A cobardia do evolucionista

O militante ateu e ávido evolucionista Richard Dawkins não está muito motivado para criticar o islamismo:

Foi perguntado a Dawkins o que ele achava do deus do Alcorão. Dawkins evitou a pergunta dizendo: “Bem, hmm…em relação ao deus do Alcorão eu não sei muito.”

Como é possível que o ateu e evolucionista mais corajoso do mundo, celebrado pelas suas estridentes opiniões em torno do Deus Judaico-Cristão, possa professar “saber tão pouco” do deus do Alcorão? Será que ele não teve tempo? Ou será que Richard Dawkins está a demonstrar uma característica crucial da sua espécie, nomeadamente, o instinto de sobrevivência?

É sempre hilariante como estes confiantes e arrogantes profetas do ateísmo e do evolucionismo – que mal têm tempo para respirar quando estão a lançar críticas ao Cristianismo – rapidamente se tornam mansinhos quando o tópico “Islão” é iniciado. Incrível, não é?

A ideia de que Dawkins “não sabe muito do deus do Alcorão” é tão absurda que só o mais fervoroso dawkinista acreditará nela. É óbvio que ele sabe o suficiente do deus do islão. Pior ainda, o mesmo desprezo que ele tem pelo Deus Verdadeiro, ele tem pelo deus do islão.

A verdade dos factos é que criticar o Cristianismo é fácil e indolor. Normalmente, quem o faz recebe palavras de admiração e louvor provenientes dos círculos académicos, e dos média “certos” (isto é, esquerdistas), e a pior coisa que os Cristãos fazem é responder aos argumentos com factos e evidências, chegando até a (imagine-se!) disponibilizarem-se para orar pelo ateu em questão. Agora, criticar o islão pode resultar em ameaças de morte e uma vida com uma liberdade mais condicionada. O militante ateu comum não está disposto a perder a sua vida pela crença de que Deus não existe.

Richard DawkinsModificado a partir do original

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Biologia and tagged , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

19 Responses to A cobardia do evolucionista

  1. Ismael says:

    Mats

    Isso é uma das coisas que tenho observado nos ateus: eles não estão dispostos a arriscar sua liberdade e nem a sua vida pelas suas idéias… quando algo pega pro lado deles, eles podem até dizer que são “cristãos”, que frequetam a igreja e dão o dízimo… posso citar um exemplo brasileiro de ateísta que por trás das “Câmeras” é um herói e corajoso, mas realmente, molda os seus pensamentos a favor da sua liberdade: o vlogueiro Cauê Moura.

    Like

  2. Bruno says:

    Deus Verdadeiro? não sou ateu, inclusive não suporto esses neo-ateus, mas quem é vc pra falar que o deus islão é falso?

    Like

  3. Etevaldo says:

    Particularmente acredito que o Deus do Islamismo é o mesmo dos cristãos, pois ambos estão têm como patriarca da fé a Abraão. Eles diferenciam dos cristãos apenas no fato destes crerem que Jesus é o Salvador da humanidade.

    Like

  4. Etevaldo says:

    Em muitos detalhes, eles se diferenciam como a jornada a Meca. Mas são monoteístas como os cristãos!

    Like

    • Mats says:

      Etevaldo, o islão é diferente do Cristianismo no meio da salvação, na Natureza de Deus, na forma da Revelação, a História, na natureza dos anjos e dos demónios, no papel dos Judeus np Plano de Deus, etc,etc.

      Tens que te informar melhor, amigo.

      Like

      • Etevaldo says:

        Então Mats!

        Como podemos nos aproximar deles?
        Estou pouco informado deles mesmo!

        Like

      • Azetech says:

        Mats

        islão é diferente do Cristianismo no meio da salvação, na Natureza de Deus, na forma da Revelação, a História, na natureza dos anjos e dos demónios, no papel dos Judeus np Plano de Deus, etc,etc.

        E digo mais, não somente o Islão para o cristianismo, como o Judaísmo também.
        Hoje, ao contrário do que muitos pensam, o Judaísmo não é fundamentado no antigo testamento, mas sim fundamentado no TALMUD.
        Com outras palavras, a fé que eles professam vem de livros escritos no Século II, pelos escribas judeus, e não em livros inspirados por Deus.

        Like

      • Etevaldo says:

        Eu sou cristão. E acredito que todos de todos os lugares precisam de nossa atenção e cuidado. Afinal todos somos criaturas de Deus. Se os animais precisam ser bem cuidados, então todos de todos os lugares, independente de raça, religião ou região de habitação, precisam do carinho, amor e cuidado que cada ser humano precisa dispensar.

        Se o Mats é defende tudo isso mencionado, convém mudar de opinião, pois não pactua com a vontade de Jesus.

        Like

  5. WatchMaker says:

    Etevaldo e outros leitores,

    O Mats é um fanático extremista anti-tudo-que-não-seja-cristão-criacionista-heterossexual (ainda tenho duvidas se também se deve incluir outras raças e mulheres aqui). Querendo isto dizer que é contra qualquer tipo de diálogo com outras etnias/religiões. Para ele matavam-se todos os ateus, islamicos, budistas, etc etc que não têm as mesmas ideias distorcidas que ele. Tivesse ele os recursos do Bin Laden e teríamos outro inimigo publico nº1 da história.

    Segundo os ensinamentos de Cristo, deveri-se amar tudo e todos, mas o Mats prefere fechar os olhos a esses ensinamentos, preferindo dizer que todos os islâmicos são isto ou aquilo, assim como outros grupos.

    Não pretendo atacar pessoalmente o Mats, mas sim tudo o que ele diz, como “Se não existisse Deus, qual seria o mal de ser pedófilo/violar/matar/mentir”. Claramente pensamentos de sociopata que apenas por medo do castigo eterno não é um assassino em série/violador/pedófilo.

    Dito isto, aconselho o Mats a visitar um psiquiatra urgentemente.

    Like

  6. Carlos says:

    Sou ateu. Não procuro silenciar minhas perguntas deglutindo informações fabricadas por criaturas inescrupulosas que julgam possuir conhecimento profundo sobre coisa nenhuma, ou seja, sobre Deus. Abdico de seguir um ensinamento que traz como único “benefício” a condenação racional, pois prefiro deixar fluir em minhas veias a doce vacina do pensamento crítico e racional. Não enxergo Deus em nada, afinal, Deus não passa de uma solução criada por homens oportunistas que necessitavam comandar uma massa populacional em constante crescimento, e nada melhor do que a coerção e o medo para controlar criaturas fracas e inertes racionalmente

    Se a religião fosse, por si só, uma filosofia de vida imaculada pelos “vícios humanos”, os países mais religiosos deveriam ser também os mais desenvolvidos, éticos e estruturados, verdadeiros paraísos onde o respeito e a dedicação ao próximo forneceriam a base para um governo limpo, dedicado, estável e vitorioso.

    Like

  7. Você preferia que RD mentisse?

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s