Fóssil de baleia coloca em causa os imaginários “milhões de anos”.

Cérebro BaleiaPor Brian Thomas, M.S.

Howell Thomas, preparador paleontológico-sénior do “Natural History Museum of Los Angeles County”, encontrava-se céptico do que uma mulher lhe havia dito em torno do  facto dela ter encontrado (há 9 anos atrás) em “San Luis Obispo County” (Califórnia) um cérebro fossilizado duma baleia. “A primeira coisa que eu disse, quando ouvi isto, foi que isto era impossível,” afirmou Thomas ao Beatrice Daily Sun.

Trouxeram-me o cérebro fossilizado e, de facto, este é o segundo cérebro [fossilizado] de baleia alguma vez encontrado. (1)

Thomas explicou que “é um espécime espantoso uma vez que os cérebros não se fossilizam devido ao seu tecido macio (…). Tecido macio não se fossiliza e como tal o  cérebro é uma das primeiras coisas a se deteriorar. Nunca se tinha ouvido falar duma situação onde isto pudesse fossilizar.” (1)

Semelhantemente, o San Luis Obispo Tribune reportou:

A maior parte dos fósseis são esqueletos e os cientistas não são de opinião de que uma massa de tecido macio tal como o cérebro se possa fossilizar

Mas isto está errado. Existem formas através das quais o tecido macio pode fossilizar, tais como formando uma impressão numa rocha, sendo o tecido macio substituído por minerais que preservam o tecido macio original, e às vezes através dum processo que se assemelha à mumificação do material original.

A verdadeira razão que leva muitos paleontólogos a ter dificuldades em aceitar a existência de fósseis de tecido macio é o facto de muitos destes cientistas terem sido treinados a acreditar que a formação de fósseis é um processo demorado, e que estes fósseis se encontram encapsulados dentro dos materiais da terra há longos períodos de “tempo geológico”. Qualquer uma destas doutrinas opera contra a possibilidade de tecido macio se encontrar presente em tais espécimes “antigos”.

A mulher que encontrou o fóssil na Califórnia, Pepper O’Shaughnessy, usava-o como batente na sua casa, sugerindo que o tecido macio do cérebro da baleia quase de certeza que havia sido já substituído por minerais, tornado-o suficientemente pesado para suster a porta e resistir à decomposição.

Mas este não é o único exemplo dum fóssil de baleia depositado durante a Idade do Gelo encontrado no Hemisfério Ocidental que é melhor explicado como um animal que  foi preso numa piscina de água à medida que as águas do Dilúvio se retiravam dos continentes na parte final do Grande Dilúvio. (3)

MosasauroNum outro exemplo dum fóssil de tecido macio, uma equipa de paleontólogos testou manchas avermelhadas dum mosassauro mumificado. Havendo publicado a sua pesquisa no ano de 2010, eles observaram “fragmentos de decaimento de hemoglobina” (4,5) e descreveram o tecido original das escamas do corpo do mosassauro desde o nariz até à cauda. O museu de Los Angeles, onde Howell Thomas trabalha, manteve o fóssil, proveniente do Kansas, durante 4 décadas.

Para além disso, os paleontólogos publicaram já dezenas de artigos científicos técnicos descrevendo tecido original de fósseis – desde o tecido de plantas da Idade do  Gelo, que ainda estão esverdeadas, até a medula óssea de dinossauros ainda com vasos sanguíneos. (6,7)

Depois de examinar o cérebro da baleia presumivelmente mineralizado, Thomas afirmou:

Não pode ser outra coisa. Isto realmente é o que dizemos que é. (2)

E o mesmo é verdade no que toca ao tecido macio original que ainda não mineralizou: o mesmo não pode ser outra coisa, independentemente da forma como este achado coloca em causa o dogma dos imaginários “milhões de anos”.

Referências:
  • Koperski, S. A whale of a taleBeatrice Daily Sun. Posted on beatricedailysun.com January 5, 2012, accessed January 13, 2012.
  • Sneed, D. Whale of a findSan Louis Obispo Tribune. Posted on sanlouisobispo.com January 8, 2012, accessed January 13, 2012.
  • Thomas, B. Whales in the Desert? ICR News. Posted on icr.org December 20, 2011, accessed January 17, 2012.
  • Lindgren J. et al. 2010. Convergent Evolution in Aquatic Tetrapods: Insights from an Exceptional Fossil Mosasaur. PloS ONE. 5 (8): e11998.
  • Some have suggested that the mosasaur tissue had been “phosphatized,” which occurs when original soft tissues like proteins are replaced by phosphate mineral. Unlike original biological material, phosphatized material would be more likely to persist for millions of years. However, the technical paper reported original protein decay remnants, not phosphatized material, and the scientific journal has not issued any retraction.
  • Fossil Analyses with Verified Original Soft Tissues. ICR Fact Sheet. Posted on icr.org July 21, 2011, accessed January 17, 2012.
  • Fresh Tissues Show That Fossils Are RecentICR Fact Sheet Posted on icr.org, accessed January 17, 2012.

