Enfermeira Católica Forçada a Tomar Parte dum Aborto

Para além do aumento exponencial dos impostos, listas de espera, racionamento e o declínio dos serviços médicos oferecidos, o plano médico do Presidente Hussein Obama Junior vai ter coisas como as que são reportadas aqui.

Uma enfermeira alega ter sido forçada a escolher entre seguir as suas convicções religiosas ou perder o seu emprego quando foi ordenada (contra a sua vontade) a dar suporte a um aborto .

Segundo o processo em tribunal, o hospital chegou ao ponto de exagerar a condição da paciente ao afirmar que ela poderia morrer se a enfermeira, uma católica devota, não seguisse as ordens. A sra Catherina Cenzon-DeCarlo (35 anos) afirmou que a situação “parecia o desenrolar de um filme de horror“, e que desde o dia em que ela presenciou o aborto, tem tido pesadelos horrendos.

As maravilhas do plano médico do aborcionista Hussein Junior revelam-se mais e mais. Não só o mesmo plano tem características eugénicas, mas agora os cristãos que se oponham ao assassínio de bébés podem perder o seu emprego por isso.

O mesmo homem que votou contra a plano que visava dar apoio médico a bébés que sobrevivam aos abortos, é o mesmo homem que quer ditar como é que os hospitais devem ser geridos. Mais valia pôr o Hitler a tomar conta dos campos de concentração.

Ah, espera! Hitler de facto geria (indirectamente, é verdade) os campos de concentração, e todos nós sabemos como é que a história acabou.

Advertisement

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Pecado and tagged , , , , . Bookmark the permalink.

18 Responses to Enfermeira Católica Forçada a Tomar Parte dum Aborto

  1. Blog Mallmal says:

    Quanta bobagem. Se o procedimento era legal e ela, uma profissional em exercício, não há motivo cabível para recusar-se a participar do procedimento. Até mesmo dentro da teologia (ou tretologia) católica, ela pode excusar-se ao utilizar a regra “dos males, o menor”. Já que a decisão de realizar ou não o procedimento não estava em suas mãos, que cuidasse da paciente o melhor possível, coisa que evidentemente não estava disposta a fazer.
    Essa situação é tão patética quanto à de um médico testemunha de Jeová que se recuse a administrar hemoderivados a seus pacientes, mesmo em risco de morte.
    A decisão (e o hipotético e risível “pecado”) são do médico e da paciente, não da enfermeira crente.

    Like

  2. Mats says:

    Mallmal,

    Quanta bobagem. Se o procedimento era legal e ela, uma profissional em exercício, não há motivo cabível para recusar-se a participar do procedimento.

    Só porque algo é legal não quer dizer que esteja certo. Na Alemanha nazi era legal descriminar-se contra judeus, mas isso está errado.

    Essa situação é tão patética quanto à de um médico testemunha de Jeová que se recuse a administrar hemoderivados a seus pacientes, mesmo em risco de morte.

    Falsa analogia, uma vez que num caso está envolvido a morte de um bébé inocente, e noutro caso está envolvido a prevenção médica a pacientes.
    O teu argumento é falso devido ao facto de as situações não serem análogas.

    A decisão (e o hipotético e risível “pecado”) são do médico e da paciente, não da enfermeira crente

    Portanto, se trabalhasses num campo de concentração nazi, as tuas acções não seriam motivo de sanção disciplinar no tribunal de Nuremberga, uma vez que a matança de judeus era legal?

    Like

  3. José Barreira says:

    Não deixa de ser curioso que a maior parte dos Americanos, e muitas das outras restantes nações do mundo, estão mais satisfeitas com o presidente Obama do que estavam com Bush!

    Quanto á enfermeira DeCarlo, bom… provavelmente é mais uma daquelas orquestradas historias que saiem da esfera católica?

