10 questões que todo evolucionista tem que saber responder

Por Kirk Hastings

1) Porque é que a ciência diz que a vida evoluiu de matéria sem vida mas por outro lado declara que a geração espontânea é impossível?

2) Segundo o neo-Darwinismo, porque é que as coisas se vão tornando mais ordenadas e mais complexas com o passar do tempo, mas tudo o resto no universo eventualmente
descende rumo à desordem e ao caos?

3) Porque é que a ciência demonstra que todas as espécies animais têm limites rigorosos em torno do quanto que eles (ou o seu ADN) se pode alterar, mas os neo-Darwinisras insistem que, desde que haja tempo suficiente, os animais se podem modificar para qualquer coisa?

4) Se, segundo o neo-Darwinismo, nós mais não somos que uma combinação arbitrária de matéria, energia e processos aleatórios – sem qualquer inteligência, direcção ou propósito por trás – e os nossos cérebros mais não são que órgãos físicos que evoluíram de modo aleatório a partir de matéria sem vida, e os nossos pensamentos mais não são que processos eléctricos/químicos que se originaram por acaso, então como é que alguém pode confiar no que eles chamam de “pensamentos racionais” de modo a que estes correctamente lhes indiquem a veracidade do que quer que seja?

5) Porque é que uma coisa tão complexa como a consciência racional dos indivíduos mais elevados se deu ao trabalho de “evoluir”, quando animais inferiores, plantas, insectos, bactérias e outros micróbios sobrevivem e se reproduzem muito bem sem ela?

6) Segundo a evolução neo-Darwiniana, não existe nenhum Criador (isto é, não existe Autoridade Suprema no Universo). Então, essencialmente, não existe mais nada para além da sobrevivência, interesse próprio, e a opinião pessoal egoísta. Não podem existir coisas moralmente “certas” ou o “erradas”, e não podem existir coisas como a “justiça” ou a “equidade”. As coisas ou são ou não são. Segundo o neo-Darwinismo, todos os padrões morais devem ser, essencialmente, nada mais que lixo filosófico, e todos nós temos que ter o direito de fazer o que bem entendermos (violar, assassinar, mentir, roubar, intimidar, etc) para podermos sobreviver e nos reproduzir. Ou não?

Porque7) Se a evolução neo-Darwinina está certa, então porque é que a vida evoluiu? A matéria simples e a energia não precisam disso para continuar a existir e a funcionar, e as formas de vida biológica têm uma tempo de vida relativamente curto – vivendo, morrendo e deixando de existir. Segundo as regras da evolução, a vida é altamente ineficiente e totalmente desnecessária para a contínua existência do universo. De forma geral, a complexidade só serve para complicar a “sobrevivência”. Então porque é que a evolução busca e/ou favorece o tipo de existência menos eficaz que existe no universo?

8) Se a vida realmente evoluiu, então porque é que ela evoluiu para além das ervas daninhas, formigas e baratas, que se encontram melhor equipadas para a reprodução e para a sobrevivência?

9) Se todo o “objectivo” da evolução neo-Darwiniana é a complexidade acrescida, a reprodução, e a sobrevivência contínua, então porque é que todas as formas de vida lentamente morrem, gastam-se e desaparecem passado um período de tempo relativamente curto? Isto faz da evolução algo sem sentido visto que está a falhar de maneira séria naquele que é o seu “objectivo”.

10) Se a evolução neo-Darwiniana está correcta, e nós nada mais somos que um simples efeito de processos aleatórios sem qualquer objectivo ou propósito, então porque é que nos deveríamos preocupar com a sobrevivência – quer seja como indivíduos ou como raça? Porque é que nós simplesmente não cometemos suicídio em massa o mais rapidamente possível de modo a que toda a dor e o sofrimento deste mundo acabem o mais rapidamente possível – especialmente se levarmos em conta que nós iremos eventualmente morrer? Se nós iremos eventualmente morrer, porque não morrer agora?

Fonte http://bit.ly/Y7gVUn

* * * * * * *

“Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que Eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna.”

~ ~ João 4:14

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Biologia and tagged , , , , , . Bookmark the permalink.

53 Responses to 10 questões que todo evolucionista tem que saber responder

  1. Pergunta #2: «por que é que as formas de vida vão se tornando mais ordenadas e mais complexas com o passar do tempo, mas tudo o resto no universo eventualmente
    descende rumo à desordem e ao caos?»

    Pois é, Mats, definitivamente existe uma, digamos, “fonte” de *entropia negativa* dentro do próprio Universo, e os materialistas definitivamente não apenas não a percebem, como também “moldam” os modelos matemáticos da Física de acordo com essa cegueira. O ateísmo não depende do materialismo, porém o materialismo é inevitavelmente ateísta, e a maioria das pessoas tende a preferir as estradas mais fáceis (e que geralmente conduzem ao “destino errado”). Os materialistas não apenas não possuem uma boa definição do que eles entendem por “matéria”, eles também insitem em *não distingüir* entre o *imaterial* (que também é parte da Natureza, isto é, da Criação) e o sobrenatural (que é Deus). Os seres vivos são a evidência da ação da entropia negativa no Universo, porém até onde eu sei, não existe lugar para uma influência «neguentrópica» *sistemática* dentro de uma cosmovisão materialista, e é por isto que esta última propõe um Universo de N dimensões espaciais, com N-3 dessas dimensões sendo encurvadas e nanoscópicas. Falta aos materialistas o bom senso necessário para admitir que essas “dimensões invisíveis” *não contêm matéria*, e que as assim-chamadas “matéria escura” e “energia escura” se situam justamente dentro daquelas dimensões imateriais. Ou seja, eles percebem os pontos de intersecção dos espaços imateriais com o espaço material, porém como são tolos, concluem que esses pontos de intersecção são a totalidade do “restante do Universo”.

    Like

  2. Victor says:

    Vamos responder suas perguntas:

    1) A geração espontânea e abiogênese são conceitos completamente distintos. A origem da vida a partir de reações químicas de matéria sem vida não é geração espontânea. Você confundiu os conceitos deliberadamente na tentativa de iludir o leitor.

    2) Quem disse que o Universo descende rumo à desordem e ao caos foram os criacionistas. Nós evolucionistas nunca afirmamos isto e não somos obrigados a dar explicações a questões inventadas por vocês.

    3) Mais uma invenção criacionista. Com tanta pseudociência, fica difícil argumentar. Quem tem que explicar alguma coisa aqui são vocês.

    4) O ser humano não pensa racionalmente. “Pensamentos racionais” não existem. Nós pensamos por heurísticas. Novamente, seu conceito de mundo acabou de provar minha afirmação.

    5) Cada ser vivo evolui de acordo com a sua necessidade para se adaptar ao meio ambiente. Se a espécie conseguiu se adaptar sem um cérebro tão poderoso como o nosso, então ela evoluiu. Aliás, um cérebro como o nosso não é uma vantagem evolutiva tão grande assim e talvez nem apareça mais quando nossa espécie for extinta.

    6) A evolução não fala nada a respeito disso. Apenas diz como as espécies surgiram. Direcione essa pergunta aos ateus, e não aos evolucionistas.

    7) Em primeiro lugar, acho que você quis dizer a vida surgiu em vez de a vida evoluiu. Em segundo lugar a teoria neo-darwinista só explica a origem das espécies e não a origem da vida. E o fato da vida ser curta não afeta em nada a matéria e a energia. As reações químicas continuam a ocorrer normalmente e até são beneficiadas com ciclos orgânicos, como o ciclo do carbono, o ciclo do nitrogênio e a cadeia alimentar (que transmite energia).

