Revendo a revisão

Um estudo que tenha sido alvo de revisão de pares (eng: “peer-review”) é normalmente considerado o exemplo perfeito para a verdade e fiabilidade científica. No entanto, depois de vários escândalos proeminentes, a preocupação em torno da utilidade do “peer-review” propagou-se para além do mundo académico.

A situação tornou-se de tal maneira alarmante que a Casa dos Comuns inglesa publicou uma reportagem em torno do processo de revisão de pares. Uma vez que o governo britânico é um financiador relevante das pesquisas científicas, o seu parecer é relevante.

Como pano de fundo para esta desconfiança em torno da revisão de pares estão os escândalos em torno do Dr Andrew Wakefield e a sua fraudulenta e sem ética pesquisa em torno do autismo, e o “ClimateGate”, a enorme controvérsia em torno de emails revelados ao público mostrando manipulação de dados e preconceitos editoriais por parte de alguns defensores do aquecimento global.

Mesmo alguns cientistas estão-se a tornar críticos. Entre algumas das objecções levantadas na reportagem encontram-se alegações de que a revisão depares “afoga” a novidade, reflecte os preconceitos dos editores, é onerosa e cansativa para os pesquisadores.

Para além disso, alguns editores de jornais científicos mundiais de renome questionam a sua eficiência. Drummond Rennie, editor do “Journal of the American Medical Association” disse a dada altura:

Se a revisão de pares fosse uma droga [com fins médicos], nunca teria permissão para ser vendida ao público.

Richard Horton, editor-chefe do “The Lancet”, citou um estudo que concluía:

A revisão de pares editorial, embora amplamente usada, não é, em larga medida, testada e os seus efeitos são incertos.

Por outro lado, o grupo Research Councils UK afirmou ao comité que “a força da revisão de pares excede em muito as suas fraquezas.”

De um modo geral, a reportagem expressa um certo grau de confiança na revisão de pares, mas ao mesmo afirma que o processo pode ser melhorado. A fiscalização da integridade das pesquisas é insatisfatória, segundo a reportagem. Deveria existir um regulador externo que lidasse com os raros casos de má conduta profissional nas pesquisas.

O MP que presidia o comité, Andrew Miller, disse o seguinte à BBC:

A questão aqui não são quantos erros são feitos e quantos desses erros escapam à rede, mas sim a potencial seriedade dos erros e da actividade fraudulenta. Para além disto ser algo que nos deveria preocupar, nós temos que pensar não só no incidente individual mas também no impacto que tal teria na confiança depositada na ciência. ~ BBC, Julho 28.

Fonte

Claro que se Deus não existe, não há “Regulador Externo” que lide com os “raros” (?) casos de má conduta profissional. No mundo estritamente materialista e naturalista, as fraudes são moralmente neutras. Sim, ninguém gosta de ser enganado, mas quem disse que a moralidade se deve basear no que nós gostamos ou deixamos de gostar?

Este tipo de notícia revela também a forma como o consenso evolutivo rejeita à priori qualquer artigo que mostra a fragilidade dos mitológicos “milhões de anos” ou do naturalismo: preconceito editorial.

Todos nós sabemos que estas coisas existem em todas as áreas da existência humana, mas os crentes evolucionistas esperam que nós acreditemos que a única razão que leva a que os jornais “científicos” rejeitem – à priori – trabalhos anti-evolutivos é a alegada  “falta de base científica”.

About Mats

Salmo 139:14 - Eu Te louvarei, porque de um modo terrível e tão maravilhoso fui formado; maravilhosas são as Tuas obras
This entry was posted in Biologia, Pecado and tagged , , , , , . Bookmark the permalink.

11 Responses to Revendo a revisão

  1. Isso é evidentemente resposta de mau pagador. O peer review, como em todas as áreas de atividade, tem falhas. Gostava era que apresentasses uma alternativa.

    Dizer que o sistema de justiça por vezes falha é um fato. Importante é saber se há alternativa ou como pode ser melhorado.

