Mutações e Mitologia

No blog intitulado de “Crónica da Ciência – Divulgar ciência, cepticismo e pensamento crítico”, encontramos este post onde tudo que é divulgado é mitologia mascarada de ciência.

Não deixa de ser impressionante a quantidade de falsas crenças que dominam a religião evolucionista.

Eis aqui a minha resposta.

“A questão de fundo do desígnio inteligente, e do criacionismo que no fundo são a mesma coisa, é que determinado nível de resultados não pode ser obtido a partir do acaso.”

O “acaso” não é uma força criativa, e muito menos uma força organizadora. Só na teoria da evolução isso acontece. Segundo, a teoria do design inteligente e o criacionismo Bíblico são coisas distintas.

Por exemplo, vou tentar fazer uma analogia com um desenho. Como é que pontos feitos ao acaso numa folha de papel podem desenhar um gato? Se houver um processo de selecção que leve a um acumulo dos pontos que foram feitos no sitio certo.”

Quem é que faz a selecção no desenho? Tu, um ser inteligente.
Quem é o ser inteligente que faz a selecção na natureza? Se não há nenhuma inteligência a fazer a selecção na natureza então a tua “analogia” é irrelevante.

É impressionante a quantidade de evolucionistas que faz o mesmo erro vezes e vezes sem conta.

“Agora que já desenhámos um gato com pontos feitos ao acaso, deixem-me falar da teoria da evolução”

Sim, tu desenhaste o gato. Não foi o “acaso” que desenhou o gato.
Vês a diferença fundamental?

“Na teoria da evolução as coisas passam-se de uma forma parecida.”

Não, não se passam, uma vez que segundo a mitologia darwinista, não há nenhuma inteligência a selecionar os resultados das mutações.

“Aparecem mutações ao acaso.” Aquelas que estão “erradas”, isto é, que não contribuem para o sucesso adaptativo são apagadas. Ficam as outras. Que se vão acumulando. É o efeito cumulativo de mutações que permite a evolução e o aparecimento de novas características.”

Vários problemas:
1. Mutações re-organizam e/ou apagam informação que já exista.. Elas não geram novas funções genéticas.
2. As mutações são na sua esmagadora maioria malignas para o sistema biológico. Acreditar que um processo aleatório como as mutações genéticas possam gerar sistemas sofisticados como o sistema de visão é ter uma fé imensa e totalmente infundada.

“E se no caso do desenho do gato se pode argumentar que ainda não podia ser totalmente ao acaso, quer seria preciso uma “inteligencia” para discernir os pontos certos dos mal colocados, no segundo caso teriamos de argumentar que a selecção natural é uma forma de inteligencia.”

Ainda bem que te apercebeste do problema. A questão claro está é que a selecção natural não é uma forma de inteligência. A selecção natural é apenas um filtro natural que elimina os menos aptos. É mesma coisa que um animal viver num sítio com erva alta, e não poder vêr os predadores que se aproximam quer pelo ar ou mesmo por terra. Se ele for comido por um predador, posso dizer que a selecção natural manifesta na erva alta é uma “inteligência”? A erva alta é uma “inteligência” como a mente humana?

“Ou aceitar que depois do acaso, a selecção natural resolve o problema.”

A selecção natural não resolve o problema. A selecção natural preserva o que de bom já existe. O que a tua teoria da evolução tem que explicar é donde é que veio esse “bom” que já existe, levando em conta que o “acaso” não é uma força criativa ou organizadora.

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Biologia and tagged , , . Bookmark the permalink.

2 Responses to Mutações e Mitologia

  1. Joao says:

    Lamento que digas que o meu blogue está mascarado de seja o que for.

    De qualquer modo, como tiveste a decencia de me avisar da tua critica a mim, aqui fica o meu aviso da minha critica a ti.

    Like

  2. Maria Isabel says:

    queria desejar os modificadores das mutacoes

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s