Secularistas São Mais Propensos à Superstição Que Cristãos

[OBS: Prevendo a reacção dos darwinistas, deixem-me dizer que eu não acredito que o “monstro”do Loch Ness seja, ou tenha sido, um “monstro”, mas sim um animal normal.]

Logan Gage escreveu um artigo intitulado Which Secular Superstition do you Believe? (“Qual das Superstições Seculares Tu Acreditas”). Nesse artigo Gage questiona:

[Quem] é mais propenso a acreditar em superstições imaginativas nos dias correntes, o religioso ou o secular?

A resposta, segundo Gage, é desambigua:

Rodney Stark, um respeitado estudioso da “Institute for Studies of Religion” (Universidade de Baylor), publicou um estudo com o nome de “What Americans Really Believe.”

A equipa de Stark comissionou a Organização Gallup para esta questionar os americanos em assuntos relacionados com religião (…) A Gallup fez perguntas relativas a crenças como o “Big Foot” e o “Monstro do Loch Ness”, Atlantis, casas assombradas e astrologia. Os pesquisadores de Baylor trabalharam os resultados em união, produzindo um index em relação à crença no paranormal.

Mollie Ziegler Hemingway reportou os resultados no The Wall Street Journal:

“Enquanto que 31% das pessoas que nunca vão a casas de oração demonstraram crença nestas coisas [“Big Foot”, “Monstro do Loch Ness”, Atlantis, casas assombradas e astrologia, etc] apenas 8% das pessoas que frequentam casas de oração mais do que uma vez por semana acreditam nessas coisas . . . .

De facto, quanto mais tradicional e evangélico fosse o inquirido menos susceptível ele era de acreditar, por exemplo, na possibilidade de comunicar com os mortos.”

A visão judaico-cristã do universo como sendo uma emanação de Uma Mente Racional é o fundamento da ciência moderna. A ideologia ateísta, que nega propósito racional ou design na natureza, não produz nada para o avanço da ciência.

Gage nota ainda:

Presentemente, muitos historiadores não-religiosos comprendem que, longe de perpetuar superstições antigas, a tradição judaico-cristã constituiu uma quebra com o pensamento pagão.

Esta tradição postulou Uma Única Mente Racional [Deus] por trás do universo, em vez de atribuir a origem do universo a uma miríade de espíritos irracionais . Esta mudança foi crucial para o surgimento da ciência actual.

Não é por acaso que a ciência experimental surgiu no Ocidente, onde a ideia da inteligibilidade da natureza ganhou raízes, uma vez que faz sentido procurarem-se leis ordenadas na natureza se o Universo é o resultado de Um Criador Racional…

Embora as conclusões dos pesquisadores de Baylor possam paracer contraintuitivas, talvez elas não devessem ser. A partir do momento em que perdermos a fé na inteligibilidade racional do universo, o que é que nos dissuade de acreditar nas últimas “descobertas” da OVNI-logia?

Não deixa de ser irónico que, apesar das pretensões de “cepticismo”, os ateus são mais propensos que os crentes tradicionais a acreditar em proposições pseudo-científicas do tipo OVNI, Bigfoot, o “Monstro” de Loch Ness, espiritismo, Atlantis e astrologia. Quatro vezes mais propensos, para ser mais exacto (31% vs. 8%).

Isto não deveria ser surpresa. Quase todos os ateus acreditam que o código genético e a nanotecnologia presente nas células surgiram como resultado de variações aleatórias e selecção natural. Quando comparada com a crença de que a vida surgiu por acaso e por tautologia, a crença no “Bigfoot” e na astrologia assumem-se como altamente plausíveis.

Gage conclui da seguinte forma:

A questão existencial com a qual a ciência se depara hoje é se ela pode sobreviver um clima intelectual dominado pela superstição materialista.

….
Vêr também:
1. A Aliança Histórica Entre a Ciência e o Cristianismo
2. Cristianismo e a Ciência
3. Cristianismo e Ciência – 1
4. Dados e Naturalismo

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Ciência, Religião, Sociedade and tagged , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

5 Responses to Secularistas São Mais Propensos à Superstição Que Cristãos

  1. Adim says:

    [OFF]
    Mats.

    Ja viste esta curiosa noticia?

    No Texas (EUA) uma formanda teve que entrar na justiça pelo direito de fazer uma ORAÇÃO durante seu discurso de formatura.

    ´´A proibição, imposta pelo juiz Fred Biery da Corte Distrital dos EUA, chamou a atenção do governador Rick Perry e do Procurador-Geral do Estado Greg Abbott, que deram apoio a um apelo de emergência apresentado pela Medina Valley Independent School District na quinta-feira.

    A ação original foi apresentada na semana passada por uma família cujo filho agnóstico frequenta a escola, cerca de 30 quilômetros a oeste de San Antonio. A família Schultz disse que seu filho iria sofrer “danos irreparáveis” se alguém rezasse na cerimônia de formatura.“

    Aonde vi primeiro.
    http://quebrandoneoateismo.com.br/

    Original:
    http://religion.blogs.cnn.com/2011/06/06/following-court-ruling-texas-student-prays-at-graduation/

    Like

  2. Mats says:

    Sim, ja tinha visto, mas acho que a decisao foi revertida, nao?
    Esse tipo de noticias sao classicas. “Danos irreparaveis” porque ouviu alguem a orar? Os unicos seres que detestam a oracao sao os demonios.

    Like

  3. Herberti says:

    Postagem muito interessante. Esta pesquisa explica porque o avanço do comunismo ateu foi favorecido pela teoria evolucionista: quando se abandona a cosmovisão teísta o que sobra são somente fantasias e mitologias, como o marxismo e o humanismo.

    Like

  4. Eduardo says:

    Mats,

    Primeiramente: parece que a tal artigo foi removido, verifique o link, por favor. Segundo: essa pesquisa é um baita absurdo. Ateus são céticos(por isso são ateus), não acreditam em Deus por falta de provas. Então por que acreditariam em uma coisa ainda mais surreal como o pé
    grande e outras criaturas folclóricas? Isso não faz o menor sentido.

    Herberti,

    Marxismo e humanismo não são “fantasias e mitologias”. São, no máximo, utopias.

    Like

  5. Não se deve ser supersticioso porque dá azar…..:)

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s