A comunicação entre as formigas está de acordo com a teoria da evolução?

Formigas FaladorasÀ medida que os cientistas evolucionistas continuam inconscientemente a obedecer o Mandamento Bíblico de ir “ter com a formiga” (Provérbios 6:6), mais e mais dados revelam a complexidade existente dentro destes insectos. A última descoberta em torno da sua bio-engenharia centra-se no facto dum aspecto-chave da sobrevivência da colónia se basear num sistema de comunicação sonoro.1

Um dos paradigmas com maior importância na comunicação animal é o uso de mensagens químicas aéreas conhecidas por feromónios. As formigas não só usam os feromónios como forma de deixar um rastro químico que pode ser seguido por outros membros da mesma colónia, mas também usam os feromónios como forma de identificar de que ninho a formiga provém, bem como o seu estatuto social na colónia. Agora, os cientistas podem acrescentar mais uma camada de complexidade e comunicação nas colónias das formigas baseada na acústica.

Há já algum tempo que os cientistas estudam um tipo de formigas normalmente encontradas na Europa. Esta formiga possui um apêndice especializado no seu abdómen que ela toca com as suas patas traseiras como forma de gerar sinais sonoros. As outras formigas podem detectar e processar estes sinais sonoros, o que resulta em várias e complexas respostas sociais que são fundamentais para a sobrevivencia da colónia. Há muitos anos atrás, os pesquisadores apuraram que, nas formigas adultas, estas sinais podem actuar como sinal de emergência quando uma formiga se sente ameaçada por um predador.2

Se a descoberta desta sinalização complexa nos adultos não fosse surpresa suficiente, os cientistas determinaram agora que as larvas em desenvolvimento usam também esta técnica, fundamental para a sobrevivência da colónia. Tudo dentro da colónia de formigas é feito de forma ordenada e organizada.

Quando um ninho é perturbado e/ou ameaçado, imediatamente as formigas operárias dedicam-se a salvá-lo. Primeiro, elas agarram e removem as larvas maduras, e posteriormente, focam-se nas larvas e nas formigas em estado de pupas que se encontram numa fase de desenvolvimento mais atrasado. Ficou-se a saber agora que as larvas mais maduras usam a comunicação acústica através do seu apêndice ainda em amadurecimento – algo que as larvas mais novas (bem como as formigas-pupas) ainda não possuem – como forma de sinalizar o seu estatuto social às formigas operárias. Isto permite que elas sejam removidas da colónia em primeiro lugar.

Larva FormigaSe por acaso uma nova colónia for estabelecida, as larvas maduras eclodirão primeiro e, desde logo, serão mais valiosasque as larvas mais jovens (que necessitariam de mais recursos) para a sobrevivência da colónia.

É também notável que os sinais acústicos não sejam executados de forma isolada, mas sim co-processados ao mesmo tempo que outros sinais sensoriais baseados nos feromónios, usando o complexo sistema de bio-processamento. Vários artigos do site Institute for Creation Research discutiram já a complexidade das colónias de formigas, bem como a sua gestão levada a cabo através da altamente arquitectado sistema de bio-processamento.3,4,5

A combinação de vários sistemas sensoriais de comunicação e processamento são um exemplo claro dum aparato tudo-ou-nada,  normalmente classificado de “Complexidade Irredutível”. Todas as formigas morreriam numa só geração se uma das partes destas características fosse removida:

1) apêndice do abdómen que amadurece cedo

2) o respectivo instinto para tocar nele e produzir som

3) adultos com um sentido para detectá-lo

4) cérebro de formiga para interpretar os sons

5) e o instinto para proteger as larvas mais maduras.

Conclusão:

Estas novas descobertas são um testemunho poderoso para a Inteligência e Poder do Criador que arquitectou estes sistemas biológicos de tal forma que as “explicações” evolutivas tornam-se falsidades auto-evidentes. Mas como a teoria da evolução não depende da ciência mas sim da filosofia anti-Cristã, apresentar dados científicos a um evolucionista muitas vezes é o mesmo que fornecer medicamentos a um morto.

Fonte

Referências
  1. Casacci, L. P. et al. Ant Pupae Employ Acoustics to Communicate Social Status in Their Colony’s Hierarchy. Current Biology. Published online before print, February 7, 2013.
  2. Barbero, F. et al. Myrmica Ants and Their Butterfly Parasites with Special Focus on the Acoustic Communication. Psyche. 2012 (2012).
  3. Thomas, B. Scientists Discover the ‘Anternet.’ Creation Science Update. Posted on icr.org September 14, 2012, accessed February 11, 2013.
  4. Thomas, B. Ant Algorithms Argue Against Evolutionary Origins. Creation Science Update. Posted on icr.org February 17, 2009, accessed February 11, 2013.
  5. Tomkins, J. Communal Nutrition in Ants: Strong Evidence for Creation. Creation Science Update. Posted on icr.org July 8, 2009, accessed February 11, 2013.

