A evolução da visão: suposição e não ciência

Por Brian Thomas

Olho BiónicoA visão dos vertebrados está muito bem construída, tendo muitas parte importantes que operam em conjunto de modo a que os fotões individuais sejam capturados e convertidos em dados que o cérebro pode, então, traduzir em imagens visuais coerentes. Levando em conta o génio e o propósito óbvios do design da visão, alegar que processos naturais formaram o olho é algo que só pode ser feito se ignoramos as leis da lógica.

Recentemente, Trevor Lamb (neurocientista Australiano) escreveu um artigo para a Scientific American – com o título de “A Evolução do Olho” – que continha uma história narrada como se ele tivesse de facto testemunhado um globo ocular genuíno a evoluir. Mas em vez de disponibilizar evidências científicas, a sua apresentação dependeu mais de falácias lógicas.

Primeiro, Lamb conferiu uma inteligência divina a uma força inanimada que ele deu o nome de “pressões selectivas”. Ele escreveu:

À medida que o corpo foi aumentando de tamanho, aumentaram também as pressões selectivas que favoreceram a evolução dum outro tipo de olho: a variedade [do olho vertebrado] tipo câmara.

Mas só um agente inteligente  – e não factores ambientais passivos e irracionais – é que poderia moldar a enorme colecção de partes interdependentes que formam os olhos. Lamb escreveu também que a “selecção natural”…. opera com o material que tem à sua disposição” embora só pessoas é que podem “operar”.(1)

O artigo faz da evolução dos olhos algo fácil de imaginar ao excluir os detalhes complicados da anatomia dos olhos. De que forma é que a “selecção” iria gradualmente  posicionar os 12 músculos que habilmente movem o globo ocular dentro da cavidade ocular, incluindo aquele que usa uma polia para girar de modo adequado os olhos? (2) E mesmo que olhos perfeitamente formados e os respectivos músculos de controle tivessem de alguma forma conseguido evoluir, este aparato seria inútil sem as computações involuntárias que fazem com que o olho esquerdo e o direito se movam de forma combinada.

Para além de omitir estas características vitais, Lamb não explica como é que as “pressões selectivas” iriam programar o cérebro de modo a que este convertesse o input da luz crua em imagens mentais discerníveis. Lamb escreve:

Os biólogos fizeram recentemente avanços significativos nas pesquisas em torno da origem do olho ao estudarem a maneira como ele se forma nos embriões em desenvolvimento.

Ele sugere que o desenvolvimento do olho embrionário progride do mais simples para o mais complicado num padrão semelhante ao da evolução do olho. Mas os olhos embrionários têm que começar pequenos e desde logo, relativamente mais simples. Assumindo (sem qualquer evidência objectiva) que o desenvolvimento embrionário é um espelho do passado evolutivo apenas assume uma resposta em relação a uma origem evolutiva.

Dito de outra forma, pode-se usar o desenvolvimento embrionário para concluir que o olho dos vertebrados evoluiu, se assumirmos à partida que “muitos aspectos do desenvolvimento dum individuo espelha os eventos que ocorreram durante a evolução dos seus ancestrais.” (1) Isto usa a evolução para provar a evolução – claramente um círculo ilógico.

Ao contar a sua história evolutiva em torno da origem dos olhos, Lamb usa termos tais como “modifica”, “divergiram”, “proliferaram”, “surgiram”, “favorecendo”, “inserindo-se a eles mesmos”, “emergência“, e “evoluíram” – ignorando o facto de ninguém ter alguma vez visto “pressões selectivas” irracionais e sem-direcção a fazer qualquer uma destas coisas.

Olho BiónicoEstas palavras “mágicas” escondem a falta de explicações cientificas para a origem dos olhos, e “transmitem convicções esperançosas de que, se os evolucionistas apenas acreditarem profundamente, as suas explicações têm que ser verdadeiras, e um dia serão mesmo verdadeiras – embora essas explicações se encontrem em oposição a todas as evidências científicas.” (3)

Palavras mágicas e falácias lógicas são substitutos miseráveis da ciência e da razão, mas aparentemente elas são as melhores ferramentas explicativas para aqueles que estão determinados a encontrar causas totalmente naturalistas para a origem dos olhos.

Tendo como base as evidências, a Fonte mais lógica desde design magistral é o Designer Supremo.

http://t.co/s1HBFRTo60

Referências:
1. Lamb, T. D. 2011. Evolution of the Eye. Scientific American. 305 (1): 64-69.
2. Gurney, P. 2002. Our eye movements and their control: part 1. Journal of Creation (formerly TJ). 16 (3): 111-115.
3. Guliuzza, R. 2010. Unmasking Evolution’s Magic Words. Acts & Facts. 39 (3): 10-11.

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Biologia, Ciência, Religião and tagged , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

45 Responses to A evolução da visão: suposição e não ciência

  1. Marcus P. says:

    Ola Mats,

    Gostaria de dizer que já há algum tempo venho acompanhando o seu blogue e quero parabenizá-lo pelo trabalho de mostrar as falhas da teoria da evolução que muitos defendem como verdade absoluta, não diferindo tanto do que definem como “dogma”. Com o aumento do leque de “ateus virtuais” nesses ultimos anos, vejo que proporcionalmente cresceu tambem o desrespeito contra qualquer manifestação religiosa (me refiro ao Brasil, me perdoem se eu estiver enganado em relação aos demais paises), essencialmente a cristã. Esse desrespeito relaciono principalmente ao preconceito e ao cientificismo desfarçado.

    Preconceito: digo pela maioria desses neo-ateus desconhecer e fabricar opiniões e argumentos superficiais em relação a Bíblia, crença em Jesus, dados históricos, etc.
    Cientificismo desfarçado: Digo pelo que tenho observado na maioria dos argumentos ateus em relação ao modelo evolutivo, onde muitas vezes qualquer questionamento feito é considerado irracional e anti-científico.

    Esse blogue com certeza ajudará alguns cristãos vítimas desse preconceito, assim como também servirá pra despertar alguns desses “neo-ateus” que são condicionados à impregnar o mesmo pelos quatro cantos.