    8) Em algum momento, tais formas de vida não conseguiram se adaptar ao meio ambiente e precisaram evoluir para conseguir essa adaptação.

    9) Se os seres vivos durassem muito, a reprodução seria prejudicada e a evolução também. Ter um tempo de vida curto poupa energia para se reproduzir mais e, assim, passar os genes adiante.

    10) Porque os nossos genes nos programaram para passá-los adiante. Se cometêssemos suicídio em massa, os nossos genes desapareceriam. O nosso objetivo aqui na Terra é espalhar nossos genes.

    Like

    • Victor, a tua resposta #10 é uma alegação extraordinária que requer demonstrações extraordinárias (só para jogar o joguinho do sub-pseudo-cientista e ateu militante Carl Sagan). As outras 9 respostas, eu as coloco na categoria geral de *desinformação elaborada*.

      Like

      • Victor says:

        Desinformação é o que vocês criacionistas fazem. Eu fiz uma pesquisa cuidadosa antes de responder estas questões, principalmente a 1. Como a Maria citou e ela mesmo fez, a 10 precisa de uma reformulação. O instinto de sobrevivência é uma vantagem evolutiva porque nos permite gerar descendentes antes de nós morrermos. Vocês criacionistas precisam entender que o criacionismo morreu e hoje é tão pseudo-ciência quanto a astrologia.

        Like

    • Relativamente à 2 (“Segundo o neo-Darwinismo, porque é que as coisas se vão tornando mais ordenadas e mais complexas com o passar do tempo, mas tudo o resto no universo eventualmente descende rumo à desordem e ao caos?”): Ainda que assim fosse, que o resto do universo descendesse rumo à desordem, isso não implicaria que não houvesse excepção em nenhum caso particular – não vejo razão para tal.

      Like

    • Não resisti…

      “8) Em algum momento, tais formas de vida não conseguiram se adaptar ao meio ambiente e precisaram evoluir para conseguir essa adaptação.”

      Falácia lógica gritante!
      Primeiro, não se adaptam, mas depois geram adaptação! Meu caro, as adaptações são uma gigantesca lacuna, um pedregulho no calçado dos crentes evolucionistas, pois justamente vão contra as mágicas transformistas darwinistas.
      Isso é apenas a descomunal fé de vcs. Pois ACREDITAM que amebas (que já é um ser altamente complexo) vindas de partículas ao léu em limo ou lama, viraram pelas mágicas transformistas, em camelos, elefantes e GENTE em milhões de anos. HAJA FÉ!

      Like

      • Victor says:

        Você demonstrou que não entendeu meu comentário e não entende nada de evolução. A adaptabilidade é a própria definição de evolução. Não há mágicas transformistas em evolução, e sim mudanças lentas e graduais que geraram todas as espécies a partir da primeira espécie, que não era uma ameba. Vejo que você utilizou a falácia do espantalho.
        Mas, explicando melhor. Veja o caso das bactérias resistentes a antibióticos. As bactérias não conseguiram se adaptar ao antibiótico e morreram. Porém, algumas delas evoluíram e se adaptaram ao antibiótico, conseguindo gerar descendentes também adaptados. É assim que a evolução funciona. Mas aqui pareço estar a falar com advogados do criacionismo e não com cientistas, advogados estes que farão de tudo para usar minhas palavras contra mim.

        Like

      • Lucas says:

        Você demonstrou que não entendeu meu comentário e não entende nada de evolução. A adaptabilidade é a própria definição de evolução.

        Não, não é.

        Não há mágicas transformistas em evolução

        Qual é a força natural capaz de transformar um réptil numa ave?

        e sim mudanças lentas e graduais que geraram todas as espécies a partir da primeira espécie, que não era uma ameba.

        Mudanças lentas e graduais acontecem, mas nunca foi observado uma “Mudança lenta e gradual” a gerar algo diferente dos progenitores. Mudanças lentas e graduais ocorrem em todos os gatos, mas nenhum deixa de ser um gato. Ou deixa?

        Mas, explicando melhor. Veja o caso das bactérias resistentes a antibióticos. As bactérias não conseguiram se adaptar ao antibiótico e morreram. Porém, algumas delas evoluíram e se adaptaram ao antibiótico, conseguindo gerar descendentes também adaptados.

        Não houve evolução alguma visto que, em alguns casos, a resistência já se encontrava na população (as bactérias que não a tinham, morreram e as que a tinha passaram a ser dominantes) ou então essa resistência resulta de perda de informação genética.

        Like

      • Samuel says:

        Tiktalik e Celacanto faz qualquer Evolucionista tremer e arrumar desculpas de acordo com sua “lupa”, fazendo assim nenhuma alteração na SANTA TEORIA DA EVOLUÇÃO que nunca pode mudar…

        mais de 75 milhões de anos e o Peixe Tetrápode continua praticamente idêntico, sofrendo apenas algumas mutações(justamente como Cientistas Criacionistas acreditam).

        E pensar que chegaram a cogitar que ele seria a prova da Evolução dos Tetrápodes…. lkkkkk aí quando acharam o bicho vivinho da silva e praticamente igual começaram as desculpas de bla bla bla… ambiente estável bla bla bla

        Like

      • Ana Silva says:

        Cícero:

        “Primeiro, não se adaptam, mas depois geram adaptação!”

        A frase do Victor pode ser algo infeliz, mas a sua argumentação, Cícero, “não pega”.

        “Falácia lógica gritante!”?!? O que quer dizer com isto?

        Os seres vivos, enquanto indivíduos, não se adaptam propriamente. A adaptação é feita a nível das populações e resulta de, dentro de cada população, alguns indivíduos estarem melhor “apetrechados” para meio em que vivem e portanto terem maiores probabilidades de sobreviverem e deixar descendência.

        “Pois ACREDITAM que amebas (que já é um ser altamente complexo) vindas de partículas ao léu em limo ou lama, viraram pelas mágicas transformistas, em camelos, elefantes e GENTE em milhões de anos. HAJA FÉ!”

        Haja mas é paciência! Que argumento é este? O Cícero está a recorrer a uma falácia de espantalho. Não existe ninguém, nem o “evolucionista” mais empedernido, que defenda que “amebas […] viraram pelas mágicas transformistas, em camelos, elefantes e GENTE”.

        Os biólogos, “evolucionistas” ou não, apresentam diferentes mecanismos, incluindo a adaptação, que em conjunto explicam a evolução da vida. Nenhum desses mecanismos pode ser simplistamente classificado como “mágicas transformistas”, concorde-se ou não com ele.

        Aconselho-lhe moderação, Cícero: o seu comentário pode facilmente ser confundido como uma “gritaria de insultos avulsos”, um recurso dos ignorantes quando esgotaram a sua capacidade de argumentação.

        Like

      • Ana,

        Não há qualquer evidência empírica duma acumulação de modificações graduais gerar uma forma de vida fundamentalmente distinta dos progenitores. Ou seja, os animais adaptam-se, modificam-se, cruzam-se, mas nunca deixam de ser do mesmo tipo básico original.
        Mas adoram falar que ADAPTAÇÃO pela seleção natural, seria evolução!… Como nos famosos casos da Drosophila e E.Coli , sendo perfeitamente possível qualquer ser se adaptar,… mas as moscas continuam e sempre serão moscas e as bactérias continuam e sempre serão bactérias… Tentilhões continuam tentilhões.
        A seleção natural pode ser capaz de explicar a sobrevivência de uma espécie, mas não consegue explicar o SURGIMENTO de uma NOVA espécie em NOVAS escalas taxonômicas verticais dos seres vivos.

