Médico Com Orientação Sexual Protegida Pelo Estado Sedava e Abusava os Pacientes

Sem dúvida que foi o “preconceito”, a “descriminação” e a “homofobia” que o levaram a fazer isto. Acontece frequentemente


Kelly Martins

A Polícia Civil prendeu na manhã desta segunda-feira (27 de julho) o médico ortopedista Célio Eiji Tobisawa, homossexual de 43 anos, por sedar pacientes, homens com idade entre 20 e 25 anos, e fazer sexo oral neles. Os fatos teriam ocorrido no Hospital Regional do município de Colíder, localizado a 650 quilômetros de Cuiabá, onde o médico trabalha há mais de um ano.

O homossexual acusado já foi transferido para a capital e está preso em uma cela especial na Polinter. Ele teve o mandado de prisão preventiva expedido pelo juiz da Comarca de Colíder, Erico Duarte de Almeida.

A equipe de reportagem do Olhar Direto conversou com o delegado Sergio Ribeiro Araujo, responsável pelo caso, segundo o qual o médico irá responder por estupro de vulnerável, cuja pena é reclusão entre 8 e 15 anos. As investigações tiveram início há um mês e já foram identificados pelo menos três pacientes vítimas do médico que, além de trabalhar no interior, também possui uma clínica particular em Cuiabá.

Conforme o delegado, as vítimas escolhidas pelo acusado possuem aparência semelhante: jovens altos, loiros e de olhos azuis. A prática do sexo oral ocorria, segundo ele, logo após o médico realizar o procedimento de infiltração e aplicar o sedativo.

A denúncia surgiu por uma das vítimas que tentou impedir o ato praticado por Célio Eiji e, no momento, chegou até mesmo ser agredida por ele. No entanto, o rapaz conseguiu se levantar da maca, percorreu o corredor do hospital e foi até a diretoria formalizar a denúncia.

“O médico sempre apresentou um padrão de conduta normal. Mas podemos verificar o perfil psicopata demonstrado e não há dúvidas de que ele tenha praticado o mesmo ato contra outros pacientes”, declarou o delegado ao Olhar Direto.

Comentário de Julio Severo: O crime relatado aqui é de natureza homossexual, porém a notícia omitiu completamente a palavra “homossexual”. Mas o que o jornal se recusa a mostrar, o Blog Julio Severo revela, inserindo no texto divulgado aqui, para maior clareza jornalística, a palavra em negrito que está na própria essência do crime noticiado.
Repare também que as vítimas entre 20 e 25 anos são chamadas de “homens”. Se as vítimas fossem homossexuais, seriam apresentadas como rapazes ou jovens. Na defesa do homossexualismo, vale desumanizar meninos e jovens.
É óbvio que se o caso noticiado fosse o de um médico homossexual que se sentiu melindrado com algum comentário “preconceituoso”, a palavra “homossexual” teria sido abundantemente usada a favor dele. Só em casos desfavoráveis ao homossexualismo é que o jornalismo irresponsável omite identificações fundamentais.
Leia mais:
Advertisements

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Pecado, Sociedade and tagged , , . Bookmark the permalink.

47 Responses to Médico Com Orientação Sexual Protegida Pelo Estado Sedava e Abusava os Pacientes

  1. Clayton Luciano says:

    Se algum dia o heterossexualismo é que sofrer preconceito, estas estórias serão contadas envolvendo o heterossexualismo.

    É preciso primeiro averiguar se ambos, homossexualismo e heterossexualismo estão sujeito as mesmas ações, para que se exija deles as mesmas reações.

    E no mais, compartilho do entendimentio de que a “opção” sexual é fato involuntário do indivívuo.

    Like

  2. jonas says:

    A questão da homossexualidade é de largo um problema de ordem comportamental,pois até hoje nenhum “gene homossexual” foi descoberto.Então o ambiente reflete sobre o comportamento que se traduzirá em atitudes,e elas são de cunho voluntário.

    Like

  3. Clayton Luciano says:

    Jonas:

    “A questão da homossexualidade é de largo um problema de ordem comportamental,pois até hoje nenhum “gene homossexual” foi descoberto.”

    Não é simplesmente genes que causam informações genéticas, há também o fato da disposição entre eles,

    E dizer que não foi encontrado não é sinônimo de não exisitir explicação genética.

    “Então o ambiente reflete sobre o comportamento que se traduzirá em atitudes,e elas são de cunho voluntário”

    Não, é mais o comportamento que é reflexo do ambiente onde se vive, e a maior contradição do sistema do preconceito ao homossexualismo, é justamente que no momento em que se forma a personalidade, na infancia e na adolescencia, oé o momento em que o indivíduo não capacidade de discernimento de decidir como ele pretende reagir as ações de constituição de sua personalidade, ele simplesmente é levado.

    Like

  4. jonas says:

    Clayton!
    Então agora concordas que os genes não tem fator fundamental em novas funções?se entendi direito o queres falar sobre a “disposição entre eles” queres falar sobre a retitada de Introns através de Splicing é isso?Que um Gene pode ser expresso de muitas formas de proteínas e isso acarretaria mudanças?Tentas me convencer o que a própria ciência diz sobre o homossexualismo,em que ele é de carácter comportamental?A ciência que tanto gostaria que fosse um Gene já abriu mão disso,então porque insistes?
    Está muito confusa a tua condução de raciocínio quanto comportamento x ambiente.A princípio a personalidade se forma até os 6 anos e isto é científico e isto quer dizer que o ambiente é responsável sim pela formação de sua personalidade,então veja a gravidade de voce lidar com crianças como você mesmo diz”sem capacidade de discernimento” e colocadas em situações de risco iminente para a consolidação e eminencia desta.(personalidade).O ambiente será sempre fator preponderante mediante ao comportamento futuro,porque se não fosse assim não era preciso educar.Voce provalvemente tem muitas atitudes e comportamentos decorrentes da tua criação!Capisce!

    Like

  5. Clayton Luciano says:

    Jonas:

    “Então agora concordas que os genes não tem fator fundamental em novas funções?”

    Tem, mas não é só sua constituição quimica, há também o fator de sua disposição e outos ainda possíveis de serem descobertos.

    “Tentas me convencer o que a própria ciência diz sobre o homossexualismo,em que ele é de carácter comportamental?”

    A ciencia não era para voce a comentários atrás de confiabilidade absoluta.

    “A ciência que tanto gostaria que fosse um Gene já abriu mão disso,então porque insistes?”

    Estáciencia não era para voce a comentários atrás de confiabilidade absoluta

    “muito confusa a tua condução de raciocínio quanto comportamento x ambiente.A princípio a personalidade se forma até os 6 anos e isto é científico e isto quer dizer que o ambiente é responsável sim pela formação de sua personalidade,”

    Então o ambiente pode formar, junto com a constituição genética a “opção sexual”.

    “então veja a gravidade de voce lidar com crianças como você mesmo diz”sem capacidade de discernimento” e colocadas em situações de risco iminente para a consolidação e eminencia desta.(personalidade).O ambiente será sempre fator preponderante mediante ao comportamento futuro,porque se não fosse assim não era preciso educar.Voce provalvemente tem muitas atitudes e comportamentos decorrentes da tua criação!Capisce!”

    Logo o homossexualismo, se é errado, o homossexual não tem culpa nenhuma por ser assim.

    Se o raciocínio é o produto de química e física num computador astronomicamente potente (cérebro), se programando ao longo do tempo às custas de construções internas (tipo de construção/DNA)
    que sofre ações externas (na infancia, principalmente), não há como culpar úm homossexual por ser assim.

    Like

  6. Mats says:

    Clayton,
    Como é normal, já estás a tentar mudar o foco do post.

    Se algum dia o heterossexualismo é que sofrer preconceito, estas estórias serão contadas envolvendo o heterossexualismo.