    Like

    • Lucas says:

      Eu – Mats – agradeco as palavras e peco a Deus que as traducoes continuem a ser uma bencao na vida dos outros como o sao para mim.

      Deus te abencoe

      Like

      • jephsimple says:

        Mats,

        Li atentamente esse artigo e encontrei um erro gramatical:

        “… … … este aparato seria inútil sem as computações involuntárias que fazem com que o olho esquerdo e o direito de movam de forma combinada.”

         

        Correção:

        “… … … este aparato seria inútil sem as computações involuntárias que fazem com que o olho esquerdo e o direito se movam de forma combinada.”

         

         

        E mais uma vez, obrigado pela tradução.

        Um abraço.

         

         

        Like

      • Miguel says:

        Obrigado. Está corrigido. (Este comentário foi parar ao Spam por si só.)

        Like

  2. Eis a descrição de Darwin, sobre a origem do olho:

    “Devemos supor também que exista uma FORÇA observando contínua e ATENTAMENTE cada alteração ligeira e casual das camadas transparentes , e selecionando cuidadosamente cada alteração que, dentro das mais variadas circunstâncias, seja capaz de produzir uma imagem distinta, qualquer que seja sua forma ou grau de nitidez”

    Darwin tentou diluir os absurdos com mais absurdos.

    Like

  3. Joel Carvalho says:

    Excelente artigo.
    DARWIN, o louco, ignorando a complexidade irredutível:
    “Mesmo Charles Darwin admitiu em A origem das espécies, de 1859 – que detalha a teoria da evolução pela seleção natural –, que pode parecer absurdo pensar que a estrutura ocular se desenvolveu por seleção natural. No entanto, apesar da falta de evidências de formas intermediárias naquele momento, Darwin acreditava que o olho evoluíra dessa maneira.”

    – Mesmo que ele tenha concluído empiricamente: “Só de pensar no olho, tenho calafrios”.

    Darwin conjecturando: – “Mesmo sem evidências, fica sendo assim, só porque eu quero. E pronto.” hehehehehe

    Like

  4. jephsimple says:

    Off Topic…

    Fiquei impressionando com este ser vivo:

     

    Foi a evolução que fez??? Seria um transicional vivo rsrsrsrsrsrs?😉

     

    Like

  5. Oh gente, temos evidências de que, vulgarmente, certos estágios evolutivos são caracterizados pelo aparecimento de estruturas ancestrais – daí, neste caso serem procuradas pistas para a maneira como a evolução ocorreu – e não evidências para o facto dessa evolução ter ocorrido – isso temos na genética e no registo fóssil (http://theness.com/neurologicablog/index.php/another-gap-filled-more-evidence-for-eye-evolution/). Informem-se deixem-se de aceitar acríticamente tudo o que os criacionistas mais conhecidos e estrangeiros dizem.

    Like

    • Lucas says:

      Oh gente, temos evidências de que, vulgarmente, certos estágios evolutivos são caracterizados pelo aparecimento de estruturas ancestrais – daí, neste caso serem procuradas pistas para a maneira como a evolução ocorreu

      Mas essas estruturas só são “ancestrais” se a evolução ocorreu. Portanto, tu queres provar a evolução, assumindo que a evolução ocorreu. Argumento circular é cientificamente inválido.

      Like

      • Mas há evidências de que ela ocorreu que não vêm da embriologia. Pelo que eu percebi aqui, com a embriologia não estão a provar a evolução, mas a tirar pistas de como aconteceu. Veja se percebe a diferença

        Like

      • Miguel says:

        Mas há evidências de que ela ocorreu que não vêm da embriologia.

        Se ela tivesse ocorrido, a embriologia haveria de confirmar. Ou será que a suposta evolução deixa evidências numa área mas não noutras?

        Pelo que eu percebi aqui, com a embriologia não estão a provar a evolução, mas a tirar pistas de como aconteceu. Veja se percebe a diferença

        E com a embriologia nós estamos a demonstrar como a evolução não aconteceu, e como as “explicações” evolutivas são falhas. Veja se percebe a diferença.

        Like

      • A evidência embriológica que é relevante aqui é a consistência dos estágios embrionários com o registo fóssil. E ao observar o que acontece nos embriões podemos ter pistas de como ocorreu a evolução. Pronto. Não tem nada a ver com provar a evolução assumindo que a evolução ocorreu. Ela é comprovada por várias disciplinas e pela consistência entre todos os tipos de dados (incluindo paleontológicos, genéticos e embriológicos). E, por isso, volto a repetir, observando os embriões, podemos tirar pistas de como ocorreu.

        Like

    • Anderson says:

      Maria Teodósio,

      Tu realmente acredita no que está no link? Artigo cheio de especulações, tal como normalmente vemos de vocês naturalistas. Dá até para achar que você participou da edição do artigo, visto que é muito similar com o que você fala. E ainda vem nos dizer “Informem-se deixem-se de aceitar acríticamente tudo o que os criacionistas mais conhecidos e estrangeiros dizem.“, e pergunto, já parou tu mesma a fazer isso com os evolucionistas?

      Tem uma citação no artigo assim:
      Also, Behe and the ID’ers do not acknowledge what Darwin himself figured out – that of coaptation. Structures may develop for one purpose and then be coopted for another. For example, the bacterial flagellum likely evolved from a simpler structure that was not a motor but was used to inject proteins into prey.“.
      Aí você acredita nisso sem questionar? Ok, se o flagelo bacteriano era, supostamente, para injetar proteínas na sua presa, como ela se movia até a presa para usar o tal flagelo para este propósito? Por que foi necessária essa mudança evolutiva para um flagelo que é usado para mover-se? Não é mais necessário injetar proteínas nas suas presas, por que? Onde estão as evidências que suportem essa teoria? Ele fala como se isso fosse algo comprovado pela ciência mas, no entanto, é falácia para enganar aqueles que querem uma alternativa a Deus.
      Pois o que mais me faz curioso a seu respeito é: Por que se importa em “converter” os criacionistas a sua causa? No que isso vai te ajudar?