        O ônus é de vcs, crentes darwinistas em apresentar algum exemplo observável hoje em dia ou recente ou em fósseis, com evidente transformação anatomica a caminho para formação de um NOVO ser com NOVAS funções com NOVAS estruturas com NOVO DNA ou seja – macroevolução vertical.
        Mas caso isto fosse um FATO, já alguém teria ganhado o prêmio Nobel.

        Like

      • Marcos says:

        Cícero;

        [Não há qualquer evidência empírica duma acumulação de modificações graduais gerar uma forma de vida fundamentalmente distinta dos progenitores. Ou seja, os animais adaptam-se, modificam-se, cruzam-se, mas nunca deixam de ser do mesmo tipo básico original.]

        Convido você a refutar todos os trabalhos científicos e evidências evolutivas das seguintes áreas: Paleontologia, genética, biologia molecular, biogeografia, etc. Espero que sua acusação esteja nos melhores jornais científicos: Nature, Science, PNAS, etc. Você está usando a falácia de negação. Falar uma coisa é fácil, difícil é provar isso. Evidências de que espécies podem mudar e criar novas é o que não faltam. Os fósseis (não adianta falar que não há transicionais, pois na evolução de muitas espécies, como baleais, cobras, pássaros e cavalos, por exemplo, há muitos transicionais) são a prova de que isso ocorreu, a genética também. Infelizmente para você, os cientistas não querem saber SE a evolução ocorreu, mas COMO ela ocorreu. É um fato que ela ocorreu no passado. Montanhas de evidências apontam para isso. Negar não é refutar. Isso é uma falácia.

        [Mas adoram falar que ADAPTAÇÃO pela seleção natural, seria evolução!… Como nos famosos casos da Drosophila e E.Coli , sendo perfeitamente possível qualquer ser se adaptar,… mas as moscas continuam e sempre serão moscas e as bactérias continuam e sempre serão bactérias… Tentilhões continuam tentilhões.]

        De novo, você está usando falácia, dessa vez, a falácia do espantalho. Ninguém afirma que as adaptações (variações no bico de aves, pequenas mudanças em Drosophila e E.Coli) são provas de mudanças de espécies, mesmo porque nada em ciência é ‘provado’. A drosophila é um exemplo de distribuição de espécies, que é outra evidência da evolução. As bactérias E.coli são usadas como exemplo de como funções complexas podem surgir através da seleção natural, pois nesse experimento, bactérias adquiriram a função de metabolizar citrato, o que é uma função complexa. Os tentilhões são usados como exemplo de como a seleção natural ocorre, e melhor ainda, todos eles vieram de um ancestral em comum da América do Sul, e foram mandados para lá por causa da movimentação dos continentes, provocando um isolamento geográfico, o que resultou em uma ilha isolada. Pare de usar falácias.

        [A seleção natural pode ser capaz de explicar a sobrevivência de uma espécie, mas não consegue explicar o SURGIMENTO de uma NOVA espécie em NOVAS escalas taxonômicas verticais dos seres vivos.]

        Sim, ela explica como a espécie surgiu: No passado, aquela espécie era uma outra espécie, que, provavelmente por causa de um isolamento geográfico, por exemplo, ela se separou do resto de sua população, fazendo com que a seleção natural atuasse em diferentes ambientes, com mutações diferentes, e depois de muito tempo, a espécie se tornou tão geneticamente diferente da sua original que não pôde mais cruzar com a espécie original. Simples! Entendeu ou quer que eu desenhe? O surgimento de novos grupos (como pássaros, mamíferos, répteis, anfíbios e peixes) é entendido a partir dos fósseis. Você consegue encontrar os fósseis sempre exatamente como é previsto pela teoria evolutiva, no correto tempo geológico, mas não inversamente.

        A Bíblia pode explicar como Deus criou o universo e a vida, mas ela não consegue explicar quem criou Deus, como esse Deus surgiu, ou mesmo, porque apenas o Deus da Bíblia, não um deus grego, romano, hindu, etc, poderia ter criado tudo.

        [O ônus é de vcs, crentes darwinistas em apresentar algum exemplo observável hoje em dia ou recente ou em fósseis, com evidente transformação anatomica a caminho para formação de um NOVO ser com NOVAS funções com NOVAS estruturas com NOVO DNA ou seja – macroevolução vertical.
        Mas caso isto fosse um FATO, já alguém teria ganhado o prêmio Nobel.]

        Se for assim, já está confirmado, pois os fósseis transicionais que temos (apesar de não termos todos) confirma que a evolução ocorreu no passado. Infelizmente, você adora usar falácias de apelo à ignorância e incredulidade pessoal. Se devemos ganhar um prêmio Nobel por confirmar a mudança de espécies no passado, então acho que ele está atrasado há mais de 150 anos, não? Pois isso já foi confirmado há muito tempo, para seu desespero, com inúmeras evidências e pesquisas. A evolução é a base central da Biologia moderna, a única e melhor explicação científica para a origem humana e da biodiversidade. Queira ou não, chore ou não, ela é um fato. Como já disse, cientistas querem saber COMO a evolução ocorreu, não SE ela ocorreu. Não somos ‘crentes’ darwinistas. Evolução não é acreditada, ninguém ‘crê’ nela. Nós ACEITAMOS, ENTENDEMOS. É bem diferente.

        O ônus é de vocês, criacionistas, para provar que dinossauros viveram com humanos, que plantas poderiam ter surgido antes do sol, que a Terra surgiu antes das estrelas, que cobras e jumentos falam, etc. Se isso fosse mesmo verdade, aí sim já teriam ganhado um prêmio Nobel. Vá em frente!

        Like

      • Lucas says:

        [Não há qualquer evidência empírica duma acumulação de modificações graduais gerar uma forma de vida fundamentalmente distinta dos progenitores. Ou seja, os animais adaptam-se, modificam-se, cruzam-se, mas nunca deixam de ser do mesmo tipo básico original.]

        Convido você a refutar todos os trabalhos científicos e evidências evolutivas das seguintes áreas: Paleontologia, genética, biologia molecular, biogeografia, etc.

        Ele não tem que refutar nada. Tu é que tens que provar o que dizes. Já sabes: inversão do ónus da prova não funciona connosco.

        Espero que sua acusação esteja nos melhores jornais científicos: Nature, Science, PNAS, etc.

        Para além dessas instituições rejeitarem qualquer trabalho que coloca em causa a teoria da evolução (como tu bem sabes), não é preciso publicar nesses fontes evolucionistas para se demonstrar como é impossível um animal X dar à luz algo que não seja X.

        Falar uma coisa é fácil, difícil é provar isso.

        Exacto. Prova que répteis evoluíram para passarinhos. Falar é fácil.

        Evidências de que espécies podem mudar e criar novas é o que não faltam.

        “Mudar” e “criar coisas novas” é muito vago. Que tipo de “mudança”? Que tipo de “coisas novas”?

        Os fósseis (não adianta falar que não há transicionais, pois na evolução de muitas espécies, como baleais, cobras, pássaros e cavalos, por exemplo, há muitos transicionais) são a prova de que isso ocorreu, a genética também.

        A genética é uma das últimas áreas científicas onde um evolucionista deve buscar evidências em favor da sua fé.

