A teoria da evolução é irrelevante para a Medicina

Uma das alegações feitas pelos crentes evolucionistas é o de que a Medicina seria “impossível” sem uma profunda crença na teoria da evolução. Alegadamente, se nós rejeitarmos a noção de que répteis evoluíram para passarinhos, o nosso trabalho médico é impossível. Mas será isso verdade? Será que a teoria da evolução é de facto fundamental para a Medicina?

Para vermos como isto é falso, basta olharmos para a história da Medicina. Muitos dos mais importantes avanços médicos foram feitos sem levar em conta os mitos evolutivos.

  • A vacinação foi descoberta por Edward Jenner (1749–1823). Note-se que Darwin publicou a sua hilariante teoria no ano de 1859.
  • Antissepsia por Joseph Lister, criacionista (1827–1912).
  • Anestesia por James Young Simpson (1811–1870), que acreditava que Deus era o Primeiro Anestético, citando Génesis 2:21 (“Então o Senhor Deus fez cair um sono pesado sobre Adão, e este adormeceu: e tomou uma das suas costelas, e cerrou a carne em seu lugar“)
  • Teoria dos germes por Louis Pasteur, criacionista (1822–1895), que cientificamente refutou noção da “geração espontânea”. Curiosamente, apesar deste cientista criacionista ter mostrado que a vida biológica só pode surgir através de vida biológica antecedente, os evolucionistas ainda acreditam que a vida surgiu da não-vida. Ou seja, os evolucionistas ainda acreditam em teorias refutadas no século 19.
  • Antibióticos, desenvolvidos sem a mínima dependência da teoria da evolução e graças ao trabalho árduo Alexander Fleming (1881–1955).
  • Ernst Chain (1906–1979), que partilhou o prémio Nobel da Fisiologia e Medicina com Fleming por descobrir a penicilina, era um Judeu Ortodoxo e um anti-Darwinista.

    A sua biografia notou a sua rejeição da teoria da evolução e a sua crença de que “a evolução não fazia parte da ciência uma vez que não era, na sua maioria, sujeita à experimentação – e ele não estava sozinho nesta crença“. E falando de alguns exemplos evolutivos, Chain afirmou, “Prefiro acreditar em contos de fadas do que em tais especulações.”

  • Nos dias que correm, temos o caso do criacionista Raymond Damadian (1936– ), inventor da “Magnetic Resonance Imaging (MRI) scanner“.

Analisando as mais importantes descobertas médicas feitas pelos cientistas, não só descobrimos que algumas delas foram feitas por criacionistas, como verificamos que essa descobertas em nada dependem da teoria da evolução.

Como seria de esperar, as alegações evolucionistas contradizem a História da Medicina.

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Bíblia, Ciência and tagged , , . Bookmark the permalink.

21 Responses to A teoria da evolução é irrelevante para a Medicina

  1. Gostei! Faço Medicina(3o ano)….e sinceramente, nunca precisei acreditar em evolucionismo para fazer o curso….pouquissimos professores citam a evolução…E mesmo que citassem, faço minhas as palavras de Chain:“Prefiro acreditar em contos de fadas do que em tais especulações.”

    Ótimo post! Parabéns pelo blog, irmão!

    Like

  2. Eduardo says:

    Que espantalho gigantesco… Onde foi que viste um evolucionista dizer que a medicina seria impossível sem a TE?

    Like

  3. Dudu says:

    Eduardo,

    Evos e ateus julgam-se tão acima dos crias e teístas mas costumam mostrar-se tolos como suas palavras comprovam.

    O texto desmente o q evos e ateus divulgam, um exemplo clássico é a frase de Dobzhansky “nada em Biologia faz sentido exceto à luz da evolução”.

    Like

  4. Eduardo says:

    “O texto desmente o q evos e ateus divulgam, um exemplo clássico é a frase de Dobzhansky “nada em Biologia faz sentido exceto à luz da evolução”.”

    Biologia e medicina são coisas diferentes meu caro.

    Like

  5. Aliás os arquitetos ignoram o movimento de rotação e a curvatura da terra, os mecânicos a segunda lei da termodinâmica, os construtores de automóveis a relatividade e por aí fora.