      Antes que retorne a pergunta, nós criacionistas sentimos esse desejo por que te amamos como Deus os ama. É desejo d’Ele, que está em nós, indicar o caminho a vós outros para a sua salvação e alegria do Criador. O que me deixa perplexo é porque um ateu guerreia contra a fé em Deus se isso, no final, vai, segundo a própria crença, terminar do mesmo modo – uma poeira sem sentido que existiu no tempo de bilhões de anos. Como pode ter sentido no existir sem uma Causa?

      Pense nisso Maria Teodósio, e não se deixe enganar!

      Like

      • Henrique says:

        Anderson,

        Ser evolucionista não é ser ateu. Existem muitos evolucionistas cristãos, como eu, por exemplo. Não vou deixar de ser salvo nem vou causar tristeza em Deus só porque eu não acredito que os 11 primeiros capítulos de Gênesis são literais. Meu problema não é com Deus, é com o Gênesis. Nós só queremos abrir os olhos de vocês e fazer vocês entenderem que o criacionismo é ridículo e desnecessário.

        Like

      • Lucas says:

        Ser evolucionista não é ser ateu.

        Para se ser evolucionista, tem que se aceitar as premissas ateístas.

        Existem muitos evolucionistas cristãos, como eu, por exemplo.

        Sim, mas a existencia de pessoas que acreditam em coisas contrárias não quer dizer que uma a outra estão de acordo. Ainda esta semana vi um homem a dizer que era um ateu Cristão. Usando a tua lógica, somos levados a aceitar que é possível ser-se ateu e Cristão ao mesmo tempo.

        Não vou deixar de ser salvo nem vou causar tristeza em Deus só porque eu não acredito que os 11 primeiros capítulos de Gênesis são literais.

        Tradução: “Não vou deixar de ser salvo só porque não acredito no que Deus diz.”

        Meu problema não é com Deus, é com o Gênesis.

        Tradução: “O meu problema não é com Deus, só com o que Ele diz.”

        Nós só queremos abrir os olhos de vocês e fazer vocês entenderem que o criacionismo é ridículo e desnecessário.

        Claramente, não é nem uma nem outra porque está de acordo com as evidências científicas. Ou tu tens alguma observação (e não interpretação) científica que não está de acordo com o criacionismo Bíblico?

        Like

      • Só agora é que vi este chorrilho de disparates: primeiro eu já li mais sobre o assunto do que está no link, e tive aulas a nível universitário que me deram bases para perceber o que leio. Agora, eu não vou fazer o trabalho por si. Se não imagina como pode ter sido, pesquise. Não sou sua professora, sua educadora de infância, nem sua explicadora para fazer o trabalhinho de casa por si. E não, não sou nenhuma ignorantezinha que se deixa enganar pelos “malvados” evolucionistas. Eu tenho formação académica o suficiente para analisar o que leio sobre o assunto. Não, não me deixo enganar. Por isso mesmo não sou criacionista. Quanto à sua crença na existência de um Deus, não é propriamente contra isso que eu “guerreio”. É contra a ignorância, a estupidez e o criacionismo seja ele de que religião for.

        Like

    • jephsimple says:

      Maria Teodósio,

      Muita afirmação sobre a evolução ter ocorrido.

      Mas como sempre NÃO MOSTRAM NENHUMA LÓGICA, NENHUMA EVIDÊNCIA DE VERDADE para uma evolução SEM NENHUMA DIREÇÃO, SEM NENHUM PROPÓSITO, SEM NENHUM OBJETIVO FINAL.

      É muita desonestidade, falando com franqueza e sem querer ofender, pois enxergo todo ser humano como imagem de Deus, e lhe devo o devido respeito, mas é muita desonestidade afirmar a evolução como fato, mas ocultar, ignorar que os mesmos que creem em evolução são os mesmos que creem que ela é sem direção, sem propósito, não existe força alguma guiando a evolução das espécies, nem mesmo na natureza existe qualquer força guiando a transformação das espécies… Simplesmente ocorre, por acaso, por fatalidade…

       

       

       

       

       

       

      Mas olha que agora tem cientistas que estão abraçados a evolução mas se opondo as fantasias darwinista, mas que também são totalmente resistentes ao ID.

      É a chamada “Terceira Via da Evolução”

      Trecho da introdução:

      A grande maioria das pessoas acreditam que só há duas formas alternativas para explicar a origem da diversidade biológica. Uma maneira é Criacionismo que depende de intervenção de um Criador divino. Isso é claramente não-científico porque traz uma força sobrenatural arbitrária no processo de evolução. A alternativa comumente aceita é Neo-Darwinismo, que é claramente ciência naturalista mas ignora muita evidência molecular contemporânea e invoca um conjunto de PRESSUPOSTOS NÃO SUPORTADOS sobre a natureza acidental de variação hereditária. Neo-Darwinismo ignora processos evolutivos rápidos importantes, como simbiogênese, transferência de DNA horizontal, ação da celular do DNA e modificações epigenéticas. Além disso, alguns neo-darwinistas têm elevado Seleção Natural a uma FORÇA CRIATIVA ÚNICA que resolve todos os problemas difíceis evolutivos SEM BASE EMPÍRICA REAL. Muitos cientistas hoje veem a necessidade de uma exploração mais profunda e mais completa de todos os aspectos do processo evolutivo.

      Eis aqui a lista dos tais cientista anti-as-fantasias-do-darwinismo.

      Like

      • Henrique says:

        “Mas como sempre NÃO MOSTRAM NENHUMA LÓGICA, NENHUMA EVIDÊNCIA DE VERDADE para uma evolução SEM NENHUMA DIREÇÃO, SEM NENHUM PROPÓSITO, SEM NENHUM OBJETIVO FINAL.”

        Cara, só você afirma que a evolução não tem direção, propósito ou objetivo final. Não entendeu ainda? Para nós, o que importa é o processo, não se ela é guiada ou não.