        Like

    • Marco Túlio says:

      amiguinho, onde estão os elos perdidos ou os fosseis de transição? onde estao os fosseis de transição também dos invertebrados?

      e onde está a evolução a nível interior mico e macromolecular?

      trabalhamos com PROVAS MATERIAIS, amigo, não com tautologias, empirismos ou outros argumentos que não provam o que é a ciência

      E se a natureza EVOLUI ou EVOLUIU, por que as leis da gravitação universal dos físicos renascentistas, as leis da termodinâmica, óptica e electromagnetismo permanecem intactas ate hj, já que elas são leis baseadas em fenômenos da NATUREZA? Prq elas continuam imutáveis ate hj, mesmo com esta SUPOSTA EVOLUÇÃO?

      Like

      • Victor says:

        Provas materiais? Vocês não têm nenhuma. Me mostre um artigo em uma revista científica Qualis A1 com as tais provas materiais. Quanto aos tais fósseis de transição, esses existem aos montes. Acontece que vocês os classificam como 100% isso ou 100% aquilo, mesmo sendo óbvio para toda a comunidade científica que são fósseis de transição. Vocês estão cegos pela vossa fé.

        Like

      • Marcos says:

        Samuel, se uma espécie não evoluiu durante, significa que ela está bem adaptada ao seu ambiente. A evolução, assim como a reprodução, NÃO é um processo obrigatório. A evolução precisa de algo para ocorrer, como um isolamento geográfico ou mudanças no ambiente. Se uma espécie está imutável durante milhões de anos, isso significa que ela está bem adaptada ao seu ambiente e a seleção natural está preservando essas características, pois elas estão ajudando tal espécie a viver em tal ambiente. Os seres vivos PODEM evoluir, mas isso não é obrigatório. A maioria das espécies mudam, mas sempre haverão alguns que ficarão muito tempo sem mudanças.

        O nascimento e a morte são características obrigatórias da vida, mas a evolução e a reprodução não são.

        Like

      • Lucas says:

        Marcos,

        Samuel, se uma espécie não evoluiu durante, significa que ela está bem adaptada ao seu ambiente.

        E como é que sabemos que “ela está bem adaptada ao seu ambiente”? Ora, porque ela não evoluiu. (Consegues ver o argumento circular?)

        Like

      • Marcos says:

        “amiguinho, onde estão os elos perdidos ou os fosseis de transição? onde estao os fosseis de transição também dos invertebrados?”

        Quem buscam os elos perdidos são apenas os criacionistas, pois esse termo NÃO EXISTE na Biologia. http://www.evo.bio.br/LAYOUT/ELO.HTML Não há fosseis de transição? Você viu isso aonde? Em sites criacionistas cheios de pseudociência e invenção de fatos, ao invés de científicos, né?

        Há vários transicionais na evolução dos cetáceos, na evolução do cavalo, de pássaros, humanos, tartarugas, cobras, etc. Vá pesquisar! É isso que dá ficar acreditando em tudo que vê em sites pseudocientíficos de criacionistas.

        Os seguintes fósseis do Cambriano são transicionais entre vertebrados e invertebrados:

        Pikaia, um cordado invertebrado primordial. Inicialmente foi interpretado como um verme segmentado, até que novas análises mostraram que ele possuía notocorda.

        Yunnanozoon, outro cordado primordial.

        Haikouella, um cordado similar ao Yunnanozoon, mas com características adicionais, como um coração e um cérebro relativamente maiores (Chen et al. 1999).

        Conodontes possuíam dentes ósseos, mas o resto do seu corpo era mole. Eles também possuíam notocorda (Briggs et al. 1983; Sansom et al. 1992).

        Cathaymyrus diadexus, o mais antigo cordado conhecido, 535 milhões de anos (Shu et al. 1996).

        Myllokunmingia e Haikouichthys, dois vertebrados primitivos que ainda não tinham uma cabeça, estrutura óssea e dentes plenamente definidos. Eles diferem de invertebrados mais antigos por terem um arranjo dos músculos segmentados em zigue-zague (Monastersky 1999).

        Quer mais?

        Like

      • jephsimple says:

        É uma resposta ao Marcos apenas e não a ti, Marco Tulio , rsrsrsrsrs….

        “Se uma espécie está imutável durante milhões de anos, isso significa que ela está bem adaptada ao seu ambiente e a seleção natural está preservando essas características, pois elas estão ajudando tal espécie a viver em tal ambiente.”

        Mas a evolução é um processo cego, sem direção, sem propósito.

        A Seleção natural não preserva nada, a seleção natural não sabe qual é a característica “boazinha” ou ruinzinha” para qualquer organismo que seja, num processo cego as características “boazinhas” não vão permanecer só por que elas são “boazinhas”.
        Mas parece que os admiradores de Darwin não se apercebem que quando eles dizem que a SN preserva isso, ajudam aquilo estão estão usando conceitos aristotélicos e serendipidade .

        Vira e mexe eles não são capazes de sustentar a evolução acidental, a evolução cega [que eles chamam de “evolução natural”] . Pois eles se esquecem que num processo cego, sem direção, sem propósito; não há previsão alguma.

        Ou então é muita serendipidade! E haja serendipidade!!!

        Like

    • jephsimple says:

      Essa é hilaria… Genes programadores… Hahahahaha….

      Os genes mágicos do fantastico mundo de Darwinworld

      Eles usam e abusam da linguagem do ID.

      Cômico …😀

      Like

      • Victor says:

        Se você fosse da área de Inteligência Artificial como eu saberia que a evolução é uma forma de inteligência.

        Like

      • jephsimple says:

        O Vitor acha que se todos os humanos se matarem. então os mesmos não passarão seus genes….

        Oras mas quem foi que disse ao Vitor que humanos sempre foram e sempre serão humanos?????????

        Oras, o Vitor pode nos garantir que chimpanzes, ou porcos, ou bananas não evoluirao para humanos novamente??? Tu dúvidas disso oh filho?

        Like

      • Marco Túlio says:

        Alguém pode me responder onde estão os fósseis de transição? rsrs

        Like

    • jephsimple says:

      Eu resumo em biomimetica.

      Assista tbm ao ” Planeta Mutante” … Deve ter alguma coisa no youtube.

      Vai ver as incríveis CRIAÇÕES da evolução!!! ;D

      Like

      • Victor says:

        Você saiu do campo do debate e passou ao campo da pura idiotice. Acho que o Mats só autorizou teu comentário porque você é criacionista. Não vou mais perder mais meu tempo com você. Pretendo ignorá-lo.

        Like

    • jephsimple says:

      “Você saiu do campo do debate e passou ao campo da pura idiotice. ”

      Aonde eu saí do campo do debate ????????????? o.O

      Uma falsa acusação sua, enfim estás, mentindo a meu respeito, isso deve ser a falta de argumento.

      Olha tua pergunta:
      “Se você fosse da área de Inteligência Artificial como eu saberia que a evolução é uma forma de inteligência.”

      Eu respondi biomimética… o.O

      Ok, vc não deve saber o que é biomimética:

      A biomimética é uma área da ciência que tem por objetivo o estudo das estruturas biológicas e das suas funções, procurando aprender com a Natureza, suas estratégias e soluções, e utilizar esse conhecimento em diferentes domínios da ciência…..

      Trata-se de uma área multidisciplinar que pode envolver diversos ramos da ciência, tais como a Biologia, a Química, a Física, a Informática, o Design, a Matemática e a Eletrônica. Na Natureza existem milhões de espécies das quais menos de dois milhões estão catalogadas até agora. Isto representa uma gigantesca base de dados de soluções inspiradas em sistemas biológicos para a resolução de problemas de engenharia e de outros campos da tecnologia.

