Visões do céu e do inferno

Testemunho de um homem que afirma ter tido visões do céu e do inferno.

About these ads

Sobre Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
Esta entrada foi publicada em Não classificado com as etiquetas , . ligação permanente.

42 respostas a Visões do céu e do inferno

  1. jcoelho diz:

    Bem eu já tenho lugar reservado no Inferno para ir tostando lentamente.

    A seguir ao calor infernal é bem bom umas cervejolas e depois uma noitada da velha guarda, de preferência com umas diabinhas engraçadas.

    Antes o inferno que o céu, que deve ser cá uma seca ….

    Gosto

  2. Mats diz:

    As pessoas que dizem querer o inferno do que o céu não sabem o que é o inferno. Quem ja lá esteve diz que não deseja aquilo nem para o pior inimigo. Mas, prontos, os ateus residentes sabem mais do que aqueles que falam por experiência própria.
    Fazer o quê?

    Gosto

  3. jcoelho diz:

    “Quem ja lá esteve diz que não deseja aquilo nem para o pior inimigo”

    Extraordinário. Tens de me apresentar a esses tipos.

    Voltaram do além para contar ?
    Ou ressuscitaram ?

    Bem, está explicado o conteúdo do teu site.
    Com delirios destes, palavra para quê ?

    Gosto

  4. Mats diz:

    Como é que sabes que são delírios?
    Oh! Esqueci-me! O naturalismo explica tudo!

    Gosto

  5. jcoelho diz:

    ” O naturalismo explica tudo!”

    Não matts.

    Não explica tudo, há muita coisa que ainda não explica e que fica com a resposta: não sabemos.

    Muito melhor do que foi Deus ou foram os extraterrestres, ou foi briac rosa do meu vizinho que fez.

    Quando não se sabe uma coisa é melhor responder: não sei.
    É desnecessário utilizar explicações absurdas.

    Que evidências tens do inferno ?
    De que é constituido o inferno ?
    Quem o gere ?
    Quais as regras lá ?
    Etc, etc etc etc
    Dizer só inferno é muito vago, é preciso provar que existe.

    Acreditar em pessoas que dizem que lá estiveram é o mesmo que acreditar em quem diz que foi violado por extraterrestres. O onus da prova pertence-lhes e não a quem não acredita.

    Quem diz inferno,diz paraíso, deus, ets, monstros, a fada dos dentes, o pai natal, dragões, xiribitatas azuis com losagngos verdes e vermelhos.

    Gosto

  6. alogicadosabino diz:

    “Que evidências tens do inferno ?
    De que é constituido o inferno ?
    Quem o gere ?
    Quais as regras lá ?
    Etc, etc etc etc”

    Se já leste a bíblia deverias saber as respostas a essas perguntas todas.

    “Dizer só inferno é muito vago, é preciso provar que existe.”

    Dizer só evoluiu é muito vago. É preciso provar, mostrando, que isso aconteceu.

    “Quem diz inferno,diz paraíso, deus, ets, monstros, a fada dos dentes, o pai natal, dragões, xiribitatas azuis com losagngos verdes e vermelhos.”

    E peixes a decidirem passar a viver fora da água.

    Gosto

    • gleiciane diz:

      realmente jesus esta voltando pq ja esta se cumprindo o q fora dito na biblia mas jeus ainda nao voltou pq ele tem misericordia das nossas vidas s vc nao acredita deixe a incredulidade de lado e corre pra jesus pq ele ja esta as portas e qqr momento ele pode vir e t pegar d surpresa e vc o q vai fazer?concerteza vc vai clamar a jesus pr t salvar mas serà tarde de mais.

      Gosto

  7. poplove diz:

    Seus idiotas o inferno realmente existe prova maior disso esta na biblia….e se vcs ñ acreditam nela ou no inferno…é pra la q vao cedo ou tarde….antes que isso aconteça…..arrependam-se de seus pecados e aceitem a JESUS como unico e suficiente salvador….ou então saberão realmente se o inferno existe ou ñ…!!!

    Gosto

  8. NOLIVRO DE LUCAS CAPITULO 16 JESUS MOSTRA A REALIDADE DO INFERNO CONTANDO A ISTORIA DO RICO E DO MENDINGO LAZARO DEEM OUVIDOS A PALAVRA DE DEUS ANTES QUE SEJA TARDE ,BEM AVENTURADO O QUE LE A BILBLIA O QUE OUVE A BILBLIA E OQUE GUARDA AS PALAVRAS DA BIBLIA.

    Gosto

  9. Maria diz:

    A palavra de Deus diz que só existe dois caminho que é o céu e o inferno.
    assim como o céu é Real o inferno também é, lá no livro de Daniel capitulo12 fala que muitos do que dorme no pó da terra ressuscitarão, uns para a vida eterna e outros para a vergonha e desprezo eterno.
    Devemos nos arrepender enquanto estamos vivo aqui na terra, porque depois da morte segui-se ao juizo…nao queira ir pra quele lugar de tormento meu amigo…!!!

    Gosto

  10. Rômulo diz:

    Desculpe, Matts.
    Nunca li na Bíblia que alguém tenha retornado do inferno…
    Se o céu ainda não existe (será criado), também ainda não há inferno.

    Gosto

  11. Mats diz:

    Rômulo,

    Desculpe, Matts. Nunca li na Bíblia que alguém tenha retornado do inferno…

    Lê a história de Jonas e vê o significa da palavra “sepultura”.

    Se o céu ainda não existe (será criado), também ainda não há inferno.

    Donde é que tiraste a ideia de que o céu será criado, e que o inferno também será criado?

    Como é que explicas o que o vídeo mostra?

    Gosto

  12. Rômulo diz:

    Consideras então que o “Seol, Sheol, Abismo, Profundezas, Lugar das Almas” seria o inferno? A igreja Romana até já o considerou o “limbo ou purgatório”, mas enfim, retratou-se. Esta idéia, isto é, que há sabedoria na morte, é, no mínimo, um prato cheio para os adeptos do espiritismo.

    Não seria a história de Jonas mesmo literal? Pois, “As águas me cercaram até a alma, o abismo me rodeou e as algas se enrolaram na minha cabeça…”. Até poderíamos ter uma idéia ampliada em seguida, quando “… desci até os fundamentos dos montes; a terra encerrou-me com seus ferrolhos…”. Mas, honestamente, parece-me essa porção do texto apenas recurso literário do autor.