        Like

      • Lucas says:

        Cara, só você afirma que a evolução não tem direção, propósito ou objetivo final.

        Se é assim. então qual é a oposição dos evolucionistas em relação aos cientistas que defendem o Design Inteligente?

        Like

      • Marcus P. says:

        henrique:

        “Para nós, o que importa é o processo, não se ela é guiada ou não.”

        Sua resposta é linda, porém não se aplica a realidade. A maioria dos evolucionistas não parecem ter um fundamentalismo intríseco de rotular “mitologias” e “pseudo-ciências”, qualquer referência a um causador inteligente (muitas vezes acompanhada de evidências claras e totalmente logicas).

        O problema do evolucionismo não é a teoria em si, a teoria para nós é como qualquer outra como por exemplo a teoria das cordas. O problema do evolucionismo é a forma como é propagada como verdade absoluta anti-Deus ignorando qualquer argumento contrário soltando sempre a famosa “evolução é um fato” num ad nauseam desesperado, no que entra em contradição com o próprio método científico. Na ciência não existe “verdade absoluta”, o que pode ser racional hoje, pode não ser daqui à 10 anos e a essa mudança damos o nome de progresso científico. Entendeu por que alguns posts desse blog diz que a evolução não é científica?🙂

        Like

      • Quanto a si Jephsimple, deixe-se de tretas. Nem sei para que menciona esses cientistas, visto que eles não partilham das suas ideia criacionistas, nem há nada que as apoie.

        Like

      • Mais ainda, Jephsimple, se quer falar em desonestidade, convém ter um registo limpo, coisa que muito poucos criacionistas têm, pelo menos, segundo a minha experiência.

        Like

    • jephsimple says:

      Maria Teodósio,

      “Quanto a si Jephsimple, deixe-se de tretas. Nem sei para que menciona esses cientistas, visto que eles não partilham das suas ideia criacionistas, nem há nada que as apoie.”

       

      Pode me chamar de Jefferson.

      Por favor né cara Maria Teodósio! … Rsrsrsrsrs… Na própria descrição da página que eu postei qualquer um pode entender que eles não são criacionistas, nem idistas, e nem… darwinistas, ou neo darwinistas… Tenho pontos em comum com a terceira via, exceto que não creio que os animais evoluíram a partir de um ancestral comum universal, mesmo que através de processos que vão além do neo darwinismo.

      Mais ainda, Jephsimple, se quer falar em desonestidade, convém ter um registo limpo, coisa que muito poucos criacionistas têm, pelo menos, segundo a minha experiência.

       

      Quanto a isso, devo discordar profundamente, honestidade é um ponto um tanto estranho partindo de relativistas, Haeckel (entenda, não estou generalizando, nem estou me referindo a você) que o diga, não que eu seja daqueles que acha que os criacionistas são todos uns santos. Mas algo que eu prezo como objetivo é a honestidade, eu não a prezo de forma relativa, eu realmente a valorizo de forma objetiva, e não faço isso fundamentando-me nem um pouco no evolucionismo, nem muito menos no materialismo filosófico. Eu sou cristão. 

       

      No mais sem treta… Somos livres pensadores, sim ou não? Cada um com suas escolhas, e cada um respeitando-se.

      Não vamos nos devorar por posições divergentes… Repito o que já disse a Ana, não tenho nada pessoal, apenas discordo de idéias. E você está no seu direito de discordar… Eu aceito isso.

      Um abraço.

      Like

      • « Na própria descrição da página que eu postei qualquer um pode entender que eles não são criacionistas, nem idistas, e nem… darwinistas, ou neo darwinistas…» Exacto. E quanto a ter pontos em comum com a terceira via, tenho a certeza que será em coisas muito genéricas e que nem compreende metade. E a sua “luta” pelo que eu tenho visto é pelo DI e o criacionismo, pelo que acho que isto é (ou devia ser) pouco relevante para si ou mesmo contra-produtivo, daí o meu espanto.

        P.S.: aquilo da treta não era para ser ofensivo. Só que eu acho que muito do que diz é, de facto, aquilo a que aqui em Portugal se chama “treta”.

        Like

    • jephsimple says:

      Não fiz qualquer referência a alguma ofensa de sua parte.

      Quanto ao que eu sei, ou que eu deixo de saber é pouco relevante. E ainda a terceiras via tem alguns pontos em comum com minha posição. .. Nenhuma pessoa vai dizer ou pautar minha posição. Bem sei os pontos em comum, e tenho em mente aquilo que discordo.

      Like

    • jephsimple says:

      “Só que eu acho que muito do que diz é, de facto, aquilo a que aqui em Portugal se chama “treta”.”

      Aqui no Brasil… Treta é gíria de malandro.

      Mas eu sei que você estava usando em outro sentido.

      Like

    • jephsimple says:

      E a sua “luta” pelo que eu tenho visto é pelo DI e o criacionismo, pelo que acho que isto é (ou devia ser) pouco relevante para si ou mesmo contra-produtivo, daí o meu espanto.

      Minha a “luta” acima de tudo é pela verdade, e prezo pela lógica, e pela ciência livre de ideologias.Não me oponho a crença na evolução, me oponho aquilo que quer cercear a investigação livre, a censura.Quem crê na evolução que continue crendo. É direito garantido.

      _____________________________________________________________________

      Daí que eu encontro pontos em comum com minha posição até nos postulados evolucionista… É fácil encontrar :

      Science Daily publica (04/maio/2015): “Clingfish” poderia inspirar dispositivos médicos melhores!ENVERGONHANDO os dispositivos (design)industriais.

      Like

  6. Saga says:

    Also, Behe and the ID’ers do not acknowledge what Darwin himself figured out – that of coaptation. Structures may develop for one purpose and then be coopted for another.