      Exemplos:
      Superfícies de baixo atrito
      Inspirada na forma como a pele dos peixes reage ao contato com a água, essa tecnologia, aplicada ao seu traje de natação, ajudou o nadador Michael Phelps em suas conquistas nas piscinas. A mesma tecnologia tem sido aplicada também em cascos de navios, submarinos e mesmo aviões.

      Telas “asa-de-borboleta”
      São superfícies de visualização de baixíssimo consumo de energia, baseadas na forma como as asas de borboletas refletem a luz.

      Turbina “WhalePower”
      Inspirada na forma das barbatanas da baleia jubarte, as lâminas nervuradas desse tipo de turbina eólica produzem 32% menos atrito e 8% de deslocamento de ar que as lâminas lisas convencionais.
      [Resumo wiki]

      O que é a biomimética para os evos naturalistas?:

      “Living organisms have evolved well-adapted structures and materials over geological time through natural selection . Biomimetics has given rise to new technologies inspired by biological solutions at macro and nanoscales. Humans have looked at nature for answers to problems throughout our existence. Nature has solved engineering problems such as self-healing abilities, environmental exposure tolerance and resistance, hydrophobicity , self-assembly, and harnessing solar energy”

      ……. Biomimetics could in principle be applied in many fields. Because of the complexity of biological systems, the number of features that might be imitated is large. Some examples of biomimetic applications at various stages of development from prototypes to technologies that might become commercially usable include:

      º Aircraft wing design and flight techniques inspired by birds and bats.
      º Climbing robots, boots and tape mimicking geckos feet and their ability for adhesive reversal.
      º Nanotechnology surfaces that recreate properties of shark skin
      º Treads on tires inspired by the toe pads of tree frogs
      º Self-sharpening teeth found on many animals, copied to make better cutting tools

      [Resumo wiki em inglês]

      Like

    • jephsimple says:

      “Acho que o Mats só autorizou teu comentário porque você é criacionista.”

      Engraçado … Por que ele autorizou o seu????

      Você faz acusações e afirmações como :

      º Você confundiu os conceitos deliberadamente na tentativa de iludir o leitor.

      º….e não somos obrigados a dar explicações a questões inventadas por vocês.

      º Com tanta pseudociência ….

      º “Pensamentos racionais” não existem. (Sic) …

      º Se a espécie conseguiu se adaptar sem um cérebro tão poderoso como o nosso, então ela evoluiu. (Sic)

      º um cérebro como o nosso não é uma vantagem evolutiva tão grande assim… (Sic)

      º 6) A evolução não fala nada a respeito disso. Apenas diz como as espécies surgiram.

      º Porque os nossos genes nos programaram para passá-los adiante.

      Oras, por que o Mats deixou que tais afirmações tão nonsenses fossem postadas? Se tu não é um criacionista ???

      Eu suspeito que se eu for debater com vc não vou aprender nada…

      Like

    • harmo1979 says:

      “9) Se os seres vivos durassem muito, a reprodução seria prejudicada e a evolução também. Ter um tempo de vida curto poupa energia para se reproduzir mais e, assim, passar os genes adiante.”

      Então nos mitológicos bilhões e milhões de anos, os seres vivos viviam pouco? Mas se viveram pouco, era para deixarem muitos ou poucos fósseis? Se não existem fosseis transicionais verdadeiros e comprovados, pode haver um tempo enorme entre um FORMA DE TRANSIÇÃO e outra, sem que nenhum organismo patogênico ou desastre natural tirasse a vida do ser vivo? Mas quem disse que a evolução ocorreu, se ninguém até agora a viu e nem a provou? Em milhões de anos e poucos fósseis, muito poucos por quê? Então os seres viveram muito, não? Qual a percentagem de machos e fêmeas que evoluíram nos mitológicos milhões de anos? Se realmente não existirem os fosseis (obvio que não existem, se existissem, teríamos milhares ou milhões), então os seres dos mitológicos milhões de anos viveram muitos anos, e mesmo assim evoluíram?

      “O ser humano não pensa racionalmente. “Pensamentos racionais” não existem. Nós pensamos por heurísticas. Novamente, seu conceito de mundo acabou de provar minha afirmação.”

      KKKKKKKKKKKKKKKKKK QUE FALÁCIA BRABA, E ACHA QUE ENGANA TROUXA DESSE JEITO, KKKKKKKKK. Então quer dizer que a lógica e a razão que os evos usam não são oriundos de pensamentos racionais? Então a lógica e a razão no pensamento humano não existem? Então você pensa ao acaso e probabilisticamente os seus pensamentos vem de uma forma aleatória? hahahahaha Você faz uma prova ao acaso? Joga bola ao acaso? Trabalha e ganha dinheiro de forma continua ao acaso? Choques probabilísticos aleatórios em seu cérebro produzem essa continuidade em sua vida? hahahahahahahah Então o ser humano não é racional é pensamento racional não existe, tá certo. Deve ser por isso que as universidades, escolas e hospitais foram construídos……………. Então vc pensa e faz tudo AO ACASO PROBABILÍSTICO?

      haahhahaahha mas vai ser topeira assim lá longe viu……”Novamente, seu conceito de mundo acabou de provar minha afirmação.”” PROVOU O QUE? Tu só fica no achismo pessoal e acha que sai ganhando alguma coisa, mas comenta no blog PROPOSITALMENTE, nao ao acaso, pois o seu pensamento o induz a escrever as coisas aqui por uma razão, nao devido aos choques probabilisticos que ocorrem na sua cabecinha dos ELOS PERDIDOS, HAHAHAHAH

      Pro cara ser ateu darwinista, ele precisa de : muita fé, muita irracionalidade e muitos pensamentos ao acaso probabilistico hahahahaha

      HÁ-BRAÇOS DOS ELOS perdidos de mitológicos milhões e bilhões de anos

      Like

  3. Ana Silva says:

    (8) “Se a vida realmente evoluiu, então porque é que ela evoluiu para além das ervas daninhas, formigas e baratas, que se encontram melhor equipadas para a reprodução e para a sobrevivência?”

    Porque existem outros nichos ecológicos a preencher para lá dos preenchidos pelas “ervas daninhas, formigas e baratas”.

    Porque formigas não se alimentam (só de) baratas, baratas não se alimentam de formigas e, com uma excepção, formigas e baratas não se alimentam de ervas daninhas. A excepção é uma espécie de formigas que depende de um fungo para poder comer folhas de árvore.

    Like

    • jephsimple says:

      Ana … Como assim os indivíduos não se adaptam?…Exceto INDIVÍDUOS de uma população?

      Quanto aos mecanismos, o que fogem a realidade são os acidentes mágicos que transformam macacos irracionais em humanos com suas logicas, lobinhos transformando-se em cetaceos… (Eu em breve vou fazer uma lista dos animais que magicamente surgiram por acidente; é bem verdade que quando falo em magia e acidentes, estou sendo redundante).

      Mas você mesmo concordaria que uma inteligência poderia assumir o papel do acaso e fazer todos esses truques que a evolução cega faz com tamanha destreza… Proporcionando aos homens racionais engenharia pura.

      Like

      • Marcos says:

        Jephsimple,

        [Quanto aos mecanismos, o que fogem a realidade são os acidentes mágicos que transformam macacos irracionais em humanos com suas logicas, lobinhos transformando-se em cetaceos… (Eu em breve vou fazer uma lista dos animais que magicamente surgiram por acidente; é bem verdade que quando falo em magia e acidentes, estou sendo redundante).]

