Hititas: Bíblia refuta críticos (outra vez)

1 Samuel 11:1
“ENTÃO subiu Naás, amonita, e, sitiou a Jabés-gilead: e disseram todos os homens de Jabés a Naás: Faze aliança connosco, e te serviremos.”

Durante os últimos dois séculos, muitos críticos da Bíblia desenvolveram uma interpretação céptica em relação à mesma. O seu visão era a de que a Bíblia mais não era que um Documento que exibia a evolução da crença – e não algo Revelado Pelo Criador. De acordo com esta posição, o Cristianismo havia “evoluído” de religiões prévias.

Como resultado disto, muitos críticos (e infelizmente, muitos pseudo-cristãos) rejeitaram a ideia da Bíblia como a inerrante, inspirada e fiável Palavra de Deus em todos os assuntos a que ela alude (especialmente Génesis).

Uma vez que eles mantém esta interpretação, eles defendem terem encontrado “muitos erros na Bíblia” através dos anos.

Os “erros” da Bíblia.

Houve uma altura em que os críticos afirmavam que os Hititas mencionados na Bíblia Hebraica “nunca existiram”. Segundo estes críticos, os antigos escritores dos Livros Bíblicos “inventaram” este povo como forma de fabricar vitórias Israelitas sobre eles.

Só que como acontece sempre que a Bíblia afirma algo, os dados vieram confirmar o que Deus disse. Eventualmente foram encontradas evidências arqueológicas da existência dos Hititas. Provando mais uma vez o forte sentido de humor que Deus tem, uma das primeiras evidências que foram encontradas foram jarros com pouco menos de 2 metros de altura!

Os críticos, esses, desapareceram desta discussão apenas para surgirem mais tarde a criticar outra alegação histórica da Palavra de Deus. Através dos anos estes críticos tem sido constantemente refutados pelas evidências, mas não parece que eles estejam a levar em conta este facto.

A Terra de Canaã.

De modo similar, era um “consenso” entre os críticos a noção de que os Israelitas nunca poderiam ter entrado na terra de Canaã na altura em que a Bíblia reporta isso ter acontecido. Eles alegavam que, como a Bíblia menciona os Amonitas – que os críticos erradamente pensavam só terem vivido na terra de Canaã mais tarde – então a datação Bíblica está “errada”.

Mais uma vez, os críticos estavam errados e a Bíblia correcta uma vez que no ano de 1989 arqueólogos provaram que os Amonitas estiveram em Canaã muito antes da altura do Êxodo do Povo Judaico.

Conclusão:

Como escreve um arqueólogo Cristão, “geralmente, a ausência de evidência não é evidência para a ausência.” A lição que o Cristão pode tirar disto é simples:
Se a Bíblia diz que algo é verdade, então acredita.

Se Deus diz que Ele criou o universo em seis dias, então acredita. Se Ele diz que houve um Dilúvio universal que cobriu de água toda a Terra, então acredita.

Se Ele diz que um dia voltará para julgar os vivos e os mortos, e aqueles cujos nomes não estão no Livro da Vida serão lançados no fogo eterno, então, obviamente, acredita e toma as providências para não seres lá lançado.

“A Tua Palavra é a Verdade.”
João 17:17


Notas: “Late bronze city found in Jordan.” Archaeology and Biblical Research, v. 4, n. 1., Winter 1991. p. 27.

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Arqueologia, Bíblia, Geologia and tagged , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

2 Responses to Hititas: Bíblia refuta críticos (outra vez)

  1. Isso já é mais velho que a sé de Braga….A história deles já é conhecida há décadas.

    Erro grosseiro seria considerar verdade que o dilúvio se deu durante a construção da grande pirâmide.

    Essa é que é uma bota dificil de descalçar…..

    Like

  2. Parabéns pelo seu blog! Que Deus lhe abençoe com estes artigos.
    Assim como você estou iniciando um blog, chamado BíbliaCenter, caso queira conhecê-lo segue o link: http://biblia-center.blogspot.com/

    Em Cristo,
    Bruno

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s