    Mas se céu e inferno co-existem à nossa realidade o que fazem aqueles que expiraram e já agora “dormem” no pó da terra? E quem dorme, neste sentido de morte, nada sabe, declara a Bíblia: “…no Sheol não há conhecimento, não se pode louvar ao Senhor…”. Como clamaria a Deus estando Jonas neste estado de conciência? Mesmo estando ele no inferno, a parábola do rico e do mendigo afirma que não há como retornar ou trocar de lado.

    Ainda mais difícil de coadunar essa idéia seria o fato de Cristo ter “acordado” Lázaro: de onde este homem retornou? Se do inferno, Jesus teria que se retratar a quem então pertenceria a alma deste homem. Mas se do céu Lázaro retornara, deve ele ter ficado indignado, pois como poderia Cristo ter lhe retirado da majestade celestial para jogá-lo de volta a Terra imunda e ali morrer segunda vez?

    Inferno será a total ausência de Deus que se concretizará no lago de fogo para aqueles que sofrerem segunda morte. E céu será a presença eterna e face à face com o Criador, quando na recriação do Paraíso e agora, para aqueles a quem Cristo salvou.

    Gosto

  13. Mats diz:

    Rômulo,

    Assumindo que tu sabes que a Bíblia é a Palavra Infalível de Deus, que tipo de evidências te fariam vêr que o inferno existe e que há pessoas lá neste momento, e que o céu existe, e que há pessoas lá neste momento?

    Dito de outra forma: como é que Deus teria que revelar a Bíblia de modo a que tu aceites que o inferno é um lugar real e já em existência?

    Gosto

  14. Rômulo diz:

    Deus já revelou, nós é que fazemos interpretações precipitadas. Assim como a pseudociência extrapola dados ou remodela teorias para se adaptar à realidade.

    Isso fica claro à medida que cristãos sinceros e intelectualmente capazes têm distintas interpretações da Verdade contida na Palavra Infalível de Deus.

    Portanto, Deus não teria de revelá-la de forma diferente a mim (ao menos que seja da vontade dEle conceder-me a esta honra). Mas se tu quiseres me informar do que já ali consta a respeito deste assunto, isto é: “morte, o que tem acontecido, acontece agora e como será no futuro este estado”; certamente não rejeitarei tais evidências que, em amor, me forem apresentadas.

    A Verdade foi revelada, mas os mistérios continuam.

    Até onde sei,dos homens que nasceram de mulher, estão com Deus apenas Elias e Moisés. É provável que Enoque também esteja. E estão com Deus “nos céus”, o que não significa que seja o céu/paraíso destinado aos salvos.
    Para aqueles que ressucitaram à ocasião da ressurreição de Cristo, o mistério continua. Lázaro, o irmão de Marta e Maria, e outros que Cristo “acordou”, provavelmente dormiram novamente e aguardam a volta de Cristo, quando serão ressucitados incorruptíveis. Primeiramente estes e depois serão transformados, em igual condição, aqueles que ainda estiverem vivos.

    É curioso que o corpo/alma de Moisés precisou ser “disputado”, pois foi revelado que o mesmo dormiu com seu povo. Apesar de Miguel ter vencido esta disputa com Satanás, parece que, por direito, pertencia Moisés ao último.

    Gosto

  15. Rômulo diz:

    Também não pude ver o vídeo, pois o mesmo já não está mais disponível.

    Gosto

  16. Mats diz:

    Rómulo,
    Não respondeste à pergunta. Se há um inferno na actualidade, e um céu (onde estão os santos), como é que a Bíblia teria que declará-los para que tu possas aceitar?

    É que para ti, a forma como a Bíblia fala do inferno e do céu não é conclusiva. Então de que forma é que seria?

    Gosto

  17. Rômulo diz:

    Normalmente se usa a parábola do mendigo e do rico para ilustrar estes ambientes. Certamente que parábolas transmitem verdades, mas traria menos dúvidas se Jesus lançasse afirmações do presente momento em que passava, como:
    – “Judas agora está sofrendo no inferno e assim ficará para sempre! Afinal, ele teve o que escolheu. Já Lázaro, estava com o Pai nos céus, mas eu não quero assim, quero que ele volte a ser um pecador. Acorda Lázaro, tens que voltar!”

    Tais informações teriam melhor validade para um céu/inferno cronologicamente paralelo a nossa realidade.

    Também, alguns usam um versículo no qual se informa que, ao morrermos, basta um “piscar de olhos” e estaremos na presença do Criador. Mas entendo o “sono da morte” como o que acontece todas as noites, isto é, dormimos mas não temos certeza se acordaremos. Nosso estado de consciência está alterado e o período desacordado passa “como um piscar de olhos”, muito rapidamente, tanto que algumas vezes aparentamos nem ter dormido.

    De outra forma, por que então precisaríamos ressuscitar ou sermos transformados para reinar com Cristo nos céus? E a Nova Jerusalém? Não seria a recriação do paraíso?

    Matts, você quer chegar a que ponto? Ao período entre a morte e a ressureição de Cristo, quando alguns afirmam que Ele esteve no inferno para “pegar as chaves”?

    Gosto

  18. jefferson diz:

    Rômulo realmente a biblia é bem clara em apocalipse q João viu novo céu e nova terra….tbm não acredito q uma pessoa possa ir ao inferno e retornar…até pq o inferno não é um lugar fisico mas como Jesus deixou claro é o lugar onde vão as pessoas q morrem…tanto q a biblia diz q o inferno dara seus mortos no dia do Juízo…qnto ao céu eu creio q exista sim mas é o céu espiritual onde habitam Deus e seus anjos….creio q Deus criará novo céu e nova terra …até pq o diabo e seus subalternos sabem como é esse céu!

    Gosto

  19. Mats diz:

    Jefferson.

    .tbm não acredito q uma pessoa possa ir ao inferno e retornar

    .
    Acreditas que alguém pode ir ao céu e retornar?

