A Bíblia e a ciência contra o racismo evolutivo

Gemeas02

Modificado a partir do original

Gémeos com cores de pele diferentes surpreendem pais, mas não os cientistas. Kylee Hodgson (foto acima) abraça as filhas gémeas Remee e Kian. Elas completaram sete anos no último dia 07/04 e vivem em Dudley, no Reino Unido, conforme postado aqui.

Para os cientistas, casos de pais e filhos de cores diferentes são perfeitamente compreensíveis, já que, quando os parentes tem características diferentes, os descendentes podem herdá-las. No caso das gémeas acima, as avós delas são brancas e os avôs são negros.

Gemeos02

Em outro caso, ainda mais surpreendente, duas irmãs tiveram filhos gémeos de cores diferentes. Sonia Brown e Sharon Harris casaram-se com homens brancos. Sônia concebeu os gêmeos Cameron e Kyle e Sharon é mãe das gêmeas Paige e Kayleigh.

Em uma família de fenótipo (características físicas, morfológicas e fisiológicas) misto como esta, há múltiplas combinações possíveis. É como embaralhar as cartas de um baralho“, diz Mark Jobling, professor de Genética da Universidade de Leicester, em entrevista à BBC

Gemeos03

Em outro caso, um casal alemão teve gémeos de cores de pele diferentes, pois o pai é um alemão de Potsdam, a mãe é natural de Gana, na África. Os médicos confirmaram que os dois bebés tem o mesmo pai e destacaram que quando ocorre a gravidez e a mulher tem uma dupla ovulação, casos como esse podem ocorrer sim.

Gemeos04

Alicia e Jasmine Singerl da Australia, nasceram descendentes de uma mãe anglo-jamaicana e um pai de ascendência alemã. Alicia tem olhos castanhos e seu cabelo é escuro. Jasmine tem olhos azuis e seu cabelo é branco.

Peritos geneticistas explicam esse fato incomum pela mãe ter uma mistura de genes que determina as cores das peles. Quando as células do óvulo são formadas na mãe, uma Selecção aleatória de genes é colocada em cada óvulo. Esse conjunto de cromossomas em cada óvulo é único.

Na maioria dos casos uma mulher mestiça terá óvulos com mistura de genes de pele branca e negra. Em casos muito raros esses óvulos podem conter genes predominantemente de uma cor de pele. Nesse caso, a mãe liberou dois desses óvulos – um com predominância de pigmentação escura e um predominantemente claro. (Fonte: Zero Oitocentos).

Gemeos05

Um caso raro na medicina foi registado pela imprensa na Grã-Bretanha. Segundo o jornal “Live”, a britânica Kerry Richardson deu à luz a gémeos, um branco e um negro – fato que tem a chance de acontecer uma vez em um milhão.

Layton e Kaydon Richardson são frutos de uma rara probabilidade genética. A mãe afirma que seus bebés atraem as atenções em todos os lugares. “Quando eles nasceram, ninguém notou a diferença porque eles eram praticamente da mesma cor. Com o passar dos meses, Layton foi ficando mais claro e loiro, como o pai. Kaydon foi ficando mais escuro, como eu” disse Kerry.

Gemeos06

(Kaydon e Layton Richardson hoje)

Gemeos07

(James e Daniel Kelly / Foto Martin Godwin)

James é negro, gay, sociável e académico. Daniel é branco, hetero, tímido e não gosta muito de estudar. Nascidos em 27 de Março de 1993, eles são filhos de Alyson (jamaicano) e Kelly Errol (branca). A família vive no sudeste de Londres, Inglaterra. “Até hoje as pessoas não acreditam que Daniel é meu filho“, diz o pai” (Fonte: The Guardian)

Gemeos08

Pedro Henrique e Nathan Henrique Rodrigues são sucessos em Costa Barros (RJ) onde moram. Isso não é raro no Brasil, por causa da miscigenação. O pai, Carlos Henrique da Fonseca, disse que, quando os gémeos nasceram, eles não notaram diferença na cor da pele, mas já chamava a atenção o fato de o Pedro ter o olho azul e o cabelo quase branco. Carlos é casado com Valéria Rodrigues, branca. (Fonte: Extra)

Gemeos09

Grit Funke teve as gémeas, Louisa (negra) e Leonie (branca). A história do parto de Grit, moradora da cidade de Leipzig, no leste da Alemanha, foi contada pelo jornal Bild. (Fonte G1)

Gemeos10

Em cada 500 mulheres europeias que esperam gémeos, uma tem chance de ter gémeos com cores de pele diferentes. Há 50 anos atrás, esses nascimentos eram praticamente desconhecidos, mas com o aumento de relações inter-raciais, o nº de casos de gémeos com cores diferentes cresceu.