    Isso é que não apontas. Qual é a alternativa ao peer review ?

    Agora , e mesmo com erros no peer review, não consegues passar disparates completos.

    Tenta fazer um trabalho que ajuste as datas de antigas civilizações e taxas de crescimento necessários com o dilúvio e vez logo porque é que o teu problema não é o peer review.

    É apenas a lógica elementar.

    Duvido que o comentário passe e muito mais que haja uma resposta concreta a esta questão…..

    Depois a culpa de não aceitarem teorias da conspiração e criacionismos é do peer review….que tem as costas largas….

    [[ O teu erro é assumir que criticar o peer-review (actualmente sob o controlo dos evolucionistas) é afirmar que o mesmo deve ser desmantelado. Não é esse o propósito do post; o propósito é mostrar que a devoção quase religiosa dos evolucionistas em relação peer-review é totalmente descabida. — Mats ]]

    Like

  2. A teoria da evolução é uma teoria biológica.

    [ Não, não é. É uma teoria filosófica mascarada de ciência. — Mats]]

    A maior parte da ciência não tem nada a ver com teoria da evolução. Muito dificilmente fora da biologia terás grandes especialistas em evolução.

    [[ Eu já sei que a teoria da evolução é irrelevante para a ciência. — Mats]]

    Portanto dizeres que os disparates criacionistas da terra jovem são barrados por evolucionistas é duma má fé a toda a prova.

    [[ Tenho pena que tu não aceites que os evolucionistas censurem trabalhos e textos que ponham em causa a estupidez da teoria da evolução. Se calhar se te informares melhor? — Mats]]

    A maior parte dos trabalhos científicos não tem nada a ver, nem de perto nem de longe, com biologia, seres vivos ou evolução.

    A física, química, história, arqueologia , sociologia, astrofísica, geologia, etc e etc e etc não tem nada a ver com TE nem sequer os especialistas nestas áreas saberão o suficiente de TE para se pronunciarem sobre o mérito ou desmérito dum trabalho sobre a evolução das baleias, por exemplo.

    [[ Tu tens graves problemas de concentração, certo? Tu tens que ler o que o texto diz antes de comentares. — Mats]]

    Queres fazer crer que quando os historiadores, antropólogos, sociólogos, geólogos, arqueólogos e geólogos não veem qualquer possibilidade – mesmo remota – de ter havido um dilúvio há 4500 anos o fazem baseados na teoria da evolução ?

    [[ Outra vez este argumento?! Bolas, tu não e cansas. Deixa-me dizer-te outra vez: as únicas áreas da história, antropologia, sociologia, geologia e arqueologia que está em oposição à linha temporal Bíblica são as áreas que assume (sem evidências) a teoria da evolução e os “milhoes de anos”. Mas como tu já disseste em cima, a teoria da evolução é irrelevante para o resto da ciência, como tal, as áreas listadas em cima podem ser dadas sem se acreditar na idiotice da teoria da evolução ou nos mitológicos “milhões de anos”. — Mats]]

    Sabes bem que não é verdade. Fazem-no baseados nas suas próprias ciências e, se calhar, poucos saberão de evolução pouco mais que um aluno médio do secundário. Conhecem as civilizações antigas, os artefatos, os estratos, as taxas de erosão, etc e etc. De Adn e evolução pouco ou nada.

    Ora se os CTJ´s não conseguem aí passar qualquer trabalho credível e que credibilize o dilúvio só há, salvo melhor opinião, duas explicações :

    Não tem quaisquer dados credíveis ou temos de admitir uma grande teoria da conspiração que envolve biólogos, igreja católica, historiadores, universidades, professores de todas as disciplinas, investigadores de todas as áreas, ministérios da educação e – quem sabe – até alguns Et´s que se conjuram para não deixarem passar papers criacionistas da terra jovem.

    [[ Pelos vistos tens que ser informado do clima de perseguição que envolve os críticos da teoria da evolução.