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Biologia and tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

10 Responses to A comunicação entre as formigas está de acordo com a teoria da evolução?

  1. Azetech says:

    Mats

    Mas como a teoria da evolução não depende da ciência mas sim da filosofia anti-Cristã, apresentar dados científicos a um evolucionista muitas vezes é o mesmo que fornecer medicamentos a um morto.

    Ótima observação Mats. Tanto os dados apresentados aos darwinistas, quanto medicamento oferecidos aos mortos, possuem algo em comum: NÃO FAZEM EFEITO.

    Abraços,
    Diogo.

    Like

  2. jephsimple says:

    Eu fico perplexo com a natureza … E tenho certeza que quanto mais a biologia avançar tecnologicamente, mais perplexo ficarei.
    E entendo que o ponto fundamental do darwinismo,neo darwinismo,naturalismo não passa de magia.

    Like

  3. Carlos says:

    Eu observo quão são as mentes pequenas de alguém que não enxerga a realidade a sua volta, querem a qualquer preço fazem de um “Criador” inventado a milênios ser o inventor do nosso Universo. Sabemos que existem muitas dúvidas, muita complexidade, muito a ser descoberto na ciência e tudo que se relaciona nesse nosso planeta, mas se esse “Deus” existe, porque motivo nunca se revelou de forma convincente? que motivo ele teria em deixar que pessoas honestas ainda discutem sobre sua existência? se ele queria ser o único “Deus” a governar a raça humana e por causa disso assassinou milhões de vidas no passado, qual o motivo de ter desaparecido e deixar proliferar centenas de outros “Deuses”? não faz sentido, não é mesmo?

    Se eu tiver que acreditar em algum “Deus” ele se chamará “Lógica” e a minha religião terá o nome de “Realidade” onde sempre prevalecerá o bom senso e a razão.

    Quando eu digo tudo isso é porque tenho observado a vida das pessoas que convivo, lógico que a maioria é crente em “Deus” ou em qualquer outra “Divindade” mas todas elas agem da mesma forma que eu, que não acredito em “Deus” algum. Porque será?

    Like

    • Mats says:

      A diferença é que eles podem justificar as suas boas acções, mas tu não. Sem Deus, não há motivo para fazer o bem, e nem há forma absoluta de dizer o que é o “bem”.

      (PS: Eu assumo que por “todos eles agem da mesma forma que eu” queiras dizer “eu faço as mesmas boas obras que eles”)

      Like

      • Carlos says:

        Eu posso relacionar aqui vários nomes de pessoas famosas que praticam o bem sem precisar crer em algum “Deus” suas boas ações são justificadas pelo caráter, incluindo eu, não se esqueça.

        Há muito mais motivo para fazer o bem sem “Deus” do que você imagina, a história do cristianismo é escrita com sangue de inocentes, acho que não preciso dizer isso a você, não é mesmo?

        Ateus não praticam o mau em nome do ateísmo, mas já os crentes…

        Like

  4. Azetech says:

    Carlos

    Eu observo quão são as mentes pequenas de alguém que não enxerga a realidade a sua volta

    Devo presumir que pelo seu comentario inicial, és apenas mais um arrogante naturalista, se achando o “iluminado” e conhecedor da verdade. Coitado, é apenas mais um cego sendo guiado por outro.

    querem a qualquer preço fazem de um “Criador” inventado a milênios ser o inventor do nosso Universo.

    Ou não. E se o criador existe desde o começo e vocês tentam imputar o “acaso” (Algo que não existe) em seu lugar?
    Devo ressaltar que para esta missão, vocês estão indo de mal a pior? Nem mesmo para a vida, vocês conseguiram dar uma resposta convincente.

    Sabemos que existem muitas dúvidas, muita complexidade, muito a ser descoberto na ciência e tudo que se relaciona nesse nosso planeta

    Sim, e daí? O que uma coisa tem a haver com outra?
    Por um acaso, além de arrogante, é iludido por achar que a fé naturalista é sinônimo de empirismo cientifico? Coitado, a sua situação é pior do que imaginava.

    mas se esse “Deus” existe, porque motivo nunca se revelou de forma convincente?