    Falso pra caramba, a teoria da Coaptação, ou seria copção? Não sei traduzir isso, enfim, os adeptos do DI e o próprio Behe estão cientes disso e deram várias tréplicas a isso,

    Like

  7. Anderson says:

    Henrique,

    Henrique says:
    26/03/2015 at 23:03

    Anderson,

    Ser evolucionista não é ser ateu. Existem muitos evolucionistas cristãos, como eu, por exemplo. Não vou deixar de ser salvo nem vou causar tristeza em Deus só porque eu não acredito que os 11 primeiros capítulos de Gênesis são literais. Meu problema não é com Deus, é com o Gênesis. Nós só queremos abrir os olhos de vocês e fazer vocês entenderem que o criacionismo é ridículo e desnecessário.

    Não se deixe enganar, é impossível ser cristão verdadeiro e crer na evolução. Imagine quão cruel seria um Deus, que Se diz Amor, confiar num processo criativo que tem a morte como parte do processo! Imagine que isso joga por terra toda a história do pecado e de seus efeitos, inclusive a missão redentora do Senhor Jesus, pois foi o pecado que introduziu a morte no mundo, e não Deus.
    Se pensando logicamente já fica impossível, veja o quão grande é o erro ser o que tu diz ser biblicamente.

    Jesus Cristo disse ser literal o relato do Gênesis:
    “6 porém, desde o princípio da criação, Deus os fez homem e mulher.
    7 Por isso, deixará o homem a seu pai e mãe [e unir-se-á a sua mulher],
    8 e, com sua mulher, serão os dois uma só carne. De modo que já não são dois, mas uma só carne.
    9 Portanto, o que Deus ajuntou não separe o homem.” Mc 10:6-9

    22 E a costela que o SENHOR Deus tomara ao homem, transformou-a numa mulher e lha trouxe.
    23 E disse o homem: Esta, afinal, é osso dos meus ossos e carne da minha carne; chamar-se-á varoa, porquanto do varão foi tomada.
    24 Por isso, deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne.
    ” Gn 2:22-24

    A Bíblia é Cristocêntrica, isto é, o Personagem Principal é Jesus. Se ele está errado, então toda a Bíblia deve ser jogada no lixo, segundo a sua posição. Mas não é o que a Bíblia fala sobre Jesus:
    14 Tendo, pois, a Jesus, o Filho de Deus, como grande sumo sacerdote que penetrou os céus, conservemos firmes a nossa confissão.
    15 Porque não temos sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; antes, foi ele tentado em todas as coisas, à nossa semelhança, mas sem pecado.
    ” Hb 4:14,16

    Logo, Ele não mentiu, porque Ele nunca pecou. Aliás, se tivesse pecado, Ele mesmo precisaria de salvação. Como não pecou, Ele dá a vida a quem Ele quer. E veja que se tu não crê n’Ele, é impossível se salvar!

    39 Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas que testificam de mim.
    ….
    46 Porque, se, de fato, crêsseis em Moisés, também creríeis em mim; porquanto ele escreveu a meu respeito.
    47 Se, porém, não credes nos seus escritos, como crereis nas minhas palavras?
    ” João 5:39,46,47

    E Jesus confirma os escritos de Moisés também em Mt 24:
    38 Porquanto, assim como nos dias anteriores ao dilúvio comiam e bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca,
    39 e não o perceberam, senão quando veio o dilúvio e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do Homem.
    ” Mt 24:38,39

    Daí você que não crê no que Moisés escreveu, sem perceber, também não crê em Jesus! E tu deves saber que não pode se salvar quem não crer no Salvador.
    16 Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” João 3:16

    11 Este Jesus é pedra rejeitada por vós, os construtores, a qual se tornou a pedra angular.
    12 E não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos.
    ” At 4:11,12

    E Jesus foi criacionista, porque, é óbvio, Ele Criou todas as coisas pelo poder da Sua Palavra! Se tu não crês em milagres, por que crê na própria salvação? A criação não precisa de explicações humanas mas temos evidências suficientes para crer (ter fé) que isso aconteceu conforme a Bíblia relata.

    Veja que Jesus tem uma mensagem especial para os nossos dias, para os últimos dias, e que tem tudo a ver com esse tema.
    1 Revelação de Jesus Cristo, que Deus lhe deu para mostrar aos seus servos as coisas que em breve devem acontecer e que ele, enviando por intermédio do seu anjo, notificou ao seu servo João,” Ap 1:1
    7 dizendo, em grande voz: Temei a Deus e dai-lhe glória, pois é chegada a hora do seu juízo; e adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas.” Ap 14:7

    Note que Jesus fala que Deus criou todas as coisas e chama todos ao arrependimento, para a real adoração a único Deus verdadeiro!
    Interessante que ele usa as mesmas palavras de Ex 20:11
    11 porque, em seis dias, fez o SENHOR os céus e a terra, o mar e tudo o que neles há e, ao sétimo dia, descansou; por isso, o SENHOR abençoou o dia de sábado e o santificou.

    E aqui ele remete, novamente, ao relato do Gênesis!
    1 Assim, pois, foram acabados os céus e a terra e todo o seu exército.
    2 E, havendo Deus terminado no dia sétimo a sua obra, que fizera, descansou nesse dia de toda a sua obra que tinha feito.
    3 E abençoou Deus o dia sétimo e o santificou; porque nele descansou de toda a obra que, como Criador, fizera.
    4 Esta é a gênese dos céus e da terra quando foram criados, quando o SENHOR Deus os criou.
    ” Gn 2:1-4

    Então, Henrique, o que quero concluir e lhe dizer é: É impossível ser cristão verdadeiro e não crer no Gênesis, porque fazendo isso estamos a diminuir Deus ao tamanho da natureza por Ele criada. Se és mesmo tua intenção obter a salvação, siga o “caminho, a verdade e a vida” (João 14:6), Jesus Cristo! Crê na Sua Palavra!

    Abraços,

    Like

  8. Henrique says:

    Analisando as tuas fontes, percebi que não são nada sérias. O Journal of Creation e o Acts & Facts sequer aparecem no Qualis, ou seja não são nada confiáveis. Eu teria vergonha de citar uma publicação dessas. Já o artigo sobre a evolução do olho é Qualis B1 em Ciências Biológicas, o que lhe dá bastante credibilidade. Você tira do contexto e tenta inventar um raciocínio circular, mas não consegue. Admita: vocês criacionistas não têm evidências científicas sérias e nem publicações sérias.

