Resposta ao Luis: O ADN é Informação

No blog do Sabino outros darwinistas rejeitam o que a ciência tem para oferecer como forma de manterem a sua fé em Darwin.

A ciência tem mostrado que as formas de vida têm dentro de si um sistema de informação de complexidade impressionante, bem para além do que nós somos capazes de produzir. Esse sistema de informação controla os mecanismos que fazem o organismo funcionar.

Esmagados pelas ramificações da descoberta de informação dentro das formas de vida, os ateus foram obrigados a racionalizar esta descoberta científica de forma a manterem a sua rejeição de Deus.

Alguns ateus buscam incessantemente a força natural capaz de gerar sistemas de informação, mas outros dão um passo mais radical: negam completamente que o ADN seja em si mesmo um sistema de informação.

Um dos comentadores deste post seguiu esse caminho e afirmou o seguinte:

Enquanto seres inteligentes podemos retirar informação de qualquer coisa.

O facto de se poder retirar informação de “qualquer coisa” não é o mesmo que o ADN ter informação embutido nele (quer nós sejamos capazes de entender ou não).

Por exemplo, há pessoas que podem traduzir o seguinte para português: “En arche en Ho Logos”. No entanto, como nem eu nem tu (presumo eu) sabemos falar grego, será que a frase descrita anteriormente não tem informação? Ou será que essa frase ganha significado apenas e só depois de nós sabermos traduzir?

Semelhantemente, o ADN tem instrucções genéticas para refrigeração, desenvolvimento, auto-reparação e muitas outras coisas em si mesmo, quer nós saibamos o que lá está codificado ou não.

Obviamente também a podemos extrair do ADN. Também podemos codificar a informação que encontramos. Por exemplo, posso descrever um objecto apresentando a sua cor. As letras “azul” representam a cor do céu mas o céu não contém a sua cor codificada desta ou doutra forma.

Isso chama-se “non sequitur”. O facto de podermos definir uma das qualidades de um objecto pela côr, não quer dizer que todos os objectos que possuem essa característica tem um sistema de informação. Por exemplo, eu posso dizer que a parede de uma casa e a minha irmã são altas, mas isso não quer dizer que tanto ela como a minha irmã tem dentro delas códigos de informação apenas é só porque partilham a característica da altura.

A côr é uma propriedade de muitos objectos materiais. A informação é uma consequência de actividade inteligente. O facto de nós traduzirmos o que está dentro das formas de vida para linguagem que nós podemos entender, não significa que o processo de tradução está ao mesmo tempo a gerar informação onde anteriormente não existia. Isto é ilógico.

De que maneira então está codificada a informação no ADN, já que dizes que ela existe?

Da mesma maneira que o código morse e o código binário estão codificados. A “ligeira” diferença é que o código que está nas formas de vida é impressionantemente complexo, testemunho claro de que é o resultado de Uma Mente Superior (Deus).

Salmo 33
6 Pela palavra do SENHOR foram feitos os céus e todo o exército deles pelo espírito da Sua Boca.
7 Ele ajunta as águas do mar como num montão; põe os abismos em depósitos.
8 Tema toda a terra ao SENHOR; temam-NO todos os moradores do mundo.
9 Porque falou, e foi feito; mandou, e logo apareceu.

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Biologia, Ciência and tagged , . Bookmark the permalink.

2 Responses to Resposta ao Luis: O ADN é Informação

  1. Luís says:

    Imaginem que têm um tabuleiro 5×5 e distribuem 5 peças aleatoriamente por essas casas. A partir desse tabuleiro posso escrever a informação do estado do tabuleiro através de um código qualquer (existe outra forma de escrever informação sem usar código?). Por exemplo, atribuindo letras às colunas e números às linhas. Posso então, por exemplo, descrever esse tabuleiro como A1-A3-B2-C2-D5. Isto significa que podemos codificar o tabuleiro. Agora digam-me: esse tabuleiro contém informação codificada? Esse tabuleiro necessita de uma inteligência criadora?
    O mesmo que se passa para este modelo hipotético passa-se para o ADN.

    Like

  2. Pingback: Criacionismo no liceu de Espinho « No princípio criou Deus os céus e a Terra

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s