    Quem disse que não? Se ele não se revelou a você DIRETAMENTE (pois indiretamente está muito mais do que revelado), é porque seu coração é injusto e arrogante. Para todos aqueles com coração justo e humildes, a revelação de Deus é PLENA e CONSTANTE.

    que motivo ele teria em deixar que pessoas honestas ainda discutem sobre sua existência?

    Eu, assim como meus irmãos, não discutimos a sua existência. Isso seria tão tolo do que, como disse o Mats uma vez, peixes discutirem a existência da água.

    se ele queria ser o único “Deus” a governar a raça humana e por causa disso assassinou milhões de vidas no passado

    De que ‘deus” estamos a falar? Aquele que TÚ acreditas que obedecemos? Só pode ser, pois o Deus que obedecemos não se enquadra nestas características.

    qual o motivo de ter desaparecido e deixar proliferar centenas de outros “Deuses”? não faz sentido, não é mesmo?

    Ora, mas ele não desapareceu. Ele é frequente e nos responde a todo momento (principalmente quando estamos em comunhão com ele). Somente para os injustos de coração, se ensurdecem para sua vóz e se segam para suas obras.

    Se eu tiver que acreditar em algum “Deus” ele se chamará “Lógica” e a minha religião terá o nome de “Realidade” onde sempre prevalecerá o bom senso e a razão.

    Ótimo. Se um dia REALMENTE deixar seu orgulho de lado e desejar viver na razão, é ao LOGOS (Cristo) que se converterá.

    João 1:1 – “No início era o Logos . E o Logos estava com Deus. E o Logos era Deus.”

    Like

    • Carlos says:

      Meu caro Azetech,

      Não se trata de orgulho e nem de arrogância mas de uma simples observação cotidiana, vivo rodeado de pessoas religiosas, afinal, os ateus são minoria, e através dessa observação concluo que mesmo religiosos agem exatamente como um não religioso, eu nunca vi um crente ser 100% crente, mesmo porque, se algum crente cumprir todas as ordens do seu “Deus” haverá muitos assassinatos e apedrejamentos como ocorre no Oriente Médio.

      Não posso garantir que o universo não foi criado com um objetivo, apesar de não haver nenhuma evidência disso. Mas posso dizer que não gostaria de viver em um universo onde existe um “Deus”, um universo onde eu não passaria de um cordeiro, sem controle sobre a minha existência. Um universo no qual, no caso de algumas religiões, se você faz algo errado, você fica condenado pela eternidade. É um conceito ridículo e horrível. Prefiro viver em um universo onde eu conquisto um significado para a minha vida e uso minha cabeça para agir, em vez de ser mandado por um “Deus” que, por vezes, é muito vingativo.

      Quem acredita na existência de coisas improváveis, nem que seja por uma questão de tradição, não pensa por si mesmo. Uma pessoa assim não é nada mais que uma “Maria vai com as outras”. Pior ainda é quando, ao crerem num “Deus” improvável, as pessoas queiram fazer com que os que não pensam daquele jeito, tenham que respeitar essas forma de insanidade e, ainda mais, acham que todos devam seguir as normas ditadas por essa entidade imaginária. Eles passam a querer controlar como devemos nos vestir, o que devemos comer, onde devemos ir, com que tipo de gente devemos nos casar, qual preferência sexual devemos ter e, pra finalizar, querem que nos sintamos culpados por viver e querem que peçamos desculpas, a esse ser imaginário, por sermos e pensarmos da maneira como somos e pensamos.

      Os maiores problemas da raça humana é o fato de que eles “tem” que acreditar em deuses.

      Eu? Eu sou alérgico a mentiras. Por isso sou ateu.

      Like

      • Mats says:

        Eu? Eu sou alérgico a mentiras. Por isso sou ateu

        Mas se Deus não existe, não há problemas em mentir.

        Like

      • Azetech says:

        Carlos

        Meu caro Azetech, Não se trata de orgulho e nem de arrogância mas de uma simples observação cotidiana, vivo rodeado de pessoas religiosas, afinal, os ateus são minoria, e através dessa observação concluo que mesmo religiosos agem exatamente como um não religioso

        Mas o que tem a haver uma coisa com a outra?

        eu nunca vi um crente ser 100% crente, mesmo porque, se algum crente cumprir todas as ordens do seu “Deus” haverá muitos assassinatos e apedrejamentos como ocorre no Oriente Médio.