    Like

    • Miguel says:

      Analisando as tuas fontes, percebi que não são nada sérias. O Journal of Creation e o Acts & Facts sequer aparecem no Qualis, ou seja não são nada confiáveis.

      http://pt.wikipedia.org/wiki/Fal%C3%A1cia_gen%C3%A9tica

      Admita: vocês criacionistas não têm evidências científicas sérias e nem publicações sérias.

      “Publicações sérias” = Publicações sob o controle de evolucionistas.

      Like

      • Marcus P. says:

        Henrique,

        Primeiro que seu primeiro comentario tem uma desonestidade intelectual. O post diz que a suposta “evolução do olho” é na verdade um raciocínio circular baseado em petitio principii (por sinal bastante desfarçado) e ao invês de tu refutá-lo, simplesmente usou uma falácia infantil chamada apelo à autoridade. Como um evolucionista que se orgulha tanto da ciência e da lógica, você passou no mínimo um carão nesse blogue.

        Segundo que se a Bíblia apresenta uma interpletação evolucionista dos fatos, eu particularmente não conheço, você pode apresentá-los para nós? A Bíblia para mim e para qualquer cristão é claramente criacionista, pois afirma que Deus “CRIOU”.

        Terceiro que as evidências à favor da evolução são em sua maioria no mínimo questionáveis. Ex:

        1 Os fósseis transicionais claramente admite outras interpletações não evolucionistas.
        2 Os supostos bilhões de anos nescessário para que os animais evoluam também está em cheque por vários especialistas da área.
        3 Existem organismos com complexidades que não podem ser reduzidas, e inteligência que não pode ter vindo de uma simples mutação e seleção aleatória.

        Até hoje o que temos de evidência empírica, sem ajustes dos fatos para embasamento, são os animais se adaptando ao ambiente e se reproduzindo segundo à sua espécie, admitindo o criacionismo.

        Quarto, deixo uma dica: Se você quer debater, seja mais específico, quando for apresentar uma conclusão apresente e detalhe as premissas, pois argumentar dessa forma no mínimo deixa evidente que tu é ou preguiçoso ou fundamentalista.

        Abraços🙂

        Like

    • Anderson says:

      Henrique,

      Confiável deve ser a sua análise racional dos fatos e não o que outros dizem sobre eles. A ti foi dada a capacidade de raciocinar sobre todas as coisas e deves lembrar, se tu ainda pretendes ser cristão, que há muitos que seguem o pai da mentira e este só pretender levar os seus seguidores à perdição.

      43 Qual a razão por que não compreendeis a minha linguagem? É porque sois incapazes de ouvir a minha palavra.
      44 Vós sois do diabo, que é vosso pai, e quereis satisfazer-lhe os desejos. Ele foi homicida desde o princípio e jamais se firmou na verdade, porque nele não há verdade. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira.
      45 Mas, porque eu digo a verdade, não me credes.
      ” João 8:43-45

      5 Assim diz o SENHOR: Maldito o homem que confia no homem, faz da carne mortal o seu braço e aparta o seu coração do SENHOR!

      Lembre-se que o homem é limitado, tal qual é seu conhecimento. Temos diversos exemplos de como a ciência evoluiu com o passar do tempo e os dogmas do início foram superados pelas novas descobertas.
      Se tu não tiveres a própria opinião, baseada em cuidadosa análise racional das evidências, e seguires opiniões de homens só porque têm um diploma mais graduado, você poderá ser enganado tal como foram outros tantos ao longo da história.

      Olha o que escreveram alguns proeminentes nomes:

      “Creio na evolução não porque haja evidência coerente, mas porque é a única alternativa à Criação.” D. Watson, professor de Evolução, Universidade de Londres

      “A evolução não é provada e é improvável; acreditamos nela porque é a única alternativa à Criação, que é impensável.” Arthur Keith, antropólogo

      “Não quero crer em Deus. Assim, escolho crer no que sei ser cientificamente impossível: evolução.” George Wald, prêmio Nobel, Harvard

      “A razão de nos lançarmos sobre a Origem das Espécies é que a ideia de Deus interfere com nossos hábitos sexuais.” Julian Huxley, Unesco

      Cuidado meu amigo! É gente assim que está pro trás das ditas “fontes confiáveis”.
      Não todos, para não generalizar, apenas para ilustrar a probabilidade de que ninguém pode confiar cegamente em quaisquer fontes que lhe forem apresentadas.
      “Julgai todas as coisas, retende o que é bom”. 1 Te 5:21

      Abraços,

      Liked by 1 person

      • Henrique says:

        Cara, entre confiar nas tuas fontes criacionistas e nas minhas fontes evolucionistas, eu prefiro as evolucionistas, que têm muito mais evidências científicas. Minha opinião, minha análise dos fatos e as evidências científicas são 100% evolucionistas.

        Like

    • dvilllar says:

      Henrique

      “Analisando as tuas fontes, percebi que não são nada sérias.”

      Entre nossas fontes também está A Bíblia, que para você, deduz-se, também não é séria. Logo acima o Anderson esclareceu isso muito bem.

      “Eu teria vergonha de citar uma publicação dessas(Journal of Creation e Acts & Facts).”

      Sendo você, como disse, um Cristão, deveria ter vergonha de distorcer livros da Bíblia, promovendo um Cristianismo evolucionista.

      “Para nós, o que importa é o processo, NÃO SE ELA É GUIADA OU NÃO.”

      Então, “Cristão” Henrique, se os processos da vida são guiados, tendo um objetivo, isso pouco importa, não é mesmo? Seria um capricho sem sentido do Criador?

      Conheço ateus mais sensatos que o “Cristão” Henrique.
      AS-SUS-TA-DOR

      “Existem muitos evolucionistas cristãos, como eu, por exemplo.”

      “Nós só queremos abrir os olhos de vocês e fazer vocês entenderem que o criacionismo é ridículo e desnecessário.”