    1. http://www.arn.org/blogs/index.php/2/2008/08/24/tenure_and_the_id_persection_complex_a_r

    2. http://www.christianpost.com/news/expelled-exposes-plight-of-darwin-doubters-30277/

    3. http://www.discovery.org/a/16331

    Se quiseres mais evidência de que há perseguição dos cientistas e professores que questionam a teoria da evolução, é só pedires.

    O que isto demonstra é que, de FACTO, há “uma conspiração” dos evolucionistas em censurar teorias que ponham em causa a teoria da evolução. Que pena que tu não sabias disso.

    Bem, mas agora ja´sabe — Mats]]

    Oh homem!

    Por mais voltas e revoltas que dês não consegues nem de perto nem de longe encaixar o dilúvio há 4500 anos com a história, crescimento da população, artefatos conhecidos, pirâmides, esfinge, sepulturas e tudo o mais…..

    [[ Não só eu não preciso de encaixar a Bíblia com a linha temporal evolutiva, como não há nada na história das civilizações que contradiga a Bíblia. Muito pelo contrário.. — Mats]]

    O problema não são os evolucionistas, os ateus, os homossexuais, a maçonaria e o Papa.

    São as evidências…..,

    [[ Não há evidências que contradigam a linha temporal Bíblica. Se há, por favor, mostra-as. Tenta é não usar os “métodos de datação” evolutivos porque ambos sabemos que não funcionam — Mats]]

    Escusas de te cansar que não tens volta a dar ao dilúvio.

    [[ Os milhões de fósseis soterrados por água e sedimentos em movimento dizem o contrário. Tu não te cansas de estar consistentemente a repetir os mesmos mantras refutados?– Mats]]

    Like

  3. Sei que é perda de tempo mas lá vai:

    Se o dilúvio foi há 4500 anos aproximadamente as pirâmides em que data podem ter sido construídas ?

    [[ Depois do dilúvio, tal como te foi dito várias vezes. Tu lês as respostas que te são dadas? — Mats]]

    Aplica uma taxa de crescimento à população de 8 sobreviventes para atingires uma quantidade de população suficiente para iniciarem a civilização egípcia. Não te esqueças que eles não construíram só a grande pirâmide…e que quanto mais condensares em tempo a história maior terá de ser a população….

    [[ Tu tens que mostrar como é que o crescimento populacional impossibilita o Dilúvio — Mats]]

    Concordas comigo que mesmo que o resto do planeta estivesse sem gente nenhuma e Harappa e Creta e tudo o resto estivessem vazias ia demorar bastante tempo até esta massa critica existir.

    [[ Não — Mats]]

    Faças as contas que fizeres não consegues explicar como é que se conjugam com a data do dilúvio.

    [[ Tu é que tens que mostrar como é que as datas do Dilúvio impossibilitam a pirâmides — Mats]]

    Além do mais a datação destas civilizações é bastante anterior à datação radioativa e mesmo a Darwin. A radiodatação e a dendrologia só vieram confirmar datas já conhecidas.

    [[ A radio-datação não veio confirmar nada. Esta veio apenas tentar confirmar as crenças não-científicas duma parcela dos cientistas — Mats]]

    Podes apelar para uma teoria da conspiração digna dum Dan Brown. Agora com dados, mesmo nos elementos básicos, não vais lá.

    [[ Vê o link no final — Mats]]

    Eu sei que isto é assunto tabu para os CTJ´s até porque tem que lidar com dados de fácil comprovação e de fácil compreensão.

    [[ As píramides do Egipto não são assunto tabu para os Criacionistas — Mats]]

    Os museus estão quase todos acessíveis pela net e os livros de história são de mais fácil compreensão que a biologia. Não me parece que vás conseguir alguma coisa de útil. A profusão e acesso aos dados é tão grande que nem vejo por onde possas começar.

    [[ É tão fácil refutar esses mitos que até me admira que ainda haja quem os defenda.

    http://www.answersingenesis.org/articles/cm/v26/n4/pyramids-of-ancient-egypt
    — Mats]]

    As datas não dependem de datação por C14, não são precisos conhecimentos elaborados que se possam manipular com facilidade e a ligação com museus e faculdades de história com a TE é pouco credível.