        Depende do “deus” que o mesmo se diz seguir. Por exemplo, se alguém é 100% crente no “deus” evolução, anunciado por Darwin, ela seria a favor do extermínio de pessoas mais fracas, que não trazem benefícios materiais na sociedade. Doentes mentais, paralíticos, deficientes visuais, deficientes auditivos, etc.. seriam eliminadas, “como aconteceu com o nazismo e sua tentativa de “limpeza” e “evolução” da raça ariana.

        Agora se pessoas forem 100% crentes no Deus anunciado por Cristo, não haveria fome,
        diferenças sociais, maldades entre os homens, e o amor e a caridade seria abundantes.

        Então prezado, é justamente pela falta de pessoas que seguem 100% os ensinamentos de Cristo, que o mundo está nesta corrupção que temos.

        Não posso garantir que o universo não foi criado com um objetivo, apesar de não haver nenhuma evidência disso.

        Então você também é um devoto do INEXISTENTE “deus” acaso? Hum….. então me diga caro crente, me dê uma ÚNICA evidência da existência desta tua suposta entidade que deu origem ao universo e a vida.
        Este deus “acaso” só existe na cabeça de crentes naturalistas. Na realidade ele é INEXISTENTE.

        Nada ocorre por acaso, prezado, e não há uma só evidência que ele exista.

        Mas posso dizer que não gostaria de viver em um universo onde existe um “Deus”, um universo onde eu não passaria de um cordeiro, sem controle sobre a minha existência.

        Primeiro, você crê em um “deus”, afinal a vida e o universo existe, sendo então resultado de uma entidade criadora.
        Seu “deus” provavelmente chama-se acaso (onde não há nenhuma evidência desta entidade), ou Leis Naturais (Onde impera a informação e ordem)
        Seja específico, o que você não gostaria de crer é em um Deus PESSOAL.

        Segundo, Gosto não se discute. Se a tua preferencia é não possuir a paz e esperança que Cristo proporciona (no presente e no futuro), se tua preferência é desfrutar as concupiscências temporais e trocar a vida eterna por esta passageira, e crer em um deus impessoal, onde não interagem com os homens, fique a vontade. O livre arbítrio é seu para fazer o que bem entende.

        Um universo no qual, no caso de algumas religiões, se você faz algo errado, você fica condenado pela eternidade. É um conceito ridículo e horrível.

        Nem todas religiões são assim. Eu por exemplo não creio em uma vida eterna no inferno, caso rejeite a Cristo. Eu creio na vida eterna por meio dele ou na SEGUNDA MORTE (aniquilação) de quem conscientemente o rejeita.

        Prefiro viver em um universo onde eu conquisto um significado para a minha vida e uso minha cabeça para agir, em vez de ser mandado por um “Deus” que, por vezes, é muito vingativo.

        Seja feliz com este teu deus impessoal. Preferencia, cada um tem a sua.
        Apenas ponha-se no seu lugar e seja HUMILDE. Não pense que tu és detentor de todo conhecimento, achando que o seu deus é o verdadeiro e os outros são um bando de ignorantes.

        Quem acredita na existência de coisas improváveis, nem que seja por uma questão de tradição, não pensa por si mesmo.

        A “lama” ter se transformado em vida SOZINHA, é uma coisa improvável, pois empiricamente foi-se refutado (Lei da Biogenesis).
        Uma “ameba” virar um ser humano SOZINHO, através de Mutações (ERROS genéticos), também é altamente improvável.
        Eu não creio nestas improbabilidades pois penso por mim mesmo e analiso as evidências. E tú, tens fé nisso?

        Uma pessoa assim não é nada mais que uma “Maria vai com as outras”.

        Concordo.

        Pior ainda é quando, ao crerem num “Deus” improvável, as pessoas queiram fazer com que os que não pensam daquele jeito, tenham que respeitar essas forma de insanidade e, ainda mais, acham que todos devam seguir as normas ditadas por essa entidade imaginária.

        Concordo plenamente. Por isso te alertei a não praticar tal comportamento. Se crê em uma entidade impessoal criadora do universo e da vida (não entro no mérito de ser ou não fruto de sua imaginação), e ao se deparar a outros que não possuem a mesma fé que a tua, não as julgue do jeito que fazes.

        Eles passam a querer controlar como devemos nos vestir, o que devemos comer, onde devemos ir, com que tipo de gente devemos nos casar, qual preferência sexual devemos ter e, pra finalizar, querem que nos sintamos culpados por viver e querem que peçamos desculpas, a esse ser imaginário, por sermos e pensarmos da maneira como somos e pensamos.

        Exatamente. O Regime comunista e a implantação do estado ateu, por líderes como Pol Pot, Stalin, Castro, Mao, etc.. tentaram de todo modo imputar a fé ateísta em todos que não desejavam seguir esta doutrina.
        O radicalismo religioso (sendo ele teista ou ateista) é nocivo em todo lugar.