      Curiosas essas duas últimas afirmações.

      Sendo você um “Cristão evolucionista”, entendo que, para você, Deus CRIOU a vida via evolução.

      Então, por favor, explique por que acha o criacionismo rídiculo, se o defende.

      Like

  9. Anderson says:

    Henrique,

    Tu tens a liberdade de escolher em que confiar, como lhe falei antes, confiando na evolução não deves dizer que és cristão pois Cristo era criacionista. Pelo menos seja sincero de dizer-te ateu ou evolucionista teísta segundo o que tu dizes crer. E repare que tu mesmo disse “confiar” nessas fontes, ou seja, não são do ponto de vista científico o fim da conversa. Por isso este blog traz argumentos em contrário e se abre o espaço para o debate. Se tu confias nas fontes evolucionistas e não nas criacionistas, gostaríamos de saber por quê. Apenas dizer-nos que é ridícula é preconceito e não nos ajuda a entender a tua posição.
    Nesse ponto, é importante salientar que os criacionistas também não podem afirmar nada sobre a origem da vida com base na ciência. Porém, “a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não vêem” (Hb 11:1) e “pela fé, entendemos que foi o universo formado pela palavra de Deus, de maneira que o visível veio a existir das coisas que não aparecem” (Hb 11:3), logo não temos também o final da conversa na ciência, e sim na Palavra de Deus. Não quero dizer com isto que não temos fortes evidências científicas a nosso favor, mas é necessário esvaziar-se dos preconceitos e analisar friamente as evidências a fim de descobrir exatamente aonde elas o levam. Se estiver disposto a fazer isso, tanto eu quanto o pessoal do blog estará disposto a ajudar-te.

    Abraços,

    Like

    • Henrique says:

      “Tu tens a liberdade de escolher em que confiar, como lhe falei antes, confiando na evolução não deves dizer que és cristão pois Cristo era criacionista. Pelo menos seja sincero de dizer-te ateu ou evolucionista teísta segundo o que tu dizes crer.”

      Eu su um evolucionista cristão, o que perfeitamente possível. Uma coisa não exclui a outra. Cristo era criacionista Terra plana, ou seja, Ele acreditava que a Terra era plana e que o Sol e a Lua giravam ao redor da Terra presos em um firmamento chamado céu. Percebes o quanto isso é um absurdo?
      Entendemos que, enquanto Ele estava na Terra em sua forma humana seu conhecimento era limitado ao de um homem comum de seu tempo, ou seja, ele não era onisciente. Se Ele tivesse nascido hoje, certamente Ele seria evolucionista.

      Like

      • Lucas says:

        Cristo era criacionista Terra plana, ou seja, Ele acreditava que a Terra era plana e que o Sol e a Lua giravam ao redor da Terra presos em um firmamento chamado céu. Percebes o quanto isso é um absurdo?

        Mais uma mentira que tu digas sobre Deus, e és banido. Fica o aviso.

        Like

      • Anderson says:

        Henrique,

        Onde, na Bíblia, está o que tu dizes sobre Cristo?
        Se Jesus sabia de toda a Escritura, então, ao contrário do que tu dizes, Ele já sabia que a Terra era redonda.
        11 Também de umidade carrega as densas nuvens, nuvens que espargem os relâmpagos.
        12 Então, elas, segundo o rumo que ele dá, se espalham para uma e outra direção, para fazerem tudo o que lhes ordena sobre a redondeza da terra.
        ” Jó 37:12
        17 Grossas nuvens se desfizeram em água; houve trovões nos espaços; também as suas setas cruzaram de uma parte para outra.
        18 O ribombar do teu trovão ecoou na redondeza; os relâmpagos alumiaram o mundo; a terra se abalou e tremeu
        .” Sl 77:17,18
        21 Acaso, não sabeis? Porventura, não ouvis? Não vos tem sido anunciado desde o princípio? Ou não atentastes para os fundamentos da terra?
        22 Ele é o que está assentado sobre a redondeza da terra, cujos moradores são como gafanhotos; é ele quem estende os céus como cortina e os desenrola como tenda para neles habitar;
        “. Is 40:21,22

        No entanto, o objetivo da Bíblia não é tratar de detalhes científicos e sim trazer informação suficiente para a nossa salvação, para conhecermos a Jesus, em Quem temos a salvação.
        Logo, dizer que Jesus era evolucionista é uma posição que não está na Bíblia e não pode estar, embora o argumento que tu usastes, pela própria Palavra de Deus, foi refutado.
        Até quando, Henrique, endurecerás o teu coração para não ouvirdes o que o Senhor, teu Deus, lhe diz sobre a Terra e a Sua criação? Até quando tentarás fugir da Verdade de Deus?

        21 Então, Elias se chegou a todo o povo e disse: Até quando coxeareis entre dois pensamentos? Se o SENHOR é Deus, segui-o; se é Baal, segui-o. Porém o povo nada lhe respondeu.” 1 Rs 18:21

        “17 Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade.” João 17:17

        Abraços,

        Like

      • Henrique says:

        Anderson,

        O que você traduziu como redondeza no original era círculo, uma forma plana como uma pizza.

        Como você mesmo disse, a Bíblia não trata de detalhes científicos. Esses ficam com as teorias científicas, como a Teoria da Evolução. A Bíblia mostra apenas o caminho para a salvação, que não é incompatível com nenhuma teoria científica.

        Like

      • Miguel says:

        Como você mesmo disse, a Bíblia não trata de detalhes científicos.

        Não é o seu foco primário, mas os dados da ciência estão de acordo com a Bíblia.

        Esses ficam com as teorias científicas, como a Teoria da Evolução

        Teoria da evolução não e ciência.

        Like

      • Marcus P. says:

        Henrique,

        1 – Jesus nunca afirmou que a terra era plana.