    Gosto

  20. Mats diz:

    Romulo,

    Normalmente se usa a parábola do mendigo e do rico para ilustrar estes ambientes. Certamente que parábolas transmitem verdades, mas traria menos dúvidas se Jesus lançasse afirmações do presente momento em que passava, como:

    Mas não há dúvidas em relação à parábola do mendigo e de Lázaro. Aliás, essa parábola não só demonstra uma verdade factual, como é a única parábola onde o Senhor usa o nome de alguém (Lázaro).
    Além disso, o Senhor não diz mentiras nas Suas parábolas. Se o homem rico foi lançado nos tormentos do inferno, então ele foi lançado nos tormentos do inferno.

    A questão agora é porquê de tu não aceitares o que Deus diz sobre isso.

    Além disso a Bíblia diz uma coisa que demonstra que o inferno já existe:

    Assim como Sodoma e Gomorra, e as cidades circunvizinhas, que, havendo-se corrompido como aqueles, e ido após outra carne, foram postas por exemplo, sofrendo a pena do fogo eterno.
    Judas 1:7

    Sofrendo na actualidade, e não no futuro.

    Gosto

  21. Rômulo diz:

    Matts,

    Parábolas, embora transmitem verdades, são ilustrações.

    Mas usando o próprio exemplo, já deixemos claro: (i) o nome do Lázaro (mendigo) usado não se refere ao Lázaro (real) amigo de Jesus, que era de família relativamente abastada; (ii) a própria parábola finaliza advertindo que NINGUÉM pode retornar do inferno a fim de avisar os vivos, posto que o Senhor já providenciou a Palavra.

    Fica difícil unir a idéia (posta claramente em diversas porções da Palavra) sobre o estado de consciência de TODOS os mortos: dormem e de nada sabem; com a ilustração sobre o rico (no inferno) que pedia a Abraão (no céu?) para lhe aliviar o tormento. Como seria esta comunicação?

    Pensemos que, em Judas 1:7, o autor possa estar se referindo ao veredicto do Dia do Juízo (futuro), ou, mais provavelmente, à forma como estas cidades foram destruídas, isto é, fogo e enxofre do céu. LC 17:29.
    A separação eterna de Deus (que é o preciso significado de inferno) será um evento futuro. Analisemos as palavras de Jesus: “Pois neste Dia (Juízo), HAVERÁ mais compreensão para Sodoma e Gomorra que para vocês” (falando aos hipócritas fariseus ou à Jerusalém de maneira geral). Ou seja, Sodoma e Gomorra ainda passarão pelo Juízo. MT 10:15; 11:24; MC 6:11; LC 10:12.

    Gosto

  22. Mats diz:

    Rómulo,

    Parábolas, embora transmitem verdades, são ilustrações.

    Ilustrações que mostram verdades. Atenção que estamos a assumir que a história de Lázaro é uma parábola. Em nenhuma parte do texto se diz que é uma parábola. Portanto, quem diz que isto é uma parábola é que tem que fornecer evidências.

    Mas usando o próprio exemplo, já deixemos claro: (i) o nome do Lázaro (mendigo) usado não se refere ao Lázaro (real) amigo de Jesus,

    Ninguém disse que era.

    a própria parábola finaliza advertindo que NINGUÉM pode retornar do inferno a fim de avisar os vivos, posto que o Senhor já providenciou a Palavra.

    O texto não diz que NINGUÉM pode ser enviado ao inferno e trazido de volta. Abraão diz ao homem rico que eles têm a Palavra de Deus (“Moisés e os Profetas”) e que se não acreditam neles, então não vão acreditar mesmo que alguém volte dos mortos.
    Portanto esse argumento não cola.

    Repito o que disse: a história de Lázaro e do homem rico (repara que o homem rico nem foi nomeado pelo Senhor; isso é algo que deverias meditar) mostra de forma clara que há neste momento pessoas nos tormentos horríveis do inferno.

    Fica difícil unir a idéia (posta claramente em diversas porções da Palavra) sobre o estado de consciência de TODOS os mortos: dormem e de nada sabem

    É importante usar as palavras no seu próprio contexto e não unir partes distintas da Bíblia para suportar uma nova teologia. Se vais usar esse argumento, eu respondo-te: como é que os mortos nada sabem se o homem rico, que estava morto e em tormentos no sheol, sabia quem era ABraão e sabia que os seus irmãos corriam o PERIGO de irem parar onde ele estava? Como é que TU harmonizas isso?

    com a ilustração sobre o rico (no inferno) que pedia a Abraão (no céu?) para lhe aliviar o tormento. Como seria esta comunicação?

    Eu nunca disse que Abraão estava no céu. Mas mesmo que estivesse, Deus pode muito mostrar ao homem no inferno Abraão AO LONGE e reconhecê-lo.

    Pensemos que, em Judas 1:7, o autor possa estar se referindo ao veredicto do Dia do Juízo (futuro)

    Não está. Ele fala do presente.

    , ou, mais provavelmente, à forma como estas cidades foram destruídas, isto é, fogo e enxofre do céu. LC 17:29.

    Esse fogo não foi “eterno”.

    As contorções que tu fazes para manter a ideia de que o inferno não é real.

    A separação eterna de Deus (que é o preciso significado de inferno)

    Separação eterna de Deus não é o único significado de inferno.

    será um evento futuro.

    Já há separação eterna de algumas pessoas.

    Analisemos as palavras de Jesus: “Pois neste Dia (Juízo), HAVERÁ mais compreensão para Sodoma e Gomorra que para vocês” (falando aos hipócritas fariseus ou à Jerusalém de maneira geral). Ou seja, Sodoma e Gomorra ainda passarão pelo Juízo. MT 10:15; 11:24; MC 6:11; LC 10:12.

    Mas o facto de ainda irem passar pelo Juízo FINAL (e serem lançados no fogo de enxofre) não significa que eles não estejam AGORA no fogo do inferno.

    Repito o que o Mensageiro de Deus disse:

    Assim como Sodoma e Gomorra, e as cidades circunvizinhas, que, havendo-se corrompido como aqueles, e ido após outra carne, foram postas por exemplo, SOFRENDO A PENA DO FOGO ETERNO (acção contínua e não futura)
    Judas 1:7

    Tu tens que ter cuidado com estas novas interpretações da Bíblia e do significado do inferno. Pensa assim: qual é a necessidade de se negar a leitura contextual de Judas 1:7 ou Mateus 25:41?