    JB

    Like

  4. Mats says:

    José BArreira,
    A maior parte dos americanos não está satisfeita com o Hussein Obama.
    Mas vamos assumir que eles estejam. O que é que isso prova. De certeza que muitos alemães estavam “contentes” com Hitler em 1933, mas já não tanto em 1945.
    Além disso, as políticas económicas do Obama são um desastre autêntico.

    O propósito do post é mostrar como a noção de “tolerar” o mal só leva a que o mal se torne pior. Primeiro começaram a justificar a matança de bébés, e agora querem forçar os cristãos a tomar parte no extermínio de seres humanos.

    Like

  5. Joaquim Coelho says:

    Embora tudo o que digas na justificação e comentários seja uma parvoice, conc ordo que a enfermeira deve ter direito a objecção de consciência.
    Em Portugal teria.

    Penso que quando algo numa profissão vai contra aquilo que a pessoa acredita veementemente deve ter o direito de objecção de consciência.
    Claro que tem que ser só uma pequena parte das funções, senão a pessoa tem é de escolher outra profissão.
    Em Portugal teria.

    Quanto à economia mentira. Mais uma vez.
    Parece que os efeitos se começam a sentir e o ex-governador do FED já veio dizer que no ultimo trimestre a economia poderá subir 2,5% contra os -0,5% previstos. Tudo graças à rápida intervenção do banco central e dos projectos de apoio público.
    A ver vamos. Espero bem que sim que já chega de crise.
    E Obama afirma que já em 2010 vai começar a reduzir o défict insuportável que herdou do parvinho. Esperemos que sim, mas tenho dúvidas que seja possível.

    A tua linguagem extremista intolerante e radical é que é uma execração.
    E eu sou censurado quando digo .
    Ora bolas.

    Like

  6. Joaquim Coelho says:

    Só porque algo é legal não quer dizer que esteja certo. Na Alemanha nazi era legal descriminar-se contra judeus, mas isso está errado.

    Mas os maiores apoiantes da discriminação dos judeus foram os luteranos que estão na origem dos imensos grupesculos religiosos de que tu fazes parte de um.
    A grande generalidade dos alemães protestantes e católicos nunca se opuseram à discriminação. Pelo contrário. Apoiaram, incluindo a Igreja Católica e os lideres Protestantes.
    A descriminação Histórica de Judeus é uma marca Cristã. Sempre foi e ainda é em parte.

    De certeza que muitos alemães estavam “contentes” com Hitler em 1933, mas já não tanto em 1945.

    Total desconhecimento da história.
    Hitler sempre teve um forte apoio popular. Do principio ao fim.
    Por um motivo ou por outro o povo alemão apoiou Hitler até ao fim.

    A pequena oposição vei sempre de parte da aristocracia Alemão e de alguns chefes militares. Tirando isso foi sempre nula.

    As ultimas brigadas de voluntários para defesa de Berlim, a pedido de Hitler, mostram como os alemães o apoiavam de forma incondicional.

    Like

  7. Joaquim Coelho says:

    A não esquercer a oposição de alguns jovens que de movimentos politicos que deram a vida na luta contra Hitler.
    A resistência existiu desde o inicio (e era injusto esquecê-la) mas resumiu-se a umas dúzias de heróis, muitos anónimos que deram a vida por isso.

    Aqui fica a ressalva e a correção ao “Tirando isso foi sempre nula” que deve ser lido como “quase nula”.

    Like

  8. Joaquim Coelho says:

    E Mais uma vez mentes. Chameit-te a atenção para o facto de Obama nunca ter votado contra o plano. Obama absteve-se
    Mostrei-te a acta onde está a declaração de voto do Obama e qual o seu voto.
    Mostrei-te a acta onde está o agradecimento do senador que propos a lei a Obama por não votar contra.

    Antes disto podias mentir por desconhecimento ou negligência.
    A gora mentes intencionalmente e com absoluto conhecimento de que está a mentir.