        Você está usando duas falácias: espantalho e incredulidade pessoal. Ninguém afirma que macacos viraram humanos, mas sim que eles tiveram um ancestral em comum. Ninguém afirma que ‘lobos’ viraram baleias ou golfinhos, mas que uma espécie parecida com lobos, que passava a maior parte da vida na água, evoluiu para eles. Não é porque você não acredita em algo, não consegue entender ou acha inacreditável, que isso não pode ter acontecido. A nossa lógica, inteligência e diferencial dos outros animais deve-se a uma parte do cérebro, chamada cortéx frontal.

        [Mas você mesmo concordaria que uma inteligência poderia assumir o papel do acaso e fazer todos esses truques que a evolução cega faz com tamanha destreza… Proporcionando aos homens racionais engenharia pura.]

        A teoria da evolução não nega e nem prova nenhuma entidade sobrenatural. Seres sobrenaturais não são parte da natureza e não obedecem leis naturais, portanto, eles não podem ser adicionados a ideias científicas. Seres sobrenaturais não são adicionados à teoria evolutiva porque não há como testá-los. Tudo na teoria evolutiva, assim como em qualquer outra teoria científica, deve fazer parte do mundo natural e ter evidências naturais, não sobrenaturais. Por isso, eles não fazem parte da teoria. Mas a teoria não nega a existência deles. A teoria evolutiva tenta explicar a origem do ser humano e da biodiversidade. Origem do universo ou vida, ou a existência de seres sobrenaturais não fazem parte da teoria da evolução.

        Like

      • Marcos says:

        Quando você não usar falácias de espantalho, incredulidade pessoal e apelo ao ridículo, comente novamente.

        Like

  4. Sodré says:

    Parece que o Papa saberá as respostas corretas…

    O Papa Francisco afirmou, em discurso na Pontifícia Academia de Ciências na segunda-feira, que a Teoria da Evolução e o Big Bang são reais. Francisco criticou quem interpreta a Bíblia achando que Deus agiu como “um mago, com uma varinha mágica capaz de criar todas as coisas”. As informações são do jornal O Globo.
    – A evolução da natureza não é incompatível com a noção de criação, pois exige a criação de seres que evoluem – explicou o pontífice na inauguração de um busto de bronze em homenagem ao Papa Emérito Bento XVI.
    O papa ainda acrescentou que a criação do mundo “não é obra do caos, mas deriva de um princípio supremo que cria por amor” e criticou as pessoas que leem o livro do Gênesis, sobre como foi a origem do mundo, e pensam que Deus tenha agido como um mago.

    Like

    • Lucas says:

      Parece que o Papa saberá as respostas corretas

      Incrível que o papa só sabe “as respostas correctas” quando essas “respostas” estão de acordo com o que os evolucionistas acreditam.

      Like

      • Marcos says:

        Ah, e também, temos vários exemplos de X dando a luz para algo que não seja X.
        Esqueceu das mulas? São resultantes de cruzamentos entre jumentos e éguas. Esqueceu dos ‘ligres’? São resultantes de cruzamentos entre leões e tigresas.
        E cruzamentos entre zebras e cavalos?

        E existem muitos outros exemplos desses. Isso constitui evidências poderosas para a evolução das espécies, já que tigres e leões, jumentos e cavalos e zebras são parentes evolutivos muito próximos, tanto anatomicamente quando geneticamente.

        Like

      • Lucas says:

        Ah, e também, temos vários exemplos de X dando a luz para algo que não seja X. Esqueceu das mulas? São resultantes de cruzamentos entre jumentos e éguas. Esqueceu dos ‘ligres’? São resultantes de cruzamentos entre leões e tigresas. E cruzamentos entre zebras e cavalos?

        Cruzamento de informação que já se encontrava nos progenitores – nada de “novo” foi criado (e em muitos casos os descendentes não se podem reproduzir e/ou têm MENOS informação que os pais.

        Tens a certeza que queres usar um exemplo de perda de informação ou infertilidade como “algo de nodo” evolutivamente relevante?

        E existem muitos outros exemplos desses. Isso constitui evidências poderosas para a evolução das espécies, já que tigres e leões, jumentos e cavalos e zebras são parentes evolutivos muito próximos, tanto anatomicamente quando geneticamente.

        Não serve de evidência em favor da tese que as formas de vida são p efeito de forças aleatórias, e nem serve de evidência para a mentira que temos um parente comum com as bactérias. O que esses exemplos demonstram é que existe uma semelhança suficiente entre essas formas de vida que lhes permitem cruzar umas com as outras. O facto de ser possível cruzar tigres com leões não serve de evidência que o leão e o tigre têm um parente EVOLUTIVO comum.

        Like

    • Victor says:

      A Igreja Católica e o Papa são evolucionistas teístas. Ou seja, são cristãos que reconhecem que Deus deu origem às espécies através de evolução, provando que Cristo e Darwin são conciliáveis e que evolucionismo não ê coisa de ateu. Portanto, se até a ICAR se rendeu às evidências do evolucionismo, porque vocês não fazem o mesmo?

      Like

      • jephsimple says:

        “Ou seja, são cristãos que reconhecem que Deus deu origem às espécies através de evolução”

        A que cristãos tu te referes????

        Melhor tu dizer, alguns cristãos creem que Deus criou uma forma de vida simples e depois deixou para o acaso fazer a parte que mais difícil, diversificação explosiva de organismos.

        Agora se algum cristão evolucionista acha que Deus guiou a evolução, para no fim se chegar a uma grande diversidade biológica, então esse cristão não pode dizer que o darwinismo é verdadeiro, pois para Darwin não existe Deus algum, e a evolução é uma sucessão de eventos cegos, sem planejamento algum, objetivo algum [embora eles creem que o objetivo da vida é sobreviver e passar seus genes, isso por si só são OBJETIVOS BEM ESPECÍFICOS], não há propósito algum no mundo biológico, apenas acidentes atras de acidentes, sorte e azar…

        Quero ver um cristão demonstrar que tipo de evolução Deus teria usado ou deixado o primeiro organismo vivo a merce… E quero ver um que nos mostre na bíblia quando esse organismo foi criado.

        Só aqui vemos Deus criando seres vivos específicos, funcionais, designs puro:

        E disse Deus: Produza a terra erva verde, erva que dê semente, árvore frutífera que dê fruto segundo a sua espécie, cuja semente está nela sobre a terra; e assim foi.
        E a terra produziu erva, erva dando semente conforme a sua espécie, e a árvore frutífera, cuja semente está nela conforme a sua espécie; e viu Deus que era bom.

        Gênesis 1:11-12

        Depois aqui ele cria outro grupo específico de seres vivos, funcionais, puro design:

        E disse Deus: Produzam as águas abundantemente répteis de alma vivente; e voem as aves sobre a face da expansão dos céus.
        E Deus criou as grandes baleias, e todo o réptil de alma vivente que as águas abundantemente produziram conforme as suas espécies; e toda a ave de asas conforme a sua espécie; e viu Deus que era bom.
        E Deus os abençoou, dizendo: Frutificai e multiplicai-vos, e enchei as águas nos mares; e as aves se multipliquem na terra.
        E foi a tarde e a manhã, o dia quinto.
        ¶ E disse Deus: Produza a terra alma vivente conforme a sua espécie; gado, e répteis e feras da terra conforme a sua espécie; e assim foi.
        E fez Deus as feras da terra conforme a sua espécie, e o gado conforme a sua espécie, e todo o réptil da terra conforme a sua espécie; e viu Deus que era bom.