        Os maiores problemas da raça humana é o fato de que eles “tem” que acreditar em deuses.

        Ora, Deus imputou esta característica em TODOS. Mesmo que seu deus é impessoal, não tem como fugir da crença no mesmo, afinal mesmo que acredite na entidade “Acaso” (O que não há menos evidência que ele exista), ou crer na “mãe Natureza” (Leis naturais) ele é um deus, afinal foi responsável pela origem do universo e da vida.
        Com outras palavras, o fato de EXISTIRMOS e RACIOCINARMOS, nos leva a crer em uma entidade criadora.

        Não confunda prezado, o termo DEUS não é necessariamente uma entidade PESSOAL. Deus é o termo imputado a uma entidade criadora (independentemente de sua característica). Ateus creem em uma entidade criadora, e alguns deles ou se é “acaso” (sem nenhuma evidência de existência) ou Leis Naturais (Mãe Natureza)

        Ateísmo é uma ilusão. O máximo que se pode chegar é a um PANTEÍSMO.

        Like

      • Carlos says:

        “Depende do “deus” que o mesmo se diz seguir.” “Agora se pessoas forem 100% crentes no Deus anunciado por Cristo, não haveria fome,”

        Aqui eu entendo que o “Deus” do Velho Testamento não é o mesmo “Deus” do Novo, pois aquele “Deus” maléfico descrito na bíblia não existe mais, foi considerado morto pelos novos cristãos.

        “Então prezado, é justamente pela falta de pessoas que seguem 100% os ensinamentos de Cristo, que o mundo está nesta corrupção que temos.”

        Não, é justamente o contrário, vemos anúncios de muita corrupção no meio cristão principalmente entre nossos políticos, até no Vaticano existe tal prática.

        “Então você também é um devoto do INEXISTENTE “deus” acaso?”

        Não sou devoto de coisa alguma apenas vivo a realidade, é tão simples como beber um copo d’agua. vocês é que complicam tudo acreditando no improvável sem qualquer evidência.

        “Primeiro, você crê em um “deus”, afinal a vida e o universo existe, sendo então resultado de uma entidade criadora.”

        O mundo existe, isso é evidente, afinal, eu vivo nele, mas crer que foi criado por uma entidade criadora, isso eu não creio não, o motivo é que ninguém até hoje mostrou qualquer evidência por mínimo que seja, então porque eu deveria acreditar? Pela fé? Se for isso eu posso acreditar em qualquer coisa pela fé e ninguém poderá me questionar sobre sua veracidade.

        “Segundo, Gosto não se discute. Se a tua preferência é não possuir a paz e esperança que Cristo proporciona (no presente e no futuro), se tua preferência é desfrutar as concupiscências temporais e trocar a vida eterna por esta passageira, e crer em um deus impessoal, onde não interagem com os homens, fique a vontade. O livre arbítrio é seu para fazer o que bem entende.”

        Realmente, gosto não se discute, mas ao contrário do que você pensa eu vivo com paz e esperança de uma vida livre sem me curvar diante de um Jesus ditador .
        Pelo que se pode extrair dos evangelhos, só para citar alguns exemplos, Jesus “foi sectário, obscuro em muitos momentos; usou discurso demagógico e populista; fomentou o fanatismo ao reclamar para si o amor exclusivo dos discípulos; foi ignorante quanto ao próprio parapsiquismo; utilizou muitas vezes a coerção psicológica para convencer os devotos (medo do inferno, proximidade do juízo final), insuflou a violência em alguns momentos; pregou o amor condicional (aqueles que não aceitam sua vontade serão condenados)…

        Você esta sempre falando em um “Deus” pessoal que eu acredito, em ter fé no evolucionismo, mas eu acho que isso é só provocação, pois sabe que ateus não crê em nada que diz divino, quanto a evolução, não sei o que pensar, nunca estudei tal assunto, mas acho que é só uma teoria algo para tentar explicar racionalmente como viemos parar nesse planeta até agora único habitado no Universo ( Até onde os cientistas sabem ).

        Deuses são todos iguais. São fruto da criação humana. São fruto do desejo de não morrer e não sofrer e ser protegido em qualquer momento e lugar. O desejo da vida eterna fez o homem criá-los, com todos os ritos e sacrifícios e manias divinas.

        Para mim Ateísmo é só mais uma palavra: Realidade.
        Significa apenas: Não ver necessidade de se desculpar por ser humano.

        Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s