    Só neste post em mentiras e insinuações falsas temos:

    1.o plano médico do Presidente Hussein Obama Junior vai ter coisas como as que são ….
    As já acontecem agora e antes de Obama. O plano não foi ainda sequer votado. Se for aprovado e voltarem a acontecer nada tem a ver com o plano, já que nada na proposta de Obama fala nisso.
    Chama-se a isto uma mentira futurista.

    2. As maravilhas do plano médico do aborcionista Hussein Junior revelam-se mais e mais.
    Nova mentira. O plano não tem nada a ver com o aborto. Obama é a favor do direito de opção das mulheres e maridos (tal como eu sou), mas a lei já existe e não vai ser alterada. Não conheço onde o plano promova o aborto.

    3. As maravilhas do plano médico do aborcionista Hussein Junior revelam-se mais e mais. Não só o mesmo plano tem características eugénicas, mas agora os cristãos que se oponham ao assassínio de bébés podem perder o seu emprego por isso.
    De novo a mentira. A lei já existe e já existia no tempo de Bush. O que é que o plano de Obama tem a ver com uma condenação que já existe ? (~~ao tem a ver com o aborot, mas pode ser usada nesse contexto, eu discordo como já disse a enfermeira devia ter opção de objecção de consciência).
    Mas tu insunuas que isso se deve a um plano que ainda nem sequer existe. MENTIRA

    4. O mesmo homem que votou contra a plano que visava dar apoio médico a bébés que sobrevivam aos abortos, é o mesmo homem que quer ditar como é que os hospitais devem ser geridos. ..,.(o … são parvoices absurdas)

    Esta mentira expliqueui no inicio. Absteve-se, e a lei não é exactamente sobre o que dizes. Duas mentiras numa.

    Por isso Mats, nos últimos posts, cada vez que abres a boca é para MENTIR ou deturpar.
    O meu respeito por ti está no patamar mais baixo possivel.

    Uma coisa é defender o que acreditamos ser a verdade. Outra é o vale tudo, o mentir, deturpar, insinuar.
    Realmente uma boa amostra do “caridade cristã” evangélica.

    Like

  9. Mats says:

    Joaquim,

    Esta é a última vez que digo isto. Deixa de passar asneiras de formas infantis e grosseiras. Nao tens maneiras ? Ou pensas que só porque tu gostgas de usar palavrões, nós todos somos obrigados a lê-las?

    Pára de usar palavras obscenas, por favor.

    Like

  10. Mats says:

    Só porque algo é legal não quer dizer que esteja certo. Na Alemanha nazi era legal descriminar-se contra judeus, mas isso está errado.

    Mas os maiores apoiantes da discriminação dos judeus foram os luteranos que estão na origem dos imensos grupesculos religiosos de que tu fazes parte de um.

    Falso e irrelevante. Repito o que disse: “Só porque algo é legal não quer dizer que esteja certo. Na Alemanha nazi era legal descriminar-se contra judeus, mas isso está errado”.
    Certo? Ou errado?

    A grande generalidade dos alemães protestantes e católicos nunca se opuseram à discriminação. Pelo contrário. Apoiaram, incluindo a Igreja Católica e os lideres Protestantes.

    Mesm aqueles que se opuseram?

    A descriminação Histórica de Judeus é uma marca Cristã. Sempre foi e ainda é em parte.

    A diferença entre a descriminação cristã e a descriminação evolucionista de Hitler, é que os cristãos tinham diferenças teológicas com os judeus, e usaram-se disso para os perseguir. Os evolucionistas nazis, por outro lado, viam os judeus como seres evolutivamente inferiores, quer eles se convertessem ao cristianismo ou não.

    De certeza que muitos alemães estavam “contentes” com Hitler em 1933, mas já não tanto em 1945

    Total desconhecimento da história.
    Hitler sempre teve um forte apoio popular. Do principio ao fim.
    Por um motivo ou por outro o povo alemão apoiou Hitler até ao fim.