Cerca de 12.000 pares de gémeos nascem por ano na Grã-Bretanha, mas só alguns nascem com cores de pele distintas. Como é o caso de Shirley que vive em West Yorkshire, na Inglaterra. Ela deu à luz gémeos bivitelinos: Leo (negro) e Esperança (branca). Shirley é parda e o pai de seus gémeos é branco. (Fonte: BBC News)

Gemeos11

As gémeas britânicas moram em Birmingham, na Inglaterra. Millie tem traços mestiços. Já sua irmã gémea Marcia tem pele branca, cabelo loiro e olhos azuis.

Gemeos12

Quando as gémeas Hayleigh e Lauren chegaram ao mundo em 2001 surpreenderam seus pais, pois uma tinha os cabelos ruivos e os olhos azuis, como a mãe – enquanto a outra tinha cabelo preto e pele negra, assim como o pai. Mas a natureza surpreendeu e mais uma vez resolveu presentear o casal britânico Dean Durrant e Alison Spooner com outras duas gémeas de aparência diferente, assim como as irmãs.

Gemeos13

A britânica Shirley Wales de West Yorkshire (Inglaterra) deu à luz uma criança negra e outra branca também, com diferença de apenas um minuto. Hope, com pele clara, olhos azuis e cabelo liso, parece com o pai, mas Leo tem a pele negra e os cabelos e olhos castanhos de sua mãe. Shirley chegou a brincar dizendo que os filhos se chamariam Ébano e Marfim.

Gemeos14

Gemeos15

Tracy-Ann e Andrew Balasco são descendentes de jamaicanos e italianos. Eles são pais dos gémeos Orlando e Natalia.

* * * * * * *

Enquanto a ciência e a Bíblia demonstram que pertencemos todos à mesma família humana, o que é que os evolucionistas sempre afirmaram?

A teoria da evolução ao serviço do racismo.

Num período futuro, não muito distante quando medido em séculos, as raças humanas civilizadas vão certamente exterminar e suplantar as raças selvagens por todo o mundo. ~ Charles Darwin.

Claro Darwin pertencia à “raça” que ele descrevia como “raça civilizada”, naturalmente.

Nenhum homem racional, conhecedor dos factos, acredita que o negro comum é igual, e muito menos, superior que o homem branco ~Thomas Huxley

Thomas Huxley foi chamado de “Darwin’s bulldog” porque foi ele quem anunciou a mitologia da evolução por toda a Inglaterra quando Darwin se retirou da vida pública.

O credo do eugenismo foi fundado na ideia da evolução ~ Francis Galton

Francis Galton era o primo do Darwin.

De todos os problemas que terão de ser encarados no futuro, na minha opinião, o mais difícil vai ser aquele relativo ao tratamento das raças inferiores da humanidade. ~ Leonard Darwin.

Não muito politicamente correcto, sr Leonardo.

No estado mais baixo do desenvolvimento mental humano estão os Australianos, algumas tribos da Polinésia, os Bosquímanos, os “Hottentots”, e algumas tribos Negras ~ Ernst Haeckel.

Ernest Haeckel foi o darwinista ateu que inventou a “lei biogenética” (que nunca chegou a ser lei alguma), e que mentiu descaradamente sobre o desenvolvimento dos embriões.

O Fuhrer alemão é um evolucionista, tal como eu tenho dito consistentemente. Ele tem conscientemente tentado que a Alemanha esteja de acordo com a teoria da evolução.~ Arthur Keith

Darwin Galton HitlerLevando em conta as palavras de Darwin e o racismo inerente à teoria da evolução, urge  perguntar aos discípulos de Darwin o seguinte:

Gemeas Final

Actos 17:26
“e de um só fez todas as raças dos homens”

O melhor antídoto contra o racismo

O melhor antídoto contra o racismo

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Biologia and tagged , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

49 Responses to A Bíblia e a ciência contra o racismo evolutivo

  1. Douglas says:

    Muito bom o artigo.
    Se prepare, porque os próximos comentários serão de evolucionistas com o bumbum em chamas por ouvir essa verdade.