    Como argumentação não é um bom argumento….

    Like

  6. Mats says:

    Eduardo,

    Que espantalho gigantesco… Onde foi que viste um evolucionista dizer que a medicina seria impossível sem a TE?

    Meu Deus, tu tens que começar a informar-te melhor sobre aquilo em que acreditas:

    Dr. Francis Collins is a devout evangelical Christian and the lead scientist on the Human Genome Project. That is the decades-long study that has unraveled the complex hereditary code that determines all of our physical attributes. In his book “The Language of God” he has this to say, “Truly it can be said that not only biology but medicine would be impossible to understand without the theory of evolution.

    http://www.theclergyletterproject.org/pdf/Frisbie.doc (página 1).

    Portanto, há evolucionistas que acreditam que sem fé em Darwin, é impossível fazer-se trabalho médico.

    Portanto, quando tu chamas de “espantalho” ao que o texto diz, estás, sim, a demonstrar falta de conhecimento (para não chamar outra coisa).

    Biologia e medicina são coisas diferentes meu caro.

    Ninguém disse que eram iguais. Tenta responder ao que texto diz, para variar.

    Like

  7. Eduardo says:

    “Truly it can be said that not only biology but medicine would be impossible to UNDERSTAND without the theory of evolution.”

    O Dr. Francis Collins pode ter exagerado um pouco em sua colocação, mas ele não disse que a medicina seria impossível sem a TE.

    “Portanto, há evolucionistas que acreditam que sem fé em Darwin, é impossível fazer-se trabalho médico.”

    Não, não há. Até porque a ciência(e a medicina) não necessitam ou se baseiam em fé.

    “Portanto, quando tu chamas de “espantalho” ao que o texto diz, estás, sim, a demonstrar falta de conhecimento (para não chamar outra coisa).”

    Eu realmente não imaginava que alguém teria dito aquilo[uma afirmação que você levou 4 dias para encontrar], mas não deixa de ser um equívoco (ou espantalho) seu. Já que existe uma grande diferença entre “compreender a medicina” e “haver medicina”.

    “Ninguém disse que eram iguais.”

    Mas foi o que o meu “xará” deixou a entender.

    Like

  8. Mats says:

    Eduardo,

    “Truly it can be said that not only biology but medicine would be impossible to UNDERSTAND without the theory of evolution.”

    O Dr. Francis Collins pode ter exagerado um pouco em sua colocação, mas ele não disse que a medicina seria impossível sem a TE.

    Portanto, é possível fazer medicina sem ENTENDER a medicina?

    “Portanto, há evolucionistas que acreditam que sem fé em Darwin, é impossível fazer-se trabalho médico.”

    Não, não há.

    Aparentemente, há. como se viu em cima. A não ser que tu aches que é possível fazer trabalho médico sem se entender nada de Medicina.

    Até porque a ciência (e a medicina) não necessitam ou se baseiam em fé.

    A ciência depende de fé em coisas que só nos são garantidas pelo Cristianismo:
    1. Um universo ordenado
    2. A consistência das leis naturais
    3. A capacidade humana em entender o universo.
    Estas 3 posições de fé não são passíveis de experimentação científica, mas são assumidas por TODOS os cientistas antes de iniciarem o seu trabalho.
    Nenhuma destas 3 posições de fé pode ser suportada pelo ateísmo, mas todas elas estão garantidas se o Deus da Bíblia existe.
    Portanto, a ciência depende da fé.

    “Portanto, quando tu chamas de “espantalho” ao que o texto diz, estás, sim, a demonstrar falta de conhecimento (para não chamar outra coisa).”

    Eu realmente não imaginava que alguém teria dito aquilo

    Sim, já deu para vêr que há muitas coisas que tu não imaginas. O problema não é esse, porque todos nós somos limitados.

    O teu problema é que tu queres usar a tua falta de conhecimento científico como evidência contra o verdadeiro conhecimento.