    Por favor lê o que eu disse.
    Eu não disse que o Hitler não tinha “forte apoio popular”, mas sim que o que os alemães pensavam dele em 1933 não era o mesmo que em 1945. De certeza que em 1945 os alemães não estavam tão contentes com o Hitler como estavam 10 anos antes.
    Como tal, é totalmente irrelevante que os americanos estejam contentes com o Obama. Além disso, a maikor parte nem está, mas isso é outro assunto.

    E Obama afirma que já em 2010 vai começar a reduzir o défict insuportável que herdou do parvinho

    O déficit que ele quadriplicou?
    Lê: Obama Economy Worst Since Great Depression.
    Claro que isto é tudo culpa do evolucionista Bushzito. hehe

    A tua linguagem extremista intolerante e radical é que é uma execração.

    Não há nada de “intolerante” ou “extremista” nem “radical” nas minhas palavras.

    Like

  11. Joaquim Coelho says:

    Nao tens maneiras ?
    Não.

    Depois as palavras que uso são muito mais suaves e menos obescenas que as tuas.
    São pura giria alentejana e tu inundas isto de raiva, ódio, mentira

    Esta é a última vez que digo isto

    mats, nunca tive medo de ameaças, directas ou indirectas, estou-me maribando para que bloqueis o meu ip. O blog é teu e fazes o que te interessar. mas basta pedires que para de escrever aqui. Agora palavras que tu consideras grossiera, para mim e para a maioria dos portugueses nada têm disso, e usua-as quando me apetecer. Se não gostas bloqueia.

    Como já disse palavras obsecenas são as tuas mentiras.

    Falso e irrelevante

    O irrelevante não discut.
    O falso é mais uma mentira tua. basta ler a história das perseguições cristãs aos judeus e do apoio total dos alemães ao anti-judaismo para ver quem tem razão.
    Os lideres protestantes aliaram-se a Hitler. A igreja católica concordava com a visão anti-judaica.
    95% dos alema~es eram cristãos. Nunca se opuseram á descriminação. Ela só foi possivel com o apoio deles. Há milhares de exemplos em milhares de livros sobre a II Guerra. Os alemaes colaboraram de forma activa na segregação judaica. os alema~es eram cristãos. Conclui o que quiseres, mas não mintas.

    Mesm aqueles que se opuseram?
    Deixa de ser falso e demagogo. Já expliquei isso e disse-o numa segunda resposta.

    Á parvoice da discriminação nem resposndo.
    Houve oposição, mas pouco representativa.

    A questão do contente é tola. O que conta é o apoio, Depois de 5 anos de guerra ninguém está contente, Mas certamente tu querias dizer apoio e não contente. Contente é irrelevante em politica.

    Quanto á economia só um ignorante ou fanático não vê o que se passa.
    O teu gráfico mostra isso bem

    1. Clinton deixou um superhávit recorde.
    2. Bush deixou um défice recorde
    3. Bush deixou duas guerras para pagar (o maior conbtributo para o deficit) e a maior crise economica desde a grande depressão.

    Para poder inverter a crise é necessário gastar dinheiro e aumentar o deficit.
    Obama diz que inverte isso em 2010. Eu não acredito que consiga, mas se o fízer é genial.

    Se retirares o de´fict deixado por Bush, e os encargos com a guerra do Iraque o defice de obama não é assim tão grande (muito mais pequeno que o gerado por Bush) e mesmo assim devido a ter de enfretanat a crise deixada por bush.

    Portanto se no fim do mandato Obama tiver travado a crise e iniciado a diminuição do défict americano, fez um trabalho extraordinário.
    A primeira parece que vai conseguir, a segunda é mais complicado. A ver vamos.
    Agora tu deturpas e com base em projecções para um ano, avalias um mandato de quatro anos, com 4 meses de efeitos da politica de Obama.