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Biologia and tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

37 Responses to Fóssil de baleia coloca em causa os imaginários “milhões de anos”.

  1. Carlos says:

    Os cientistas não são de opinião de que uma massa de tecido macio tal como o cérebro se possa fossilizar??? Estes cientistas não estariam colocando opiniões muito acima de fatos. Se é fato que tecidos moles podem se fossilizar, tem que se rever o que se sabe do processo de fossilização ao invés de tentar bater a cabeça em uma opinião que não descreve os fatos.

    Like

    • Carlos says:

      Se puder editar colocando uma interrogação em “Estes cientistas não estariam colocando opiniões muito acima de fatos.” tornando “Estes cientistas não estariam colocando opiniões muito acima de fatos?”…

      Like

      • Carlos Natário says:

        Ismael,

        Nada do que detalhei entra em contradição formal com o que está escrito nos artigos originais dos jornais, artigos estes “generalistas” com todas as reservas que esta palavra merece

        As alegações do único Paleontologista citado (o outro é um preparador sénior), referem aliás a possibilidade que a do cérebro ter sido inundado por água gelada e posteriormente protegido por um véu bacteriano, o que manteria o tecido celular pelo tempo suficiente para se desencadear um conjunto de processos de petrificação que resultaram no contramolde (no original diz-se que a forma do cérebro foi preservada)
        Não tenho nada a contrapor sobre o está escrito nestes artigos de jornal no que toca às análises preliminares, a que só acrescentei umas poucas opiniões técnicas pelo que me foi dado a observar nas fotos.

        Acresce dizer que o véu bacteriano protetor é algo observado na atualidade e muitas vezes associado a achados raros e improváveis como este.

        Like

    • Carlos Natário says:

      Carlos,
      Este assunto diz-me respeito mais de perto pela natureza da minha atividade
      nesta minha intervenção vou-me cingir ao que é notícia “nova”: o “cérebro da baleia”, e deixo o caso mais antigo do mosassauro para uma outra oportunidade, se for caso disso, mas que é muito similar no conceito.
      As referências bibliográficas que suportam este texto são 7:

      – 3 Referências bibliográficas são meta-referências não isentas, isto é, apontam para paginas online de fundamentalistas Bíblicos em que este Blog se apoia e suporta.
      – 1 Um regular Artigo Cientifico de 2010 que descreve o citado Mosassauro citado
      – 1 Um texto-Mensagem que foi misturado com as referências
      – 2 Noticias de jornais dando conta em início de Janeiro de 2012 do referido cérebro de baleia fossilizado.

      Proponho-me focar exclusivamente no que vem escrito nas duas únicas referências jornalísticas (Beatrice Daily Sun e The Tribune) devido à sua maior capacidade de isenção e não esquecendo obviamente neste texto, pese embora opte pelo original em inglês uma vez que em Português existem algumas deficiências na tradução:
      Assim:

      1) As 2 citações originais referem-se a documentos produzidos por jornalistas generalistas, são portanto textos não técnicos que recomendam algum cuidado na leitura e dificilmente serão lei ou podem ser levados à letra até ser produzida informação definitiva pelos especialistas.

      2) Na ESMAGADORA maioria dos casos, diria > 99,9%, os tecidos moles não fossilizam (repare no verbo: “fossilizar”), mas existem circunstâncias muito peculiares, conhecidas de TODOS os cientistas , que promovem a preservação de TRAÇOS da presença de tecidos moles.
      3) Em paleontologia TRAÇOS podem ser quaisquer registos fóssil que apresentem marcas biológicas como: Pegadas, impressões de membranas, decalques de penas, moldes ou contramoldes, incarbonizações, marcas de precipitação química fruto de reações químicas (normalmente oxidações) que envolvem os tecidos originais em vários graus de decomposição.

      4) Fóssil é uma palavra mais ampla que abrange os traços (traços fosseis) e tecidos petrificados (aqui diz-se muitas vezes mumificados) ou peças esqueléticas petrificadas como os ossos e dentes ou restos de exo-esqueletos de invertebrados como conchas e carapaças.
      5) Esses restantes < 0,1% de achados, tendem a ser noticia nos meios não científicos e extremamente interessantes no meio cientifico devido a nova informação que podem representar sobre tecidos que de outra forma só se pode fazer conjeturas e analogias com a fisiologia conhecida dos grupos atuais. Por outro lado é sempre um quebra-cabeças gostoso para a comunidade científica, estudar os processos muito particulares, na sua esmagadora maioria químicos, que deram lugar à qualquer destas singularidades.