    Não sabes disso, e é irrelevante. Comenta o que o post diz e não tentes dar uma de adivinho.

    É preciso primeiro averiguar se ambos, homossexualismo e heterossexualismo estão sujeito as mesmas ações, para que se exija deles as mesmas reações.

    Irrelevante.

    E no mais, compartilho do entendimentio de que a “opção” sexual é fato involuntário do indivívuo.

    O teu entendimento contradiz os dados que já foram recolhidos uma vez que há pessoas que eram heterossexuais mas que passaram a ser homossexuais, e há muitos homens e mulheres que eram homossexuais mas que agora são heterossexuais.

    A homossexualidade é um condicionamento social e não algo embutido na composição genética da pessoa.

    Like

  7. Clayton Luciano says:

    Mats:

    “Como é normal, já estás a tentar mudar o foco do post.”

    Como é normal, voce com suas propagandas enganosas.

    “Não sabes disso, e é irrelevante. Comenta o que o post diz e não tentes dar uma de adivinho.”

    O raciocínio é justamente o instrumento para se auferir de pressupostos imediatos, uma conclusão extra-planar, caso contrário não seria raciocínio e sim verificação.

    “Irrelevante.”

    Sentença sem fundamentação – pregação

    “O teu entendimento contradiz os dados que já foram recolhidos uma vez que há pessoas que eram heterossexuais mas que passaram a ser homossexuais, e há muitos homens e mulheres que eram homossexuais mas que agora são heterossexuais.”

    Se esqueceu do bissexualismo?

    A homossexualidade é um condicionamento social e não algo embutido na composição genética da pessoa.

    Like

  8. Clayton Luciano says:

    Mats:

    “A homossexualidade é um condicionamento social e não algo embutido na composição genética da pessoa”

    Logo, não existem homossexuais insatisfeitos com sua “opção” sexual (que lógica hein?)

    Like

  9. jonas says:

    Clayton!
    “logo não existem homossexuais insatisfeitos..
    Existem sim e não são poucos,pois o “gargalo” é o ambiente nocivo que se traduz em comportamentos e atitudes,muitas decorrentes de traumas ou complexos que se instalaram na fase precoce da formação da personalidade,onde não se tinha o discernimento e amadadurecimento do senso crítico e de avaliação.

    Like

  10. Clayton Luciano says:

    Jonas:

    “logo não existem homossexuais insatisfeitos..
    Existem sim e não são poucos,pois o “gargalo” é o ambiente nocivo que se traduz em comportamentos e atitudes,muitas decorrentes de traumas ou complexos que se instalaram na fase precoce da formação da personalidade,onde não se tinha o discernimento e amadadurecimento do senso crítico e de avaliação.”

    Voce admite que o homossexual não tem culpa, não há porque serem punidos, como diz a Bíblia.

    Like

  11. jonas says:

    Como és falto de entendimento em questões de que te convém.A culpa vem quando a pessoa chega ao entendimento e a avaliação de que aquilo lhe faz bem ou não.Já está provado que o homossexualismo é uma “roleta russa” em todos os seus aspectos biopsicosociais.Queres novamente desvirtuar o debate sobre que o Bíblia manda ou não,descontextualizando passagens sem saber o conteúdo primordial,pois tu mesmo falou que não perderia tempo em ler artigos criacionistas.És um arrogante e preconceituoso posando de cético,quando no fundo não queres chegar a VERDADE pois ela te incomoda.Jesus manda amar os homossexuais,os injustos,os caluniadores,os falto de entendimento, e até você,mas isso não quer dizer que não temos o compromisso de se levantar contra fortalezas estabelecidas( até o ateísmo) em que os inocentes são educados também com o nosso(criacionistas) dinheiro.Já pensou se fosse o contrário o que estarias esbravejando.
    Procure ser mais lúcido em tuas avaliações,pois só tens a ganhar em todos os aspectos.

    Like

  12. Clayton Luciano says:

    Jonas:

    “Como és falto de entendimento em questões de que te convém.A culpa vem quando a pessoa chega ao entendimento e a avaliação de que aquilo lhe faz bem ou não.”

    Vamos supor que voce esteja certo. Seria justo exigir de uma pessoa que sente uma atração fortíssima pelo mesmo sexo e nenhuma pelo sexo oposto, o mesmo rendimento (reações como a do post), que se espera de uma pessoa que sente uma atração fortíssima pelo sexo oposto e nenhuma pelo mesmo sexo?

    “Já está provado que o homossexualismo é uma “roleta russa” em todos os seus aspectos biopsicosociais.”

    Jáestá provado que a religião também, e daí?

    “Queres novamente desvirtuar o debate sobre que o Bíblia manda ou não,descontextualizando passagens sem saber o conteúdo primordial,pois tu mesmo falou que não perderia tempo em ler artigos criacionistas.”

    Eu disse que era melhor voces traduzirem os textos em comentá-los pois sou do Brasil e inglês não é minha lingua e eu traduzo, mas não textos que não tenho interesse. Cabe àquele que utiliza a prova a traduzir.

    “És um arrogante e preconceituoso posando de cético,quando no fundo não queres chegar a VERDADE pois ela te incomoda.Jesus manda amar os homossexuais,os injustos,os caluniadores,os falto de entendimento, e até você,mas isso não quer dizer que não temos o compromisso de se levantar contra fortalezas estabelecidas( até o ateísmo) em que os inocentes são educados também com o nosso(criacionistas) dinheiro.Já pensou se fosse o contrário o que estarias esbravejando.
    Procure ser mais lúcido em tuas avaliações,pois só tens a ganhar em todos os aspectos.”

    Voce foi o primeio a partir para agressões pessoais e além do mais, em todas a religiões, os messias mandam fazer as coisas

    Like

  13. jonas says:

    Clayton!
    És um cético que não é cético,um agnóstico , um não ateu ,afinal o que tu és ,agora compreendo porque tens tanta dificuldade de estabelecer um debate pois não sabes o que és e o que crês,e assim fica difícil para se estabelecer uma linha de raciocínio.Opinião minha:és um franco atirador daqueles “si hay gobierno,soy contra !” ou um rebelde sem causa,ou simplesmente um cara de mal com a vida.Te ache!!

    Like

  14. Clayton Luciano says:

    Jonas:

    “És um cético que não é cético,um agnóstico , um não ateu ,afinal o que tu és ,agora compreendo porque tens tanta dificuldade de estabelecer um debate pois não sabes o que és e o que crês,e assim fica difícil para se estabelecer uma linha de raciocínio.Opinião minha:és um franco atirador daqueles “si hay gobierno,soy contra !” ou um rebelde sem causa,ou simplesmente um cara de mal com a vida.Te ache!!”

    Sou um pensador sem fronteiras, só isto. Não tenho uma fé que possa atrapalhar meu raciocínio. Raciocínio nada mais, nada a menos

    Like

  15. Mats says:

    Clayton,

    “Não sabes disso, e é irrelevante. Comenta o que o post diz e não tentes dar uma de adivinho.”

    O raciocínio é justamente o instrumento para se auferir de pressupostos imediatos, uma conclusão extra-planar, caso contrário não seria raciocínio e sim verificação.

    Comenta o que o post diz: Médico homossexual sedava os pacientes e depois abusava deles. Os jornais “esqueceram-se” de dizer que o médico era homossexual.

    “O teu entendimento contradiz os dados que já foram recolhidos uma vez que há pessoas que eram heterossexuais mas que passaram a ser homossexuais, e há muitos homens e mulheres que eram homossexuais mas que agora são heterossexuais.”

    Se esqueceu do bissexualismo?

    Não me esqueci de nada. Comenta as coisas que estão escritas:

    há pessoas que eram heterossexuais mas que passaram a ser homossexuais, e há muitos homens e mulheres que eram homossexuais mas que agora são heterossexuais.