    Like

  2. De facto, a civilização gerada por certas raças foi superando as culturas primitivas geradas por outras raças, essa evolução é nítida, é o que importa e é verdade. Quanto à cor da pele, isso é irrelevante…, culturalmente é que importa quem triunfa e faz os outros imitá-lo, e aí o Ocidente leva larga vantagem, idependentemente da pigmentação dos que se vão ocidentalizando…Até os inimigos declarados estão, quer queiram quer não, profundamente ocidentalizados.

    Like

    • Existe um mito que foi transformado em dogma. Não apenas entre os eugenistas. A suposta superioridade européia não tem quinhentos anos. No início do século XV, pouco antes do início das grandes navegações, os reinos orientais eram tecnologicamente muito superiores aos europeus e economicamente mais poderosos. Dentro da própria Europa existem detalhes que jogam por terra qualquer consideração sobre a superioridade ou não de um ser humano em relação ao outro. Os atuais senhores do mundo, os germânicos (incluíndo os anglos e os saxões), meio milênio após a queda de Roma ainda viviam como saqueadores sem possuir palavras em seus idiomas para qualquer coisa que não fosse concreta. Toda a cultura do norte europeu foi importada do entorno do Mediterrâneo.
      O ocidente levou vantagem apenas nos trezentos anos decorridos de 1700 a 2000. Nos últimos dois mil anos, em pelo menos 1.500 anos a grande potência foi a China, e parece que ela caminha para reocupar esta histórica posição.
      A civilização nasceu e prosperou numa faixa de terra que vai do norte da África, sul da Europa, passa pelo crescente fértil, subcontinente indiano até chegar ao vale do Rio Amarelo. Os povos ao norte e ao sul eram pastores nômades que pela conquista militar herdaram as criações alheias.

      Like

      • Sim há mitos tranformados em dogmas, como a suposta superioridade económica e tecnológica dos reinos orientais e a suposta grande potência chinesa durante 1500 anos, e, já agora, as suas fantasiosas navegações por todo o mundo em navios fantasiosamente gigantes (confundiu-se plataformas a usar fundeadas nos rios com os muito mais pequenos navios de alto mar). A China apenas se podia vangloriar de um PIB superior devido à dimensão do seu trabalho camponês escravo, mas não era uma sociedade com capacidade de inovação tecnológia e científica com as respetivas implicações económicas. Uma vasta burocracia de letrados sem qualquer curiosidade pela verdadeira ciência e maquinaria. Nunca foi a grande potência e até o que aprendeu e criou rapidamente esqueceu ou não soube explorar economicamente… Os europeus quando lhes forneceram tecnologia (desde canhões modernos a relógios) também tinham de deixar técnicos para que as máquinas funcionassem, pois os chineses nem aprender queriam!

        Like

  3. É o problema de usar mal os instrumentos. A TE é um bom instrumento para explicar a diversidade dos seres vivos e completamente desadequada para resolver problemas éticos.

    A questão :

    Há seres humanos inferiores ?

    É uma questão ética. A TE ou a segunda lei da termodinâmica são instrumentos desadequados para responder a esta questão.

    A ciência não é etica. A forma como a usamos é que cai sob o domínio da ética.

    A física nuclear não é boa nem ma. O uso desses conhecimentos para fazer bombas é que pode ser discutido dum ponto de vista ético.

    E basta olhares para a natureza para veres que os comportamentos de sobrevivência não tem nada de ético. É a mera sobrevivência dos mais bem adaptados.

    Ética é assunto humano.

    TE é assunto de biologia.

    Cada macaco no seu galho.

    Like

    • Mats says:

      Tens que fazer esse discurso para os evolucionistas. Foram eles que usaram a TE para fins sociais e eugénicos.

      Like

      • Não terão sido antes os políticos a usar incorretamente a teoria de evolução, tal como noutra ocasiões usam mal as doutrinas religiosas, ou os conhecimentos científicos, e etc…, a culpa não residirá fundamentalmente na política de certos políticos?