      Perante isto pode-se afirmar que o que vem escrito no The Tribune : “Most fossils are of skeletons, and scientists did not think a mass of soft tissue like a brain could fossilize “Não corresponde à verdade, pois nenhum cientista duvida que existe sempre a hipótese de encontrar um FOSSIL de tecidos moles, isto é Fóssil na forma de mineralização ou de TRAÇO, se circunstâncias excecionais se conjugarem.

      6) É extremamente difícil e aí tende-se a desacreditar, que seja PROVÁVEL que ainda subsistam tecidos na forma original ou mesmo estruturas proteicas complexas, existem no entanto casos muito circunscritos e extremamente debatidos de “proteínas traço” ou seja, agregados moleculares originais retidos em estruturas que se desenvolveram aquando a fossilização.

      7) O que é comum neste grupo de pessoas que se esforçam por reabilitar as passagens Bíblicas da Criação é misturar conscientemente as palavras e as expressões, “Fóssil”, “Traço”, “Tecidos moles”, “Restos frescos”, “não fossilizado” para confundirem os não seguidores e provarem assim que a terra terá os 6000 anos exigidos pela sua crença mística, uma vez que existem “imensos” vestígios de restos de tecidos de tudo e mais alguma coisa, quase intocados e “frescos” uma vez que com a sua idade minimalista tudo isso seria possível.
      Esta táctica existe, segundo me apercebi, desde o início deste grupo místico e é recorrente e repetida Ad Nauseum.
      8) Quanto ao Fóssil em causa é muito simples: trata-se de um “cast”, ou seja de um contramolde, em carbonato de cálcio maciço, vulgo calcite, do cérebro de uma baleia, este contramolde preserva a forma da circunvoluções do cérebro do cetáceo, sendo esta forma a única fonte de informação passível de extrair deste fóssil, esta informação pode ser comparada com outros contramoldes em poliuretano de crânios bem preservados sejam estes fósseis ou de animais atuais. De referir que nas fotos do objeto (ver no Beatrice Daily Sun) o que parece ser um berço de pedra é na realidade parte da zona da “nuca”, zona occipital em osso fossilizado. A Formação desta massa cristalina de pedra calcítica de enchimento do espaço craniano (chama-se a isto produto da diagénese) é interessante de estudar num vertebrado mas não é em si algo de muito estranho no mundo dos invertebrados, nomeadamente entre os cefalópodes primitivos, um grupo que abrange os atuais polvos e lulas.

      Like

      • Azetech says:

        Carlos Natário

        – 3 Referências bibliográficas são meta-referências não isentas, isto é, apontam para paginas online de fundamentalistas Bíblicos em que este Blog se apoia e suporta. (…) Proponho-me focar exclusivamente no que vem escrito nas duas únicas referências jornalísticas (Beatrice Daily Sun e The Tribune) devido à sua maior capacidade de isenção (SIC) e não esquecendo obviamente neste texto

        Devo presumir que, segundo a tua cosmovisão, fontes pelo qual apoiam o darwinismo e evolucionismo são automaticamente considerados Isentos e científicos, correto?

        Porém, em contrapartida, ainda segundo tua cosmovisão, fontes pelo qual questionam o darwinismo e evolucionismo, são “meta-referências” não isentas, propagada por fundamentalistas fanáticos, terroristas, inimigos da razão, da ciência e da humanidade, pertencentes a maléfica religião cristã, pelo qual precisam se extirpadas juntamente com os religiosos (queimando Bíblias, destruindo templos e fuzilando em um paredão quem não negar a Cristo)

        Não seria isso fanatismo de tua parte somado com um desejo ditador de imputar suas crenças forçadamente a todos?
        Não seria isso fruto de sua revolta intrínseca e ódio contra Deus, Cristo e quem o servem?

        Perceba uma coisa, por questão de raciocínio lógico, obviamente uma fonte que defende o Darwinismo e Evolucionismo ( Conhecido por tí como fontes “isentas” e “científicas” ) JAMAIS publicaria um edital que refutaria as doutrinas a priori propagadas por ela.
        Isso ocasionaria uma ameaça ao LUCRO delas, onde depende exclusivamente da propagação desta fé criada por Darwin e posteriormente demissão do responsável pela matéria.

        Então fontes não ligados a este sistema de doutrina fundamentado em fé (Darwinismo/Evolucionismo), não possuindo vinculo com o naturalismo filosófico (conhecido por ti como Fontes não isentas, fundamentalistas, terroristas, inimigos da razão e da ciência que merecem ser destruídos sem misericórdia), publicariam as notícias sem a censura por parte dos editores.