    Like

  9. ives Alejandro says:

    A questão não é gostar ou não gostar de evolução. A teoria de evolução é um fato, gostando dela ou não. Aconselho vocês a compreenderem em primeiro lugar o que é hipótese, teoria, fatos, experiências…etc.
    Acreditem, coisas acontecem, independente se gostamos delas ou não.
    E pelo que vocês escrevem sobre evolução, pouco ou nada conhecem do assunto. Acreditar que a evolução é algum tipo de desmerecimento ou algo que irá diminuir a questão da fé é um argumento fraco e absurdo. Existe uma máxima em filosofia que diz o seguinte: ” Se você quer saber de um assunto, estude muito, se você quer criticá-lo, estude mais!”. Não é por acaso que os cientistas desprezam essas opiniões e faz com que argumentos assim distanciem cada vez mais o diálogo produtivo que poderia acontecer. Lamentável.

    Like

  10. Mats says:

    Ives Alejandro,

    A questão não é gostar ou não gostar de evolução. A teoria de evolução é um fato, gostando dela ou não.

    Como é que pode ser um facto se não tem evidências em seu favor?

    Aconselho vocês a compreenderem em primeiro lugar o que é hipótese, teoria, fatos, experiências…etc.

    Portanto, a nossa crítica à teoria da evolução deve-se ao facto de nós não a entendermos, certo? Devo então assumir que a tua crítica ao criacionismo deve-se aos mesmos motivos: tu não entendes o criacionismo.

    Acreditem, coisas acontecem, independente se gostamos delas ou não.

    Irrelevante.

    E pelo que vocês escrevem sobre evolução, pouco ou nada conhecem do assunto.

    Claro.

    Acreditar que a evolução é algum tipo de desmerecimento ou algo que irá diminuir a questão da fé é um argumento fraco e absurdo.

    Acreditar em mentiras é sempre um desmerecimento. A evolução é uma mentira.

    Existe uma máxima em filosofia que diz o seguinte: ” Se você quer saber de um assunto, estude muito, se você quer criticá-lo, estude mais!”. Não é por acaso que os cientistas desprezam essas opiniões

    Curioso. Pelo que eu tenho visto, os evolucionistas estão muito interessados nessas opiniões. Aliás, se fores ler os artigos evolucionistas por parte de aqueles que escrevem para o público, o que não falta lá são referências a Deus e ao criacionismo.

    e faz com que argumentos assim distanciem cada vez mais o diálogo produtivo que poderia acontecer. Lamentável.

    Lamentável é tu não teres sido capaz de mostrar os nossos erros, e mostrar as evidências que de alguma forma única, confirmem a noção de que a vida criou-se a si mesma, que répteis evoluíram para passarinhos e que baleias descendem de animais terrestres.

    Like

    • Alfredo says:

      Gostei do seu método de análise por partes Mats, deixa tudo mais claro. Porém evite falácias clássicas, julgamentos apressados e transparecimento de opinião pessoal. Tais coisas mancham a oratória.
      Espero ainda que considere isto uma crítica construtiva, mas quando se fala em artigos científicos se fala em trabalhos sérios, publicados em redes especializadas. Não em um blog, jornal ou revistas de banca de jornal. Na realidade as publicações recentes dificilmente falam de criacionismo e evolucionismo, a não ser que sejam relacionadas com didática, quanto a como abordar este assunto.

      Like

  11. Ives says:

    Como era de se esperar você não publicou minha última observação! É muito mais que lamentável! É sua preguiça intelectual! Nada diferente eu poderia esperar….

    [[ Porque tu não tinhas nenhum argumento contra o que foi escrito mas só demagogia. Nós sabemos bem o que vocês acreditam, portanto não precisas de encher uma caixa de comentários com isso. Dá argumentos científicos que refutem o que está a ser alegado em vez de nos dares declarações de fé. — Mats]

    Like

  12. Marllow says:

    Será que esses médicos, ou futuros médicos, que comentaram que a TE é inútil na medicina, saberão receitar adequadamente um antibiótico? Sempre que eu for me consultar com um médico agora vou perguntar primeiro se ele é cristão protesrtante.

    Like

    • dvilllar says:

      Marllow

      “Será que esses médicos, ou futuros médicos, que comentaram que a TE é inútil na medicina, saberão receitar adequadamente um antibiótico?”