    [[ Sim, dependem da cronologia egípcia que nós sabemos ser deficiente em muitos aspectos. — Mats]]

    Desculpa lá se te chateio com isto mas de fato concordas comigo que é uma bota impossível de descalçar. De qualquer forma é sempre bom debater porque se tem de fazer pesquisa e isso exercita a mente ….

    [[ http://www.answersingenesis.org/articles/cm/v26/n4/pyramids-of-ancient-egypt

    Lê esse artigo (e muitos outros que há na internet) e vais vêr que os teus argumentos não fazem sentido nenhum.
    — Mats]]

    Repara que eu não estou a afirmar que a história afirma ou nega a TE. Apenas demonstra que o relato do dilúvio não pode ser levado como uma narrativa de fatos.

    [[ Não só pode ser levado como uma narrativa dos dados, como não há explicação melhor para a estrutura geológica do planeta.

    João, lê com atenção o link que te deixei. Continuas a fazer erros refutados há muito.

    http://www.answersingenesis.org/articles/cm/v26/n4/pyramids-of-ancient-egypt

    http://creationwiki.org/Pyramid

    “One of the theories postulated by David Wright is that the intelligence of how to construct such massive monuments came from Babel and those who created the Tower of Babel. The first clue into this belief is that Egypt was established a hundred or so years after the Tower of Babel. The first actual pyramid to be erected was the Step Pyramid of Saqqara and it was not built until the 3rd dynasty. Its construction would have been somewhere between 2100 and 2000 B.C. ARCHEOLOGISTS HAVE DATED THE TOWER OF BABEL TO BE AROUND 2250 B.C. WHICH WOULD PROVIDE MORE THAN AN ADEQUATE AMOUNT OF TIME FOR PEOPLE TO MIGRATE AND DISTRIBUTE INFORMATION. ”

    Vês como os teus argumentos são tão frágeis? Incrível como tu realmente acredites que os criacionistas fujam desse argumento.
    — Mats]]

    Like

  4. Vamos por partes:

    Aplica uma taxa de crescimento à população de 8 sobreviventes para atingires uma quantidade de população suficiente para iniciarem a civilização egípcia. Não te esqueças que eles não construíram só a grande pirâmide…e que quanto mais condensares em tempo a história maior terá de ser a população….

    [[ Tu tens que mostrar como é que o crescimento populacional impossibilita o Dilúvio — Mats]]

    É fácil :

    Se a população duplicasse a cada século (taxa muito mais elevada do que em qualquer época histórica antes do séc XVIII) contrariamente a todas as evidências as 8 pessoas atingiriam 250 000 habitantes (em todo o mundo) no ano 1000 AC.

    [[ Mostra aí as contas para tu mesmo vères o teu erro — Mats]]

    Só por essa altura o Egito, partindo do principio que o resto do mundo estava vazio, poderia começar a sua época áurea.

    Nem de perto nem de longe isto é possível, não é ?

    Lembra-te que é uma taxa de crescimento sem qualquer suporte. Na antiguidade.

    Para invocares uma taxa maior de crescimento tens de encontrar uma nova teoria demográfica. Ou apelares para milagres.

    Depois comento-te os textos dos links.

    Like

  5. Pedro says:

    Ora, Mats. Prove que realmente existe uma conspiração de toda a ciência contra o seu criacionismo bíblico. E também diga-me o que os cientistas ganham em ter “fé na evolução”, como você alega tanto.

    Like

  6. Mats says:

    Pedro,
    Tu tens algum tipo de problema de leitura, rapaz? Onde é que eu disse que há “uma conspiração de toda a ciência contra o meu criacionismo Bíblico”?

    Mostra aí o texto para que todos nós possamos vêr.