    Não há nada de “intolerante” ou “extremista” nem “radical” nas minhas palavras.

    Claro, um extremista, radical e intolerante nunca ia achar que as suas palavras intolerantes, extremistas e radicais.

    Mas pega neste post e dá-o a ler a amigos teus (de preferencia não evangélicos 🙂 ) sem dizer quem o escreveu.
    A seguir perguntalhe se acham que há intolerencia, radicalismo e extremismo.
    Talvez te surpreendas com a resposta deles

    Like

  12. Joaquim Coelho says:

    Queres uma pequena prova da tua demagogia, intolerância e mentira:

    Referes no teu post O mesmo homem que votou contra a plano que visava dar apoio médico a bébés que sobrevivam aos abortos, é o mesmo homem que quer ditar como é que os hospitais devem ser geridos. </b<

    Tu sabes que é mentira pois já to referi com provas irrefutáveis noutro post.
    Apesar disso mentes descaradamente

    Eu comento isto aqui, e tu ficas calado. Não corriges o post a repor a verdade, não comentas o meu comentário, seguindo a máxima de que nestas situações o melhor é não fazer ondas a ver se ninguém repara.
    Se te der jeito faz usar outra vez esta mentira noutro post, como se nada fosse, nem te tivessem alertado para o facto de ser falso.

    E depois parece uma virgem ofendida, perante um palavraozito alentejano que qualquer criança de dois anos já diz. Tu que mentes nos teus posts com a maior calma e descaramento e sem te rires. Quando é por desconheciemnto, que espero ser a maioria das vezes, ainda vai, mas com pleno conheciemento diz muito do que são capazes de fazer.

    Like

  13. Joaquim Coelho says:

    Obama absteve-se, não votou contra.

    É esta a mentira que refiro.

    Like

  14. Joaquim Coelho says:

    Falhanço economico de Obama, um exemplo:

    Vendas da Ford sobem devido a incentivos do Governo
    Um carro velho anuncia um programa do Governo Federal de incentivos à compra de carros novos num stand da Ford em Encinitas, na Califórnia. A Ford Motor Co, um dos três grandes construtores norte-americanos, deverá anunciar que as suas vendas nos EUA subiram em Julho face ao mesmo mês de 2008, devido a um aumento no final do mês devido ao programa de incentivos do Governo de Obama, segundo informaram ontem executivos de topo da empresa.

    Como consequência as acções da Ford chegaram a valorizar 8% e o S&P passou pela primeira vez desde a queda do lehman a barreira dos 1000 pontos.

    O consumo está a retomar, as empresas a produzir mais, a economia a barandar a queda e a iniciar a recuperação.
    Pena é que o desemprego vá continuar a aumentar (embora muito mais devagar). mas espera-se que em fins de 2010 mesmo esse indicador retardado (pelo facto de ter sempre um periodo grande de atraso em relação aos movimentos economicos) recupere fortemente.

    Pois é os conservadores e republicanos mais radicais andam a rezar para que a crise não acabe tão rápido.
    Mas agora nem deus lhes valhe.

    Neste momento o arranque economico egantou a primeira, e a não ser que a crise dos cartões de crédito seja muito elevada, ou surja mais alguma bolha de creditos manhosos, já nada a para.

    Like

  15. Mats says:

    O falso é mais uma mentira tua. basta ler a história das perseguições cristãs aos judeus e do apoio total dos alemães ao anti-judaismo para ver quem tem razão.

    Eu poderia pôr aqui link após link mostrando a natureza (e os actos) anti-cristãos do Hitler, que isso não mudaria nada.
    Fica aqui uma coisa que te estás a esquecer (eu também): uma vez que a moralidade é relativa, não há problema nenhum em perseguir pessoas devido à sua etnia.

    Os lideres protestantes aliaram-se a Hitler.

    Os liberais. Os conservadores não tanto. ~

    A igreja católica concordava com a visão anti-judaica.