        Like

      • Mats says:

        Não terão sido antes os políticos a usar incorretamente a teoria de evolução, tal como noutra ocasiões usam mal as doutrinas religiosas, ou os conhecimentos científicos, e etc…, a culpa não residirá fundamentalmente na política de certos políticos?

        Curioso que quando são os Cristãos a fazer algo de errado, a culpa está quase sempre nos Cristãos. Quando são os evolucionistas, então a culpa já não é dos evolucionistas.

        Sim, pode ter havido uso político da teoria da evolução, mas esse uso político só é possível depois da teoria da evolução e o darniwismo social terem o estatuto de “ciência” e “facto”.

        Like

    • jephsimple says:

      João,

      “Ética é assunto humano.”

      “E a TE é inadequada para resolver problemas éticos.”

      Eu vou me admirar se você estiver se referindo ao naturalismo.

      Seria então uma questão metafísica?

      Eu suspeito que a neurociência tem se “responsabilizado” por estudar comportamentos humanos, incluindo a ética e a moral.

      E pelo que eu leio em certas revistas, posso dizer as principais, que abordam o assunto, elas sempre abrem espaço para um pressuposto evolutivo, para justificar o aparecimento de comportamentos humanos, uma vez que esses humanos há milhares, ou milhões de anos atrás não eram humanos, nem tinham noção de sua própria existência, tanto quanto os demais seres vivos não tem.

      Quanto a ética humana, eu fico admirado em saber que uma bactéria é capaz de se sacrificar em favor da comunidade maior! Enquanto há humanos que matam por 0,25 centavos.

      Like

    • Mats says:

      Um estudo a ligar a religião e o racismo:

      Qual “religião”? O islão? O Budismo? O Confucionismo?

      Like

    • Imputar a existência do racismo às religiões é fraude e má-fé. O auge da discriminação e da segregação racial foi causada pelos movimentos eugenistas, todos baseados em “comprovações científicas”. Qual é o grau de religiosidade dos neonazistas ou dos supremacistas brancos ou negros?
      Na antiguidade o estrangeiro era o bárbaro. Não existia nas comunidades o conceito de estender a cidadania ao outro. Estes e seus descendentes permaneceriam definitivamente apartados, estrangeiros mesmo que habitando por gerações o mesmo espaço. Nos primórdios do Cristianismo, que era basicamente uma religião de escravos, os convertidos independente da origem étnica eram irmãos. Não importando se romanos, gauleses, judeus, sírios, bérberes, núbios, egípcios, gregos, etc. A Igreja primitiva está repleta de bispos e diáconos influentes de várias origens “raciais”. Agostinho de Hipona, um dos maiores teólogos cristãos, foi um norteafricano. Originário da atual Argélia.
      Imputar o racismo às religiões é desconsiderar a história da humanidade e a sua inerente desconfiança contra o diferente. Não precisamos retroceder muito, bastam 80 anos. Toda a fundamentação nazista da suposta superioridade ariana são devido aos princípios pseudo-científicos que adotaram como base para este detalhe da sua ideologia. Princípios esses disseminados em todas as universidades européias e americanas, em geral defendidos por homens que se consideravam livres de todas as formas de crendices e superstições, portanto ateus.

      Like

  4. Mats:

    Estás a cair no erro de confundir ética com teorias cientificas.

    Basta olhares para a natureza, como já te disse, para veres que os sobreviventes são os mais bem adaptados ao meio. A natureza não tem senso moral.

    Um desastre natural vitima indiscriminadamente.

    Nós humanos é que temos preocupações éticas.

    Se quiseres classificar comportamentos de errados por serem contra natura não vais a parte nenhuma.

    As leis naturais, como a evolução, não parecem ter qualquer sentido ético.

    O acaso, ou o quer que tenha sido, que lhes tenha dado origem não parece ter valores éticos.

    Não parece haver um senso de justiça na natureza.

    Like

    • Mats says:

      Mats:

      Estás a cair no erro de confundir ética com teorias cientificas.

      Eu é que “estou a cair no erro de confundir ética com teorias (pseudo-)científicas? Foram vocês evolucionistas que colocaram em práctica o darwinismo social e afins (com os resultados que todos sabemos.

