O mosaico de Palestrina mostra humanos interagir com dinossauros

Por Raymond Towers

As OOPARTS, para aqueles que não sabem, são as Out Of Place Artifacts, isto é, evidências de que a história do planeta Terra não é aquela que os arqueólogos da corrente principal nos estão a contar.

De muitas maneiras, a arqueologia mainstream é controlada por um grupo de pessoas de mente fechada, que gostam de mandar e desmandar sobre o resto de nós com o seu suposto conhecimento, e que também gostam varrer para longe as coisas que eles não conseguem explicar, ou, como o Smithsonian supostamente fez no passado, lançar as coisas para o meio do Atlântico.

Para além disso, eles são intelectuais pobres de espírito que defenderão de forma firme as conclusões que estão de acordo com o paradigma nem que tenham que descarrilar e arruinar carreiras profissionais. A Mary Leakey deu-nos lixo quando, tal como muitos outros paleontólogos, nos tentou convencer de que havíamos evoluído de macacos primitivos. Isto é falso. (….)

A Wikipedia diz:

O Mosaico Nilótico da Palestrina é um mosaico do período tardio Helenístico descrevendo o Nilo na sua passagem da Etiópia até ao Mediterrâneo. O mosaico fazia parte dum gruta-santuário Clássica na Palestrina (Itália). Ela tem 5,85 metros de largura e uma altura de 4,31 metros.

A Wikipedia faz um grande desserviço visto que nos desorienta ao mencionar vagamente os “animais do Nilo”, e ao alegar que o mosaico é “escapista” e “fantástico”. O artigo recusa-se a reconhecer o tipo de animais que são exibidos – de pé e a fazer gestos ameaçadores aos humanos que os estão a caçar, ou então passivos como se estivessem num bestiário. Entre estas criaturas encontram-se animais que há muito foram classificados de “extintos”, e, claro, dinossauros.

Eis aqui para o mosaico inteiro, que pode ser aumentado e analisado à vontade. Eis aqui uma pequena porção do mosaico, mostrando detalhes da secção direita inferior.

Mosaico_da_Palestrina

O mosaico encontra-se repleto de anomalias zoológicas, mas eu só vou salientar algumas. No canto superior esquerdo encontra-se uma cobra gigante enrolada verticalmente. Na ponta direita estão três guerreiros Etíopes com escudos. Um pouco acima deles está um lagarto enorme. Por cima dele está um cão gigante, e ainda por cima dele está uma criatura com braços longos que parece estar numa postura sentada.

Mais à esquerda destes guerreiros está um animal que parece ser um cruzamento entre um cavalo e um antílope. À esquerda deste cavalo, e por baixo dum leão macho, está o que algumas pessoas deram o nome de iguanadon.

Note-se como algumas das criaturas estão caracterizadas como tendo dentes enormes enquanto que outros estão mais dóceis. Comparem os variados animais com o tamanho das pessoas ou dos barcos junto deles. Façam esta pergunta: se estes animais são o produto da imaginação, porque é que tantos deles têm rótulos ou nomes junto a eles?

Vou avançar com uma teoria. Todos os animais que foram rotulados aparecem na parte arredonda do mosaico, à norte do lugar onde os guerreiros negros Etíopes podem ser vistos. Em contraste, os animais no centro ou na parte inferior, onde se encontram as pessoas Caucasianas com pele mais clara, não foram rotulados.

A minha hipótese é de que os animais no meio e em baixo no mosaico não foram nomeados porque todos eles eram conhecidos por parte dos antigos Gregos. Estes incluem os crocodilos, os hipopótamos, um boi e um cavalo. A minha teoria é de que alguém viajou para África de barco, e viu por lá todo o tipo de animais estranhos, e anotou os seus nomes de modo a que as pessoas do seu país pudessem saber os seus nomes e qual era a sua aparência.

Para além disso, comparem as paisagens. A terça parte superior do mosaico retrata um pais rochoso, quase sem pessoas ou estruturas. Os dois terços da parte de baixo encontram-se cheios de pessoas, edifícios e barcos.

Bispo_Bell_AfricanosFaçam esta pergunta: para além dos próprios animais, onde é que estão os elementos fantasiosos?

Os Gregos eram conhecidos pelo seu grande panteão de deuses e por histórias como os Trabalhos de Hércules, mas será que isto tem a aparência duma cena lendária, ou tem mais a aparência normal de algo pintado com um pincel de longo alcance?

Será que os animais têm mesmo a aparência de serem fantásticos, ou será que eles se parecem com um zoológico exótico duma área remota do mundo?

Conclusão: Mais uma vez, estão nos a contar uma mentira. (…)

http://bit.ly/1KVr2Pa

About Miguel

"Contempla agora o Beemoth, que Eu fiz contigo, que come a erva como o boi." (Job 40:15)
This entry was posted in Biologia and tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

3 Responses to O mosaico de Palestrina mostra humanos interagir com dinossauros

  1. Mats

    Afinal há mais de um animal estranho no mosaico? Certamente que é muita mais provável que aqueles animais na parte superior são reais, o problema mesmo é identificar. Seria mais fácil se fossem encontrados vivos OU fósseis naquela região que sejam comparáveis aos do mosaico.
    Não tendo nada a ver com o post, vou dizer que estou perplexo com um programa que estava vendo agora na TV, que fala a palavra mágica “evolução” a cada 10 segundos umas 2 ou 3 vezes, por exemplo: quando estava falando sobre o lóris (conhece?), toda vez que dizia algo sobre ele (como o fato de ter mais vértebras que os outros primatas, ter músculos muito fortes para se segurar em galhos e se alimentar de insetos tóxicos) o narrador dizia “a evolução fez”, e sobre o calau ter um enorme capacete ele também faz inúmeras referências à evolução e seguiu por uma linha muito próxima da seleção sexual.
    Ao final do programa, ele mostra várias gravações de vários animais (não me lembro de que região asiática), ele diz que foram “milhões de anos de mutações”. Sério, não é de dar dor-de-cabeça essa “explicação”?

    Like

    • MissMinie says:

      Dito assim, não é grande explicação, não, mas tem que ver que é feito para o público leigo e às vezes os cientistas não sabem muito bem lidar com isso (eu sei, pois já estive em posição semelhante à deles e tenho-os observado)

      Like

      • MissMinie

        E esse público então deve ser leigo que dói o coração! Eu também não sou o mais informado sobre ciência mas também não sou “pego” com tanta facilidade. Qualquer pessoa com uma boa capacidade de questionamento perceberia que nenhuma evidência foi dada em favor daquilo.

        Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s