    Não por motivos ráciso evolucionistas (que eram os que Hitler tinha) mas por motivos ideológicos relativos à interpretações Bíblicas.
    O racismo de Hitler não era baseado numa interpretaçõa Bíblica, mas na sua isão evolucionista eugénica.

    95% dos alemaes eram cristãos.

    Irrelevante. As pessoas que mandavam na Alemanha eram anti-cristãs.

    Nunca se opuseram á descriminação.

    Mentira. Houve vários cristãos que foram mortos precisamente por se oporem à perseguição evolucionista eugénica de Hitler.

    Ela só foi possivel com o apoio deles.

    Mentira. Ela só foi possível porque a nação Alemã tinha sido preparada por pessoas como o Heackel para crenças em raças inferiores e superiores. As pessoas que mais fé tinham na teoria da evolução, mais facilmente cairam no engodo nazi. Os conservadores criacionistas resistiram aos avanços eugénicos do evolucionista Hitler.

    Há milhares de exemplos em milhares de livros sobre a II Guerra. Os alemaes colaboraram de forma activa na segregação judaica. os alema~es eram cristãos. Conclui o que quiseres, mas não mintas.

    O facto da maioria do país se chamar de cristã não invalida que a liderança tivesse actuado de forma anti-cristã, como mostram os discursos de Hitler, e os próprios actos do mesmo. Afinal, só um evolucionista haveria de acreditar que os judeus eram uma raça inferior. Darwin dizia que os africanos e os australianos eram inferiores. Hitler apenas acrescentou os judeus.
    Não mudes a história como forma de esconderes o carácter evolucionista do regime nazi.

    Mesm aqueles que se opuseram?

    Deixa de ser falso e demagogo. Já expliquei isso e disse-o numa segunda resposta.

    Ó sr estudante de história, não houve cristãos que se opuseram ao evolucionista Hitler? Vais dizer mais mentiras, para além das obscenidades que por aqui trazes? Que lindo grupo.

    Á parvoice da discriminação nem resposndo.
    Houve oposição, mas pouco representativa.

    Se tu o dizes,então deve ser verdade!

    A questão do contente é tola. O que conta é o apoio, Depois de 5 anos de guerra ninguém está contente, Mas certamente tu querias dizer apoio e não contente. Contente é irrelevante em politica.

    Não, eui quis dizer o que lá está escrito.

    Quanto á economia só um ignorante ou fanático não vê o que se passa.

    Ou então alguém que não levou uma lavagem cerebral.
    Se tens problemas em ler os artigos, não culpes a tua ignorância aos outros. Lê sobre as Tea PArties, sobre as promessas de não aumentar os impostos, mas que afinal vão aumentar, sobre a pressão exercida aos média para pôr o Obama na TV em horário nobre e tudo o mais.
    Informa-te, e deixa de ser ignorante em relação à verdade por trás do Obamazinho. Se quisere,s posso te mandar mais e mais links a revelar aquilo que tu não consegues receber aqui em Portugal.
    O deficit QUADRIPLICOU debaixo de Obama. DOIS MILHÕES de desempregados. A taxa de desmprego chgeou aos 9%. A pior desde a grande depressão. Tudo isto com o Obamazito. O plano médico é atacado pelo próprio médico do Obama. Além disso, o mesmo incorpora abortos à força e eutanásia. Não sabias disso,m como é obvio.

    O teu gráfico mostra isso bem

    1. Clinton deixou um superhávit recorde.

    Mas isso deve-se ao facto de ele ter abandonado os principios liberais e ter um congresso REPUBLICANO, contorlado pelo Newt Gingrich. A dada altura, o Clinton passou a assinar tudo aquilo que o Newt lhe enviava, e ainda bem.
    O Clinton era bem melhor que o Obamazinho.