        Não é necessário pensar muito para chegar-se a esta conclusão.
        😀

        Like

      • Azetech says:

        Carlos Natário

        – 3 Referências bibliográficas são meta-referências não isentas , isto é, apontam para paginas online de fundamentalistas Bíblicos em que este Blog se apoia e suporta. (…) Proponho-me focar exclusivamente no que vem escrito nas duas únicas referências jornalísticas (Beatrice Daily Sun e The Tribune) devido à sua maior capacidade de isenção e não esquecendo obviamente neste texto(…)

        Devo presumir que, segundo a tua cosmovisão, fontes pelo qual apoiam o darwinismo e evolucionismo são automaticamente considerados Isentos e científicos, correto?

        Porém, em contrapartida, ainda segundo tua cosmovisão, fontes pelo qual questionam o darwinismo e evolucionismo, são “meta-referências” não isentas, propagada por fundamentalistas fanáticos, terroristas, inimigos da razão, da ciência e da humanidade, pertencentes a maléfica religião cristã, pelo qual precisam se extirpadas juntamente com os religiosos (queimando Bíblias, destruindo templos e fuzilando em um paredão quem não negar a Cristo)

        Não seria isso fanatismo de tua parte somado com um desejo ditador de imputar suas crenças forçadamente a todos?
        Não seria isso fruto de sua revolta intrínseca e ódio contra Deus, Cristo e quem o servem?

        Perceba uma coisa, por questão de raciocínio lógico, obviamente uma fonte que defende o Darwinismo e Evolucionismo ( Conhecido por tí como fontes “isentas” e “científicas” ) JAMAIS publicaria um edital que refutaria as doutrinas a priori propagadas por ela.
        Isso ocasionaria uma ameaça ao LUCRO delas, onde depende exclusivamente da propagação desta fé criada por Darwin e posteriormente demissão do responsável pela matéria.

        Então fontes não ligados a este sistema de doutrina fundamentado em fé (Darwinismo/Evolucionismo), não possuindo vinculo com o naturalismo filosófico (conhecido por ti como Fontes não isentas, fundamentalistas, terroristas, inimigos da razão e da ciência que merecem ser destruídos sem misericórdia), publicariam as notícias sem a censura por parte dos editores.

        Não é necessário pensar muito para chegar-se a esta conclusão.
        😉

        Like

      • Ismael says:

        Você analisou pessoalmente esse fóssil? A resposta é: não. Isso resume suas propostas, isto é, você não pode concluir sobre algo que não testou pessoalmtente. Resumindo, afirmou tudo conforme nos seus achismos baseados no seu conhecimento. O especialista que o texto tira citações, analisou e testou o fóssil. Assim pode concluir que era um cérebro de baleia. No início havia um citação que dizia a relutância do pesquisador e no final de contas, com base no exame do fóssil, ele conclui…conforme a citação. Devo confiar em você que não teve acesso ao fóssil e conclui a respeito dele com achismos (por mais que você usou argumentos com base em seu conhecimento) ou devo confiar em citações de um pesquisador que analisou e fez testes em cima do fóssil?

        Não vou responder…

        Like

  2. caiman says:

    Se a fossilização de tecidos moles é assim tão simples e rápida, então porque é que há tão poucos fósseis destes tecidos?

    Like

  3. BRUNO says:

    se foi mineralizado pode durar muitos e muitos anos é o mesmo caso de algumas florestas que sofreram este processo e tem 80 mil anos. no caso das arvores dá pra saber pelos anéis, nem precisa de outros métodos de datação.

    Like

  4. Porque é que a mineralização de tecidos moles inviabiliza a evolução ?

    É muito raro. No artigo diz que este é o segundo caso conhecido.

    Já apareceu pele mineralizada mas também é raro.

    E isto indicia o quê ?

    Like

    • Mats says:

      Porque é que a mineralização de tecidos moles inviabiliza a evolução ?

      A mineralização de tecidos moles demonstra que a mineralização pode ocorrer muito rapidamente.

      Like

  5. Um cérebro a decompor-se naturalmente dura entre horas a poucos dias.

    Estás a propor que a mineralização se dá em horas ou dias ?

    Deveria haver imensos fosseis mineralizados em cemiterios.

    O que parece é que há raríssimos casos, dois conhecidos, em que o cérebro foi conservado sem se decompor durante o tempo da mineralização.

    Like

  6. Adriano says:

    Você faz deduções sem base lógica. Vamos esclarecer alguns pontos, a maioria dos fósseis são de esqueletos simplesmente porque tecidos moles NORMALMENTE apodrecem antes de se mineralizar.

    Mas, é sabido que sob condições físico químicas muito específicas, os próprios tecidos macios, ou pelo menos seu formato original substituído por uma camada de bactérias podem ser preservados até serem mineralizados, sendo isto uma exceção, não a regra, e NÃO significa que foi um processo rápido.