      Like

      • Mats,
        «Foram vocês evolucionistas que colocaram em práctica o darwinismo social e afins.» Ou seja, os “evolucionistas” vitorianos.

        Like

      • Mats says:

        «Foram vocês evolucionistas que colocaram em práctica o darwinismo social e afins.» Ou seja, os “evolucionistas” vitorianos.

        O darwinismo social esteve em operação muitos depois da era vitoriana.

        Like

    • Ainda assim é uma ideia totalmente desactualizada que nenhum “evolucionista” sério defende hoje em dia e teve origem em ideias vitorianas, de uma época em que ainda não se sabia o que era um gene.

      Like

    • jephsimple says:

      João,

      “A natureza não tem senso moral.”
      “Não parece haver um senso de justiça na natureza.”

      A Justiça é objetiva, não existe relativismo na justiça.

      Não achamos justo (ao menos eu não acho a priori) um leão roubar o alimento de um guepardo, ou quando o cuco engana o rouxinol. O correto é o leão comer o que caçou e o cuco cuidar de suas crias.

      Mas,

      Estou cada vez mais convencido que a natureza é um sistema. E o ser humano está no topo desse sistema.

      Ela não se limita a indivíduos e nem a grupo de indivíduos e nem a ideia simplista (não estou dizendo que é falsa) de que os mais bem adaptados sobrevivem.

      Retire os tubarões dos oceanos e você vai desequilibrar todo o ecossistema, retire os leões de seu habitat, elimine-os e você vai desequilibrar todo ecossistema.

      Há aqueles que se sentem mal (no meu caso por exemplo) ao verem leões cometerem infanticídio tanto contra de sua própria espécie como contra de espécies rivais (hienas,leopardos).

      Outros se sentem mal, pq tubarões brancos comem focas.

      Para o sistema isso não é uma questão de ser mal, ou bom, para o sistema esses eventos são importantes, eles mantem o equilíbrio ecológico.Isso funciona, apesar de nos parecer doloroso [que em parte é] isso mantem o sistema saudável. Ou seja o que nos vemos na natureza na REALIDADE não é destrutivo, ao passo que nós somos destrutivos.

      Segundo MINHA COSMOVISÃO esse sistema era diferente no princípio e será restaurado futuramente; e o leão pastará com o cordeiro … com certeza haverá uma mudança radical no sistema, pois se você mudar a natureza de grupos de indivíduos, retirar grupos de indivíduos e não mudar o sistema, vc acaba desequilibrando o sistema, isso é um fato empírico.

      Like

  5. Luiz Carlos Gomes says:

    Só existe uma raça, a Humana e ela é maravilhosa!

    Like

    • O politicamente correto é que é “maravilhoso”

      Like

      • Azetech says:

        Sergio Sodré

        Segundo o darwinismo social, comportamento racista pelo qual estimula a eugenia e eliminação dos mais “fracos”, é “politicamente correto”.
        Diante de tal pensamento insano, não há NADA de maravilhoso.

        Like

      • Sérgio Sodré says:

        A eliminação dos mais fracos é tão “maravilhoso” quanto o é a eliminação dos descrentes, quando as circunstâncias o permitem. Quem pode atirar a primeira pedra? Quem integra correntes de pensamento que nunca “pecaram”?,

        Like

      • Mats says:

        A eliminação dos mais fracos é tão “maravilhoso” quanto o é a eliminação dos descrentes, quando as circunstâncias o permitem. Quem pode atirar a primeira pedra?

        O que convém estabelecer é que os evolucionistas é que promoveram a matança dos mais fracos. Nem todos evolucionistas admitem isso.

        Like

      • Azetech says:

        Mats

        O que convém estabelecer é que os evolucionistas é que promoveram a matança dos mais fracos. Nem todos evolucionistas admitem isso.

        Pois é, e além de não admitirem, tentam rebaixar os cristãos a tais atitudes, dizendo-os que cometeram o mesmo pela “santa” inquisição.
        Ao cometer tal tipo de justificativa, eles ignoram dois pontos cruciais:

        1º O regime ateu matou muito (mas muito mesmo) inocentes do que extremistas religiosos (o estado ateu matou em UMA SEMANA o que a inquisição em TRÊS SÉCULOS )

        2º Quando uma pessoa oprimi ou mata um inocente em nome de Cristo, ele está a DESOBEDECER seu ensinamento. Quando uma pessoa oprime e mata um inocente em nome da evolução, ele está simplesmente colocando esta doutrina insana em prática.