      O médico tem de receitar o antibiótico que experimentalmente eliminou a bactéria.

      Caso a bactéria “adquira resistência”, será receitado antibiótico mais apropriado.

      No final das contas os causadores das doenças continuarão a ser o que sempre foram…BACTÉRIAS.

      Aliás, Marllow, você é médico?

      Like

    • dvilllar says:

      Marllow

      “Sempre que eu for me consultar com um médico agora vou perguntar primeiro se ele é Cristão protesrtante.”

      E eu vou perguntar se o médico deposita fé em Darwin.

      Mentiras que Duram: “O Apêndice é um órgão vestigial”

      Um evolucionista chamado Robert Wiedersheim fez uma lista de 180 órgãos vestigiais no ser humano. Felizmente, passados 100 anos, essa lista diminuiu bastante.

      O DNA lixo, na verdade, é quem comanda os genes

      Você faria algum tipo de terapia genética com um médico evolucionista?

      Like

  13. Rômulo says:

    Marllow.
    Sou microbiologista e te garanto que nenhum médico irá usar da filosofia naturalista da macroevolução para tratar micro-organismos. Ele realmente não espera que, caso trate uma bactéria e venha a evoluir a um fungo filamentoso invasivo. Até porque são raros os médicos que compreendem sua fé na TE (e se realmente compreendessem não seguiriam esta corrente), como também são raros os médicos que realmente entendem (salvo alguns competentes infectologistas, particularmente os associados com controle de infecção hospitalar) como um micro-organismo se torna resistente.

    Seria bom que todos, dispensadores e usuários, compreendessem a capacidade adaptativa que micro-organismos possuem, particularmente bactérias. Mas até mesmo a comunidade científica de ponta desconhece a amplitude da complexidade desses seres.

    Hoje vivemos totalmente sem um futuro garantido na antibioticoterapia, justamente porque, principalmente a classe médica, não soube usar os antimicrobianos com cautela. Cuidaram que bactérias eram seres demasiados “primitivos” para encontrarem uma saída a sua morte eminente. Mas a informação e a maquinaria estava lá, toda lá.

    Like

    • Marllow says:

      Qualquer profissional pode exercer sua profissão sem necessariamente fazer uso de um dado conhecimento específico. Hoje um engenheiro consegue projetar uma estrutura sem usar nenhuma matemática, basta usar um software por exemplo. Se ensinarmos uma criança a usar esse software ela também projetará a mesma estrutura. Mas em ambos os casos nenhum dos dois entenderá o que fizeram. O conhecimento científico não é importante porque é útil ou inútil, mas porque é necessário para a compreensão do todo. A teoria da evolução é a base para compreensão de toda a biologia. Qualquer indivíduo com um certo grau de instrução poderá aprender biologia, mas sem saber o que é evolução não vai entendê-la. Um médico que decide por conta própria ignorar esse conhecimento poderá exercer a medicina sem nenhum problema mas será que ele saberia responder perguntas como:
      – Porque a obesidade é um problema de saúde pública no mundo?
      – Porque os seres humanos têm tantos problemas de coluna?
      – Porque seres humanos precisam ingerir vitamina C enquanto os animais, com exceção dos grandes primatas, conseguem sintetizá-la?
      Um médico que sabe responder essas perguntas certamente tratará melhor um caso de obesidade ou um problema de coluna.
      Não existe na ciência essa coisa chamada “filosofia naturalista da macroevolução”. Além disso, ninguém em ciência crê ou tem fé na teoria da evolução. O conhecimento científico não é aceito por fé ou crença.
      Toda prova de vestibular de qualquer universidade ou faculdade de medicina possui no mínimo duas a três questões sobre evolução, o que mostra que esse conhecimento está muito longe de ser irrelevante para os futuros médicos. Agora, quem quiser ignorar e desprezar esse conhecimento certamente vai conseguir ser médico do mesmo jeito. Mas, assim como eu não contrataria para a minha empresa o projeto de um engenheiro que não sabe matemática, eu também não me consultaria com um médico que não conheça bulhufas de evolução.

      Like

      • dvilllar says:

        Marlow,

        O que parece é que se confunde a genética com a Teoria da Evolução.

