Despindo o ateísmo

Um dos argumentos mais interessantes que os ateus usam para mostrar  que Deus não pode existir é o facto de pessoas inteligentes e educadas tenderem a defender que Ele não existe. Colocando de lado este apelo falacioso à inteligência e à educação, existem outros motivos para ficar céptico deste argumento.
Um professor de matemática da Michigan State University (MSU) alegadamente correu pela sua sala de aula gritando “There is no f***ing God!” depois de se ter despido por completo. O nome do professor não foi ainda publicado, mas em declarações disponíveis online, os seus alunos afirmaram que o professor era “excêntrico”, e que o que ocorreu era mais do que previsível.
Utilizadores da Reddit publicaram uma foto do professor tirada com um telemóvel quando ele se encontrava imobilizado e perto das autoridades policiais.
Outro utilizador, TheCookieKing revelou mais detalhes:

Encontrava-me na aula de Calc 1 na MSU, quando o meu professor, que era sempre excêntrico,  excedeu-se. A meio da aula ele começou a gritar contra nós – proferindo palavrões a torto e a direito. Foi então, e ainda aos gritos, que ele começou a bater na janela e a encostar a  cara contra ela.

Eventualmente ele saiu e caminhou até ao fim do corredor, ainda aos gritos. Depois disto, regressou à sala de aula e despiu-se – excepto as meias. . . . . Quando as coisas chegaram a este ponto, os alunos que se encontravam na sala de aula fugiram. Nós estávamos literalmente cheios de medo e temerosos pela nossa vida.

A polícia demorou 15 minutos a chegar, e durante este tempo ele continuou a andar por todo o lado aos berros.

O utilizador coldevil123 deu a sua versão do inciente:

Ele estava a dizer qualquer coisa sobre computadores, Steve Jobs, e como tudo era um fingimento. Ele correu para o corredor,  premiu  a cara contra a janela da sala de aula e disse qualquer coisa em torno dele não gritar.

Depois disto, ele voltou para a sala a chorar e, por alguma razão, tirou uma nota do seu bolso. Foi mais ou menos por aí que nós nos apercebemos que ele havia perdido o juízo.

Segundo a polícia de Michigan State, por volta da 1:07 p.m. uma chamada 9-1-1 foi recebida junto da “Ingham County Central Dispatch Center” reportando a existência dum homem aos gritos dentro do edifício de engenharia da MSU.
A polícia de MSU disse que “um professor universitário” foi colocado “em custódia protectora e transportado . . .  para um hospital local. Não houve feridos e o professor não vai ser acusado de qualquer crime. O  Centro de Aconselhamento da MSU já contactou os estudantes que podem ter presenciado o incidente de modo a que estes possa disponibilizar a ajuda necessária.”David Grabowski, estudante na MSU, disse que “ele gritava profanidades e coisas que não dava para entender. Para além disso, ele dizia coisas sobre a religião.

————-
Levando em conta o nível dos “ataques” que os militantes ateus normalmente fazem ao Cristianismo, este “argumento” gráfico e  único do professor ateu provavelmente é mais convincente do que a maioria dos “argumentos” apresentados pelos militantes ateus.

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Bíblia, Sociedade and tagged , , , , , . Bookmark the permalink.

15 Responses to Despindo o ateísmo

  1. O Aforista says:

    É simplesmente um ateu vivendo seu ateismo. Num mundo sem Deus, a loucura é uma condição natural. Tenta encontrar sentido onde se acredita nunca existir um, não passa de loucura pura e simples.

    Like

  2. O nome do professor é John McCarthy, professor de cálculo da Universidade Estadual de Michigan (EUA). A notícia saiu em alguns sites brasileiros que noticiaram que o cara “surtou”, mas omitiram o que ele disse sobre Deus.

    Like

    • Mats says:

      É normal. Sempre que uma notícia coloca os Cristãos ou o Cristianismo no lugar de vítima, a imprensa esquerdista tenta modificar o conteúdo.

      Like

  3. Junior Oliveira says:

    É uma pena que seres-humanos cheguem a esse ponto por negar algo que está intrínseco em nós, a crença em Deus…

    “Não é que eles não vejam a solução. O que eles não enxergam é o problema.” G. K. Chesterton

    Like

  4. Alpha says:

    Deus é por predefinição um ser perfeito, imortal e omnipotente, acredito que ele irá julgar cada um de acordo com as boas acções que fez e não pelas suas crenças.
    Não obstante à generalização aqui feita do ateísmo, quero salientar que extremismos existem dos dois lados.

    Em vez de promover-mos ódio e nojo entre estas duas perspectivas, acredito que devemos deixar de lado as diferenças e aceitar as crenças de cada um.

    Cumprimentos
    Alpha🙂

    Like

    • Mats says:

      Incluindo as crenças que defendem o assassínio, o aborto e afins?

      Like

      • Alpha says:

        Isso são crenças moralmente desviantes, não devem ser apoiadas . Por outro lado, o ateísmo não defende o assassínio, aliás, o ateísmo não defende nada, ele é a simples descrença em Deus, nada mais. A única coisa que todos os ateus têm em comum é o facto de não acreditarem em Deus. (Há ateus que acreditam na vida após a morte)

        Portanto, a crença de alguém não define a personalidade desse alguém.
        Reduzir o ódio é o meu objetivo, e como pessoa de Deus, acredito que também seja o teu, venho aqui apenas pedir, com todo o respeito, que não cries mais estereotipos🙂

        Like

      • Mats says:

        “Isso são crenças moralmente desviantes, não devem ser apoiadas.

