Evidências para uma Terra Jovem

“Porque, se vós crêsseis em Moisés, creríeis em Mim; porque de Mim escreveu ele.”
João 5:46

A crença nos milhões de anos não provém dos dados da ciência mas sim de crenças construídas com o expresso propósito de destruir a Autoridade da Bíblia.

Como dizia um dos mentores da mitologia nos milhões de anos, o objectivo era “libertar a ciência [da influência] de Moisés“. E porquê remover a influência de Moisés da ciência? Porque se nós acreditarmos no que o Profeta de Deus escreveu sobre a Criação e o Dilúvio nunca seremos levados a acreditar que a Terra tem “milhões de anos”.

Se já é suficientemente problemático um ser humano assumir saber mais do que o Criador no que toca à idade da Terra, mais problemático é se esse ser humano se qualifica como “cristão” mas ao mesmo tempo rejeita o que a Bíblia claramente diz sobre o tempo que Deus levou para trazer o universo a existência.

Em baixo ficam algumas evidências listadas pelo Dr Jonathan Safarti em torno da idade da Terra. Este tipo de dados científicos são úteis em conversas com não-Cristãos. Para os Cristãos, a Palavra de Deus é Suficiente. (Para os laodiceanos, a Palavra de Deus aparentemente não é suficiente.)

Evidências para uma Terra Jovem.

Actualmente, 90% dos métodos de datação usados para estimar a idade da Terra apontam para uma idade muito inferior aos milhares de milhões de anos defendidos pelos evolucionistas (e seus aliados laodiceanos). Eis aqui algumas:

  • Glóbulos vermelhos e hemoglobina foram encontrados (não-fossilizados!) dentro de ossos de dinossauro. Estes nunca poderiam durar mais do que alguns milhares de anos – certamente nunca os 65 milhões de anos defendidos pelos evolucionistas como a data em que o último dinossauro desapareceu da Terra.

  • O campo magnético da Terra tem vindo a decair tão depressa que nunca poderia ter mais do que 10,000 anos. Reversões aceleradas durante o Dilúvio de Noé – e flutuações ocorridas pouco depois – causaram a que o campo magnético decaísse ainda mais depressa.

  • O hélio está a entrar na atmosfera devido ao decaimento radioactivo, mas muito dele não escapa. No entanto, a quantidade total de hélio na atmosfera é de cerca de 1/2000 da quantidade que se esperaria se a Terra tivesse os mitológicos “milhões de anos”. Isto ocorre de forma razoavelmente rápida, mas ainda há tanto hélio em algumas rochas que ele não teve tempo para escapar – certamente não os “milhões de anos”.

  • Uma supernova é a explosão duma estrela gigante. A explosão é tão brilhante que, por alguns instantes, ela obscura o resto da galáxia. De acordo com as equações físicas, os remanescentes de supernova (RSNs) deveriam continuar a expandir durante centenas de milhares de anos. No entanto, não há RSNs muito antigas e expandidas (Fase 3), nem algumas moderadamente antigas (Fase 2) na nossa galáxia (Via Láctea) ou nas galáxias satélite, as Nuvens de Magalhães.

    Isto é precisamente o que seria de esperar se estas galáxias não existissem a tempo suficiente para uma ampla expansão.

  • A lua está a afastar-se lentamente da Terra a uma velocidade de 4 cm por ano (e esta taxa era maior no passado). Mesmo que a lua tivesse iniciado a sua recessão practicamente encostada à Terra, ela atingiria a posição actual em cerca de 1,37 mil milhões de anos. Isto da uma idade máxima possível para a lua – e não a idade actual. Isto são idades demasiado recentes para a evolução e os mitológicos “milhões de anos” (e idades demasiados novas em si, se levarmos em conta o que a datação radiométrica “atribui” às rochas lunares).

  • O sal está a ser despejado nos mares mais rapidamente do que a quantidade de sal que escapa de lá. Se o sal está a ser depositado nos mares há “milhões de anos”, nem de perto nem de longe os mares têm a salinidade prevista. Mesmo concedendo assumpções generosas para os crentes nos mitológicos “milhões de anos”, os mares nunca poderiam ter mais do que 62 milhões de anos – muito menos do que os milhares de milhões defendidos pelos evolucionistas e os seus aliados laodecianos.

    Mais uma vez, isto indica uma idade máxima e não a idade actual.

Os defensores da Historicidade de Génesis sabem que é virtualmente impossível provar a idade da Terra usando um método de datação específico. Nós sabemos que a ciência é tentativa uma vez que nós (ao contrário de Deus) não estamos na posse de todos os dados – especialmente quando se fala do passado não observável.