    Material mole normalmente é encontrado em fosseis preservados em gelo, não nos petrificados, onde se houver, indica um fóssil recente, ainda em fase de mineralização, e nenhum paleontólogo tem dificuldade de aceitar isto.

    Agora eu gostaria de saber porque você deduziu que este fóssil foi originado de um dilúvio, e ONDE está escrito que o material ainda não se mineralizou, já que o fóssil encontrado não passa de PEDRA com a forma de um cérebro, interessante e valioso para o estudo da anatomia do bicho, mas nada neste achado coloca em causa uma idade muito antiga para nosso planeta…

    Like

  7. Carlos Natário says:

    Boa Tarde Mat,
    Enviei duas vezes, porque o texto do meu novo comentário não aparece no blog para confirmação, provavelmente aconteceu o mesmo com o Aztech uma vez que o seu ultimo comentário, que me é dirigido, está em duplicado.

    Um abraço,
    Carlos Natário

    Like

  8. Carlos Natário says:

    “Devo presumir que, segundo a tua cosmovisão, fontes pelo qual apoiam o darwinismo evolucionismo são automaticamente considerados Isentos e científicos, correto?
    Errado! “

    Essas fontes considero-as CIÊNTIFICAS se apoiadas em material de investigação PUBLICADO em revistas idóneas de ciência, mas não ISENTAS no contexto deste blog, que é dedicado a outra causa antagónica: o criacionismo. (seria mesmo necessário explicar-lhe isto?)

    Eu respondi-lhe agora mesmo quanto ao termo “Cientifico”, por tolerância consigo, pois foi anexado abusivamente por si uma vez que não faz parte da transcrição original que evocou.
    Agora…. Quando a ICR faz referência e se suporta na bibliografia de si mesma i.e em textos produzidos por si, não existe debate isento uma vez que é mais do mesmo, isto é valido para a ICR como para qualquer fonte escrita Darwiniana que faça o mesmo. Capisce?

    Lucro? Está a falar de quê? Os citados dois jornais generalistas americanos em causa nem são Criacionistas nem Darwinianos, nem querem saber disso para nada. Mandam um jornalista fazer uma reportagem e ele papagueia o que os contactos lhe disseram e nada mais.
    Se enviarem o mesmo jornalista fazer uma reportagem sobre a vossa Terra Jovem ele faz a mesmíssima coisa e todos dormem na mesma descansados.
    ——–
    “[…] segundo tua cosmovisão, fontes pelo qual questionam o darwinismo e evolucionismo, são “meta-referências” não isentas, propagada por fundamentalistas fanáticos, terroristas, inimigos da razão, da ciência e da humanidade, pertencentes a maléfica religião cristã, pelo qual precisam se extirpadas juntamente com os religiosos (queimando Bíblias, destruindo templos e fuzilando em um paredão quem não negar a Cristo) “
    Quem lhe deu autorização para colocar palavras na minha boca ou expressar ideias e mas imputar a mim? As suas palavras espelham um quadro mental de violência mórbida que é indigna da sua própria FÉ, tanto quanto entendo da sua religião em particular, quero crer que isto não passa unicamente um momento mau do seu temperamento.
    “Não seria isso fruto de sua revolta intrínseca e ódio contra Deus, Cristo e quem o servem?”
    Vou-lhe fazer uma revelação, meu caro, estamos no Séc. XXI, nem você é um cruzado pela Santa Igreja nem existem infiéis demoníacos sedentos de sangue a escreverem no blog do Mat, ok? Conte até 10.

    Like

    • Mats says:

      Essas fontes considero-as CIÊNTIFICAS se apoiadas em material de investigação PUBLICADO em revistas idóneas de ciência

      Mas a tua definição de “revista idónea de ciência” é “revista que está de acordo com o consenso evolutivo”.

      Isto é pensamento circular ao melhor nível evolucionista e tenho a certeza que as tuas próximas respostas vão revelar isso mesmo.

      Like

  9. Carlos Natário says:

    Azetech

    “Devo presumir que, segundo a tua cosmovisão, fontes pelo qual apoiam o darwinismo evolucionismo são automaticamente considerados Isentos e científicos, correto?
    Errado! “

    Essas fontes considero-as CIÊNTIFICAS se apoiadas em material de investigação PUBLICADO em revistas idóneas de ciência, mas não ISENTAS no contexto deste blog, que é dedicado a outra causa antagónica: o criacionismo. (seria mesmo necessário explicar-lhe isto?)

    Eu respondi-lhe agora mesmo quanto ao termo “Cientifico”, por tolerância consigo, pois foi anexado abusivamente por si uma vez que não faz parte da transcrição original que evocou.
    Agora…. Quando a ICR faz referência e se suporta na bibliografia de si mesma i.e em textos produzidos por si, não existe debate isento uma vez que é mais do mesmo, isto é valido para a ICR como para qualquer fonte escrita Darwiniana que faça o mesmo. Capisce?