        Então, respondendo suas perguntas:

        “Porque a obesidade é um problema de saúde pública no mundo?”

        A obesidade pode ser tanto a causa como a consequência de doenças;diabetes e hipertensão, por exemplo.
        Se existem genes relacionados a obesidade, isso é identificado pela genética, sem necessidade dos mantras evolucionistas.

        “Porque os seres humanos têm tantos problemas de coluna?”

        Casos existam fatores genéticos que predisponham algumas pessoas a ter problemas de coluna, os tratamentos prescritos pelos médicos independem do que crê a Teoria da Evolução.

        Porque seres humanos precisam ingerir vitamina C enquanto os animais, com exceção dos grandes primatas, conseguem sintetizá-la?

        O escorbuto já era conhecido antes da teoria de Darwin, da mesma forma que seu tratamento.

        Em que os postulados evolucionistas ajudaram no tratamento do escorbuto?

        As leis que regem a genética permaneceram inalteradas após o darwinismo.

        Contudo, o combalido evolucionismo não se sustenta sem o estudos do pai da genética, o criacionista Mendel.

        “Um médico que sabe responder essas perguntas certamente tratará melhor um caso de obesidade ou um problema de coluna.”

        Por qual motivo o tratamento seria melhor?

        A genética avança, independentemente das crenças evolucionistas.

        Aliás, como o evolucionismo tem constantes correções de rumo, é provável ter atrapalhado bem mais que auxiliado.

        Like

      • jephsimple says:

        Raul,

        “A teoria da evolução é a base para compreensão de toda a biologia.”

        Falso.

        O pressuposto da teoria científica da evolução é que ao longo de muito tempo  (e bota tempo) surgiram muitas espécies, aliás… Todas, a partir de uma só forma de vida, ou seja lá o que for.

        Assim, você está afirmando que toda a biologia,  se baseia num pressuposto que nenhum humano observou.

        Ora, ora uma área como a biologia não pode depender de eventos imaginários.

        O que humanos observam é que chimpanzés depois do acasalamento dão luz a chimpanzés.

        Leões? … Hummm geram leões…

        Águias… Águias…

        Cebolas… Cebolas…

        Cogumelos … Cogumelos…

        Amebas… Amebas…

        Bactérias… Bactérias…

        Humanos… Humanos…

         

        A evolução não trata da origem da vida… A biologia em si não está separada da origem da vida. Afinal, biologia é sobre seres vivos, e é perfeitamente racional querer saber sobre suas origens, suas causas. Biologia 2×0 evolução.

        Na verdade até mesmo a evolução muitas vezes invoca um design inteligente; leia um pouquinho só do Science Daily e você vai encontrar termos que são adequados a linguagem ID.

        Na verdade, os seres vivos são melhor descritos e compreendidos usando a linguagem de design inteligente.

        Like

  14. Patricia says:

    Nada a ver uma coisa com a outra. Primeiro: de onde tirou que todos os médicos não acreditam na evolução?…
    Segundo: tudo isso pode ter sido descoberto, sim, sem a necessidade de estar relacionado à teoria. E claro, nem todos os médicos são obrigados a acreditar. Respeito no que acredita. Porém, essas discussões são inúteis.

    Like

  15. Alfredo says:

    A medicina é uma arte prática, não teórica. Muitas das descobertas relevantes descritas no artigo e outras, nem sequer tiveram um embasamento teórico. Aconteceram apenas pela simples observação de fenômenos que aconteciam com certa frequência e a não ocorrência deles devido a algum fator. Exemplo disto é a descoberta da penicilina. Seus pesquisadores apenas notaram que onde o fungo aparecia as bactérias não se reproduziam. Não houve a necessidade de qualquer teoria. A mesma coisa acontece com a maioria das descobertas da medicina. Assim como nenhuma descoberta precisou se basear no evolucionismo, da mesma forma nenhuma precisou se adequar à tese criacionista. A origem da vida é irrelevante para os médicos. Tanto criacionistas quanto evolucionistas fizeram grandes contribuições para a medicina moderna. Algo alentador para mim é saber que o cuidado com o ser humano é tão livre de preconceitos.

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s