Mas isto tanto é verdade para os criacionistas como o é para os crentes nos “milhões de anos” e os seus “argumentos” em favor das suas posições anti-Bíblicas. A história do evolucionismo está repleta de incidentes onde os seus defensores foram forçados a abandonar muitas das suas “evidências”.

O ateu e crente nos milhões de anos Will Provine diz:

A maior parte do que aprendi da área na escola de graduação (1964–68) ou está errado ou foi alterado de modo significativo.
(Teaching about Evolution and the Nature of Science, A Review by Dr Will B. Provine; available online from (cited 18 February 1999))

Os criacionistas sabem das limitações destes métodos de datação melhor do que os evolucionistas que usam processos actuais para “provar” que a Terra tem milhares de milhões de anos. Na realidade, todos os métodos de datação – mesmo aqueles que apontam para uma Terra jovem – baseiam-se em crenças não sujeitas a teste empírico ou pressuposições não-provadas.


Há anos atrás ouvi um Cristão dizer que “a única forma segura de se saber a idade de algo, é saber quem a construiu e, assumindo que é uma pessoa séria, perguntar-lhe”. Eu acrescento: ou isso, ou estar presente na altura em que tal é feito.

No que toca à idade da Terra, o Cristão não tem necessidade de ficar sujeito a qualquer “vento de doutrina” (Efésios 4:14) ou acreditar em “fábulas artificialmente compostas” (2 Pedro 1:16) uma vez nós temos o Testemunho Escrito Daquele que estava Presente quando a Terra surgiu. Aliás, não só Ele estava Presente, como Ele é o Autor.

Eu fiz a terra, o homem e os animais que estão sobre a face da terra, pelo Meu Grande Poder e com o Meu Braço estendido, e a dou àquele que Me agrada em Meus Olhos.

Jeremias 27:5

Porque em seis dias fez o Senhor os céus e a terra, o mar e tudo o que neles há, e ao sétimo dia descansou: portanto, abençoou o Senhor o dia do sábado, e o santificou.

Êxodo 20:11

PS: Ainda estou à espera que algum laodiceano me dê uma interpretação de Êxodo 20:11 que não seja em favor duma Terra Jovem.


Vêr também:

1. Sete motivos para o Cristão rejeitar os mitológicos “milhões de anos”

2. Os dias de Génesis

3. Teoria da falha contradiz a Bíblia

4. Galáxias inesperadas contradizem o Big Bang

5. Hititas: Bíblia refuta críticos (outra vez)

6. Será a Palavra do Criador Suficiente?

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Cosmologia, Geologia and tagged , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

24 Responses to Evidências para uma Terra Jovem

  1. Dalton says:

    Destes argumentos o meu preferido é o da lua, pois sob este aspecto a lua no “começo de tudo” deveria estar dentro da Terra, mais ou menos….

    Like

  2. Eduardo says:

    Não, Dalton. A lua formou-se muito tempo depois do “começo de tudo”. Se o assunto lhe interessa: http://arxiv.org/abs/astro-ph/0405372

    Like

  3. Dalton says:

    Edu, você está me propondo uma teoria, interessante, mas apenas uma teoria, contra o fato da lua estar se distanciando lentamente da Terra. E mesmo que consideremos o impacto em questão, a idade de 6000 anos suporta a distância da lua à terra, e com certeza esse impacto que supostamente houve tem mais de 6000 anos, ou seja, a Lua estaria “dentro” da terra nesse período, supostamente…

    Like

  4. Eduardo says:

    De fato isso é só uma teoria, me desculpe por não ter deixado isso claro, mas é a teoria mais aceita pela comunidade científica. Lamento muito o fato de não terem mais estudos relacionados a isto.

    Like

  5. Mats says:

    Eduardo,
    O facto de ser aceite pela comunidade científica [evolucionista] não serve de evidência em favor de tal proposição.

    Como sempre acontece, vocês tentam decidir o debate com apelos à autoridade. É mesma coisa que eu dizer “a evolução está errada porque um padre ou um pastor dizem que está errada”. Não serve de nada.

    Like

  6. Mats says:

    Alem disso. Eduardo. Essa e’ uma teoria feita com o proposito de evitar a interpretacao mais directa e parsimonica: a Terra nao tem milhoes de anos.

    Esta explicacao e’ directa, esta de acordo com estes e outros dados e, principalmente, esta de acordo com a Biblia, Livro que, historicamente, tem sido confirmado vez apos vez.

    Like

  7. Eduardo says:

    “O facto de ser aceite pela comunidade científica [evolucionista] não serve de evidência em favor de tal proposição.Como sempre acontece, vocês tentam decidir o debate com apelos à autoridade. É mesma coisa que eu dizer “a evolução está errada porque um padre ou um pastor dizem que está errada”. Não serve de nada.”