    Como é que harmonizas a tua crença de que as pessoas “não escolhem” a sua orientação sexual com os dados que mostram que há pessoas que ESCOLHERAM deixar o comportamento homossexual? Não fujas à pergunta, como sempre fazes. Limita-te a responder ao que te é pergunta sem divagar.

    “A homossexualidade é um condicionamento social e não algo embutido na composição genética da pessoa”

    Logo, não existem homossexuais insatisfeitos com sua “opção” sexual (que lógica hein?)

    De que forma é que o facto de existirem homossexuais que tentam sair da vida homossexual refuta a frase que diz “A homossexualidade é um condicionamento social e não algo embutido na composição genética da pessoa” ?
    Lá estás tu a tentar trazer factos irrelevantes à questão.

    Deixa-me focar no importante de modo a prevenir que fujas outra vez ao ponto:

    * Tu acreditas que há predisposição biológica para a homossexualidade, ou será que esse é um comportamento adquirido/condicionado durante uma fase da vida?

    Like

  16. arnaldocesar says:

    Como estudamos na faculdade, sabemos que, se durante o início da gestação de um feto do sexo masculino ocorrer uma baixa de testosterona, as chances de nascer um menino gay aumentam incrivelmente, já que os hormônios femininos é que vão configurar o cérebro. O mesmo pode ocorrer com fetos femininos, se ocorrer ao contrário, é claro.

    Like

  17. Mats says:

    Arnaldo,

    Então acreditas que a homossexualidade é um condicionamento biológico?

    Like

  18. Clayton Luciano says:

    Mats:

    “Então acreditas que a homossexualidade é um condicionamento biológico”

    Pode não ser um condicionamento por si só conclusivo, mas é um condicionamento.

    Like

  19. Clayton Luciano says:

    Mats:

    “Não me esqueci de nada. Comenta as coisas que estão escritas:

    há pessoas que eram heterossexuais mas que passaram a ser homossexuais, e há muitos homens e mulheres que eram homossexuais mas que agora são heterossexuais.”

    Estas pessoas são bissexuais, porém em vez de exercer simultaneamente, exerce primeiro um e depois outro.

    “Como é que harmonizas a tua crença de que as pessoas “não escolhem” a sua orientação sexual com os dados que mostram que há pessoas que ESCOLHERAM deixar o comportamento homossexual?”

    Estas pessoas são bissexuais, exercendo primeiro um e depois outro comportamento. Se a pessoa foi para cama com uma pessoa do mesmo sexo mais de uma vez, é porque ela gostou de “homossexualizar”, e se ela mudou depois para o heterossexualismo e gostou é porque ela gostou de “heterossexualizar”, logo ela sente atração pelos dois sexos e resolveu usufruir um de cada vez.

    Uma pessoa heterossexual não aguenta ir para cama com uma pessoa do mesmo sexo, se aguentou é porque não é heterossexual por excelência.

    “Não fujas à pergunta, como sempre fazes. Limita-te a responder ao que te é pergunta sem divagar.”

    Propaganda enganosa. Voce faz jornalismo também?

    “De que forma é que o facto de existirem homossexuais que tentam sair da vida homossexual refuta a frase que diz “A homossexualidade é um condicionamento social e não algo embutido na composição genética da pessoa” ?

    Se fosse uma opção voluntária, a pessoa sairia quando quiser.

    “Lá estás tu a tentar trazer factos irrelevantes à questão.”

    Propaganda enganosa.

    “Deixa-me focar no importante de modo a prevenir que fujas outra vez ao ponto:

    * Tu acreditas que há predisposição biológica para a homossexualidade, ou será que esse é um comportamento adquirido/condicionado durante uma fase da vida?”

    Os dois

    Like

  20. Mats says:

    Clayton,

    “Não me esqueci de nada. Comenta as coisas que estão escritas:

    há pessoas que eram heterossexuais mas que passaram a ser homossexuais, e há muitos homens e mulheres que eram homossexuais mas que agora são heterossexuais.”

    Estas pessoas são bissexuais, porém em vez de exercer simultaneamente, exerce primeiro um e depois outro.

    Mas elas deixaram a homossexualidade. Tu não lês o que as pessoas escrevem ou tens prazer em mudar o assunto a meio da discussão?

    “há pessoas que eram heterossexuais mas que passaram a ser homossexuais, e há muitos homens e mulheres que eram homossexuais mas que agora são heterossexuais.”

    Eu não disse que tinham atracção por um sexo, e passaram a ter TAMBÉM atracção por outro sexo. Eu disse que DEIXARAM DE TER ATRACÇÃO HOMOSSEXUAL, e passaram a ser EXCLUSIVAMENTE heterossexuais. Onde está a bissexualidade nisto?

    Repito a pergunta: se a homossexualidade não é uma escolha, como é possível que haja pessoas que ESCOLHERAM deixar esse comportamento, e abraçaram a normalidade sexual?

    “De que forma é que o facto de existirem homossexuais que tentam sair da vida homossexual refuta a frase que diz “A homossexualidade é um condicionamento social e não algo embutido na composição genética da pessoa” ?

    Se fosse uma opção voluntária, a pessoa sairia quando quiser.

    Mas há pessoas que saem da homossexualidade quando querem. Se estás a dizer que o facto de haver lutas e dificuldades para sair da homossexualidade é evidência de que as pessoas não saem quando querem, então o mesmo se pode dizer do consumo de tabaco. Há pessoas que lutam bravamente para abandonar esse comportamento nocivo. Como elas lutam, então – segundo a tua lógica subentendida – então o fumar não é uma escolha mas algo biológicamente pre-determinado. É isso que pensas?

    * Tu acreditas que há predisposição biológica para a homossexualidade, ou será que esse é um comportamento adquirido/condicionado durante uma fase da vida?”

    Os dois

    O que é que te faz pensar que a homossexualidade é uma predisposição biológica, uma vez que já admites que a homossexualidade pode ser um COMPORTAMENTO adquirido?

    Like

  21. Clayton Luciano says:

    Mats:

    “Mas elas deixaram a homossexualidade. Tu não lês o que as pessoas escrevem ou tens prazer em mudar o assunto a meio da discussão?”

    Elas deixaram de exercer a homossexualidade, podem sentir atração pelo mesmo sexo (homossexua/bissexual) e não mais exercer, assim como um homem para ser padre, se não tem relações com nenhum dos dois sexos, não quer dizer que ele seja assexual.

    Um bissexual pode escolher qual lado vai exercer. Já um homossexual, ou ele exerce o homossexualismo, ou não vai desfrutar de sexo na vida, já que não sente atração pelas pessoas do sexo oposto.

    “Eu não disse que tinham atracção por um sexo, e passaram a ter TAMBÉM atracção por outro sexo. Eu disse que DEIXARAM DE TER ATRACÇÃO HOMOSSEXUAL, e passaram a ser EXCLUSIVAMENTE heterossexuais. Onde está a bissexualidade nisto?”

    Deixaram de ter atração? Voce entrou dentro ca cabeça da pessoa para averiguar? Se a pessoa é bi, ela sete atração pelos dois sexos, o que pode ter acontecido é a pessoa ter dado uma que era homossexual e não era. Da mesma forma que alguém se faz por heterossexual e não é.

    “Repito a pergunta: se a homossexualidade não é uma escolha, como é possível que haja pessoas que ESCOLHERAM deixar esse comportamento, e abraçaram a normalidade sexual?”

    São bi, e nem sabem.

    “Mas há pessoas que saem da homossexualidade quando querem. Se estás a dizer que o facto de haver lutas e dificuldades para sair da homossexualidade é evidência de que as pessoas não saem quando querem, então o mesmo se pode dizer do consumo de tabaco. Há pessoas que lutam bravamente para abandonar esse comportamento nocivo. Como elas lutam, então – segundo a tua lógica subentendida – então o fumar não é uma escolha mas algo biológicamente pre-determinado. É isso que pensas?”

