to Quem realmente se opôs a Darwin?

  1. Rossetti says:

    Louiz agassiz era cientista e tenho minhas duvidas quanto sua relação com o darwinismo, mas de fato, ele foi um daqueles deterministas biológicos.
    Richard Owen era anatomista e criacionista assim como Samuel wilbforce, inclusive quebraram o pau com o Huxley.
    Cuvier era evolucionista sim…
    Quem é Denton?

    Like

  2. Mats says:

    Rosseti,

    Cuvier era evolucionista sim

    “During his [Lamack’s] lifetime he became controversial; his criticism of the palaeontologist George Cuvier’s anti-evolutionary stance won him no friends.

    http://www.fact-index.com/j/je/jean_baptiste_lamarck.html

    Quem é Denton?

    Biólogo e médico agnóstico que escreveu o clássico “Evolution: a Theory in Crisis”.

    Esse livro é provavelmente um dos melhores alguma vez escrito contra a mitologia neo-darwinista.

    Like

  3. Rossetti says:

    Criticismo não ceticismo, também sou crítico do aquecimento global embora concorde que esta havendo mudanças climáticas.
    Se voce para para pensar e estudar o momento histórico vera que Huxley nao concordava com um monte de coisas de Darwin dizia, assim como Haeckel, mas eles eram evolucionistas. Em alguns pontos eles discordavam fortemente de Darwin nem por isso deixaram de enxergar cientificamente o valor de sua visão.

    Like

  4. Mats says:

    Rosseti,
    A citação de cima diz “George Cuvier’s anti-evolutionary stance “. O Couvier era um ANTI-evolucionista.

    Like

  5. Ana Silva says:

    Mats:
    George Curvier morreu em 1832. O livro “A Origem das Espécies” foi publicado em 1859.

    Como é que Curvier pode ter rejeitado uma teoria que nunca conheceu?

    Like

  6. Mats says:

    Ana Silva,

    Como é que Curvier pode ter rejeitado uma teoria que nunca conheceu?

    Porque antes de Darwin já havia outras versões evolutivas (todas elas igualmente sem bases científicas). O Lamarckismo, por exemplo, é uma teoria evolutiva.

    Like

  7. Ana Silva says:

    Lamarck defendeu coisas diferentes de Darwin. Darwinismo e Teoria da Evolução não é o mesmo.

    Like

  8. Mats says:

    Ana,
    Eu disse “outras versões evolutivas”, e não “outras versões darwinianas”.

    Couvier era um anti-evolucionista tendo em conta as versões de evolução que estavam disponíveis durante a sua vida.

    Lamarck é um exemplo duma teoria evolutiva que precede Darwin.

    Like

  9. Mats :

    todos os cientistas que morreram antes de Darwin não sabiam da TE, os que morreram antes de Einstein não conheciam a relatividade e por aí fora.

    É um apelo à autoridade pifío até porque os exemplos que costumas dar de grande cientistas criacionistas foram-no antes de haver TE.

    Agora se indicares cientistas atuais com uma alternativa científica à evolução já a coisa muda de figura.

    Refiro-me a cientistas e a trabalhos científicos.

    É que não chega dizer que a relatividade ou a T.E. são uma porcaria e invenções.

    Para validar uma hipótese alternativa nem é preciso infirmar a teoria anterior.

    Apenas é necessário que a nova teoria seja falsificável, mais preditiva e explicativa.

    Que eu saiba um trabalho destes não começa por chamar ignorantes e burros aos anteriores cientistas.

    Apresenta é evidências.

    Até lá as universidades, laboratórios, faculdades e a fins vão usando as teorias que temos.

    Like

  10. George Cuvier foi um brilhante anatomista e pai da anatomia comparada, a qual, paradoxalmente, é um dos muitos suportes da teoria da evolução.

    Like

  11. Mats says:

    Pedro Sarmento,

    George Cuvier foi um brilhante anatomista e pai da anatomia comparada, a qual, paradoxalmente, é um dos muitos suportes da teoria da evolução.

    A anatomia comparada não oferece qualquer tipo de suporte à tese de que a biosfera tem uma origem não-inteligente, gradual e sem propósito.

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s