        Gênesis 1:20-25

        Depois Deus criou seu ultimo e muito específico design:

        E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra.
        E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.
        E Deus os abençoou, e Deus lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai sobre os peixes do mar e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra.

        Gênesis 1:26-28

        Ele ainda delegou função bem específica para ervas, frutos:

        E disse Deus: Eis que vos tenho dado toda a erva que dê semente, que está sobre a face de toda a terra; e toda a árvore, em que há fruto que dê semente, ser-vos-á para mantimento.
        E a todo o animal da terra, e a toda a ave dos céus, e a todo o réptil da terra, em que há alma vivente, toda a erva verde será para mantimento; e assim foi.
        E viu Deus tudo quanto tinha feito, e eis que era muito bom; e foi a tarde e a manhã, o dia sexto.

        Gênesis 1:29-31

        Agora me diga:

        Que evolução os cristãos evolucionistas se referem???? Aonde está mencionado na Bíblia a criação de um único organismo simples??? Onde ??? Onde está escrito: E criou Deus uma forma simples de ser vivo e disse: Modificai-vos,depois modificai-vos mais e modificais-vos mais e mais, multipliquem-se e enchei a terra???…Se assim o fosse seria uma [suposta, imaginária, não Bíblica] evolução dirigida, inteligente, com propósito específico.

        Como eu disse a hipótese “de” Darwin, é uma hipótese exatamente para excluir a crença de que as espécies foram criadas separadas e criadas por Deus. [ “Darwin repetiu muitas vezes: seu objetivo era demolir a teoria das “criações especiais”, segundo a qual as diversas espécies haviam sido criadas separadamente. Nos nossos dias, por motivos evidentes, os criacionistas têm uma péssima reputação. Mas, na época de Darwin, sua teoria não era uma divagação reservada a marginais ignorantes; nume­rosos cientistas (e mesmo naturalistas eminentes como Richard Owen e Louis Agassiz) a encaravam com toda a seriedade. O fato não é tão absurdo como se pode pensar. Pois a crença nas criações separadas não excluía a ideia de uma sucessão de formas vivas segundo séries progressivas.” […] “Assim, a tarefa de Darwin consistia essencialmente em descobrir que mecanismos permitiriam a uma espécie engendrar outra. Somente sob essa condição seria possível acabar com as ilusões dos criacionistas”.

        Fonte:
        Pierre Thuillier: “De Arquimedes a Einstein – a face oculta da invenção científica”. Jorge Zahar Editor. Rio de Janeiro, 1994.]

        Like

      • harmo1979 says:

        Quem precisa provar e comprovar a TE são vcs, não nós. Provas materiais são: milhares ou milhões de fosseis, um misero fóssil de transição que demonstre a evolução inter-molecular entre especies diferentes, observar a macro ou microevolução a olho nu ENTRE ESPECIES DIFERENTES, etc

        Outra: nenhum artigo criacionista precisa de publicação nestes sites não, pois qualquer forma de invalidar a TE eles tiram na hora. hahahaha.

        Bom, já provaram as mutações benéficas que dão origem a novos seres vivos?

        Like

  5. Marco Túlio says:

    Como a evolução explica o tamanho reduzido do cérebro de Albert Einstein, considerado ele um dos maiores gênios da história, sendo que o seu cérebro se assemelha ao dos primatas, pelo tamanho? Ora, caixa craniana pequena implica em um cérebro pequeno que de, acordo com a evolução, implicaria em um primata antigo com QI bem baixo. Acontece que com o Einstein foi ao contrário. Como explicar isto?

    Like

  6. A “evolução busca e/ou favorece”????
    Eu não sabia que a evolução era uma ser ou um D’us… Evolução não busca nada e pode não dar em nada ou pode resultar no fim da espécies. A Evolução não deve ter propósito algum. E nenhuma suposta ordem no universo será alterada por que nem mesmo existe uma ordem no universo. E nada notará a falta das espécies vivas no universo. Será como se nunca tivessem existido.

    Like

  7. Os únicos DOIS fatos que eu conheço é a NÃO COMPROVAÇÃO das teorias da evolução e da criação e a certeza da morte.
    De resto, tudo são fisolofações (SIC) que tentam, com muita fé, convencer uns aos outros que a sua teoria é a certa.
    A constatação de alguns destes fatos me conduz a outras certezas como a inexistência de uma lei moral. Desta forma, o ser humano pode fazer tudo o que bem entender (e faz). O único inconveniente para esse “fazer tudo que bem entender” é que as sociedades em geral estabelecem que certas condutas são crimes (tipos penais) e devem ser punidos. E esses crimes variam muito de sociedade para sociedade. É um verdadeiro “samba do crioulo doido”. Em alguns países, adultos quererem ter relações sexuais com crianças é crime de pedofilia e noutros é permitido o casamento de marmanjos barbados com crianças de 8 anos, mesmo que elas venham a morrer por causas dos coitos praticados.
    E como eu vivo sem “acreditar” na teoria da evolução ou na da criação?
    E quem disse que algum ser vivo necessita de que estas teorias sejam comprovadas para poder viver?
    É muita fé nestas teorias, apesar de que se um indivíduo considera que a teoria da evolução, nada muda na sua vida, ao contrário daquele que crê na teoria da criação, que deve seguir a receitas de bolo das escrituras.
    A finalidade deste blog é provar que D’us existe e, assim, que todos devem seguir o que está escrito nas escrituras (SIC), principalmente na parte que toca ficar adorando e agradecendo a D’us todo dia e toda hora. E pra que isso? Qual a finalidade disto? Salvar almas? Alma que ninguém nunca provou que existe?
    Ninguém precisa de teorias, seja da evolução ou da criação para levar sua vida, pois o padrão moral que cada pessoa segue é o seu próprio, particular, que o faz fazer coisas que agradam a uns e sofrem reprimendas de outros. Vai ser sempre assim. Existem ateus e crentes que possuem o mesmo padrão moral.
    Não sei se vocês perceberam, mas quem acredita em algo, vai continuar acreditando e quem não acredita, vai continuar não acreditando. Ou vocês, do blog, pensam que, além de propagandear a vossa suposta superioridade sobre os ateus, conseguirão arrebanhar algumas ovelhas?

    Like

    • Caro Antonio, sua afirmação da inexistência de uma lei moral é incorreta. Creio que não ficarás nada satisfeito se te roubarem, enganarem, ferirem, discriminarem, prejudicarem.

      Sua alegação que a moral constituída na sociedade, “em geral estabelecem que certas condutas são crimes (tipos penais) e devem ser punidos”, se refere apenas as normas civis e leis estabelecidas em nosso mundo moderno. Mas na verdade, já existe um padrão imutável de justiça/moral/ética escrito em nosso coração desde os primórdios.
      “Todo mundo conhece certos princípios. Não existe uma terra onde o assassínio seja uma virtude e a gratidão seja um defeito” – Lewis.

      Ou tens fé para ACREDITAR que elementos químicos ao léu, em combinações aleatórias do acaso, seja responsável pela consciência, justiça, moral, ética, cognição, pensamentos em nosso complexo e sofisticado cérebro?

      Elementos químicos não podem avaliar se uma teoria é falsa ou não. Os elementos químicos não raciocinam, apenas reagem. Como você consegue saber o que é errado a não ser que saiba o que é certo.
      Esse conhecimento íntimo em nós desse “padrão/lei moral” nos permite julgar que os nazistas e o Holocausto eram maus por ex.
      Então isso nos remete a um Agente Moral Inteligente Causador Pessoal.

