O Papa, a criação e a evolução

Por Dr Jónatas Machado

O Papa veio recentemente dizer que Deus não é um mágico, não fazendo as coisas de repente. Para ele, Deus criou através do Big Bang e da evolução, ao longo de milhões de anos.

Existem vários problemas teológicos e científicos com esta afirmação. Vejamos alguns:

1) O ensino acerca da criação, queda, corrupção e dilúvio global é reiterado desde o Génesis até ao Apocalipse. No Novo Testamento, Jesus Cristo fala da criação de um homem e de uma mulher no princípio da Criação, e não no fim dela como ensina o Big Bang, mencionando também o dilúvio global.

O Apóstolo Paulo afirma que todos descendemos de um só homem e que a morte entrou no mundo por causa do pecado de Adão. O Apóstolo Pedro prediz que nos últimos anos muitos se irão esquecer do dilúvio global dos tempos de Noé. Adão, Eva, Caim, Abel, Noé são mencionados como personagens históricos reais. Se o Papa não acha credível todo esse ensino, que pensará ele do único versículo da Bíblia em que se apoia o Papado se pretende apoiar?

2) As teorias do Big Bang e da evolução constituem tentativas, assentes em premissas do naturalismo filosófico ateu, para explicar tudo sem recorrer a causas inteligentes e sobrenaturais. Em sentido contrário, o Apóstolo Paulo ensina que as evidências da inteligência e do poder de Deus são facilmente visíveis na criação, sendo as pessoas inexcusáveis por não levarem essa evidência a sério.

A estrutura matemática e computacional do Universo, os códigos complexos e miniaturizados, contendo quantidades inabarcáveis de informação e meta-informação genética e epigenética altamente densa e complexa, juntamente com os triliões de triliões de galáxias e estrelas que se sabe existirem no Universo, testemunham de um Deus racional, omnipotente e (super-)inteligente. Se o Universo, a vida e o homem foram efetivamente criados por um Deus racional e omnisciente, porque é que o Papa não acredita na teoria do design inteligente e muito menos na doutrina bíblica da criação?

3) A criação tal como é ensinada na Bíblia é um processo racional, ordenado, estruturado, poderoso, eficaz e pleno de intencionalidade, cuidado e bondade.

Ele adequa-se plenamente aos atributos de racionalidade, poder e moralidade com que Deus se revela. O homem tem dignidade intrínseca e capacidade racional e moral porque criado à imagem de Deus. Na Bíblia, a morte, a corrupção e a catástrofe são a consequência do pecado humano e da maldição que, por causa dele, Deus fez impender sobre toda a Criação. É livrar das consequências eternas do pecado que Jesus Cristo incarna, morre e ressuscita ao terceiro dia, no evento mais marcante da história universal.

Em sentido contrário, a evolução tal como apresentada por Darwin e os darwinistas atuais é um processo cego, irracional, ineficiente, cruel, assente em milhões de anos de predação, doenças, sofrimento e morte, sem qualquer sentido moral. O homem é um acidente cósmico aleatório, sem qualquer pretensão de dignidade, racionalidade e moralidade.

O Papa pretende conciliar duas realidades inconciliáveis. No Novo Testamento diz-se que quando Pedro tentou conciliar dois ensino opostos sobre a lei, de procedência judaica e cristã, Paulo argumentou duramente com ele e “resistiu-lhe na cara”. É isso que devemos fazer ao Papa Francisco.

Fonte: http://bit.ly/1yOlQGS

papa_Francisco

About Lucas

"E pelejarão contra ti, mas não prevalecerão contra ti; porque Eu sou contigo, diz o Senhor, para te livrar." (Jeremias 1:19)
This entry was posted in Biologia and tagged , , , , , , . Bookmark the permalink.

8 Responses to O Papa, a criação e a evolução

  1. SAL says:

    Não é novidade nenhuma que o papa acredita mais em Darwin do que em Deus Criador. Estas declarações do líder dessa religião estão em conformidade com a apostasia em que essa instituição está mergulhada há séculos; o problema dela é que se recusa a reconhecer o seu desvio da doutrina bíblica e a ser disciplinada pelas Sagradas Escrituras. A religião não pode mudar o interior de um indivíduo, só a aparência; o homem religioso até pode adquirir uma moral e sacrificar-se por ela mas só o sangue e o poder do Senhor Jesus Cristo e do Espírito Santo é que o santifica, é por isso que em João 3:5-7 diz o Senhor: “Ninguém pode entrar no Reino de Deus, se não nascer da água e do Espírito. O que nasce da carne é carne mas o que nasce do Espírito é espírito. Não se surpreenda pelo facto de eu ter dito: É necessário que vocês nasçam de novo”.

