Pesquisadores estudam movimento de cobra voadora para desenvolver mecanismo de energia eólica

Cobra_Voadora2Pesquisadores da Universidade George Washington, dos Estados Unidos, estão desenvolvendo um estudo para tornar a geração de energia eólica mais eficiente, a partir do movimento de cobras voadoras, que planam por até 30 metros.

O trabalho foi idealizado pela professora de engenharia mecânica e espacial Lorena Barba.

Sua equipe utiliza softwares para analisar a aerodinâmica das cobras e gerar gráficos, para que os movimentos sejam avaliados detalhadamente. “A esperança é de que ao entender esse mecanismo aerodinâmico, então talvez possamos encontrar outras aplicações em que ele seria útil”, afirma a Dra. Barba.

Não é impossível pensar que nossa compreensão sobre esse movimento em particular poderia nos levar, por exemplo, a criar um tipo diferente de fluxo de ar ideal para a captação de energia ou de uma nova turbina eólica, quem sabe”, completa.

Cobra_Voadora

Fonte

* * * * * * *

Toda a linguagem usada nesta notícia é linguagem de programação e engenharia (“software”, “mecanismo”, “captação de energia”, etc) mas os sábios evolucionários rapidamente nos informam que o uso de linguagem de engenharia e programação – em referência aos sistemas biológicos – é uma “ilusão” ou uma “convenção entre os cientistas”.

É bem mais lógico aceitar que a teoria da evolução é a tal “ilusão” e “convenção” entre os biólogos, do que aceitar as formas de vida devem a sua origem a processos aleatórios.

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Biologia and tagged , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s