    Gosto

  23. jefferson diz:

    Mats….exato…tbm não acredito q uma pessoa possa ir ao céu e retornar a essa vida…Qnto a isso ..creio eu q a biblia não deixa duvidas…resumindo:o Ap Paulo diz em uma de suas cartas q não devemos ser como os gentios ,que choram qndo alguem morre,devemos saber q os q morrem em Cristo apenas dormem,até o dia do arrebatamento(embora o livro de daniel diz q uns ressucitarão para vergonha eterna e outros para glória eterna)…oque vc acha q acontece qndo uma pessoa morre sem ter se entregado a Cristo?eu acredito q demonios a levam para o inferno imediatamente…qm morre sem Cristo não tem descanso algum… considero impossivel alguem ir para o céu ou para o inferno e descreve-los Jesus disse q o rico estava em tormentos e por pedir uma “gota” de agua é obvio q ele estava no fogo inextinguivel…Eu (opinião minha) acredito q a palavra de Deus e suas testemunhas são suficientes para mostrar o caminho do Reino Deus …espero ter sido claro naquilo q eu entendo e compreendo qnto ao assunto morte,inferno,céu… e tbm dizer q sou fã desse blog e do teismo.net…realmente são ferramentas importantes para destruir os sofismas dessas ideolias travestidas de piedade…

    Gosto

  24. Rômulo diz:

    Jefferson

    Então, quem morre “em Cristo” dorme e os demais vão para o inferno. Como era a morte antes de Cristo? Pois, ao que consta, todos os reis de Israel, tanto os “que agradaram ao Senhor”, como aqueles “que não fizeram o que era agradável” dormiram com seus pais. Assim, Davi, Jeroboão, Roboão, Abias, Asa, Baasa, Onri, Acabe, Jeosafá, Jeorão, Jeú, Jeocáz, Jeoás, Azarias, Menaém, Jotão, Ezequias, Manassés, Jeoiaquim, Salomão, Uzias… enfim, quais descansaram e quais foram ao tormento eterno?

    Em Daniel, e em outras ocasiões no NT, toda a humanidade ressuscitará, uns para o céu (glória eterna) outros para o inferno (vergonha eterna).

    Gosto

  25. jefferson diz:

    Romulo
    não me recordo da passagem mas está no novo testamento q Jesus pregou aos espiritos … realmente romulo é algo q deve ser pensado e examinado…pois como sei está escrito q é ordenado ao homem morrer uma vez só ,vindo depois o juízo…mas por outro lado o apocalipse não fala da segunda morte?q é a do lago de fogo e enxofre?seria a segunda morte o inferno?…. E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o INFERNO deram os mortos que neles havia; e foram julgados cada um segundo as suas obras.Ap 20 vrs.13 Realmente essas palavras não me deixam duvidas qnto a certeza de existirem mortos no inferno(por isso tbm não creio q possam retornar) não acho loucura ou má interpretação Jesus ter pregado a Abraão,aos profetas,aos justos antecessores de Jesus …eu sei q Deus criou o inferno antes da criação do mundo…talves já não há mais memoria dos mortos qnto essa vida ,pq não existe vida no inferno apenas sofrimento e para os q estão mortos em cristo ou mortos na fé do Deus de abraão esses apenas dormem… bom Romulo é assim q eu entendo ao ler esses versiculos chaves … mas oque importa mesmo é ser de Deus …pq caso contrario o castigo a ser encarado é infinitamente insuportável … a dor não é uma ilusão … o fogo é tão temivel q no ataque das torres gemeas as pessoas se jogavam pela janela para não ser queimadas pelo fogo!

    Gosto

  26. Rômulo diz:

    Matts,

    Fui ter com um pastor (Presbiteriano) para copreender melhor estes textos. Conversamos sobre a morte e destino de quem a enfrenta. Ele é adepto da doutrina da “vigília da alma” (Calvino) sobre o estado de consciência dos mortos, isto é, estão em comunicação com Deus e entre eles, mas não conosco.

    Ele me afirmou que as estruturas do texto sobre o mendigo e o rico concordam com uma ilustração (parábola) e não com um acontecimento.

    Repito o que disse: a história de Lázaro e do homem rico (repara que
    o homem rico nem foi nomeado pelo Senhor; isso é algo que deverias
    meditar) mostra de forma clara que há neste momento pessoas nos
    tormentos horríveis do inferno.

    Se já não foi um acontecimento, já não é mais clara a idéia do atual tormento..

    Pensemos que, em Judas 1:7, o autor possa estar se referindo ao
    veredicto do Dia do Juízo (futuro)

    Não está. Ele fala do presente.

    Basta verificarmos outra tradução (Almeida revista e atualizada) para vermos que o texto já não está mais apresentado da mesma forma. Nesta versão, “Sodoma e Cia. estão postas como exemplo para o castigo eterno”, o que não significa que já estejam “sofrendo” no fogo.

    Mantenho minha posição para MT 10:15; 11:24; MC 6:11; LC 10:12.

    Mas o facto de ainda irem passar pelo Juízo FINAL (e serem lançados
    no fogo de enxofre) não significa que eles não estejam AGORA no
    fogo do inferno.

    Concordo, mas acho que deverias refletir sobre as palavras do Senhor.

    Tu tens que ter cuidado com estas novas interpretações da Bíblia e do
    significado do inferno. Pensa assim: qual é a necessidade de se negar
    a leitura contextual de Judas 1:7 ou Mateus 25:41?

    Já discutimos sobre Judas 1:7, mas Mt 25:31, 34, 41 são ainda mais claros: “Quando, pois VIER …” “Então DIRÁ …”. Todos eventos futuros.

    A idéia de inferno é diversa na Bíblia como foram diversas as culturas que o descreveram. Sheol e Geena dos judeus/persas lembram a sepultura ou o antigo vale de Geena (lixão que ardia em fogo). Haades, dos gregos, era o “guardião do além”. Os autores (mensageiros de Deus, como você quer) nem sempre estavam aptos a interpretar a mensagem de Deus para TODOS OS ASPECTOS. Foram apenas suficientes para registrar aquilo que era do interesse do Autor da mensagem. Há muitos mistérios não revelados e idéias não esclarecidas na Palavra de Deus, a qual é infalível em sua mensagem do Amor e a salvação dos homens, mas não pode ser levada ao pé da letra (ainda mais com as numerosas versões que existem).