        Não precisa ser especialista para enxergar o quão nocivo é a doutrina evolucionista, se colocada em prática.

        Sergio Sodré

        Quem pode atirar a primeira pedra?

        Aqueles pelo qual não possuem “teto de vidro”, como por exemplo os cristãos pelo qual seguiram os ensinamentos de Cristo.

        Like

      • Everton Ribeiro da Silva says:

        Azetech,

        1º O regime ateu matou muito (mas muito mesmo) inocentes do que extremistas religiosos (o estado ateu matou em UMA SEMANA o que a inquisição em TRÊS SÉCULOS )

        Como se explica que os religiosos tenham matado tanto, e não deveriam ter matado nada, já que detém os conhecimentos da lei divina, e que tenham matado como os ímpios ateus evolucionistas eugenistas e racistas?

        [[Porque não agiram de acordo com o que a Bíblia diz. Ao passo que os ateus/evolucionistas que mataram milhões agiram em perfeito acordo com o ateísmo/evolucionismo]]

        Mas eles são bárbaros que não creem em nada… logo, não é de se admirar que quem ache que nasceu do nada, não dê valor nenhum à vida, mas e quanto aos religiosos?

        [[Ver em cima. (Mats)]]

        Eu não concordo com o termo “extremistas religiosos”, pois sabemos que o ser humano sempre buscou a Deus naturalmente oriundo de uma crença monoteísta e a fé e religião nunca são ruins, por que são naturais no ser humano.
        Por que mesmo assim, nós religiosos nos deixamos comparar com os darwinistas ateus e racistas? Um religioso matar sem motivo é infinitamente mais grave do que um evolucionista fazê-lo. Seria como comparar um assassino com um leão faminto que matasse uma pessoa.

        Like

  6. Pelo que vejo aqui (e tenho visto noutros lados) ,os criacionistas adoram apontar os erros (quaisquer que sejam) de pessoas que nasceram na época vitoriana. Só falta espancarem-lhes os ossos.

    Like

    • Só para exemplificar o meu ponto de vista: Thomas Huxley – Ealing, Middlesex, 4 de maio de 1825 — Eastbourne, Sussex, 29 de junho de 1895. Está morto há muito tempo, assim como essas ideias provenientes do atraso científico da época vitoriana.

      Like

    • Mats says:

      A versão oficial (com algumas modificações) da teoria da evolução também nasceu na “época vitoriana”.

      Like

      • «A versão oficial (com algumas modificações) da teoria da evolução também nasceu na “época vitoriana”.» Não foram “algumas modificações” – muitas coisas estavam erradas. Entretanto o próprio conhecimento científico já evoluiu e mais evidencias se foram cumulando e os mecanismos envolvidos passaram a ser bem compreendidos. A teoria da evolução ficou fortalecida com o tempo ao contrário dessas ideias parvas, que foram ficando enfraquecidas.

        Like

      • Mats says:

        Entretanto o próprio conhecimento científico já evoluiu e mais evidencias se foram cumulando e os mecanismos envolvidos passaram a ser bem compreendidos.

        Mas….VITORIANO!

        Like

      • Saga says:

        Ela nasceu e desde então se manteve, pois a acharam uma visão de mundo sensacional e multiuso. Motivos filosóficos, ideologicos e antieclesiasticos para se adotar o evolucionismo como visão de mundo não faltavam. Quem era racista achou muito útil, quem era ateu mais ainda e por aí foi….ainda é assim hoje.

        Like

  7. «Darwin também está morto há muito tempo mas todos os anos vocês celebram-no.» Darwin tinha boas e más ideias (as suas ideias sobre hereditariedade eram más), mas as boas foram realmente importantes para o desenvolvimento da ciência moderna

    Like

    • Mats says:

      «Darwin também está morto há muito tempo mas todos os anos vocês celebram-no.» Darwin tinha boas e más ideias (as suas ideias sobre hereditariedade eram más), mas as boas foram realmente importantes para o desenvolvimento da ciência moderna

      Mas ele era vitoriano. O teu argumento não é vitoriano = mau/errado ?