    Entretanto, lê também estes links:

    1. http://www.arn.org/blogs/index.php/2/2008/08/24/tenure_and_the_id_persection_complex_a_r

    2. http://www.christianpost.com/news/expelled-exposes-plight-of-darwin-doubters-30277/

    3. http://www.discovery.org/a/16331

    Fico à espera da tua resposta em relação à minha pergunta de cima. Se não responderes, todos ficamos a saber que és um mentiroso ignorante.
    ………..

    E também diga-me o que os cientistas ganham em ter “fé na evolução”, como você alega tanto.

    Os ateus evolucionistas (e não os “cientistas”) não ganham absolutamente nada em termos científicos com a sua ridícula fé nos delírios de Darwin. Esse é o ponto.

    Agora, se perguntas o porquê dos ateus evolucionistas o fazerem, isso deve-se à sua fé no naturalismo. Mas isso já foi falado várias vezes aqui.

    Procura e encontrarás.

    Like

  7. [[ Mostra aí as contas para tu mesmo vères o teu erro — Mats]]

    Eu fiz as contas à população original de 8 a duplicar em cada século.
    8, 16,32,……256…..e por aí fora.

    Repara que na história e demografia conhecida não há duplicação da população em prazo parecido antes de haver vacinas, antibióticos, indústria, agricultura melhorada, etc , etc.

    Portanto, e q.e.d,, os 8 originais mesmo com uma taxa de crescimento totalmente absurda não eram suficientes….

    Ano dobrar triplicar Dados conhecidos Registos
    -2500 8 8 Harappa e Mohenjo-daro,
    -2400 16 24
    -2300 32 72 Sargão de Acad conquistou os sumérios
    -2200 64 216
    -2100 128 648
    -2000 256 1.944 27.000.000 Começa o Antigo Período Babilônico palácios monumentais em Creta
    -1900 512 5.832 patriarca Abraão, que irá se transformar no pai da nação de Israel.
    -1800 1.024 17.496
    -1700 2.048 52.488 Hamurabi estabeleceu o império babilônico.
    -1600 4.096 157.464  Hamurabi morre
    -1500 8.192 472.392 A civilização minoana floresceu na ilha mediterrânea de Creta A cultura hitita alcança seu apogeu
    -1400 16.384 1.417.176 A dinastia Chang 
    -1300 32.768 4.251.528
    -1200 65.536 12.754.584
    -1100 131.072 38.263.752
    -1000 262.144 114.791.256 50.000.000  Os hebreus são governados pelos Juizes
    -900 524.288 344.373.768
    -800 1.048.576 1.033.121.304
    -700 2.097.152 3.099.363.912 Atenas, Corinto, Esparta e Tebas
    -600 4.194.304 9.298.091.736
    -500 8.388.608 27.894.275.208
    -400 16.777.216 83.682.825.624
    -300 33.554.432 251.048.476.872
    -200 67.108.864 753.145.430.616
    -100 134.217.728 2.259.436.291.848
    0 268.435.456 6.778.308.875.544 200.000.000
    100 536.870.912 20.334.926.626.632
    200 1.073.741.824 61.004.779.879.896
    300 2.147.483.648 183.014.339.639.688
    400 4.294.967.296 549.043.018.919.064
    500 8.589.934.592 1.647.129.056.757.190 300.000.000
    600 17.179.869.184 4.941.387.170.271.580
    700 34.359.738.368 14.824.161.510.814.700
    800 68.719.476.736 44.472.484.532.444.200
    900 137.438.953.472 133.417.453.597.333.000
    1000 274.877.906.944 400.252.360.791.998.000 400.000.000
    1100 549.755.813.888 1.200.757.082.375.990.000
    1200 1.099.511.627.776 3.602.271.247.127.980.000
    1300 2.199.023.255.552 10.806.813.741.383.900.000
    1400 4.398.046.511.104 32.420.441.224.151.800.000
    1500 8.796.093.022.208 97.261.323.672.455.400.000
    1600 17.592.186.044.416 291.783.971.017.366.000.000

    …………………
    Pois….parecia formatado no meu pc……

    Mas percebes a ideia e como é impossível ter havido só 8 pessoas há 4500 anos…..
    …….
    As contas que fiz foi duplicar e triplicar a população por século e comparar com eventos e registos conhecidos….