    Gosto

  27. Jefferson diz:

    Caro Romulo
    Eu penso assim,não existe morte,pq a alma não morre,alma é indestruitivel,a morte q se refere,no caso, a primeira, é a da matéria,porem nossa alma é imortal,tanto q o tormento insuportável a ser encarado é eterno,pq a alma não morre!a segunda morte diz respeito a inexistencia de chances de redenção,é a separação definitiva do homem e Deus,isso significa morte espiritual,dor infinita de estar queimando no fogo inextinguivel pelos séculos dos séculos e separado de Deus para sempre(isso é realmente muito profundo e insondável,posso sentir uma fração da dor de não viver em paz e harmonia com Deus!)!a morte do corpo refere-se ao homem não poder voltar a ter aquele corpo, no caso de sofismas como reencarnação…ao homem está ordenado morrer uma vez só(todos morreremos essa primeira morte)até no arrebatamento, pois seremos(os salvos)transformardos ,e esse corpo mortal será extinto!
    Por isso que, baseado na imortalidade da alma e na referencia de apocalipse onde o inferno dá os seus mortos para serem julgados,entendo q para seres humanos q não aceitam a Cristo,sobre hipótese alguma dormem como Paulo afirma explicitamente sobre os salvos q já morreram!qm morre sem Cristo já está condenado qndo vivo,pois não aceitou ,não creu,infelizmente não há vida para esses,nem descanso algum(qm cre em Jesus PASSOU da morte para a vida) ,e se morrerem como podem aguardar a Deus em uma espécie de sono,como os q morreram na fé em Cristo Jesus?
    Veja q Deus diz q o inferno será lançado no lago q arde com fogo e enxofre,juntamente com as duas bestas,o falso profeta,a morte e o diabo!
    E é interessante verificar q Deus julgou(na visão profética de João) os MORTOS!q estavam vivos,pois estavam de pé e concientes diante dele,mas como já definiram sua escolha ,são mortos pq sem Jesus não há vida!

    Um abraço,…estou aberto para uma visão diferente,e jamais vou achar q meus conceitos são verdades absolutas,mas apenas uma forma de meditar,raciocinar os pontos principais de forma objetiva,sabendo q não podemos entender tudo!

    Gosto

  28. Rômulo diz:

    Jefferson,

    A Bíblia afirma que “a alma que pecar, esta morrerá” e que o” salário do pecado é a morte”, bem como, no Éden, a serpente mentiu para Eva dizendo que “não morreriam”. Particularmente para Adão e Eva, eles podem realmente ter acreditado no diabo, pois não morreram fisicamente, demonstrando que a morte foi apenas da alma Adão e da alma Eva.

    Apocalipse é um livro profético, não sequencial (mosaico de idéias) e que não se auto-interpreta (diferente de algumas visões descritas anteriormente). É difícil ter um entendimento claro de seu conteúdo.

    O inferno foi feito para o diabo e seus anjos, os quais, sabemos que estão livres neste momento (basta ir a qualquer centro espirita, umbanda,…). Não foi feito para homens, contudo, quem até o fim de sua vida decidir segui-los, enfrentará o mesmo destino.

    No dia do julgamento, Deus julgará os mortos segundo suas obras, tanto os mortos fisicos (que ressuscitarão na volta de Cristo), quanto aqueles que estiverem, embora respirando, mortos em suas fé e obra. Sabemos que não irão se salvar, pois na Terra, “não há um justo sequer” e “todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus”.

    Este é um tema de interpretações muito divergentes e é importante não darmos espaço para idéias que fortaleçam os intuitos de Satanás.

    Um abraço e que o Senhor nos abençoe.

    Gosto

  29. jefferson diz:

    Romulo
    obrigado pela atenção,

    Veja meu ponto de vista,eu não me sinto seguro saindo do ambito biblico,eu procuro respostas na própria biblia,se dizem q existe inferno ,procuro verificar na bíblia ,se dizem q não existe tbm procuro verificar na bíblia.

    Os salvos não estarão no grande julgamento,e se estiverem será para julgar os perdidos ,como diz o Ap.Paulo em uma de suas cartas,por favor, pode me corrigir se eu estiver errado;os salvos estarão no tribunal de Cristo,para receberem ou não recompensa.

    Veja q no Julgamento do trono branco os mortos foram julgados segundo suas obras,e por obras ninguem é salvo(no tribunal de Cristo as obras servem apenas para galardoar e não para salvar).

    Quanto ao Apocalipse ser profético,concordo com vc,e o inferno ter sido feito para o diabo e seus anjos tbm concordo,isso antes da fundação do mundo!Agora se os homens por livre vontade se sujeitam ao diabo e lhe servem, a única coisa q lhes resta é ao morrerem encontrarem com seu “senhor”.

    Muitas mensagens do Apocalipse são interpretativas,mas no trono branco fica claro q o inferno não é a segunda morte,fica bem claro a existencia de mortos nele,senão os “mortos dados pelo inferno” não seriam citados,eles apenas seriam “ressussitados” e consequentemente julgados.

    Já a morte de adão e eva aconteceu de fato,Deus não disse q eles morreriam imediatamente,ao desobedecerem a Ele,mas q se tornariam mortais,todos seres humanos morrem, pq são na carne, filhos de adão e eva,essa maldição é definitiva ,a carne tornou se imprestável … agora ainda resta dentro do ser humano uma alma imortal,essa ainda tem jeito,graças a Cruz!

    O que importa é a alma essa é disputado dia e noite pelo Reino de Deus e pelo reino das trevas!O QUE DARÁ O HOMEM PELA SUA ALMA?

    Portanto Romulo ,eu creio assim;qm morre sem Jesus vai direto pro inferno,qm morre com Jesus apenas dorme,aguardando o arrebatamento,com respaldo nas cartas de Paulo,inspirado Pelo Espírito Santo ele afirma q primeiro os mortos serão ressussitados e arrebatados,depois os vivos tbm serão arrebatados.O retante ficarão aqui e passarão pela Grande e Terrivel Tribulação antecipada pelo livro do Apocalipse.

