A superior tecnologia interna das plantas

Quer seja o macio tecido das maçãs ou o resistente tronco das árvores, os pesquisadores afirmam que as plantas “constroem” as suas partes usando apenas quatro ingredientes. Medições precisas da força do tecido das plantas demonstram que elas variam através de três ordens de magnitude. Como é que as plantas usam de modo tão eficaz os mesmos quatro blocos de construção de modo a criarem materiais com tal variação de força?

A professora de engenharia da MIT, Lorna Gibson, apurou cinco traços que as plantas “controlam e coordenam” quando estão a construir tecidos com vários níveis de força. Segundo a MIT news, “Aparentemente a abrangente variedade na rigidez e na força provém da intrincada combinação das micro-estruturas da planta.1

Lorna Gibson publicou a sua análise no “Journal of the Royal Society Interface”, onde ela escreveu,

As maçãs e as batatas são exemplos de tecidos simples: parênquima com células poliédricas de parede finas, assemelhando-se a espuma artificialmente construída.

Os pesquisadores assumem que a madeira mais sólida contém tecido mais complexo uma vez que, em adição às células parênquimas, elas possuem vasos e fibras. “As fibras da célula fornecem suporte estrutural e possuem uma estrutura análoga à das colmeias”, similar àquelas usada em suportes estruturais hexagonais.2

Mas quer elas contenham células de fibra ou tecido parênquima, as plantas constroem as paredes das suas células usando celulose, lignina, hemicelulose e pectina. De forma engenhosa, as plantas organizam estes ingredientes de modo a formarem tecidos com os mais variados níveis de força. Gibson escreveu,

Estas amplas variações surgem a partir 1) da composição das paredes da célula, 2) do número de camadas nas paredes da célula e 3) do volume de fracção e arranjo das fibras de celulose dessas camadas – bem como a estrutura celular e tecidos das plantas.2

A MIT news acrescenta:

Gibson olha para a mecânica das plantas como uma fonte valiosa para os engenheiros preocupados em criar materiais. No entanto, os pesquisadores têm sido incapazes de fabricar o material celular composto com o nível de controle que as plantas aperfeiçoaram.

Gibson disse que as plantas “desenvolveram” as suas próprias micro-estruturas. Karl Nicklas, biólogo botânico da Univ. Cornell, disse à Mit news que, uma vez que as plantas evoluíram, “Nós podemos aprender coisas a partir do que existe na natureza, e aplicá-las na construção de melhores placas de painel, esferovite e fotovoltaica de modo a ajudar a sociedade.1

A implicação subentendida é que, se tu não acreditas que as plantas construíram os seus próprios sistemas internos (“evoluíram”), então não queres “ajudar a sociedade”. Portanto, ou acreditas que as plantas evoluíram ou não queres o bem da sociedade. Qual das duas escolhes?

Mas que razão temos nós para aceitar a noção de que as plantas, ou a natureza, podem criar o que quer que seja, muito menos dispositivos e técnicas de construção que estão bem para além das capacidades humanas? As plantas não possuem cérebros ou mãos como os engenheiros humanos possuem.3 Aqueles que julgam que as plantas são peritas em engenharia não confiariam as mesmas para a construção dum simples garfo.

Quando se fala na ciência das origens, até engenheiros brilhantes estão a ladrar perto da árvore errada.

Fonte

Referencias

  1. Chu, J. Plants exhibit a wide range of mechanical properties, engineers find. MIT news. Posted on mit.edu August 14, 1012.
  2. Gibson, L.J. The hierarchical structure and mechanics of plant materials. Journal of the Royal Society Interface. Published online before print, August 8, 2012.
  3. According to Scripture, God did not necessarily use brains or hands to create either. However, He has something far more effective: audible commands spoken from beyond this universe. See Psalm 33.


About Mats

Salmo 139:14 - Eu Te louvarei, porque de um modo terrível e tão maravilhoso fui formado; maravilhosas são as Tuas obras
This entry was posted in Biologia and tagged , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

4 Responses to A superior tecnologia interna das plantas

  1. Douglas says:

    Estava discutindo isso com meus pais exatamente agora, sobre o maravilhoso sabor e sobre as inúmeras vitaminas nas frutas. E claro sobre a inimaginável criatividade do Criador.
    Muito Bom!

    Like

  2. hipo@hipo.com says:

    Douglas,

    Verdade. A criatividade do Criador é inimaginável.

    Falando nisso, que tal esta “maçã” e as suas inúmeras vitaminas? O Criador fez bem em fazê-la parecer com uma maçã de verdade.

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Hippomane

    Like

  3. Douglas says:

    hipo@hipo.com,

    Seu sarcasmo e ironia nao se fundamentam mostrando arvores venenosas que “parecem” com a maca.
    As toxinas presentes no Hippomane podem muito bem servirem para outras funcoes se os cientistas comecarem a adicionar componentes quimicos e modificarem o veneno original, igual ao que fazem com as cobras, as mangabas e os antigenos aplicados no cavalo. Outra coisa, a imagem que voce mostrou eh tendenciosa, pois pesquisei por mais imagens e vi que as folhas e as flores das arvores dessas duas frutas sao completamente diferentes, o mesmo acontece com a pera, a nequitarina, a ameixa outras frutas que sao parecidas morfologicamente, mas suas arvores sao diferentes.

    Like

  4. Douglas says:

    *produzidos pelo cavalo

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s