    Lucro? Está a falar de quê? Os citados dois jornais generalistas americanos em causa nem são Criacionistas nem Darwinianos, nem querem saber disso para nada. Mandam um jornalista fazer uma reportagem e ele papagueia o que os contactos lhe disseram e nada mais.
    Se enviarem o mesmo jornalista fazer uma reportagem sobre a vossa Terra Jovem ele faz a mesmíssima coisa e todos dormem na mesma descansados.
    ——–

    Like

    • Mats says:

      Essas fontes considero-as CIÊNTIFICAS se apoiadas em material de investigação PUBLICADO em revistas idóneas de ciência,

      Aquelas que estão sob o controle dos evolucionistas, como tu muito bem sabes? Ou posso citsr publicações científicas criacionistas?

      Like

    • Azetech says:

      Carlos Natário

      Essas fontes considero-as CIÊNTIFICAS se apoiadas em material de investigação PUBLICADO em revistas idóneas de ciência, mas não ISENTAS no contexto deste blog, que é dedicado a outra causa antagónica: o criacionismo. (seria mesmo necessário explicar-lhe isto?)

      Pois é, este é o ponto.
      A Palavra “Idôneas” ou “Isentas”, segundo tua cosmovisão, é considerado sinônimo de evolucionismo materialista, ou seja, de acordo com a tua convicção PESSOAL, uma fonte científica, idônea e isenta se defende o materialismo filosófico e a doutrina da evolução das espécies.
      Estudos laboratoriais, com pesquisas e artigos publicados em revistas NÃO DARWINISTAS (como O Design Inteligente), onde não fazem partem do núcleo materialista, independentemente dos dados, dos periódicos, das evidências e comprovações observáveis, são caracterizados por ti como fontes não científicas, parciais, composto por fundamentalistas radicais, inimigos da razão, onde propagam
      a ignorância, pelo qual necessitam ser exterminados da face da Terra como um câncer que é extirpado de uma pessoa.

      Percebes o tamanho fanatismo fundamentalista que possui? Tu não aceitas NADA além da doutrina fundamentada em FÉ pelo qual assumiste a priori.

      Eu respondi-lhe agora mesmo quanto ao termo “Cientifico”, por tolerância consigo, pois foi anexado abusivamente por si uma vez que não faz parte da transcrição original que evocou.

      Outro ponto a ser destacado, é que tu utilizas TEU PENSAMENTO como a verdade e lei, se julgando conhecedor de tudo, fazendo-se um deus encarnado.
      O Termo “científico” empregado por mim, adequou-se com perfeição ao tema abordado. Porém, como tu possui uma visão distorcida da palavra “científico” (assumindo-o como sinônimo de materialismo evolucionista) equivocou-se ao inferir um um suposto equivoco a palavra proferida por mim.

      Com palavras deste tipo, como não quer eu não o considere um materialista fanático, arrogante, prepotente, preconceituoso, se achando dono da razão?

      Teu comportamento em querer forçar suas crenças goela abaixo a outros não é diferente de religiosos fanáticos que tentam imputar suas crenças forçadamente a outros.

      Agora…. Quando a ICR faz referência e se suporta na bibliografia de si mesma i.e em textos produzidos por si, não existe debate isento uma vez que é mais do mesmo, isto é valido para a ICR como para qualquer fonte escrita Darwiniana que faça o mesmo. Capisce?

      Creio que não entendeste o texto corretamente. Fontes criacionistas utilizaram alegações de cientistas EVOLUCIONISTAS. Foi uma crítica ao modelo evolucionista citando alegações dos PRÓPRIOS EVOLUCIONISTAS.

      Por uma questão óbvia as fontes que defende Darwin, JAMAIS farão uma crítica ao próprio Darwin. É mais fácil colocar “panos quentes” em cima do assunto e fingir que este problema não existe. (há muita coisa em jogo, como dinheiro, credibilidade e poder)
      O Paradigma Darwinista enriquece muita gente, proporcionando empregos e “holofotes”. Jamais publicariam algum artigo que colocariam em risco estes atributos.

      Lucro? Está a falar de quê? Os citados dois jornais generalistas americanos em causa nem são Criacionistas nem Darwinianos, nem querem saber disso para nada. Mandam um jornalista fazer uma reportagem e ele papagueia o que os contactos lhe disseram e nada mais.

      Tu REALMENTE acreditas no que acabaste de falar? Ou apenas repete exaustivamente para que se convença disso?
      Se de fato acreditas, devo dizer que és muito ingênuo. Neste meio NÃO HÁ imparcialidade. Todos assumem uma posição diante de uma ideia.
      O Paradigma fundamentado no darwinismo “alimenta” muitas pessoas. Se caso este Paradigma fosse quebrado, muitos que se sustentam dela passariam “fome”.