        Porque não? Não disseste que “aceitar as crenças de cada um”?

        Por outro lado, o ateísmo não defende o assassínio, aliás, o ateísmo não defende nada, ele é a simples descrença em Deus, nada mais.

        Na verdade, o ateísmo é a afirmação da inexistência de Deus (e não a descrença em Deus -> http://tinyurl.com/bluzlgw)

        Portanto, a crença de alguém não define a personalidade desse alguém.

        Provavelmente, mas se alguém nega a existência de Deus, esse alguém não tem forma absoluta para distinguir o que é om do que é mau, para além das suas opiniões pessoas.

        Like

      • Alpha says:

        Não estou aqui para discutir, apenas estou a fazer um pedido humilde para não fomentares uma guerra que não precisa de existir.

        Cumprimentos e como sempre: Paz!
        Alpha🙂

        Like

  5. Guilherme Padovani says:

    Caro Alpha,

    O ateísmo levado às últimas consequências leva a uma visão de mundo prejudicial à própria pessoa e à sociedade, e isso seria motivo suficiente para combater o ateísmo (o que é diferente de combater os ateístas). Mas esse não é o motivo que rejeito o ateísmo. O principal motivo é que tenho um relacionamento íntimo com Deus em Cristo Jesus, e sei que a vontade de Deus é que todos venham a se relacionar com Ele. Por isso não gosto do ateísmo e nem das religiões, mas amo os ateus e todas as pessoas de todas as crenças, levando a elas a mensagem da salvação e reconciliação com Deus.

    Jesus disse “Eu sou o caminho, a verdade e a vida, ninguém vem ao Pai senão por mim.” Isso significa que o caminho até Deus não são as boas obras, independente de crença, mas o caminho até Deus é Cristo.

    “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie;”

    Deus abençoe a todos!

    Like

    • Alpha says:

      Bom, escrevo com caução para não ofender ninguém. Sou um Ateu. E levo-o ao extremo, do meu ponto de vista, esta é a única vida que tenho, a única oportunidade de sentir seja o que for, e o mesmo aplica-se para todos os seres vivos, portanto matar é errado. (É assim que um ateu constrói o seu código moral🙂 )

      Quero dedicar a minha vida a sentir as coisas boas da vida e a reduzir o sofrimento tanto em mim como nos outros, mesmo ele sendo inevitàvel. Eu tomo banho de àgua fria todos os dias para não desperdiçar energia que de outra maneira iria poluir o ambiente, reduzo todos os gastos ao mínimo, reduzo o meu impacto negativo no mundo, estudo para ajudar a sociedade, aumentar a cultura. Quando morrer quero ser cremado para que as minhas cinzas sejam espalhadas pelo o solo duma floresta da nossa pátria de modo a torna-lo mais fértil e mais vivo.

      É verdade, não rezo, não acredito na bíblia nem em Deus. Mas será que eu mereço sofrer no fogo eterno?

      De qualquer maneira, Jesus vai contra aquilo que eu acredito:

      «Não penseis que vim trazer paz à terra; não vim trazer paz, mas espada. Pois vim causar divisão entre o filho e seu pai, entre a filha e sua mãe e entre a nora e sua sogra, assim os inimigos do homem serão os da sua própria casa. Quem ama seu pai ou sua mãe mais do que a mim, não é digno de mim; quem ama seu filho ou sua filha mais do que a mim, não é digno de mim; e aquele que não toma a sua cruz e não me segue, não é digno de mim. O que acha a sua vida, perdê-la-á; mas o que perde a sua vida por minha causa, achá-la-á.» (Mateus 10:34-39)

      Eu não quero espadas, quero paz.
      Como sempre: Paz!
      Alpha🙂

      Like

      • Mats says:

        Jesus vai contra aquilo que eu acredito

        O Todo Poderoso, Omnisciente, Omnipotente Criador vai contnra aquilo que tu acreditas. Quem é que achas que tem razão? O Eterno ou a criatura ?

        Like

      • Alpha says:

        Eterno ou a criatura? Aquele que traz guerra ou aquele que deseja paz?🙂

        Like

      • Mats says:

        Aquele que criou o que quer a paz, ou aquele que construiu a sua própria noção do que é “paz”, e quer usar isso contra Quem criou a capacidade de querer a paz?

        Aquele que criou a noção de paz e ausência de paz, ou aquele que resolveu escolher uma das duas, sem reconhecer que isso não faz sentido nenhum sem o Autor dessa liberdade de escolha?

        É lógico a criatura achar que sabe mais do que o Criador?

        Like

  6. Alpha says:

    “É lógico a criatura achar que sabe mais do que o Criador?”

    Esta é a parte em que eu deixo de responder. Não quero discutir, quero apenas pedir que um ser humano tivesse respeito por outro.

    Sou mesmo uma criatura ingénua não é? xD
    Cumprimentos
    Alpha🙂

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s