    O fato de ser facilmente viciável no tabaco, é predisposição bilógica.

    O que é que te faz pensar que a homossexualidade é uma predisposição biológica, uma vez que já admites que a homossexualidade pode ser um COMPORTAMENTO adquirido?

    Like

  22. Clayton Luciano says:

    Mats:

    “O que é que te faz pensar que a homossexualidade é uma predisposição biológica, uma vez que já admites que a homossexualidade pode ser um COMPORTAMENTO adquirido?”

    Na minha opinião, não há rígida divisão entre homossexual/bissexual/homossexual, lei do tudo ou nada.

    A pessoa pode se situar dentro de uma classificação milimetrada numa escala, dentro de uma ponta a outra. O nível de classificação vai determinar a facilidade do indivíduo de conseguir se abster de deteminado comportamento.

    Like

  23. Mats says:

    Clayton,

    “Mas elas deixaram a homossexualidade. Tu não lês o que as pessoas escrevem ou tens prazer em mudar o assunto a meio da discussão?”

    Elas deixaram de exercer a homossexualidade, podem sentir atração pelo mesmo sexo (homossexua/bissexual) e não mais exercer

    1. Podem sentir ou podem não sentir. Tudo depende do que os envolvidos dizem, e eles dizem que deixaram de ter atracção homossexual.

    2. O facto de terem deixado de PRACTICAR a homossexualidade indica que deixaram de ser homossexuais, tal como o facto de se deixar de fumar mostra que já não são fumadores. Ou será que alguém que tem “atracção” por fumar ainda é um “fumador”?

    “Eu não disse que tinham atracção por um sexo, e passaram a ter TAMBÉM atracção por outro sexo. Eu disse que DEIXARAM DE TER ATRACÇÃO HOMOSSEXUAL, e passaram a ser EXCLUSIVAMENTE heterossexuais. Onde está a bissexualidade nisto?”

    Deixaram de ter atração? Voce entrou dentro ca cabeça da pessoa para averiguar?

    Como é que sabes que ainda tem atracção homossexual, quando eles dizem que não tem? Entraste na cabeça deles para averiguar?

    “Repito a pergunta: se a homossexualidade não é uma escolha, como é possível que haja pessoas que ESCOLHERAM deixar esse comportamento, e abraçaram a normalidade sexual?”

    São bi, e nem sabem.

    lol
    Mas tu sabes mais deles do que eles próprios? Entraste no cérebro deles para averiguar?
    Se a homossexualidade não é uma escolha, como é possível que haja pessoas que ESCOLHERAM deixar esse comportamento, e abraçaram a normalidade sexual?

    “Mas há pessoas que saem da homossexualidade quando querem. Se estás a dizer que o facto de haver lutas e dificuldades para sair da homossexualidade é evidência de que as pessoas não saem quando querem, então o mesmo se pode dizer do consumo de tabaco. Há pessoas que lutam bravamente para abandonar esse comportamento nocivo. Como elas lutam, então – segundo a tua lógica subentendida – então o fumar não é uma escolha mas algo biológicamente pre-determinado. É isso que pensas?”

    O fato de ser facilmente viciável no tabaco, é predisposição bilógica.

    O facto de alguém lutar para deixar de ser fumador é sinal de que fumar é uma predisposição biológica? Se não, então o facto de alguém lutar para deixar a homossexualidade não quer dizer que a homossexualidade seja uma predisposição biológica. Não há evidências de que ser-se homossexual seja algo biológico e não comportamental.

    “O que é que te faz pensar que a homossexualidade é uma predisposição biológica, uma vez que já admites que a homossexualidade pode ser um COMPORTAMENTO adquirido?”

    Na minha opinião, não há rígida divisão entre homossexual/bissexual/homossexual, lei do tudo ou nada.

    Não foi isso que eu perguntei. Como é que sabes que a homossexualidade é uma predisposição biológica ?

    Like

  24. Clayton Luciano says:

    Mats:

    “1. Podem sentir ou podem não sentir. Tudo depende do que os envolvidos dizem, e eles dizem que deixaram de ter atracção homossexual.”

    Vamos supor que sim, logo a mudança de sexualidade não foi voluntária, pois ele deixou de sentir e por isto largou.

    “2. O facto de terem deixado de PRACTICAR a homossexualidade indica que deixaram de ser homossexuais, tal como o facto de se deixar de fumar mostra que já não são fumadores. Ou será que alguém que tem “atracção” por fumar ainda é um “fumador”?”

    É um viciado do mesmo jeito, só caso contrário seria fumante quando estivesse fumando, quando o cigarro acabasse, até que se comprasse mais um maço, seria não fumante (critéio psicológico)

    “Como é que sabes que ainda tem atracção homossexual, quando eles dizem que não tem? Entraste na cabeça deles para averiguar?”

    O que sei é que é confesso que já se deitaram com pessoas do mesmo sexo, e se isto é prova irrefutável de homossexualidade, cabe a eles provarem que deixaram de sentir atrações homossexuais e uma simples declaração é alegação e não prova.

    “Mas tu sabes mais deles do que eles próprios? Entraste no cérebro deles para averiguar?
    Se a homossexualidade não é uma escolha, como é possível que haja pessoas que ESCOLHERAM deixar esse comportamento, e abraçaram a normalidade sexual?”

    1 – O que sei é que é confesso que já se deitaram com pessoas do mesmo sexo, e se isto é prova irrefutável de homossexualidade, cabe a eles provarem que deixaram de sentir atrações homossexuais e uma simples declaração é alegação e não prova

    2 – A pessoa pode se situar dentro de uma classificação milimetrada numa escala, dentro de uma ponta a outra. O nível de classificação vai determinar a facilidade do indivíduo de conseguir se abster de deteminado comportamento.

    “O facto de alguém lutar para deixar de ser fumador é sinal de que fumar é uma predisposição biológica?”

    O fato de alguém se viciar facilmente é que é.

    “Se não, então o facto de alguém lutar para deixar a homossexualidade não quer dizer que a homossexualidade seja uma predisposição biológica. Não há evidências de que ser-se homossexual seja algo biológico e não comportamental.”

    Se a heterossexualidade é uma predisposição biológica, não há do porque concluir de que a homossexualidade não seja. O Arnaldo já te explicou sobre a questão hormonal.

    “Não foi isso que eu perguntei. Como é que sabes que a homossexualidade é uma predisposição biológica ?”

    Como sabe que a heterossexualidade é? ( a resposta é a mesma)

    Like

  25. Mats says:

    Mais enrolanços e fuga às perguntas por parte do sr Clayton,

    “1. Podem sentir ou podem não sentir. Tudo depende do que os envolvidos dizem, e eles dizem que deixaram de ter atracção homossexual.”

    Vamos supor que sim, logo a mudança de sexualidade não foi voluntária, pois ele deixou de sentir e por isto largou.

    Deixaram de sentir VOLUNTARIAMENTE, portanto a mudança foi voluntária. Pergunta ao ex-gays e eles vão-te dizer.
    Portanto, porque é que achas que a homossexualidade não é uma escolha quando a pessoas que ESCOLHERAM sair dessa vida?

    “2. O facto de terem deixado de PRACTICAR a homossexualidade indica que deixaram de ser homossexuais, tal como o facto de se deixar de fumar mostra que já não são fumadores. Ou será que alguém que tem “atracção” por fumar ainda é um “fumador”?”

    É um viciado do mesmo jeito

    Alguém que não fuma é na mesma fumador?

    “Como é que sabes que ainda tem atracção homossexual, quando eles dizem que não tem? Entraste na cabeça deles para averiguar?”