        2 – Onde tu inferes que é absurdo pensar que o sol gira em torno da terra? Certamente não é em física. Mesmo porque nas primeiras aulas de mecânica gravitacional, você aprende que todo movimento uniforme é relativo, dependendo apenas do ponto de referencial, tanto o heliocentrismo quanto o geocentrismo são válidos em física, diferindo apenas no modelo cosmológico, tanto que o geocentrismo ainda é usado em navegação.
        http://pt.wikipedia.org/wiki/Geocentrismo
        .
        3 – Onde na Bíblia diz que os astros estão “presos” no firmamento? Eu particularmente não conheço essa passagem, PORÈM, se ela existir (pressupondo que exista, não tenho certeza pois não a conheço), enquadra-se perfeitamente na teoria gravitacional de Einstein que já foi evidenciada no século passado. Não sei se a conhece (meio impossível, por ela ser uns dos maiores avanços da física moderna), mas a teoria dita que a gravidade, que você poderia interpletar como uma força que “prende” e “comprime” algo (como os astros por exemplo), é na verdade uma distorção no espaço-tempo, que você poderia interpletar como “firmamento”. Uma distorção no firmamento que “prende” a lua, a terra, e etc. E ai? Iras rejeitar a teoria gravitacional de Einstein ja evidenciada por ser compatível com uma passagem bíblica criacionista?
        http://pt.wikipedia.org/wiki/Gravidade

        4 – Em que base tu inferes que se Cristo vivesse hoje, Ele seria evolucionista? Com base no argumento de que tu “achas” que na época do império de Roma Ele era criacionista? Falsa dicotomia, falsa analogia, apelo à novidade e leitura mental..
        http://pt.wikipedia.org/wiki/Distor%C3%A7%C3%A3o_cognitiva

        5 – Você lê a Bíblia? Já em alguma vez na vida pegastes um livro teológico? Se sim, em qual versículo ou teoria teológica você deduz que o “conhecimento de Cristo era limitado à um homem comum” e de que “Cristo não era onisciente”?
        Se o conhecimento de Jesus não era o mesmo que de um homem comum, Como Ele espantou os sábios estudiosos do templo com apenas 12 anos? Talvez você deduza que Cristo não tinha “tanto conhecimento assim”, porque não expôs em sua época os avanços na ciência que vemos hoje, mas lembre-se de uma coisa: Jesus não veio ao mundo para dar aulas de mecânica gravitacional ou biologia; Jesus veio ao mundo com uma missão única de resgatar o homem do pecado que ja estava em um nível colossal onde somente sangue divino e puro poderia pagar a dívida. Além disso, a astronomia científica e a biologia não são as únicas vertentes do conhecimento humano, há muitas outras áreas que Jesus demonstrou ter domínio, como por exemplo a filosofia, e até mesmo uma vertente científica, a psicologia, isso sem ter nenhuma aula particular com melhores sábios e professores da época.
        Se Cristo não era onisciente, como ele poderia saber exatamente como e quando e por que iria morrer? Como saberia que Judas iria traí-lo por moedas e que Pedro iria negá-lo 3 vezes? Jesus , mesmo que em pouca escala, tinha sim os atributos divinos. Esse argumento que você trouxe, acho que qualquer crente, até mesmo um novo convertido consegue responder à nível.

        Amigo, já estou começando a me perder em suas afirmações. Acredito que um cristão possa ser evolucionista (embora teologicamente errôneo), mas os argumentos que você apresenta são muito vagos para sustentar sua posição, por gentileza, seja mais claro e específico em relação à citações bíblicas, fontes e premissas dos argumentos.

        Abraços e não reparem no meu jeito de em cada frase usar um tipo de conjugação, sou assim mesmo rss….

        Like

      • dvilllar says:

        Terra plana, na Bíblia?

        Parece que você desconhece o básico da Bíblia.

        Ao contrário do mito ateu, na Idade Média a Igreja já sabia que a Terra era redonda; e não era em “forma de pizza”.

        Como parece que você tem dificuldades com a Bíblia, o Google já é suficiente para destruir os mitos ateus.

        Like

    • dvilllar says:

      Anderson

      “Pelo menos seja sincero de dizer-te ateu…”

      Acho que é isso mesmo. Quer que acreditemos que é um Cristão.

      E fez isso com artifícios tão simplórios, que, mais uma vez, põe abaixo a crença “ateus são mais inteligentes que teístas”.

      Agora, com relação a essa crença/lenda urbana atéia, alguém saberia dizer:

      – Onde e porque surgiu essa crença?

      – Têm engenharia genética nesse negócio?

      – E, caso geneticistas estejam envolvidos em seleção artificial na inteligência dos ateus, o que saiu errado?

      Quem sabe o deus do “Cristão” Henrique não esteja em lugares como este.

      Like

  10. Anderson says:

    Henrique,

    A Bíblia é incompatível com a TE pois ela fala de criação em seis dias literais e a TE fala em bilhões de anos. Como já expliquei, Jesus era criacionista pois deu credibilidade aos escritos de Moisés, e se não creres em Moisés não podes ser cristão. Se queres fazer isso na tua mente, é tua escolha mas não fecha com as Escrituras.
    E visto que não trazes fontes e nada mais para corroborar seus dizeres fica difícil argumentarmos racionalmente sobre as tuas afirmações.

    Percebo que tu não tens conhecimento Bíblico aprofundado mas me admiras que não tenhas humildades de assumir que não sabes. Olhe isso:

    9 tu, a quem tomei das extremidades da terra, e chamei dos seus cantos mais remotos, e a quem disse: Tu és o meu servo, eu te escolhi e não te rejeitei,” Is 41:9

    E agora me digas, um círculo tem “cantos”?
    Isso te mostro para que tomes ciência de que em nenhum lugar da Bíblia há afirmação de que a terra era plana, nem que era quadrada, nem que era circular, e crer nisso é puro fideísmo (fé cega) e irracional, além de anticientífica. A Bíblia afirma que a terra era redonda e a ciência descobre e corrobora essa afirmação, como muitas outras.
    Tens de se decidir meu amigo, és cristão e crê em Cristo ou se diz cristão mas não crê nas Suas palavras?

    Abraços,

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s