    2. Bush deixou um défice recorde
    3. Bush deixou duas guerras para pagar (o maior conbtributo para o deficit) e a maior crise economica desde a grande depressão.

    Até a chegadio do Obama. Aliás,o Obama continou com as guerras. Porque será?

    Para poder inverter a crise é necessário gastar dinheiro e aumentar o deficit.

    Sim, o Joe Biden já disse que é preciso gastar mais dinheiro para recuperar a economia. lol Está a resultar tão bem até agora.

    Se retirares o de´fict deixado por Bush, e os encargos com a guerra do Iraque o defice de obama não é assim tão grande (muito mais pequeno que o gerado por Bush) e mesmo assim devido a ter de enfretanat a crise deixada por bush.

    Quadriplicar o déficit não é assim tão grande? Boa “lógica”, Joaquim.

    <blockquote

    Não há nada de “intolerante” ou “extremista” nem “radical” nas minhas palavras.

    Claro, um extremista, radical e intolerante nunca ia achar que as suas palavras intolerantes, extremistas e radicais.
    MAs quem as classificou de “extremista, intolerante e radical” foste tu. é a tua opinião extremista intolerante e radical.

    Mas pega neste post e dá-o a ler a amigos teus (de preferencia não evangélicos ) sem dizer quem o escreveu.
    A seguir perguntalhe se acham que há intolerencia, radicalismo e extremismo.
    Talvez te surpreendas com a resposta deles

    Talvez não saibas, mas eles lêem estes posts. A tua falta de conhecimento sobre quem lê o que se passa aqui leva-te a fazer declarações hilariantes!

    Queres uma pequena prova da tua demagogia, intolerância e mentira:

    Referes no teu post O mesmo homem que votou contra a plano que visava dar apoio médico a bébés que sobrevivam aos abortos, é o mesmo homem que quer ditar como é que os hospitais devem ser geridos.

    Tu sabes que é mentira pois já to referi com provas irrefutáveis noutro post.
    Apesar disso mentes descaradamente

    E eu já dei provas em como ele foi contra o tal plano, bem como referi a enfermeria em cujos braços morreu um dos bébés que o Obama não serem susceptíves de cuidados médicos.
    Vamos assumir que ele se “absteve”. Isso não muda nada. Uma pessoa que se abstém de legalizar ajuda médica a bébés é tão horrível como alguém que nega tais cuidados. Imagina que uma mulher está a ser violada, e tu mantens-te neutro. Qual é a diferença entre isso e uma pessoa que vê o que se passa, e vira as costas?
    O que o Hussein Obama fez é deplorável, e cada vez que vejo esse homem com um bébé nos braços mete-me nojo. A ideologia do homem mete-me nojo e horror. Graças a Deus os americanos estão a acordar e a descobnrir que foram enganados.

    E depois parece uma virgem ofendida, perante um palavraozito alentejano que qualquer criança de dois anos já diz.

    É trágico que tu acredites que dizer palavrões é algo ligado ao povo alentejano. Estou certo que muitos ficariam ofendidos com as tuas palavras. É melhor falares só por ti e deixar o resto do bom povo alentejano em paz, uma vez que nem todos são como tu. Não tens problemas em usar palavras menos próprias em ambientes que se quer respeitoso e adulto, mas outros podem ter. Em respeito a eles, deixa os palavrões de fora.

    Like

  16. Joaquim Coelho says:

    Mats

    A resposta ficou retida, quando puderas liberta-a.

    Like

  17. MVR says:

    Agora palavras que tu consideras grossiera, para mim e para a maioria dos portugueses nada têm disso, e usua-as quando me apetecer.

    Então se pode usar baixo calão com outras pessoas, de outras regiões, se na nossa não o é considerado?

    Então se podem xingar todos, com a desculpa de que não considera um xingamento. Mas não vá fazer isto com as autoridades.

    Like

  18. Joaquim Coelho says:

    Bom parece que estou bloqueado neste post, tudo bem

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s