      Like

  10. Carlos Natário says:

    Azetech

    “segundo tua cosmovisão, fontes pelo qual questionam o darwinismo e evolucionismo, são “meta-referências” não isentas, propagada por fundamentalistas fanáticos, terroristas, inimigos da razão, da ciência e da humanidade, pertencentes a maléfica religião cristã, pelo qual precisam se extirpadas juntamente com os religiosos (queimando Bíblias, destruindo templos e fuzilando em um paredão quem não negar a Cristo) “

    Quem lhe deu autorização para colocar palavras na minha boca ou expressar ideias e mas imputar a mim? As suas palavras espelham um quadro mental de violência mórbida que é indigna da sua própria FÉ, tanto quanto entendo da sua religião em particular, quero crer que isto não passa unicamente um momento mau do seu temperamento.

    “Não seria isso fruto de sua revolta intrínseca e ódio contra Deus, Cristo e quem o servem?”

    Vou-lhe fazer uma revelação, meu caro, estamos no Séc. XXI, nem você é um cruzado pela Santa Igreja nem existem infiéis demoníacos sedentos de sangue a escreverem no blog do Mat, ok? Conte até 10.

    Like

    • Azetech says:

      Carlos Natário

      Quem lhe deu autorização para colocar palavras na minha boca ou expressar ideias e mas imputar a mim?

      Tu mesmo quando as profere.
      É nítido observar teu esforço (para não dizer desespero) em descredibilizar e ridicularizar qualquer argumento que foge do seu escopo de (No caso a crença darwinista, algo pelo qual defendes com “unhas e dentes”).

      Se não agisse de forma tão ortodoxa, extremista e radical, não chegaria a esta conclusão.

      As suas palavras espelham um quadro mental de violência mórbida que é indigna da sua própria FÉ

      Na verdade não. Minhas palavras expressam um mental de violência mórbida que é indigna da SUA própria FÉ, no caso o darwinismo.
      A história revela que os principais pensadores desta tua doutrina, PELO QUAL A COLOCARAM EM PRÁTICA , trouxeram grandes prejuízos a sociedade.
      Estude sobre a ideologia comunista e seu estabelecimento do estado ateu (juntamente com o ensino OBRIGATÓRIO das doutrinas de Darwin) e entenderá o que um ensinamento torpe poderá fazer a uma nação.

      <b. Vou-lhe fazer uma revelação, meu caro, estamos no Séc. XXI, nem você é um cruzado pela Santa Igreja nem existem infiéis demoníacos sedentos de sangue a escreverem no blog do Mat, ok? Conte até 10.

      Perceba que os cruzados da “santa igreja” (que de Santa, não possuia NADA), ao praticarem tais atitudes, DESOBEDECIAM os ensinamentos de Cristo.

      Porém os lideres comunistas, pelo qual aderiram o darwinismo e naturalismo como lei, promovendo a limpeza ética e Niilismo (Menguele, Pol Pot, Stalin, Hitler, Etc..) , apenas COLOCAVAM EM PRÁTICA a FÉ que anunciavam “A sobrevivência do mais apto”

      Que a tua fé permaneça no estado neutro pelo qual ela se mantêm hoje. Se um dia tentarem colocar em prática o que pregam, mais sangue de inocentes serão derramados em nome da “Santa Evolução” de Charles Darwin.

      Like

  11. a ciencia é doente e louca ! já refutada a muito tempo nâo existe é uma piada ! vou dizer o que é ciencia e nasa ” é uma arma pra fazer burrice em massa ! a esfera de ferro datada da epoca dos dino . quem a fes ? os dinos . ou ets ? o big bang antes de explodir enviou um texto explicando td ? ou um cientista viajou no tempo e tirou fotos ? existe fossil q prova o big bang ? ou algum et com escrita comfirmando o big ? se o big construiu td ? porque a explosâo do meteoro destruiu ?

    Like

  12. o fossil de mamifero com filhote de dino. na barriga tem explicaçâo ? a poeira do meteoro sufocou os dino. marinhos ? os voadores ñ voariam acima da poeira ? os mais altos montes tinha vida e aguá ? e quanto as chuvas en td planeta ocorreu ? nuvem fica suspensa , nevoa , fumaça ! poeira fica suspensa durante anos no ar ? facam o test k. cratera x planeta pode comparar ? olhem no mapa é insignificante o tamanho ? celacanto ñ evoluiu porq 300 milh.. ñ deu tempo ?

    Like

  13. se o celacanto nâo evoluiu pra reptil com milhões de anos ? como saber se o homem evoluiu do macaco ? e qual deles tem varios ? pois o vemos na sua forma ? essa teoria é retardada provo ! a cratera comparada ao planeta é uma bolinha de golfe ! comparem com mexico piada ! loucos existe uma cratera maior no planeta ? quando inventaram a teoria nâo sabiam dela ? nem ela causaria tal tragedia no planeta ! vou mostrar o quanto vcs sâo robôs da ciencia esperem !!!

