Cientistas operando segundo o paradigma criacionista obtêm melhores resultados

Ciclo NitrogénioPor Brian Thomas, M.S.

Três pesquisadores da “California Institute of Technology” (CIT) fizeram recentemente um avanço científico relevante ao desenvolverem uma molécula que imita o processo químico das plantas que envolve o nitrogénio que é necessário para sintetizar fertilizantes de um modo mais eficaz, diminuindo assim as probabilidades da ocorrência de desastres como o que ocorreu num armazém de fertilizantes em Abril de 2013, no Texas (http://ow.ly/pLEX9).

Escrevendo para o Nature, eles afirmaram, “Há décadas que os cientistas envolvidos na sintetização de químicos buscam compostos bem definidos que podem catalisar a redução do N2 para o NH3.” (1) Ao contrário das pesquisas anteriores, a equipa da CIT apurou que expor o nitrogénio ao ferro e não ao molibdénio fazia o efeito, embora eles tivessem sido levados a arrefecer o composto sintético para -108°F e a adicionar um ácido forte.(1,2)

O processo ainda não se encontra aperfeiçoado, mas os esforços que estão a ser desenvolvidos para criar o composto químico deram origem a um sistema que pode salvar muitas vidas.

O processo “Haber” tradicional para sintetizar o fertilizante de nitrato de amónio coloca o gás sob temperaturas e pressões bastante elevadas, o que acarreta consigo riscos maiores de desastres tal como na tragédia que devastou a zona de West.

Enquanto trabalhavam rumo à sua descoberta, os autores do estudo presente na revista Nature descreveram algumas das tentativas e dos erros da sua pesquisa à medida que faziam ajustes na temperatura, na química e nos solventes. Depois de todo o trabalho feito, o seu derivado meticulosamente feito e o seu bem sucedido procedimento era inferior à eficácia catalítica do enzima-chave da nitrogenase encontrado na natureza.

NitrogénioNa natureza, os organismos presentes no solo a viver em simbiose com certas plantas têm o enzima nitrogenase. Este relacionamento espantoso permite que as plantas recebam nitrogénio utilizável e permite ao micróbio que recebe energia das plantas. A nitrogenase catalisa habilmente a conversão deste nitrogénio atmosférico para uma forma utilizável – tudo feito à temperatura ambiente e sob pressões atmosféricas normais. (3) Este processo é tão subtil que mesmo após décadas de pesquisas os cientistas ainda não conseguiram desvendar os segredos desta manipulação molecular – muito menos copiar o processo.

O número total de horas que os cientistas investiram em busca duma compreensão básica da forma como a nitrogenase opera nas plantas ilustra claramente o talento do Criador que originalmente inventou este enzima fenomenal. É impressionante a forma como a intenção por trás do design natural pode permitir aos cientistas recriar sistemas que podem vir a salvar vidas no futuro.

Fonte: http://www.icr.org/article/7713/

* * * * * * *
As perguntas que os cientistas fazem aos evolucionistas são sempre as mesmas: se a cópia é efeito de design, como é possível defender que o original – muito mais complexo – é o efeito de forças não-inteligentes? Pode um sistema totalmente vazio de inteligência e de informação gerar sistemas que dependam de informação em código?

O evolucionismo, na sua vã e inglória tentativa de manter a visão Cristã fora da Biologia, continua a defender conceitos que para qualquer pessoa normal não fazem qualquer tipo de sentido (embora para o militante evolucionista faça todo o “sentido”).

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Biologia and tagged , , , , , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

13 Responses to Cientistas operando segundo o paradigma criacionista obtêm melhores resultados

  1. Daniel Almeida Prado says:

    Pergunta 1) se a cópia é efeito de design, como é possível defender que o original – muito mais complexo – é o efeito de forças não-inteligentes?
    Pergunta 2) Pode um sistema totalmente vazio de inteligência e de informação gerar sistemas que dependam de informação em código?
    De que tipo de falácias estamos tratando aqui? A da “pergunta carregada”?
    Aquele falácia em que você faz uma pergunta que tem uma afirmação embutida??

    [[ Não há nenhuma falácia. (Mats)]]

    Like

  2. jephsimple says:

    “(3) Este processo é tão subtil que mesmo após décadas de pesquisas os cientistas ainda não conseguiram desvendar os segredos desta manipulação molecular – muito menos copiar o processo.”