    A parabola do mendigo e o rico tbm deixa claro q é impossivel uma pessoa q está no inferno vir avisar alguem q ele existe ,pra mim Jesus já nos previne de possiveis duvidas e no final do apocalipse Jesus declara Bem Aventurado aquele que lê e guarda o que está escrito no Apocalipse.

    Também desejo q Deus abençoe a todos ,abençoe vc,abençoe esse blog…e q ele tenha misericórdia daqueles q tem sido enganados por tantas FABULAS ENGENHOSAS e não conhecem a Deus de forma pessoal!

    Gosto

  30. junior diz:

    Jefersson

    Quanto aos Salvos estarão sim no julgamento para receberem seu galardão.
    Vai ser julgados suas obras e sua Fé..

    Romulo

    As doutrinas Calvinistas não são bíblicas este é o mesmo que diz que somos predestinados( se fosse Verdade não Haveria para que crer em Jesus pois não saberíamos se seriamos salvos ou não)
    Quanto ao Céu ele existe já!
    Dado que Jesus na crucificação disse ao Ladrão ao lado
    ”Em verdade vós digo , Hoje estarás no Paraiso.”

    Agora pensemos Jesus mentiria?

    Gosto

  31. luciano diz:

    Não vi o vídeo, pois está inacessível, Mas teve uma Pessoa que morreu e ressuscitou, Jesus Cristo, a este dou crédito, nele eu creio. Foi o Único que a Bíblia diz que ressuscitou. Apostolo Paulo foi arrebatado até o terceiro céu diz a Bíblia, eu creio. E ele era um líder da Igreja. Deus não é Deus de confusão. Deus abençõe.

    Gosto

  32. Rômulo diz:

    Queridos.

    Eu queria que vocês pensassem no Dia do Juízo. Será um evento futuro e único, certo? Acho que nisso todos concordamos.

    Embora existam passagens bíblicas que apontem a existência de um “inferno” e de “fogo eterno ou inextinguível”, como na Revelação, e que este local, ou poder, devolveria seus mortos, juntamente com o abismo e a morte, no dia do juízo, fica difícil pensar que homens e mulheres que já estão condenados, pudessem ser condenados novamente ao inferno.

    Da mesma forma, fica difícil entender que, se os salvos já desfrutam do céu, pudessem estes comparecer ao dia do juízo para ouvirem as sentenças. Também é complicado que, caso os salvos já estejam, agora, no cronos corrente, conscientes no Céu, os mesmos pudessem nos observar ou mesmo saberem que cá estamos a sofrer. Isto é incabível no conceito de Céu. Lá não há nem sombra de tristeza e certamente eles não se sentiriam confortáveis em saber que estamos “debaixo do sol”. Bem como, eu não posso conceber que meu Deus se compraz de torturar homens e mulheres para toda a eternidade.

    Portanto, devem haver erros de interpretação, semântica ou pontuação que seja, ou ainda alterações de sentido entre as diversas traduções nas Escrituras.

    Eu não acredito na inerrância Bíblica, o que dá espaço para diferentes interpretações e isto vemos nas diferentes “veias” do cristianismo. Estariam todas, salvo uma, incorretas? Imagino que a correta seja aquela em que os irmãos congregam.

    Eu creio que ela é a Palavra de Deus e esta palavra é suficiente, em seu todo, para o ensino em AMOR e este para a Salvação de todos.

    Gosto

  33. Rômulo diz:

    Mas sabemos, é claro, que Deus será Justo também, pois este é um de seus atributos.

    Nisto, serão relativamente poucos os salvos. Mesmo que comparados em número com os grãos da areia da praia.

    Gosto

  34. cícero diz:

    Caro Rômulo,

    O inferno será lançado no lago de fogo. As pessoas que estão no inferno, sairão de lá para serem julgadas e depois lançadas no lago de fogo (deve ser pior!) pra sempre cfe. Ap 20:14,15.

    Os salvos certamente já desfrutam de tudo de bom lá no céu. Não serão julgados, apenas receberão os prêmios no tribunal de Cristo. Como vc disse; lá não há sombra de tristeza, então Deus não deixa eles se lembrarem das amarguras da Terra.

    Abs.

    Gosto

  35. junior diz:

    Rômulo

    Da mesma forma, fica difícil entender que, se os salvos já desfrutam do céu, pudessem estes comparecer ao dia do juízo para ouvirem as sentenças. Também é complicado que, caso os salvos já estejam, agora, no cronos corrente, conscientes no Céu, os mesmos pudessem nos observar ou mesmo saberem que cá estamos a sofrer.

    ————————————————————————————————
    Isto tudo você tirou da sua cabeça, você pensa dessa forma cara.
    Volto a repetir:

    OS SALVOS IRÃO PARA O JULGAMENTO PARA RECEBEREM SEU GALARDÃO QUE AINDA NÃO FOI RECEBIDO PERANTE TODOS SERES EXISTENTES E TAMBÉM PARA JULGAR OS ANJOS CAIDOS.

    Outra da onde vc tirou a idéia que estão vendo agente aqui sofrendo?
    Quem disse isso?Algum versiculo?
    Isso não tem Base Biblica cara, você está fazendo um emaranhado e se confundindo muito…
    As pessoas já estão na gloria e gozo do Senhor e não ficam olhando por nós…isso chega a ser um pensamento espirita…serio mesmo.