    Like

    • Sara Lee says:

      A teoria da evolução nunca disse que o ser humano evoluiu do macaco, o que a teoria diz é que temos um ancestral em comum. As raças de cachorros são um exemplo de evolução, pois cachorros eram selvagens, ao longo de suas gerações foram domesticados pelo ser humano e foi sendo direcionado para coisas especificas, como para caçar ou fazer companhia, o que resultou nas raças que temos hoje. faça uma pesquisa sobre o assunto, essa história de “macacos” é uma falácia. E devemos lembrar que evolução não é como no desenho “Pokémon”, existem muitas variáveis.

      Like

      • Vinicius Monteiro says:

        Na verdade não houve evolução por parte dos cães de lobos. A evolução diz que as mutações genéticas são capazes de gerar uma nova espécie. O que vemos é que os cães e os lobos ainda são da mesma espécie, logo, não houve evolução, mas, a variabilidade genética permitiu que houvesse novas raças de “lobo” por assim dizer. Até por que, pela evolução levaria-se muito tempo para se criar uma nova espécie, tempo este que a espécie humana não teve, já que a teoria mais distante diz que a domesticação de lobos foi há 130 mil anos.
        A variabilidade genética permite novas características, mas, não permite a criação de novas espécies, não permite nem mesmo o cruzamento entre espécies.

        Like

  14. existe uma mentira da nasa ! que diz que haarp controla o clima no planeta kkk ? arma criada pelo ESTADOS UNIDOS ” está deixando milhões de ateus doentes da cabeça !!! pois bem se os EUA criaram tal arma eles sâo burros ??? pois sâo atingidos por toda sorte de catastrofes ?? furacâo . tufâo . maremotos . terremotos . ciclones . tempestades etc.. kkk fizeram uma arma contra eles propios ??? veja o nivel mental que vcs estâo acreditando em homens mentirosos !!! cont…

    Like

  15. quanto a dataçâo vcs nâo tem conhecimento pra falar dessas coisas ! nem eu ! mas pra quem disse que ouve o big bang ? sem provas . sem escritos . sem testemunhas . sem fotos . sem achado escrito q comprove . sem um et vim e contar a eles ? se fizeram essa teoria lunatica sem ver ? os materiais em mâos eles tem difilculdade de analizar ? só de haver discussâo sobre isso é um fracasso ! aliás nâo explicam nem os mistérios do planetas ? cada o material q datou o big cont…

    Like

  16. cade as provas escritas do big bang ? testemunhas . fotos . desenhos . a biblia tem fala e é comprovada na arqueologia e ciencia e personagens e testemunhas !!! e o big bang tem personagens a os ets a nasa nâo comprova que pena ? ok mediram o tempo do universo ? medir é uma coisa e ver é outra ? como viram a explosâo ? hora eles precisam achar fosseis pra por nome e datar ? o big ñ precisou ? entâo ñ precisam tbm escavar fosseis eram pra saber de cor os bichos e nomes ? co.

    Like

  17. olha eu nâo estou pegando idéias de ninguem ! porque temos celebro é pra pensar ! e td isso venho refletindo algum tempo ! nem tinha lido sobre teoria de extinçâo dos dino..mas quando li comecei a pensar ! poeira suspensa no ar por anos ? matou os dino. mas e os marinhos ? poeira no mar ? nâo nem maremoto nem terremoto extinguriam eles ! e os voadores ñ voariam acima da poeira em montanhas altas ? tamanho da cratera é ridicula comparada ao planeta vi pelo mapa ! chuvas no planeta c.

    Like

    • “existe fossil q prova o big bang ?” nill carvalho

      Veja na internet “radiação fóssil Big Bang”…, Sim é possível ver hoje aquilo que você pensa ser impossível ver…

      Like

      • Carlos says:

        Provas não, que o poder de provar a ciência tem pouco. Mas evidências ou fatos que se encaixam no que seria previsto

        Like

  18. Sara Lee says:

    O título da matéria é tendencioso, esse achado não refuta nada, podem existir fósseis de inúmeras idades.

    Like

    • Também não vejo como é que isto refuta a idade de milhares de milhões de anos da Terra nem que a vida evoluiu ao longo de milhares de anos e foi deixando fósseis. Tudo o que demonstra é que, sendo rara, a fossilização de tecidos moles é possível.

      Like

      • Mats says:

        Sim, tem que “ser possível” senão a teoria da evolução é uma fraude. E como sabemos que é possível? Ora, porque a Terra tem milhões de anos.

        Eu já vi este filme.

        Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s