    Se não podemos copiar este processo [evento] então ele deve ter uns bilhões de anos… Deve ser a única explicação naturalista para objetos/eventos complexos, sofisticados, precisos, uteis.

    Como sempre o naturalismo tem que ter em sua mente que não existe um designer, portanto tais objetos/eventos não são D.I. O naturalismo deve se limitar a essa crença, e toda explicação naturalista tem que se enquadrar na negação do designer, consequentemente tem que negar D.I.

    Like

    • caiman says:

      O naturalismo, como escreve, consegue recriar processos que foram desenvolvidos ao longo de biliões de anos. Olhe para a penicilina. Inicialmente a penicilina era o produto de um ser vivo (desenhado por Deus, segundo o criacionismo), hoje em dia é totalmente sintética.

      E até conseguimos fazer melhor do que a Natureza (ou Deus, se assim o entender). Olhe para os diamantes. Os diamantes naturais foram formados ao longo de milhões de anos. Os diamantes artificiais são produzidos ao longo de dias. E estes diamantes artificiais são mais puros e mais perfeitos que os diamantes naturais. Essa é aliás uma das formas usadas para distinguir os diamantes naturais dos artificiais: os artificiais são demasiado perfeitos (embora isto esteja a mudar, uma vez que a tecnologia de fabrico começa a introduzir impurezas e imperfeições, para imitar ainda melhor os diamantes naturais, que se vendem por mais dinheiro).

      Like

      • Mats says:

        O naturalismo, como escreve, consegue recriar processos que foram desenvolvidos ao longo de biliões de anos. Olhe para a penicilina. Inicialmente a penicilina era o produto de um ser vivo (desenhado por Deus, segundo o criacionismo), hoje em dia é totalmente sintética.

        A criação da penicilina não depende da crença de que nada mais existe para além do mundo fisico.

        E até conseguimos fazer melhor do que a Natureza (ou Deus, se assim o entender). Olhe para os diamantes. Os diamantes naturais foram formados ao longo de milhões de anos.

        http://creation.com/diamonds-a-creationists-best-friend

        Diamantes são uma evidência contra a crença nos milhões de anos.

        Like

      • jephsimple says:

        Caiman,
        “E estes diamantes artificiais são mais puros e mais perfeitos que os diamantes naturais”

        Se houvesse alguma necessidade na existência de diamantes mais puros e mais “perfeitos” o designer o faria.

        Podes dizer coisas que fazemos melhor que a natureza que eu te digo coisas que a natureza faz MUITO melhor que qqr gênio de todos os séculos da humanidade.

        O homem apanha feio, e pouco do que o homem faz é necessário para a própria continuidade de existência, sua e da própria natureza.

        Duvido que tu podes nos provar que o mais avançado computador pode superar o cérebro humano.

        O que os naturalistas não entendem é que forças estupidas, cegas, irracionais, sem mente, intenção,sem direção, planejamento, projeto nunca vão criar DI.

        Oras, tenha certeza que podes dar trilhões e trilhões de anos para a matéria e energia, que tais, nunca vão criar por si mesmas um diamante com o formato perfeito da estátua da liberdade [por exemplo].

        Já para os naturalista não é bem assim, basta a magia, e sem designer … bilhões de anos produzem um design inteligente.Eles negam o óbvio e creem no impossível.

        Diz o néscio em seu coração: Não há Deus …

        Enquanto o néscio quiser ser néscio, por amor a esse mundo, negará o óbvio.

        Like

      • jephsimple says:

        Caimam

        O naturalismo não é sobre recriar nenhum processo, o naturalismo não recria nada, o naturalismo baseado em materialismo filosófico apenas diz como é que é.

        Quem recria , copia , até inventa é a inteligência.

        Passarás por extremo ignorante se afirmar que o homem é mais inteligente que a natureza.

        Em comparação ,apesar de inteligente, o homem apanha feio pra natureza.

        Até pq o Designer da natureza é maior que qqr humano, caso fosse contrário, a natureza não tivesse um Designer, então nossa “paradoxa inteligência” produziria praticamente qqr coisa superior a qqr coisa que encontrarmos na natureza. O paradoxo é que nós [nossos neurônios] mesmos somos produtos da “inferior” natureza.

        Like

      • caiman says:

        JephSimple,

        “e houvesse alguma necessidade na existência de diamantes mais puros e mais “perfeitos” o designer o faria.”