    O que sei é que é confesso que já se deitaram com pessoas do mesmo sexo, e se isto é prova irrefutável de homossexualidade, cabe a eles provarem que deixaram de sentir atrações homossexuais e uma simples declaração é alegação e não prova.

    Como é que eles te provariam que não tem atracção sexual? Como é que podemos ficar a saber que alguém não tem atracção homossexual? Pensando nisso, como é que eu posso saber que TU não tens atracção homossexual?
    Prova para mim que tu NÃO tens atracção por outros homens. (Se vês o ridículo deste requerimento, então vês o ridículo de pedires aos ex-homossexuais que te mostrem que não tem atracção por pessoas do mesmo sexo)

    “Mas tu sabes mais deles do que eles próprios? Entraste no cérebro deles para averiguar? Se a homossexualidade não é uma escolha, como é possível que haja pessoas que ESCOLHERAM deixar esse comportamento, e abraçaram a normalidade sexual?”

    1 – O que sei é que é confesso que já se deitaram com pessoas do mesmo sexo, e se isto é prova irrefutável de homossexualidade, cabe a eles provarem que deixaram de sentir atrações homossexuais e uma simples declaração é alegação e não prova

    Repito: como é que um ex-homossexual pode mostrar ao sr Clayton que já não tem atracção homossexual?

    “O facto de alguém lutar para deixar de ser fumador é sinal de que fumar é uma predisposição biológica?”

    O fato de alguém se viciar facilmente é que é.

    Eu não perguntei sobre “viciar” mas sobre lutar para deixar. O facto de alguém lutar para deixar um certo estilo de vida é evidência que esse estilo de vida é uma predisposição biológica?

    “Se não, então o facto de alguém lutar para deixar a homossexualidade não quer dizer que a homossexualidade seja uma predisposição biológica. Não há evidências de que ser-se homossexual seja algo biológico e não comportamental.”

    Se a heterossexualidade é uma predisposição biológica, não há do porque concluir de que a homossexualidade não seja. O Arnaldo já te explicou sobre a questão hormonal.

    Eu não disse que a heterossexualidade é uma predisposição biológica. Tu é que dizes que a homossexualidade é uma predisposição biológica, portanto TU tens que mostrar evidências dessa crença.

    Repito a PERGUNTA: como é que sabes que a homossexualidade é uma predisposição biológica? Mostra algum tipo de evidência para nós vermos.

    “Não foi isso que eu perguntei. Como é que sabes que a homossexualidade é uma predisposição biológica ?”

    Como sabe que a heterossexualidade é? ( a resposta é a mesma)

    Sempre a fugir à pergunta. Vê a resposta em cima, e depois mostra evidências para o que dizes.

    Mostra-nos evidências de que a homossexualidade é uma predisposição biológica.

    Não fujas à pergunta OUTRA VEZ.

    Like

  26. Clayton Luciano says:

    Mats:

    “Mais enrolanços e fuga às perguntas por parte do sr Clayton”

    Propaganda enganosa…

    “Deixaram de sentir VOLUNTARIAMENTE, portanto a mudança foi voluntária. Pergunta ao ex-gays e eles vão-te dizer.
    Portanto, porque é que achas que a homossexualidade não é uma escolha quando a pessoas que ESCOLHERAM sair dessa vida?”

    Da mesma forma que vai depender do grau de vício para se afastar das drogas, vai depender do grau de homossexualismo para conseguir se afastar do homossexualismo, A pessoa pode se situar dentro de uma classificação milimetrada numa escala, dentro de uma ponta a outra. O nível de classificação vai determinar a facilidade do indivíduo de conseguir se abster de deteminado comportamento.

    Estas pessoas que deixaram de ser gays, tem agora que ficar lutando contra á atração homossexual para manterem. A vontade vem de dentro, assim como o amor por alguém. (voces chamam esta predisposição ao homossexualismo de demonio encarnado)

    “Alguém que não fuma é na mesma fumador? ”

    Se tem que ficar lutando o tempo todo para não fumar, é viciado.

    “Como é que eles te provariam que não tem atracção sexual? Como é que podemos ficar a saber que alguém não tem atracção homossexual? Pensando nisso, como é que eu posso saber que TU não tens atracção homossexual?
    Prova para mim que tu NÃO tens atracção por outros homens. (Se vês o ridículo deste requerimento, então vês o ridículo de pedires aos ex-homossexuais que te mostrem que não tem atracção por pessoas do mesmo sexo)”

    É incontroverso que se deitavam com pessoas do mesmo sexo, se voce concorda que não se tem como provar que eles não sentem atração sexual pelo mesmo sexo, voce concorda que não dá para afirmar que eles deixaram de ser homossexuais (critério psicológico) , dá para afirmar que, se tem tal desejo, resistem.

    “Repito: como é que um ex-homossexual pode mostrar ao sr Clayton que já não tem atracção homossexual?”

    Com alguém esfregando no seu corpo dele enquanto alguém mede os batimentos cardiacos, já dá pra começar.

    “Eu não perguntei sobre “viciar” mas sobre lutar para deixar. O facto de alguém lutar para deixar um certo estilo de vida é evidência que esse estilo de vida é uma predisposição biológica?”

    É evidência de que ele tenta deixar algo que a natureza dele pede.

    “Eu não disse que a heterossexualidade é uma predisposição biológica. Tu é que dizes que a homossexualidade é uma predisposição biológica, portanto TU tens que mostrar evidências dessa crença.”

    Se o heterossexualismo é uma predisposição biológica, o homossexualismo pode ser. O que define o sexo no cérebro é aquilo que o Arnaldo disse, hormônios no cérebro quando da sua formação.

    “Repito a PERGUNTA: como é que sabes que a homossexualidade é uma predisposição biológica? Mostra algum tipo de evidência para nós vermos.”

    Só pela lógica se chega à conclusão de que o homossexaulismo é involuntário, mas se voce quer uma explicação biológica, se durante o início da gestação de um feto do sexo masculino ocorrer uma baixa de testosterona, as chances de nascer um menino gay aumentam incrivelmente, já que os hormonios femininos é que vão configurar o cérebro (é a proporção entre hormonios femininos e masculinos atuando no feto é que vão determinar seu sexo psicogico).

    “Sempre a fugir à pergunta. Vê a resposta em cima, e depois mostra evidências para o que dizes.

    Mostra-nos evidências de que a homossexualidade é uma predisposição biológica.”

    1 – Entre seis e oito semanas depois da concepção, o feto do sexo masculino recebe uma dose maciça de homônios chamados androgênios que alterma o cérebo de um formato feminino (o padrão de todo feto) para uma configuração masculina. se durante o início da gestação de um feto do sexo masculino ocorrer uma baixa de testosterona, as chances de nascer um menino gay aumentam incrivelmente, já que os hormonios femininos é que vão configurar o cérebro. ((Barbara Pease)

    2 – A maior prova de que o homossexualismo é biológico é o fato de que não é a regra alguém se decidir aceitar a hossexualidade, assim facilmente, geralmente a pessoa luta o que pode, devido a preconceitos da propria consciencia, da família, da sociedade, e quando se entrega ao homossexulismo, é porque já desistiu de lutar.

    É o grau de homossexualismo um dos fatores que vão deteminar se a pessoa vai vencer esta luta ou não. retornando, a pessoa pode se situar dentro de uma classificação milimetrada numa escala, dentro de uma ponta a outra. O nível de classificação vai determinar a facilidade do indivíduo de conseguir se abster de deteminado comportamento.

