Humanos andavam erectos muito antes do que os evolucionistas pensavam

Mas não se preocupem, caros amigos Cristãos que defendem os milhões de anos: os evolucionistas estão errados em quase tudo EXCEPTO nos milhões de anos, certo? Certo!

Os seres humanos andavam de pé muito antes do que se imaginava.

Correcção: os seres humanos andavam de pé muito antes do que os evolucionistas imaginavam. E tem que se usar a palavra imaginação mesmo porque é só aí que a evolução e os milhões de anos existem: na imaginação.

Cientistas da Universidade de Liverpool, na Inglaterra, descobriram pegadas humanas de quase 3,7 milhões de anos atrás.

…segundo os métodos de “datação”/adivinhação convencionais.

Até então, acreditava-se que a habilidade de andar ereto em duas pernas havia evoluído há 1,9 milhão de anos.

“Acreditava-se” = os evolucionistas acreditavam.

As 11 pegadas encontradas em sedimentos rochosos na Tanzânia mostram um passo mais parecido com o dos humanos do que a postura adotada pelos chimpanzés, orangotangos e gorilas.

Se calhar era um homem.

Mas não pode ser porque senão a teoria da evolução como defendia está errada, e como ela não está errada (nunca pode estar e nem vai estar!), então temos que rejeitar as evidências.

Estudos anteriores haviam encontrado apenas a marca de um dos pés, dificultando a análise do andar dos animais.

Os pesquisadores acreditam que as pegadas foram deixadas por Australopithecus afarensis, um humano primitivo que pode ter sido o ancestral direto dos que vivem hoje. A análise das marcas foi comparada com dados anteriores sobre humanos modernos e primatas. A habilidade de andar como os seres humanos modernos evoluiu há quase 4 milhões de anos em uma espécie que os cientistas acreditavam passar parte do tempo em árvores.

A descoberta mostrou que o Australopithecus afarensis não andavam em uma postura agachada e apoiando-se nas laterais dos pés, como os grandes primatas de hoje o fazem. As pegadas mostraram que o ancestral do homem andava ereto e se apoiava na parte da frente do pé, especialmente no dedão, assim como os humanos de atualmente. Isso quer dizer que o desenvolvimento do andar do Australopithecus afarensis o ajudou a expandir suas fronteiras além da África.


As constantes revisões e “desvios” dos métodos de datação evolucionistas são uma evidência muito forte contra eles. Mas quem disse que quem acredita nos milhões de anos o faz devido às evidências?

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Antropologia, Paleontologia and tagged , , , , . Bookmark the permalink.

5 Responses to Humanos andavam erectos muito antes do que os evolucionistas pensavam

  1. Karina says:

    O mais legal é a quantidade de “acreditavam”/”imaginavam” ao longo do texto.

    Like

  2. Karina says:

    Mats, você vai fazer algum post sobre o fundamentalista…ATEU que provocou o atentado terrorista na Noruega?

    Like

  3. Mats says:

    Karina, talvez durante o fim de semana…

    Cumps.

    Like

  4. Carlos Ricas says:

    Me lembrei de uma frase atribuída a Albert Einstein: “Se os fatos não se adequam à teoria, mude os fatos”.

    Like

  5. Fernando says:

    “O pior cego é o que não quer ver”

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s