      Like

      • Não: vitoriano = desactualizado (pode estar errado, dependendo do caso, pode estar impreciso, pode representar apenas uma pequena parte de um todo maior). As ideias a que se refere estão ultrapassadas, enquanto que muitas ideias de Darwin não estão e até têm mais apoio das evidências agora.

        Like

  8. Pode-se dizer que o conhecimento científico da época vitoriana, de um modo geral, está desactualizado, incluindo o todo da teoria da Darwin com as sua ideias Lamarckistas, embora pontualmente algumas ideias estivessem certas e tenham contribuído para o desenvolvimento da biologia moderna.

    Like

  9. O conhecimento científico é mesmo assim. É sempre renovado. Newton foi genial mas estava limitado pelo saber da sua época. Podemos dizer que tudo o que escreveu sobre alquimia está muito desactualizado.

    A gravitação foi genial.

    Darwin e Einstein também estavam limitados pela sua época.

    Agora o núcleo das suas ideias foi e é genial.

    Como argumento dizer que o autor da teoria era mau ou que a teoria foi usada para péssimos fins não colhe.

    Mesmo que Einstein fosse um serial killer a relatividade continuava valida.

    Mesmo que um massacre e genocídio seja baseado nas equações de maxwell elas continuam válidas.

    O nazismo tem na sua génese o romantismo de goethe, o cristianismo , a TE, com música de wagner, teorias malthusianas e mais uma série de coisas.

    Isto não invalida que wagner fosse um grande músico e Speer um grande arquitecto.

    O que estava errado era o nazismo.

    Like

    • Mats says:

      Como argumento dizer que o autor da teoria era mau ou que a teoria foi usada para péssimos fins não colhe.

      Colhe, se nos lembrarmos que Darwin qualificava a sua raça como “civilizada” as raças negras e australianas de “não-civilizadas”.

      Like

      • Não é o fator raça que implica ser ou não civilizada, mas houve raças que produziram civilização (lembrem-se que deriva de cidade) enquanto outras estavam ainda na fase tribal e de civilização muito incipiente… É uma mistificação querer interpretar num sentido estritamente literal, pois Darwin decerto conhecia pessoas civilizadas doutras raças que não a sua. Todos se podem tornar civilizados. Aalguém conhece declarações de Darwin a afirmar que tal é impossível? Isso sim seria controverso, apesar de termos de ter em consideração o contexto e época em que viveu.

        Like

  10. Mats:

    Certamente era homofóbico, machista e racista.

    O que era normal na época.

    Em que é que isso invalida a teoria da evolução ?

    Newton ter sido alquimista não põe nem acrescenta nada à gravitação.

    Os cientistas não são deuses. São pessoas que lá descobriram algo de interessante.

    Freud escreveu muita asneira, Einstein odiava a mecânica quantica, Lord kelvin embirrou em provar que a terra tinha 100 000 anos, descartes gastava o dinheiro no jogo e pessoa era alcoólico.

    São meras curiosidades. O importante foi o contributo que deram à arte ou ciência.

    E tu convidavas van gogh para jantar em tua casa ?

    Like

    • Mats says:

      Mats:

      Certamente era homofóbico, machista e racista.

      Pronto. Concordamos que Darwin era racista e que ele usou a sua teoria para avançar com o seu racismo. Portanto, o meu ponto está correcto: foram os evolucionistas que usaram a teoria da evolução para fins relacionados com o darwinismo social.

      Like

  11. Sim é verdade. Usaram uma teoria biológica para fundamentar princípios éticos. Depois descobriu-se que as teorias biológicas não tem nada a ver com ética.

    Religião e ciência não servem para fundamentar princípios éticos.

    A ciência explica como funciona o céu, a religião como ir para o céu e a ética como não transformar isto num inferno. …:)

    Like

    • Mats says:

      Sim é verdade. Usaram uma teoria biológica para fundamentar princípios éticos.

      Os evolucionistas fizeram isso.

      Depois descobriu-se que as teorias biológicas não tem nada a ver com ética.

      Os evolucionistas “descobriram” isso.

      Like

    • jephsimple says:

      “Religião e ciência não servem para fundamentar princípios éticos.”