    Deus abençoe

    Gosto

  36. Maria Aparecida diz:

    Mas o dia do juízo nao serviras para ngm que habitas o ceu pois alguns ja se purificaram no purgatorio e outros nem por la passaram (santos)… quem morre nao volta pq a morte faz parte dos misterios de DEUS e ele não permites voltar ngm…o dia do Aviso que Jesus e Maria falam nas aparições me Jacarei/SP faram tds as almas sofrerem por seus pecados akeles que reza mantem vígilia , conhece a mãe de Deus nosso senhor, reza o Rosário, os terços que foram ensinados por eles apenas se purificaram, que quer dizer que irao sofrer mais que isso ira passa so que os que naum se arrepende tens pecados muitos fortes, ateus e etc, sofrerá tanto que muitos morreram, outros desejariam nunca ter nascido e etc… vejo que vcs leem a bíblia mas nao a interpreta um bom livro pra compreender td da bíblia e o Catecismo da Igreja Católica e lerem as apariçoes de Jacarei são bons os avisos de Nosso Senhor Jesus Cristo e de sua Mãe Maria…

    Gosto

  37. Junior Oliveira diz:

    Alguns sugerem que o relato de Lucas 16:19-31 deveria ser interpretado literalmente, como uma descrição do estado do
    homem na morte. Mas essa interpretação nos levaria a uma série de conclusões inconsistentes com o restante das
    Escrituras. Em primeiro lugar, teríamos de admitir que o Céu e o inferno se encontram suficientemente próximos para
    permitir uma conversa entre os habitantes de ambos os lugares (versos 23-31). Teríamos de acreditar também na vida
    após a morte, enquanto o corpo jaz na sepultura, continua existindo de forma consciente uma espécie de alma espiritual
    que possui “olhos”, “dedo” e “língua”, e que inclusive pode sentir sede (versos 23 e 24).

    Se esta fosse uma descrição real do estado do homem na morte, então o Céu certamente não seria um lugar de alegria
    e de felicidade, pois os salvos poderiam acompanhar de perto os infindáveis sofrimentos de seus entes queridos que se
    perderam e até mesmo dialogar com eles (versos 23-31). Como poderia uma mãe sentir-se feliz no Céu, contemplando
    ao mesmo tempo as agonias incessantes, no inferno, de seu amado filho? Num contexto como esse, seria praticamente
    impossível o cumprimento da promessa bíblica de que então “não haverá luto, nem pranto, nem dor” (Ap 21:4).

    Diante disso, a maioria dos eruditos bíblicos contemporâneos considera a história do rico e Lázaro (Lc 16:19-31) como
    uma parábola, da qual nem todos os detalhes podem ser interpretados literalmente. George E. Ladd, por exemplo, diz
    que essa história era provavelmente “uma parábola de uso corrente no pensamento judaico e não tenciona ensinar coisa
    alguma acerca do estado dos mortos”. (O Novo Dicionário da Bíblia [São Paulo: Vida Nova, 1962], vol. 1, p. 512). Sendo
    esse o caso, temos que procurar entender qual o verdadeiro propósito da parábola.

    Nos capítulos 15 e 16 de Lucas, Cristo apresenta várias parábolas em resposta à preconceituosa discriminação dos
    escribas e fariseus para com as classes marginalizadas da época (Lc 15:1 e 2; 16:14 e 15). A parábola de Lucas
    16:19-31, que aparece no final desses dois capítulos, é caracterizado por um forte contraste entre “certo homem rico” e
    bem vestido (verso 19) e “certo mendigo, chamado Lázaro, coberto de chagas” (verso 20). O relato ensina pelo menos
    duas grandes lições. A primeira é que o status e o reconhecimento social do presente não são o critério de avaliação
    para a recompensa futura. Em outras palavras, aqueles que, à semelhança dos escribas e fariseus, se julgam mais
    dignos do favor divino podem ser os mais desgraçados espiritualmente aos olhos de Deus (comparar com Mt 23).

    A segunda lição é que o destino eterno de cada pessoa é decidido nesta vida, e jamais poderá ser revertido na era
    vindoura, nem mesmo pela intervenção de Abraão (Lc 16:25 e 26). A referência à impossibilidade de Abraão salvar o
    homem rico do seu castigo reprova o orgulho étnico dos fariseus, que se consideravam merecedores da salvação por
    serem descendentes de Abraão (ver Lc 3:8; 13:28; Jo 8:39 e 40, 52-59).

    É importante lembrarmos que um dos princípios básicos da interpretação bíblica é que não devemos fundamentar
    doutrinas nos detalhes acidentais de uma parábola, sem primeiro verificar se as conclusões obtidas estão em perfeita
    harmonia com o consenso geral das Escrituras. A própria parábola de Lucas 16:19-31 afirma que, para obter vida eterna,
    o ser humano precisa viver em plena conformidade com a vontade de Deus revelada através de “Moisés e os profetas”
    (verso 29; comparar com Mt 7:21), ou seja, através da “totalidade da Escritura” (L. L. Morris).

    Mesmo não tencionando esclarecer o estado do homem na morte, esta parábola declara, em harmonia com o restante
    das Escrituras, que os morto só podem voltar a se comunicar com os vivos através da ressurrreição (Lc 16:31). E, se
    analisarmos mais detidamente o que “Moisés e os profetas” têm a nos dizer sobre o estado na morte, perceberemos que
    os mortos permanecem inconscientes na sepultura até o dia da ressurreição final (ver Jó 14:10-12; Sl 6:4-5; Ec 9:5, 10;
    Jo 5:28 e 29; 11:1-44; I Co 15:16-18; I Ts 4:13-15).

    Fiquem com Deus.

    Gosto

  38. jephsimple diz:

    Junior achei muito consitente a sua EXPLICAÇÃO.

    O que eu realmente discordo é que as pessoas permanecem inconcientes quando morrem,não é que eu discorde completamente,por exemplo,eu já disse isso,baseado na bíblia sabemos que os que morrem em Cristo apenas dormem,o mesmo não é dito sobre os que morrem sem aceitar Jesus.

    “E deu o mar os MORTOS que nele havia; e a morte e o INFERNO deram os MORTOS que neles HAVIA; e foram julgados cada um segundo as suas obras.
    E a morte e o INFERNO foram lançados no LAGO DE FOGO. Esta é a SEGUNDA MORTE.”

    Apocalipse 20:13-14

    Diante do Trono Branco estarão todos os mortos,primeiramente os que não morreram,mesmo na tribulaçao até o evento do Armagedom[esses seriam o mar] …A morte são todos aqueles que morreram na tribulação,eles morriam e iam direto pro inferno,e por último o inferno,onde estão todos que morreram sem aceitar Jesus,inclusive quando Ele pregou aos mortos…

    Gosto

  39. jephsimple diz:

    Entre mortos da tribulação ,eu retiro os que negaram ser marcados pela besta,esses não estão mortos[morte espiritual,definição de separaqção eternacom relação a Deus],mas aguardam a sua redenção completa debaixo do altar.