      Like

  8. Anderson says:

    O que o papa falou simplesmente descaracteriza todo o cristianismo. Algo totalmente vergonhoso para o auto-proclamado líder da cristandade. Cito o que o jornalista Michelson Borges disse e com que concordo:

    http://www.criacionismo.com.br/
    “Nota: O papa, que já condenou o “fundamentalismo” daqueles que leem os primeiros capítulos da Bíblia de forma literal (confira aqui), volta e meia vem “alfinetando” os que creem na criação segundo a Bíblia. Esta é a primeira vez que, assim como fizeram Bento XVI e João Paulo II, Francisco defende abertamente a teoria da evolução. Com todo o respeito, ou ele não leu direito a Bíblia, ou não entende o evolucionismo. Dizer que ambos não se contradizem é promover um grande erro. Se a teoria da evolução estivesse correta, a morte seria elemento constitutivo da criação de Deus, uma vez que, até o surgimento do primeiro ser humano, outros milhões de organismos teriam morrido. Além disso, se a história dos primeiros capítulos do Gênesis não são literais, que sentido teria a morte de Cristo por um pecado que não ocorreu? Por que cargas d’água Jesus teria Se referido a Adão e Eva como personagens históricos (assim como fez também com Noé), comparando, inclusive, Sua vinda com os dias anteriores ao dilúvio? Que árvore da vida seria aquela prometida pelo Apocalipse aos salvos, se a correspondente árvore da vida do Gênesis fosse apenas um mito? Se o papa realmente crê no Deus todo-poderoso, por que não crer que Ele poderia ter criado a vida na Terra em seis dias? Faria diferença se Ele houvesse criado em seis horas ou seis segundos? Por que Ele dependeria do processo evolutivo? Por que depender de um processo que envolve sobrevivência dos mais fortes/aptos e morte de incontáveis indivíduos desfavorecidos pela seleção natural? Que Deus seria esse? Segundo a Bíblia, a morte é um inimigo que será finalmente destruído por Jesus, não um elemento constitutivo natural da criação. Quanto ao big bang, essa teoria não é unanimidade absoluta e foi inicialmente proposta por um padre. Há quem discorde dela em bases científicas. E se houver no futuro uma reviravolta cosmológica, como ficará a igreja? Será que a igreja católica não aprendeu nada com o erro de defender o aristotelismo geocentrista? O fato é que cada vez mais aumenta a polarização entre o criacionismo bíblico e o evolucionismo teísta defendido pelo papa e outros religiosos. “[MB]

    “Ninguém, de nenhum modo, vos engane, porque isto não acontecerá sem que primeiro venha a apostasia e seja revelado o homem da iniqüidade, o filho da perdição,
    o qual se opõe e se levanta contra tudo que se chama Deus ou é objeto de culto, a ponto de assentar-se no santuário de Deus, ostentando-se como se fosse o próprio Deus.” 2 Te 2:3,4

    Like

    • Sodré says:

      Se o Papa é um ignorante sem vergonh em matéria de cristianismo, como Anderson explica, o que serão todos os demais cristãos?…

      Like

      • Lucas says:

        Se o Papa é um ignorante sem vergonha em matéria de cristianismo, como Anderson explica, o que serão todos os demais cristãos?

        Mas o que é que te interessa o facto de Francisco concordar no teu erro? Achas que a teoria da evolução ganha validade científica só porque o líder da Igreja Católica concorda com os erros da maioria dos biólogos? Mesmo que todos os Cristãos do mundo afirmassem que é possível um réptil passar a ser um colibri, isso não se tornaria numa verdade.

        Like

      • Anderson says:

        Não entendi a generalização, Sodré. Será que generalizar resolve os problemas? Que tal dizermos que todos os ateus são como Hitler, Stalin, etc? Não seriam todos assassinos psicopatas, doentes mentais?
        Calma lá, não falo isso dos ateus e também não achei apropriada sua generalização.
        O que apontei é que o papa não é parâmetro para ninguém que se baseia no relato Bíblico, pois o papa, tal como os que o antecederam, não se preocupam em religar o povo a Deus (religião). O que eles querem é o poder, e para isso fazem política. Veja, até você gostou do que ele disse! Continuando assim um dia você está lá dentro da igreja dele! Embora os dizeres do papa se contradizem por si só ele consegue enganar muita gente.
        O que destaquei foi isso. Se queres dizer que nós nos contradizemos usando o papa acredito que devas rever seu argumento pois ele está longe de representar a todos os cristãos.

        Abraço.

        Like

      • SAL says:

        “Se o Papa é um ignorante sem vergonh em matéria de cristianismo, como Anderson explica, o que serão todos os demais cristãos?…”

        Sodré, embora esta sua frase tenha sido dirigida ao Anderson, eu como cristã acredito que também tenho uma palavra a dizer. É muito comum aos não-crentes confundirem o Cristianismo com a doutrina papal ou seja o catolicismo romano. O Cristianismo não é uma religião, não crê nos papas como autoridade máxima mas crê que o Senhor Jesus é a sua autoridade máxima; expande-se pela pregação da Palavra de Deus e não pelos sacramentos, não cultua Maria e os “santos” e não tem como acto litúrgico mais importante a missa, não reza terços nem toma hóstias na ceia do Senhor, crê profundamente no sacrifício consumado pelo Senhor Jesus feito na cruz e repudia doutrinas heréticas oriundas do paganismo como a do purgatório e a transubstanciação, e o culto idolatra à suposta Maria. O joio só se parece com o trigo e será o próprio Senhor Jesus a fazer a separação de ambos no dia do juízo final. Portanto, quando se aprofunda o conhecimento bíblico, é que se consegue obter o conhecimento suficiente que Deus dá, para se poder discernir um falso profeta de um verdadeiro. O papa representa a sua instituição religiosa e o seu Estado politico, que tem muitos súbditos espalhados pelo mundo inteiro. São séculos a convencer os incautos (por isso não consentiam a leitura e interpretação da Bíblia a ninguém a não ser eles próprios) de que o papa representa Deus na terra e de que só através da sua organização religiosa é que se obtém a salvação mas isso é uma mentira à luz das Escrituras Sagradas. Como alguém um dia disse: Podem enganar muitas pessoas durante muito tempo, mas não podem enganar todos o tempo todo.

        Like

  9. jephsimple says:

    Marcos,

    Não utilizei espantalho algum…Eu tenho acesso a ” TE ” e sei alguma cousa sobre a mesma . Aliás em meu próprio blog tenho algum texto sobre a “TE”.

    As afirmações de macacos, lobos minhas, e muitas vezes coloquei os mesmos entre aspas, oque deve significar alguma coisa.

    Depois eu nao ultilizei o verbo virar(até poderia), utilizei o verbo transformar

    Like

  10. Luiz Rankel says:

    Sobre a questão 6: Não, não há relação necessária entre não existir uma autoridade suprema, criador, ou qualquer coisa nesse sentido e o senso de que não há limites morais, regras de convivência social, ou o interesse próprio inescrupuloso acima de tudo. Durante séculos guerras vem destruindo a vida de milhares de pessoas e todas tem deuses ou deus reclamado pelos beligerantes. Regras morais sempre existirão enquanto existir sociedade, segui-las independe da crença ou descrença em deuses, mas sim do nível de comprometimento social de cada um, ou seja, do grau de eficiência da absorção destas regras, sempre maleáveis e mutáveis.

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s