Peruanos comiam pipocas antes mesmo de fabricar cerâmica

Mais uma “vitória” para os infalíveis métodos de adivinhação datação avolucionistas.

Depois de lermos notícias como esta, perguntem-se se não é legítimo colocarmos em causa os métodos de datação evolucionistas que frequentemente produzem “surpresas” como esta.

. . . . . . . . .

Arqueólogos encontraram evidências de que sociedades peruanas comiam pipocas muito antes da utilização de cerâmica. Isso significa que o consumo de pipocas começou cerca de mil anos antes do que se acreditava.

Cientistas peruanos e americanos conseguiram desenterrar palha de milho, caules, espigas e borlas (pólen de produção de flores no milho) que datam de há 6.700 a 3.000 anos em Huaca Prieta Paredones, no norte do Peru.

As características do sabugo de milho sugerem que os habitantes dessas regiões preparavam e comiam milho de várias maneiras, inclusive fazendo farinha e pipoca.

A pipoca peruana é a mais antiga evidência fóssil do milho «rebentado» na América do Sul. Apesar de já existir consumo de milho há milhares de anos na região andina, esse vegetal ainda não era uma parte importante da alimentação do povo antigo.

«Em muitas áreas, o milho chegou antes da cerâmica. Isso indica que o consumo de milho não dependia da cerâmica», diz Dolores Piperno, do Museu Nacional de História Natural Smithsonian.

Fonte


About Mats

Salmo 139:14 - Eu Te louvarei, porque de um modo terrível e tão maravilhoso fui formado; maravilhosas são as Tuas obras
This entry was posted in Arqueologia and tagged , , , . Bookmark the permalink.

One Response to Peruanos comiam pipocas antes mesmo de fabricar cerâmica

  1. abraaoisvi says:

    Só pode ser piada um negócio desses. ONDE ELES FAZIAM A FARINHA? auhauhuaha velho que galera incoerente.

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s