    Like

  27. jonas says:

    Mats!
    Como és afeito a Filosofia deves conhecer o método que os Sofistas usaram contra os sábios gregos como Sócrates,Thales de Mileto e Demócrito de Abdera.Sócrates não negava a existência de coisas relativas,mas buscava Verdades Universais,e no seu contra argumento os Sofistas relativizavam todas as coisas com a máxima de Protágoras:”O homem é a medida de todas as coisas.”No Sofismo há uma visão relativa do mundo,em que isto implica que até na moralidade ou imoralidade esta não poderia ser julgada fora de seu contexto cultural.Dizem que os primeiros “advogados” foram os sofistas,pois ensinavam como usar a Eristica em um debate.Vou transcrever literalmente o conceito de ERÌSTICA segundo a Wikipédia “È a arte ou a técnica da disputa argumentativa no debate filosófico f,empregada com o objetivo de vencer uma discussão e não necessáriamente de descobrir a VERDADE de uma questão.”Alguns em seu blog não estão interessados em buscar a verdade e isso desgasta..Eu sei que devemos responder a todos com mansidão e temor a razão da nossa Esperança(1 Pedro 3:15) .Com Sofistas fica dificil,pois não estão comprometidos com a busca da verdade, e usam e abusam da Erística.Abraços

    Like

  28. Mats says:

    Clayton,

    “Deixaram de sentir VOLUNTARIAMENTE, portanto a mudança foi voluntária. Pergunta ao ex-gays e eles vão-te dizer. Portanto, porque é que achas que a homossexualidade não é uma escolha quando a pessoas que ESCOLHERAM sair dessa vida?”

    Da mesma forma que vai depender do grau de vício para se afastar das drogas, vai depender do grau de homossexualismo para conseguir se afastar do homossexualismo

    Então é possível “se afastar do homossexualismo”? Então estamos de acordo?

    Estas pessoas que deixaram de ser gays, tem agora que ficar lutando contra á atração homossexual para manterem.

    Como é que sabes disso? Entraste na cabeça delas e viste isso lá?

    “Alguém que não fuma é na mesma fumador? ”

    Se tem que ficar lutando o tempo todo para não fumar, é viciado.

    Eu não perguntei se é viciado ou não. Eu perguntei: “alguém que não fuma é na mesma fumador?” Sim ou não?

    “Como é que eles te provariam que não tem atracção sexual? Como é que podemos ficar a saber que alguém não tem atracção homossexual? Pensando nisso, como é que eu posso saber que TU não tens atracção homossexual? Prova para mim que tu NÃO tens atracção por outros homens. (Se vês o ridículo deste requerimento, então vês o ridículo de pedires aos ex-homossexuais que te mostrem que não tem atracção por pessoas do mesmo sexo)”

    É incontroverso que se deitavam com pessoas do mesmo sexo, se voce concorda que não se tem como provar que eles não sentem atração sexual pelo mesmo sexo

    Tu afirmas que eles tem atracção sexual pelo mesmo sexo. Eles dizem que não tem atracção pelo mesmo sexo. Como tu supostamente sabes mais da vida deles do que eles mesmo, tu é que tens que provar que eles tem atracção pelo mesmo sexo. Eles não tem que provar que não tem atracção pelo mesmo sexo.

    Tens como provar que eles continuam com atracção ao mesmo sexo ou não?

    “Repito: como é que um ex-homossexual pode mostrar ao sr Clayton que já não tem atracção homossexual?”

    Com alguém esfregando no seu corpo dele enquanto alguém mede os batimentos cardiacos, já dá pra começar.

    haha
    Que tal se fizéssemos o mesmo a ti, e puséssemos um homem a esfregar-se a ti? Se o teu batimento cardíaco aumentasse? Será que isso provaria que és homossexual ?

    “Eu não perguntei sobre “viciar” mas sobre lutar para deixar. O facto de alguém lutar para deixar um certo estilo de vida é evidência que esse estilo de vida é uma predisposição biológica?”

    É evidência de que ele tenta deixar algo que a natureza dele pede.

    Quando entro numa loja de informática eu também luto com a tentação de pegar nas coisas e fugir. Será que há um gene de “ladrão de material informático”? Quando entre numa pastelaria fico com vontade de pegar em alguns bolos e fugir dali para fora. Será que há um gene de “ladrão de pastelarias”? Há alguma predisposição biológica para roubar material informático ou bolos com creme?

    AS tuas respostas estão a roçar o humor.

    “Eu não disse que a heterossexualidade é uma predisposição biológica. Tu é que dizes que a homossexualidade é uma predisposição biológica, portanto TU tens que mostrar evidências dessa crença.”

    Se o heterossexualismo é uma predisposição biológica, o homossexualismo pode ser.

    Voltaste a dizer a mesma coisa que eu já respondi.

    Eu não disse que a heterossexualidade é uma predisposição biológica. Tu dizes que a homossexualidade é uma predisposição biológica, portanto TU é que tens que mostrar evidências.

    Tens alguma evidência de que a homossexualidade é condicionada pelos genes? Mostra-me algum artigo científico a afirmar isso.

    O que define o sexo no cérebro é aquilo que o Arnaldo disse, hormônios no cérebro quando da sua formação.

    O “sexo” e não a “orientação sexual”. Vês a distinção?

    “Repito a PERGUNTA: como é que sabes que a homossexualidade é uma predisposição biológica? Mostra algum tipo de evidência para nós vermos.”

    Só pela lógica se chega à conclusão de que o homossexaulismo é involuntário, mas se voce quer uma explicação biológica, se durante o início da gestação de um feto do sexo masculino ocorrer uma baixa de testosterona, as chances de nascer um menino gay aumentam incrivelmente, já que os hormonios femininos é que vão configurar o cérebro (é a proporção entre hormonios femininos e masculinos atuando no feto é que vão determinar seu sexo psicogico).

    Que pena que a ciência não confirme esse mito:

    * “there is no genetic component [in homossexuality] , but rather an environmental component shared in families” ((Science, Vol. 262, page 2063, December 24, 1993))

    * Columbia University psychiatry professors Drs. William Byrne and Bruce Parsons stated in 1994: “There is no evidence that at present to substantiate a biological theory. [T]he appeal of current biological explanations for sexual orientation may derive more from dissatisfaction with the present status of psychosocial explanations than from a substantiating body of experimental data”

    Portanto, há cientistas que afirmam que não há evidências de que a homossexualidade tem raízes biológicas. Tu dizes que há, portanto tens que mostrar as evidências.

    Mostra-as.

    1 – Entre seis e oito semanas depois da concepção, o feto do sexo masculino recebe uma dose maciça de homônios chamados androgênios que alterma o cérebo de um formato feminino (o padrão de todo feto) para uma configuração masculina. se durante o início da gestação de um feto do sexo masculino ocorrer uma baixa de testosterona, as chances de nascer um menino gay aumentam incrivelmente, já que os hormonios femininos é que vão configurar o cérebro. ((Barbara Pease)

    Refutado em cima.

    2 – A maior prova de que o homossexualismo é biológico é o fato de que não é a regra alguém se decidir aceitar a hossexualidade, assim facilmente, geralmente a pessoa luta o que pode, devido a preconceitos da propria consciencia, da família, da sociedade, e quando se entrega ao homossexulismo, é porque já desistiu de lutar.

    Portanto, como alguém luta para NÃO ser homossexual, isso prova que ser homossexual é uma consequência da genética interna?

    Boa “lógica”. Vamos usar a mesma “lógica” para outros comportamentos:

    * Há homens casados que são atraídos por outras mulheres. Como eles lutam contra esses desejos, isso prova que ser maritalmente infiel é algo que ele não pode controlar, e portanto, ele não deve combater esses desejos genuínos.

    * Há homens que tem atracção por crianças, e muitos deles lutam contra esses desejos. Como eles LUTAM contra esses desejos, isso prova que esses desejos são sinceros e genuínos, e portanto a sociedade só tem que legalizar a pedofilia.

    Concordas com isto? És a favor da infidelidade e da pedofilia? Acho que já vês o quão ridículo o teu argumento é.