    Você está terrivelmente enganado. O fato desta teoria ser aceita pela comunidade científica é sim uma evidência ao seu favor, não uma falácia como tu dizes. Se ela é aceita pela comunidade científica quer dizer que vários cientistas analisaram esta tese e os dados apresentados, e então entraram em um consenso de que esta teoria é válida. Diferente dos padres, os cientistas não irão ignorar algo automaticamente porque isso vai contra a sua fé, e sim analisarão os dados para ver se eles estão de acordo com os resultados apresentados.

    “Alem disso. Eduardo. Essa e’ uma teoria feita com o proposito de evitar a interpretacao mais directa e parsimonica: a Terra nao tem milhoes de anos.”

    Não, não é esse o propósito desta teoria.

    Like

  8. Mats says:

    Eduardo,

    “O facto de ser aceite pela comunidade científica [evolucionista] não serve de evidência em favor de tal proposição.Como sempre acontece, vocês tentam decidir o debate com apelos à autoridade. É mesma coisa que eu dizer “a evolução está errada porque um padre ou um pastor dizem que está errada”. Não serve de nada.”

    Você está terrivelmente enganado. O fato desta teoria ser aceita pela comunidade científica é sim uma evidência ao seu favor, não uma falácia como tu dizes.

    Então tens que te dedicar mais ao estudo da falácia do apelo à autoridade. Dizer que “muitas pessoas pensam como eu” não serve de evidência.

    Se ela é aceita pela comunidade científica quer dizer que vários cientistas analisaram esta tese e os dados apresentados, e então entraram em um consenso de que esta teoria é válida.

    Sim, porque na história da ciência nunca houve consenso em torno de algo que mais tarde se descobriu ser falso.

    Like

  9. Eduardo says:

    “O campo magnético da Terra tem vindo a decair tão depressa que nunca poderia ter mais do que 10,000 anos”

    Esta é a tua conclusão(errada, por sinal). O decaimento magnético não é exponencial. O fato dele estar decaindo rapidamente atualmente não justifica a tua fé nos milhares de anos.

    Like

  10. Mats says:

    Eduardo,

    “O campo magnético da Terra tem vindo a decair tão depressa que nunca poderia ter mais do que 10,000 anos”

    Esta é a tua conclusão (errada, por sinal).

    Minha e de muitos físicos (baseados nas evidências).

    O decaimento magnético não é exponencial.

    Ninguém disse que era. Dizer que o decaimento é rápido não implica que o mesma seja exponencial.

    O fato dele estar decaindo rapidamente atualmente não justifica a tua fé nos milhares de anos.

    Justifica uma vez que se ajusta aos factos.

    Like

  11. Eduardo says:

    Mats,

    “Minha e de muitos físicos (baseados nas evidências).”

    Muitos? Só se for entre os CTJ’s. Com base nestes dois únicos dados[de que o magnetismo da terra está decaindo, e que este decaimento não é exponencial] não dá para definir a idade da Terra. Este é o único fato.

    Like

  12. Dalton says:

    “Esta é a tua conclusão(errada, por sinal). O decaimento magnético não é exponencial. O fato dele estar decaindo rapidamente atualmente não justifica a tua fé nos milhares de anos.”

    Peraí, o decaimento rápido não justifica fé nos milhares de anos mas justifica a fé nos milhões/bilhões de anos? Como assim?

    Like

  13. Mats says:

    Eduardo,

    “Minha e de muitos físicos (baseados nas evidências).”

    Muitos? Só se for entre os CTJ’s.

    Claro que os evolucionistas nunca diriam que a Terra não é “velha”. OS evolucionistas PRECISAM dos “milhões de anos”.

    Com base nestes dois únicos dados[de que o magnetismo da terra está decaindo, e que este decaimento não é exponencial] não dá para definir a idade da Terra. Este é o único fato.

    Mas ninguém disse que se definia a idade da Terra através do decaimento. Tu lês as coisas antes de comentares?

    O que esta evidência mostra é que a Terra NUNCA poderia ter os milhões de anos que vocês imaginam que a Terra tem.

    Like

  14. Eduardo says:

    “O que esta evidência mostra é que a Terra NUNCA poderia ter os milhões de anos que vocês imaginam que a Terra tem.”

    E você afirma isso com tanta certeza baseado em um decaimento magnético não exponencial? Isto não faz sentido algum.

    Like

  15. Mats says:

    Eduardo,

    E você afirma isso com tanta certeza baseado em um decaimento magnético não exponencial? Isto não faz sentido algum.

    Faz todo o sentido. Se achas que não, então mostro como. Dizer “não faz sentido” não refuta o que o Dr Jonathan Safarti escreveu.