    Like

  8. Adalberto Felipe says:

    Mats e João Melo,

    Antes de fazer um comentário sobre o assunto, gostaria de esclarecer uma dúvida e me perdoem a ignorância:

    Por quê o João Melo está refutando trechos que o Mats falou (entre colchetes em negrito), mas que não estão nos comentários?

    Tenho notado isso em outros tópicos também e me desculpem a ignorância mas isso fica meio que confuso.

    Abraços.

    Like

  9. Adim says:

    Hoje vi na TV uma reportagem sobre um senhor de 90 Anos que era pai 54 filhos…

    Like

  10. Mats says:

    Agora imagina viver mais do que 200 anos a fazer filhos de várias mulheres. O problema seriam as sogras, mas isso já é outro assunto.

    Like

  11. Pedro says:

    Here we go again…

    Então você não acha que existe uma conspiração da ciência contra o criacionismo?

    [[ Não. — Mats]]

    Engraçado, pois a biologia, física, química, cosmologia, geologia, arqueologia e a paleontologia(e, provavelmente, outros ramos da ciência) refutam a crença literal de gênesis (exceto para a minoria dos CTJ’s, que ainda dizem que a ciência está de acordo com os relatos bíblicos).

    [[ Não há nada na biologia, física, química, cosmologia, geologia, arqueologia e a paleontologia(e, provavelmente, outros ramos da ciência) que refutem Génesis — Mats]]

    Entretanto, lê também estes links:

    Afinal, você acredita que exista uma conspiração ou não?

    [[ Dos evolucionistas ateus? Claro. Mas tu tens tomado atenção ao que se escreve? — Mats ]]

    Os ateus evolucionistas (e não os “cientistas”) não ganham absolutamente nada em termos científicos com a sua ridícula fé nos delírios de Darwin. Esse é o ponto.

    Agora, se perguntas o porquê dos ateus evolucionistas o fazerem, isso deve-se à sua fé no naturalismo. Mas isso já foi falado várias vezes aqui.

    Estou me referindo a todos os cientistas, não só os ateus.

    [[ Mas nem todos os cientistas são contra o que Génesis diz — Mats ]]

    Por que os cientistas cristãos (que não fazem parte da minoria dos CTJ’s), muçulmanos, hindus, judeus, agnósticos, e os que partilham de outras crenças, não vêem problemas com a evolução?

    [[ Porque são evolucionistas talvez? Isso é mesma coisa que perguntar “porque é que as pessoas que acreditam na teoria da evolução não vêem problemas com a teoria da evolujção?” É uma pergunta que se responde a ela mesma. — Mats ]]

    O teu erro é pensar que a evolução nega a existência de Deus,

    [[ O meu e o dos muitos evolucionistas ateus que dizem que a teoria da evolução destrói toda a racionalidade por trás da crença Dum Deus Criador. — Mats ]]

    quando ela apenas não se encaixa com uma interpretação literal da bíblia

    [[ Nem se encaixa com os fósseis, nem com a Biologia, nem com Química,, nem com a Medicina, etc, etc — Mats ]]

    (que, para mim, faz muito mais sentido sentido sendo um livro metafórico com um fundo moral do que um relato fidedigno dos fatos).

    [[ Mas Génesis não é Um Livro “Metafórico”. Talvez a teoria da evolução seja uma teoria metafórica? — Mats ]]

    O que impediria Deus de ter criado o universo a 13 bilhões de anos atrás, a Terra a 4,5 milhões, a vida a 4 bilhões e então ter “guiado” a evolução até os dias de hoje?

    [[ Nada impediria Deus de fazer isso. O problema é que não temos evidências em favor disso, e temos evidências contra isso.– Mats ]]

    Lembrando(como se precisasse) que o tempo é algo irrelevante para um ser atemporal.

    [[ Mas o Ser Intemporal criou o tempo e depois trabalhou dentro do tempo. — Mats ]]

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s