      Isso é opinião pessoal, ou baseado na ciência, ou em conhecimento das religiões?

      O cristianismo se baseia em Amor, justiça e fé … então as atitudes de um cristão devem seguir não apenas amor, e nem apenas fé, e nem justiça, devem ser NECESSARIAMENTE os três.Enfim o cristão deve respeitar a Deus e a seu semelhante.

      Ele deve respeitar as leis de seu país, mas se essas leis forem contra seu relacionamento com Deus ele tem que descumprir a lei e se for necessário enfrentar a punição. No fundo ele estará cumprindo a lei do seu próximo, foi assim com Daniel, com Sabradaque, Mesaque e Abedenego, foi assim com os cristãos primitivos.

      Outras religiões possuem seu código de conduta.

      Já o naturalismo quer explicar tudo na caixa materialista, fisicalista. Nossas atitudes, ética, moral, são subprodutos de um cérebro que evoluiu de um primata quadrúpede irracional, que aproximadamente a 4 bilhões de anos atrás não passavam de algo parecido com bactérias (Talvez o luquinha). Talvez ética, moral, justiça, não passam de ilusões, não?Se você discorda disso gostaria de saber.

      Não existiam animais menos evoluídos? Menos adaptados?Na “historia” da evolução humana não houve isso?Os mais adaptados prevalecendo sobre os menos adaptados?

      E eu discordo desse ponto : “ciência não serve para fundamentar princípios éticos.”

      Se princípios éticos fossem eternos para o naturalismo, então tudo bem, mas repito, macacos “não tem ética”, então se um dia eles passarem a ter [considerando o naturalismo] , a ciência vai querer saber como, porque essa ética surgiu, qual sua função?

      Like

  12. Aqui fala-se que o darwinismo social pseudo-científico discrimina entre os humanos e isso deve indignar, mas todos esquecem que a Bíblia também parece defender um povo eleito em detrimentos dos demais humanos. Também na Bíblia não somos todos iguais. Isto já para não falar em questões como a predestinação, lugares limitados no Ceu (144.000 garantem as testemunhas de Jeová), pessoas que são escolhidas para receberem revelações divinas em detrimento doutras, etc… Não há aqui uma espécie de “darwinismo social” de raiz religiosa?

    Like

  13. Nenhum homem racional, conhecedor dos factos, acredita que o negro comum é igual, e muito menos, superior que o homem branco ~Thomas Huxley

    A verdadeira questão é; quem, historicamente, mais se opôs ao racismo e à escravatura entre raças:
    a) a generalidade dos crentes e clérigos das religiões do Livro
    b) a generalidade dos livre-pensadores seculares e pessoas sem religião

    Like

    • Mats says:

      Não, a verdadeira questão é demonstrar como a teoria da evolução foi contextualmente usada pelos racistas para atacar os não-brancos (

      Like

  14. Texto interessante se não fosse um pouco tendencioso, pois boa parte do que está escrito não tem veracidade. Se por acaso o autor não sabe, Darwin nasceu em 1809, e o livro intitulado a origem das espécies foi publicado em 1859. Muito antes de Darwin nascer a escravidão dos negros ja era existente, visto que teve inicio por volta do seculo II a.c e se intensificou no seculo XV d.c. Darwin era um abolicionista, tanto que em sua passagem pelo Brasil, criticou o modo como os escravos eram tratados em seus relatos, que mais tarde viria a dar origem ao livro “A origem das espécies”. E mais uma informação pra vc, Hitler não era Evolucionista e sim criacionista, tanto que após sobreviver a vários atentados, acreditou que estava “divinamente” destinado a guiar a humanidade(que tipo de evolucionista acreditaria nisso?), e mais uma coisa, suas afirmações a cerca da não defesa da escrevidão na bíblia também está incorreta: leia Êxodo 21, 1-7;
    Êxodo 21, 20-21. Se alguém ferir a seu servo, ou a sua serva, com pau, e morrer debaixo da sua mão, certamente será castigado;
    Porém se sobreviver por um ou dois dias, não será castigado, porque é dinheiro seu. Se bem que você ja leu, só quer admitir.
    Agora você deve se informar um pouco melhor sobre o que vai escrever.

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s