    Gosto

  40. Junior Oliveira diz:

    jephsimple,

    Eu creio que com os textos bíblicos que eu coloquei anteriormente já ficou provado que nem os justos nem os ímpios mortos vão para algum lugar de consciência, a verdade é que a morte nada mais é que um sono, um texto que deixa isso bem claro é Daniel 12:2

    “Muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para a vida eterna, e outros para vergonha e horror eterno.”

    Fica evidente que tantos os justos como os ímpios estão na sepultura sem qualquer conhecimento ou consciência (Ec. 9:5,10).

    Olha que interessante este outro texto:

    “Quanto a mim, estou sendo já oferecido por libação, e o tempo da minha partida é chegado. Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a fé. Já agora a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, reto juiz, me dará naquele Dia; e não somente a mim, mas também a todos quantos amam a sua vinda.” (2 Tm. 4:6-8)

    Paulo sabia que ia morrer, pergunto, em que dia Paulo esperava receber o galardão? No dia da volta de Jesus.

    Outra coisa a se pensar é o desígnio da palavra inferno no NT, inferno (Gr. Hades) nada mais é que a sepultura, essa idéia infelizmente foi deturpada pela igreja dominante na idade média para intimidar os pagãos. A idéia de um lugar debaixo da Terra para tormento dos maus nasceu da mitologia romana (basta ler a Eneida de Virgílio para nos cientificarmos desta realidade), daí a origem da palavra inferno – do latim inferi, inferior, que vai para baixo.

    Sobre o texto de Apocalipse que você colocou, vamos fazer uma pequena exegese desses 2 versículos:

    O mar.. a morte… o Hades.

    Estas palavras destacam a universalidade da segunda ressurreição insinuada no vers. 12. Ninguém poderá escapar de comparecer em pessoa diante de Deus em seu trono. A morte e o Hades são mencionados juntos nos cap. l:18; 6:8.

    A morte e o Hades.

    Uma personificação da morte e o Hades. Este lançamento de ambos no lago de fogo, representa o fim da morte e o sepulcro ou morada dos mortos. Não terão jamais parte alguma na Terra Nova, pois são fenômenos mortais que só pertencem a este mundo. A morte é o inimigo final que será destruído (1 Cor. 15:26, 53-55).

    A segunda morte.

    Ou seja a morte que sofrerão os ímpios depois de sua ressurreição ao final dos mil anos (vers. 14) . A primeira morte é a que sobrevém a todos (1 Cor. 15:22; Heb. 9:27). Todos, tanto os justos como os ímpios, serão ressuscitados desta primeira morte (Jo. 5:28-29). Os justos sairão de suas tumbas à imortalidade (1 Cor. 15:52-55). Os ímpios serão ressuscitados para receber seu castigo e morrer eternamente (Apoc. 20:9; 21:8).

    Deus os destruirá totalmente, os aniquilará. A “segunda morte” é algo diametralmente oposto a uma vida eterna em meio de torturas, que conforme ensinam muitos será a sorte dos ímpios.

    Muito inteligente os seus questionamento, mas deixe a palavra de Deus te guiar…Deus o abençoe

    Gosto

  41. Pessoal, assisti À discussão inteira e achei que só um português casado com uma Angolana e frequentador de uma igreja Brasileira mas que já viveu em Londres e visitou a América poderá ajudar a conciliar e pacificar esta esgrima teológica: (gozação) é apenas o meu ponto de vista que Deus permitiu (segundo meus sacrificios e ofertas a Ele) que eu pudesse ter e dar:
    Assim dou este veredicto (“entre aspas”):
    A Parábola do Rico e do Lázaro não é “figurativa” nem “literal” ou seja: É uma Parábola! (ok… até aqui ainda não disse nada de conclusivo…)
    Os que dormem em Cristo dormem. Mas Paulo disse que “está próxima a hora de partir” e portanto não disse “está próxima a hora de dormir”. Portanto dormir em Cristo é dormir. Ou seja. Quem olha para o que dorme diz: está a dormir. Mas aquele que está a dormir não diz: estou a dormir. Porque está no sono. Mas os de Cristo não estão no sono da morte. Estão a dormir em Cristo.
    Agora vou falar linguagem clara e “terrestre”:
    Enquanto dormimos podemos ter sonhos maravilhosos ou sonhos horrorosos.
    Quem dorme em Cristo está no seio de Abraão. Quem dorme o sono da morte está como o homem rico que pediu água a Lázaro.
    Devem chorar pela morte de alguém quando esse alguém morreu sem Cristo. Mas se adormeceu em Cristo está em paz. Pode chorar quem quiser, por saudades [por alguém que só verão dali a algum tempo… como numa despedida de viagem no aeroporto.]
    O fumo do lago de enxofre sobe eternamente. É fogo eterno.
    Quanto ao facto de Lázaro comunicar com o homem rico que sofre no inferno, mostra que os mortos podem comunicar entre si até ao dia do Juízo porque então serão o inferno e a morte lançados no lago de fogo e enxofre reservado para o diabo e seus anjos e todos aqueles cujo nome não se encontrar escrito no Livro da Vida. Palavra do Senhor.
    Vem Senhor Jesus!
    Deus nos abençoe.

    (nota final: vale a pena lembrar que enquanto dormimos a nossa consciência é muito diferente da que temos quando estamos “despertos”, os que dormem o sono da morte e os que dormem em cristo comunicam entre si mas estão em estados de consciência diferentes.
    Eu… pessoalmente… quando deito a cabeça na almofada e sonho os meus sonhos… muitas vezes sonhos completamente “doidos”!!… meus amigos… se eu estivesse com a mesma consciência que tenho quando estou desperto, jamais aceitaria ou sentiria ou acreditaria no que se passa em alguns sonhos e creio que os irmãos percebem o que isto quer dizer:
    Isto quer dizer que os argumentos do género:
    “ah… que injusto uma mãe estar no seio de Abraão e ver o filho no inferno…”
    Atenção: no sono da morte e a dormir em Cristo estamos em estados de consciência diferentes que Todo-Poderoso determinou..)
    Enfim. Humildemente e Corajosamente:
    Daniel Lima
    AbraÇos

    Gosto

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s