    Like

  29. Clayton Luciano says:

    Mats:

    “Então é possível “se afastar do homossexualismo”? Então estamos de acordo”

    Dependendo do grau, sim (na realidade não exercer), da mesma forma que é possível se afastar do heterossexualismo (por exemplos os padres)

    “Como é que sabes disso? Entraste na cabeça delas e viste isso lá?”

    Da forma que voce sabe, ou entraste na cabeça delas e viste isso lá?

    “Eu não perguntei se é viciado ou não. Eu perguntei: “alguém que não fuma é na mesma fumador?” Sim ou não?”

    Sua pergunta não é pertinente, respondi daquela forma para dar pertinência à sua pergunta.

    “Tu afirmas que eles tem atracção sexual pelo mesmo sexo. Eles dizem que não tem atracção pelo mesmo sexo. Como tu supostamente sabes mais da vida deles do que eles mesmo, tu é que tens que provar que eles tem atracção pelo mesmo sexo.”

    É incontroverso que eles se deitaram com pessoas do mesmo sexo, se eles alegam que agora não sentem mais atração, eles é que tem que provar.

    “Eles não tem que provar que não tem atracção pelo mesmo sexo.”

    Então eu não acredito neles.

    “Tens como provar que eles continuam com atracção ao mesmo sexo ou não?”

    o ônus da prova é de quem alega.

    “Tens alguma evidência de que a homossexualidade é condicionada pelos genes? Mostra-me algum artigo científico a afirmar isso.”

    Entre seis e oito semanas depois da concepção, o feto do sexo masculino recebe uma dose maciça de homônios chamados androgênios que alterma o cérebo de um formato feminino (o padrão de todo feto) para uma configuração masculina. se durante o início da gestação de um feto do sexo masculino ocorrer uma baixa de testosterona, as chances de nascer um menino gay aumentam incrivelmente, já que os hormonios femininos é que vão configurar o cérebro. ((Barbara Pease)

    “sexo” e não a “orientação sexual”. Vês a distinção?

    O sexo não é por questões hormonais, e sim na fecundação (X,Y), já a orientação é que envolve questões hormonais.

    Que pena que a ciência não confirme esse mito:

    “* “there is no genetic component [in homossexuality] , but rather an environmental component shared in families” ((Science, Vol. 262, page 2063, December 24, 1993))”

    “* Columbia University psychiatry professors Drs. William Byrne and Bruce Parsons stated in 1994: “There is no evidence that at present to substantiate a biological theory. [T]he appeal of current biological explanations for sexual orientation may derive more from dissatisfaction with the present status of psychosocial explanations than from a substantiating body of experimental data”

    1 – Minha explicação não foi relativa á genetica.

    2 – Por que Drs. William Byrne and Bruce Parsons tem que saber mais que o geneticista Anme Moir, Dick Swaab, Dr. Gunter Dorner? Se é porque eles forem cristãos, já perdem meu aval.

    A questão genética é polêmica, mas a questão hormonal é pacífica no sentido de ter total influencia.

    “Portanto, há cientistas que afirmam que não há evidências de que a homossexualidade tem raízes biológicas. Tu dizes que há, portanto tens que mostrar as evidências.”

    Por que há cientistas que dizem que há e mesmo que não houvesse, nem era preciso, pois só com a lógica já é suficiente:

    2 – A maior prova de que o homossexualismo é biológico é o fato de que não é a regra alguém se decidir aceitar a hossexualidade, assim facilmente, geralmente a pessoa luta o que pode, devido a preconceitos da propria consciencia, da família, da sociedade, e quando se entrega ao homossexulismo, é porque já desistiu de lutar.

    É o grau de homossexualismo um dos fatores que vão deteminar se a pessoa vai vencer esta luta ou não. retornando, a pessoa pode se situar dentro de uma classificação milimetrada numa escala, dentro de uma ponta a outra. O nível de classificação vai determinar a facilidade do indivíduo de conseguir se abster de deteminado comportamento.

    “Refutado em cima.”

    Contrarefutado acima.

    “Portanto, como alguém luta para NÃO ser homossexual, isso prova que ser homossexual é uma consequência da genética interna? ”

    Pesquisa sobre questões hormonais é diferente de genética, até o stres da mão influencia.

    “Boa “lógica”. Vamos usar a mesma “lógica” para outros comportamentos:”

    * Há homens casados que são atraídos por outras mulheres. Como eles lutam contra esses desejos, isso prova que ser maritalmente infiel é algo que ele não pode controlar, e portanto, ele não deve combater esses desejos”

    Isto prova que voce admite que a opção sexual está fora da voluntariedade, o que pode haver é uma tentativa de controle permanente, que as vezes dá certo.

    * Há homens que tem atracção por crianças, e muitos deles lutam contra esses desejos. Como eles LUTAM contra esses desejos, isso prova que esses desejos são sinceros e genuínos, e portanto a sociedade só tem que legalizar a pedofilia.”

    Isto prova que voce admite que a opção sexual está fora da voluntariedade, o que pode haver é uma tentativa de controle permanente, que as vezes dá certo. Os pedófilos não escolhem que “daqui pra frente vou passar a gostar de crianças”, mas por falta de sorte deles, têm atração por crianças. Legalizar já é inviável, pois a conduta deles implica em prejuízo alheio (das crianças), já a conduta do homossexual não.

    “Concordas com isto? És a favor da infidelidade e da pedofilia? Acho que já vês o quão ridículo o teu argumento é.”

    Entender a infidelidade e a pedofilia, não signifa fomentá-las.

    Like

  30. Clayton Luciano says:

    Mats:

    E tem uma coisa que voce está se esquecendo, se a opção sexual fosse voluntária, e o problema da ereção? Um heterossexual que decide ser homossexual, ele conseguiria ter ereção do penis, só porque ele decidiu que a partir de tal data ele seria homossexual? A ereção é algo involuntário, uma resposta do corpo face àquilo que o homem institivamente gosta sexualmente

    Like

  31. Clayton Luciano says:

    esclarecendo

    ereção para o parceiro

    Like

  32. Mats says:

    Clayton,

    “Então é possível “se afastar do homossexualismo”? Então estamos de acordo”

    Dependendo do grau, sim (na realidade não exercer), da mesma forma que é possível se afastar do heterossexualismo (por exemplos os padres)

    Bom, então estamos de acordo: é possível deixar de ser homossexual. Espero que não te contradigas mais tarde.

    “Como é que sabes disso? Entraste na cabeça delas e viste isso lá?”

    Da forma que voce sabe, ou entraste na cabeça delas e viste isso lá?

    Eu não sei nada. Eles dizem-me que deixaram de ser homossexuais. Tu dizes que, apesar de eles dizerem que deixaram de ser homossexuais, eles ainda são homossexuais. Tu é que pareces que sabes mais da vida deles do que eles mesmo. Entraste na cabeça deles por acaso?

    “Eu não perguntei se é viciado ou não. Eu perguntei: “alguém que não fuma é na mesma fumador?” Sim ou não?”
    Sua pergunta não é pertinente, respondi daquela forma para dar pertinência à sua pergunta.

    A minha pergunta é pertinente porque tu dizes que mesmo que alguém deixe de ter actos homossexuais, ele continua a ser homossexual. Portanto, responde à minha pergunta:
    Se alguém deixar de fumar, continua a ser fumador ou não? Sim ou nao, Clayton?

    “Tu afirmas que eles tem atracção sexual pelo mesmo sexo. Eles dizem que não tem atracção pelo mesmo sexo. Como tu supostamente sabes mais da vida deles do que eles mesmo, tu é que tens que provar que eles tem atracção pelo mesmo sexo.”

    É incontroverso que eles se deitaram com pessoas do mesmo sexo, se eles alegam que agora não sentem mais atração, eles é que tem que provar.