    Liked by 1 person

  2. harmo1979 says:

    A resposta é até simples: os papas se venderam para evolucionistas a troco de algo: pode ser alguma pressão da comunidade cientifica cega e irracional ou algum tipo de ameaça à igreja.

    Acho que isso ai é pressão de darwinista desesperado querendo juntar mais gente à sua mentira e tentar afastar as pessoas da religião. Pena que eles não vão conseguir isso, prq esta muito na cara que isso é sim pressão de nego darwinista doente querendo que suas teorias sem provas sejam aceitas.

    Obviamente isso não invalida um fato histórico que ocorreu a 2014 anos atrás. O que é da historia, continua sendo da historia. O AT e o NT continuam imutáveis à mudança de opinião de representantes do catolicismo que nasceram na década de 30 e 40 do seculo XX.

    Pra mim, continua a mesma coisa: a crença sob pressão de algo que não existe(big bang e evolução) e a hipocrisia de que Deus criou o big bang, sendo que ele veio do nada. Isso é ser contraditório, vai contra o antigo e novo testamento.

    Prevejo pessoas mudando de catolicismo para protestantismo ou outro ramo ou então católicos simplesmente ignorando a hipocrisia dos papas e continuando lendo a bíblia e pregando a palavra.

    No fundo no fundo eles sabem que foram pressionados sim. Mas tem medo de voltar atrás.

    No mais, espero pelo menos 1 elo perdido e 1 evolução vista a nivel macromolecular, ou seja, evolução literal de órgãos de seres vivos, kkkkkk

    Abraços.

    Like

    • Sodré says:

      “A resposta é até simples: os papas se venderam para evolucionistas a troco de algo”… Resposta simples… ou será simplista….

      Like

      • harmo1979 says:

        Tu entendeu meu endossamento, kkkkkk

        Mas isso não me revolta e não muda um fato que ocorreu entre os anoa 0 e 33. Continuo de boa sendo cristão e ignorando algumas corrupções que a igreja comete.

        Like

  3. Sodré says:

    “entre os anos 0 e 33”
    Independentemente da verdade objetiva dos factos relativos a Jesus, nomeadamente o ano correto do seu nascimento… Ou seja, sem discutir este ponto e tomando por bom o que foi estabelecido pela tradição…
    Se Jesus morreu com 33 anos, então viveu NÃO de 0 a 33, mas SIM de 1 a 34 d.C.
    Não há maneira de entenderam que NÃO EXISTIU um ano 0 na cronologia histórica. A convenção cronológica consiste em que estávamos no ano 1 a.C. imediatamente antes de Jesus nascer e passámos para o ano 1 d.C. no dia em que nasceu… A cronologia histórica é simétrica, para cada ano a.C. há um d.C…, Se, com o nascimento de Jesus, tivesse começado um suposto ano 0, ele seria 0 d.C e o ano anterior seria 0 a.C., pois om 0 seria tratado como todos outros anos. Não só a cronologia histórica não contempla estes dois 0 como não criou um ano especial, o suposto ano 0, que não seria a.C nem d.C. Isso não existe em historiografia.
    A suposta passagem para o século XXI em 2000 foi uma invenção para beneficiar negociantes. Todos os historiadores, e não só, sabiam quem o século XXI apenas começava em 2001 (lembram-se do 2001 Odisseia no Espaço? Então ninguém tinha dúvidas).

    Like

  4. A.Porto says:

    Ou seja, o papa está chamando Jesus de mentiroso.

    Like

  5. matusalemda says:

    Gostei do seu texto! Parabéns!
    Gostaria de contribuir. Antes, não sou católico, cresci com uma frequência em igrejas como Congregação, Assembléia….
    Sobre a criação dos seres vivos:
    Não entendo por que se discute tanto sempre o mesmo ponto, quando se quer se fiar por ela literalmente e se ignora que há o versículo que diz: Produza a terra ser vivente!
    Ali, já diz que não foi num passe de mágica! É vago? até eu concordo, mas não aponta que foram aparecendo no ar!
    E há mais, por dizer “produza a terra ser vivente” parece indicar, admito prontamente contestação, que havia na terra ( solo ) potêncial para produzir vida
    Quanto ao Designer, ele é probalistíco, por isso a igreja não o adota! Essa é a diferença entre argumentos metafísicos e os da apologética contemporânea!
    Eu não tenho problemas com a idéia de evolução! Só o que me incomoda é o termo aleatório! Afinal quando que provaram que foi aleatório? A famosa experiência de Dawkins não prova isso, ao contrário ele estruturou um programa para fazer e selecionar termos que comprovassem sua perspectiva, logo não seria aleatório! Não sou entusiasta do DI, mas ele levanta questões sobre a metodologia dos darwinistas!

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s