    A propósito, o doutouramento do Safarti foi em Físico Química, portanto cuidado com as barbaridades que vais dizer.

    Like

  16. Eduardo says:

    Mats,

    “Faz todo o sentido. Se achas que não, então mostra como. Dizer “não faz sentido” não refuta o que o Dr Jonathan Safarti escreveu.

    A propósito, o doutouramento do Safarti foi em Físico Química, portanto cuidado com as barbaridades que vais dizer.”

    O único que está dizendo barbaridades aqui é você, Mats. Com este exemplo risível de apelo à autoridade. Um homem que se diz cientista, mas não consegue separar a ciência das suas crenças pessoais(criacionistas) não merece crédito algum. Mas vamos fazer o seguinte: eu ignoro o fato dele ser criacionista e você para com este ridículo apelo à autoridade e me mostra um artigo do Dr. Sarfati onde ele fala sobre o magnetismo da terra. Sem essa de falar que algo é impossível sem justificar a sua alegação e/ou mostrar suas fontes.

    Like

  17. Mats says:

    Eduardo,

    “Faz todo o sentido. Se achas que não, então mostra como. Dizer “não faz sentido” não refuta o que o Dr Jonathan Safarti escreveu.

    A propósito, o doutouramento do Safarti foi em Físico Química, portanto cuidado com as barbaridades que vais dizer.”

    O único que está dizendo barbaridades aqui é você, Mats. Com este exemplo risível de apelo à autoridade.

    Qual “apelo à autoridade”, rapaz? Eu não estou a dizer que a Terra jovem é um facto porque o Jonathan diz que é. O que eu digo é que os teus erros de física e química serão facilmente refutados por alguém que fez um doutouramento exactamente nessa área.

    Portanto, diz lá como é que o decaimento “não faz sentido”.

    Um homem que se diz cientista, mas não consegue separar a ciência das suas crenças pessoais(criacionistas) não merece crédito algum.

    Demagogia. Este tipo de coisas vão começar a ser removidas dos teus comentários. Tu não sabes se ele “não consegue separar a ciência das suas crenças”. Aliás, há alguém que consiga fazer isso?

    Repito: este tipo de comentários demagogos vão começar a ser editados.

    Mas vamos fazer o seguinte: eu ignoro o fato dele ser criacionista

    O que tu vais ou não ignorar não me interessa. O que eu gostaria é que tu mostrasses de forma clara, concreta e concisa como é que os dados citados pelo Dr Jonathan estão errados.

    És capaz de fazer isso ou não? Ou vais continuar a fugir à pergunta?

    Like

  18. Felipe Avila says:

    A velocidade de afastamento da lua realmente era maior? tem fontes para isso?

    Like

  19. Hugo Soler says:

    Ate acreditaria nas suas “Evidências para uma Terra Jovem.”, porem não o tem uma fonte.
    “Não se pode acreditar em qualquer citação da internet sem fontes.”
    Galileu galilei.

    [[“Debater com ateus na internet pode ser cansativo” – Francis Bacon]]

    Like

  20. Felipe Pazzini says:

    Fonte do argumento: Glóbulos vermelhos e hemoglobina foram encontrados (não-fossilizados!) dentro de ossos de dinossauro.

    http://www.pnas.org/content/94/12/6291.full

    Like

  21. Felipe Pazzini says:

    Fonte do argumento: O campo magnético da Terra tem vindo a decair tão depressa que nunca poderia ter mais do que 10,000 anos.

    Click to access Origem_e_Destino_Campo_Magnetico_Terrestre.pdf

    Like

  22. Felipe Pazzini says:

    Fonte do argumento do Hélio:

    L. Vardiman, The age of the Earth’s Atmosphere: A Study of the Helium Flux throught the Atmosphere, Institute for Creation Research, El Cajon, CA, 1990, p. 28.

    Like

  23. Felipe Pazzini says:

    Senhores e Hugo, acho melhor ler e verificar as fontes no Wikipedia é mais fácil (tem o argumento e as fontes abaixo do texto). Boa leitura.
    Acho interessante sua preocupação com as fontes, contudo mesmo publicados temos que ter cuidado. Dados são manipulados e acredito que os evolucionistas o fazem com mais frequência (quem é cientista sabe dessas possíveis manipulações ou resultados descartados se contrários a teoria atual corrente).

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Criacionismo_da_Terra_Jovem#cite_note-71

    Like

  24. irian says:

    O fato da terra ser jovem ou velha não invalida a expectativa que ela um dia será destruída pelo fogo e que Jesus julgará a todos,e que devemos nos arrepender enquanto há tempo.

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s