        Olhe que os diamantes são uma ferramenta de corte em muitas indústrias (são a substância mais dura conhecida). São extremamente úteis por isso. Sabe qual é o único material mais duro que um diamante? É um hyperdiamante (uma espécie de diamante com uma estrutura atómica ainda mais perfeita). Até hoje nunca se encontrou um único hyperdiamante na Natureza. No entanto, somos capazes de fazer este material muito útil em laboratório. Não venha dizer que não há nenhuma necessidade de obter diamantes.

        Like

  3. caiman says:

    Não percebo como é que pode afirmar que estes cientistas trabalharam (ou deixaram de trabalhar) sob o “paradigma criacionista”. Nem percebo muito bem o que quer dizer com “paradigma criacionista”.

    A única coisa aqui descrita é que estes cientistas descobriram um método para fazer X, mas já se conhece um processo mais eficiente para fazer o mesmíssimo X. Não estou a ver aqui nada de criacionista (ou de não-criacionista). Apenas a normal progressão do conhecimento humano.

    Para dar um exemplo mais concreto e fácil de entender, isto é muito parecido com o carro eléctrico. Durante décadas, muitos milhares de pessoas trabalharam para desenvolver o carro eléctrico. Ao fim de 100 anos de trabalho, o carro eléctrico continua a ser pior em quase todos os aspectos que o carro a gasolina. O que é que isto tem de “paradigma criacionista” (ou não-criacionista)?

    Like

    • dvillar51 says:

      caiman,

      “Não percebo como é que pode afirmar que estes cientistas trabalharam (ou deixaram de trabalhar) sob o “paradigma criacionista”. ”

      Creio que o “paradigma criacionista” está implícito no texto (é claro que os evolucionistas não colocam no papel, pois negar-lhes-ia a fé em “santo” Darwin).
      Mas o “paradigma evolucionista” tem se mostrado desastrado, principalmente quando invade a medicina:
      • Estou sem amígdalas (órgão vestigial ?), pois era MODA EVO extrair as amígdalas nos anos 70;
      • O apêndice (órgão vestigial ?) era a bola da vez, pois também já era um FATO EVO;
      • DNA lixo(?), fato EVO; etc.

      Então, caso essa FÉ/MODA EVO não seja expulsa da ciência, sempre estaremos sujeitos a novos “fatos confirmados”.

      Like

  4. dvillar51 says:

    A Origem das Espécies deveria ser catalogado como obra de ficção. E um bando de pseudocientistas enriquece reciclando constantemente essas sandices (no futuro serão ridicularizados, bem como seu “inocente” rebanho). Júlio Verne deve contorcer-se no túmulo.

    Like

  5. Saga says:

    Aqui um achado que tá saindo em todos jornais: http://www.criacionismo.com.br/2013/10/descoberta-pode-reescrever-historia.html

    Será que não tá dizendo o que criacionistas sempre disseram?

    Like

    • Sodré says:

      Será que não tá dizendo o que criacionistas sempre disseram?

      Não!… Estão presentes os “milhões de anos” e a evolução, mesmo que de uma só espécie (mera hipótese improvável)..

      [[ O artigo faz muitas alegações, portanto, os criacionistas podem estar de acordo com alguma e contras as outras.]]

      Like

      • jephsimple says:

        Sodré,

        O que será que o Sodré quer dizer com evolução?

        Comprei a Scientific American Brasil, mais ou menos um mês atrás.

        Li muitas coisas… algo que eu li foi sobre a função do sono; enfim todo o processo do sono e seu provável proposito.

        Então em um determinado trecho lá está ela… Sim! A evolução. Eu não vi evidências de evolução no sono, ou qualquer coisa do tipo.O que eu li algo parecido com isso:

        Todos os animais [não confundam com ser vivo] dormem.Alguns animais tem o sono diferente… As baleias por exemplo precisam subir a tona para respirar, então a evolução fez[sim estas palavras foram exatamente assim,a evolução FEZ]] o cérebro das baleias funcionarem diferente dos outros seres vivos [os pássaros tbm possuem um mecanismo como os das baleias]… uma parte entra em repouso enquanto outra permanece em vigília.

        Uma pessoa inocente nem se apercebe dessas palavrinhas >>> a evolução fez.

        Aí eu lhe pergunto Sodré, a que te referes quando citas evolução?

        Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s