    Repito, Como é que eles provam ao sr Clayton que eles NÃO tem atracção pelo mesmo sexo? Não és tu que tens que provar a tua alegação?

    “Eles não tem que provar que não tem atracção pelo mesmo sexo.”

    Então eu não acredito neles.

    Mas isso é problema teu e não deles. Se tu achas que eles estão a mentir, então tens que arranjar evidências.

    1. Prova-me que tu não és um ladrão.
    2. Prova-me que tu não és um pedófilo
    3. Prova-me que tu não és homossexual.
    4. Prova-me que tu não és viciado em pornografia.
    etc, etc. Se vês o ridículo destas questões, então vais ser capaz de ver o ridículo de tu pedires que os homossexuais te provem que NÃO são mais homossexuais.

    “Tens como provar que eles continuam com atracção ao mesmo sexo ou não?”

    o ônus da prova é de quem alega.

    Exactamente. Tu alegas que eles tem atracção homossexual, portanto tens que provar.

    “Tens alguma evidência de que a homossexualidade é condicionada pelos genes? Mostra-me algum artigo científico a afirmar isso.”

    Entre seis e oito semanas depois da concepção, o feto do sexo masculino recebe uma dose maciça de homônios chamados androgênios que alterma o cérebo de um formato feminino (o padrão de todo feto) para uma configuração masculina. se durante o início da gestação de um feto do sexo masculino ocorrer uma baixa de testosterona, as chances de nascer um menino gay aumentam incrivelmente, já que os hormonios femininos é que vão configurar o cérebro. ((Barbara Pease)

    “sexo” e não a “orientação sexual”. Vês a distinção?

    O sexo não é por questões hormonais, e sim na fecundação (X,Y), já a orientação é que envolve questões hormonais.

    Não vi nenhuma referência científica para a crença para isto. Tens alguma que se possa ler?

    Que pena que a ciência não confirme esse mito:

    “* “there is no genetic component [in homossexuality] , but rather an environmental component shared in families” ((Science, Vol. 262, page 2063, December 24, 1993))”

    “* Columbia University psychiatry professors Drs. William Byrne and Bruce Parsons stated in 1994: “There is no evidence that at present to substantiate a biological theory. [T]he appeal of current biological explanations for sexual orientation may derive more from dissatisfaction with the present status of psychosocial explanations than from a substantiating body of experimental data”

    1 – Minha explicação não foi relativa á genetica.

    A composição hormónica não tem dependência genética?

    2 – Por que Drs. William Byrne and Bruce Parsons tem que saber mais que o geneticista Anme Moir, Dick Swaab, Dr. Gunter Dorner? Se é porque eles forem cristãos, já perdem meu aval.

    Mostra-me o que o geneticista Anme Moir ou os outro dizem que confirme a noção de que a orientação sexual tem haver com hormonas e genes e não condicionalismos sociais.

    A questão genética é polêmica, mas a questão hormonal é pacífica no sentido de ter total influencia.

    A questão genética não é polémica. É um dado assente que não há nenhum “gene homossexual”. Agora o que eu queria era qualquer tipo de evidência científica para o que alegaste em relação aos hormonas.

    “Portanto, há cientistas que afirmam que não há evidências de que a homossexualidade tem raízes biológicas. Tu dizes que há, portanto tens que mostrar as evidências.”

    Por que há cientistas que dizem que há e mesmo que não houvesse, nem era preciso, pois só com a lógica já é suficiente:

    2 – A maior prova de que o homossexualismo é biológico é o fato de que não é a regra alguém se decidir aceitar a hossexualidade, assim facilmente, geralmente a pessoa luta o que pode, devido a preconceitos da propria consciencia, da família, da sociedade, e quando se entrega ao homossexulismo, é porque já desistiu de lutar.

    Já refutei isto em cima. Se achas que “lutar” contra um comportamento é evidência de que esse comportamento de “bases genéticas” então pensa na pedofilia, no adultério, no assassínio e em todos os outros comportamentos.
    O teu ponto está refutado, portanto não há necessidade de repetires o que já foi esclarecido.

    “Portanto, como alguém luta para NÃO ser homossexual, isso prova que ser homossexual é uma consequência da genética interna? ”

    Pesquisa sobre questões hormonais é diferente de genética, até o stres da mão influencia.

    Não respondeste à pergunta.

    “Boa “lógica”. Vamos usar a mesma “lógica” para outros comportamentos:”

    * Há homens casados que são atraídos por outras mulheres. Como eles lutam contra esses desejos, isso prova que ser maritalmente infiel é algo que ele não pode controlar, e portanto, ele não deve combater esses desejos”

    Isto prova que voce admite que a opção sexual está fora da voluntariedade, o que pode haver é uma tentativa de controle permanente, que as vezes dá certo.

    Portanto, admites que, de acordo com o que tu acreditas, ser infiel à mulher é algo que está nos genes? 🙂

    * Há homens que tem atracção por crianças, e muitos deles lutam contra esses desejos. Como eles LUTAM contra esses desejos, isso prova que esses desejos são sinceros e genuínos, e portanto a sociedade só tem que legalizar a pedofilia.”

    Isto prova que voce admite que a opção sexual está fora da voluntariedade

    Então ser-se pedófilo e adúltero é uma coisa “involutária” e genéticamente condicionada, tal com oa homossexualidade?

    Os pedófilos não escolhem que “daqui pra frente vou passar a gostar de crianças”, mas por falta de sorte deles, têm atração por crianças.

    É genético, portanto? Ser-se pedófilo é genético e “hormonal” e portanto, eles não tem culpa. É isso?

    Legalizar já é inviável, pois a conduta deles implica em prejuízo alheio (das crianças), já a conduta do homossexual não.

    Mas ser-se pedófilo está nos genes ou não, tal como (supostamente) a homossexualidade?

    “Concordas com isto? És a favor da infidelidade e da pedofilia? Acho que já vês o quão ridículo o teu argumento é.”

    Entender a infidelidade e a pedofilia, não signifa fomentá-las.

    Eu não disse que queria fomentar. Eu disse que o teu argumento “genético” para defender o comportamento homossexual pode ser usado para QUALQUER comportamento, por mais nojento que seja.

    E tem uma coisa que voce está se esquecendo, se a opção sexual fosse voluntária, e o problema da ereção? Um heterossexual que decide ser homossexual, ele conseguiria ter ereção do penis, só porque ele decidiu que a partir de tal data ele seria homossexual? A ereção é algo involuntário, uma resposta do corpo face àquilo que o homem institivamente gosta sexualmente

    Há homens que tem erecções ao verem pornografia infantil. Como (supostamente) a erecção é involuntária (não é, mas vamos assumir que sim), então os pedófilos não tem culpa no que fazem, e ser-se pedófilo é algo que vem da sua genética e dos ser hormonas.

    Se calhar existe um “gene pedófilo”, não é assim, Clayton?

    Like

  33. Clayton Luciano says:

    Mats:

    “Bom, então estamos de acordo: é possível deixar de ser homossexual. Espero que não te contradigas mais tarde.”

    Voce está usando o critério Físico (EX: É homossexual quem vai para cama com pessoas do mesmo sexo) e eu estou usando o critério psicológico (É homossexual quem tem desejos por pessoas do mesmo sexo)

    “1. Prova-me que tu não és um ladrão.
    2. Prova-me que tu não és um pedófilo
    3. Prova-me que tu não és homossexual.
    4. Prova-me que tu não és viciado em pornografia.
    etc, etc. Se vês o ridículo destas questões, então vais ser capaz de ver o ridículo de tu pedires que os homossexuais te provem que NÃO são mais homossexuais.”

    Eu sou viciado em pornografia.

    “A composição hormónica não tem dependência genética?”

    Envolve a mãe.

    “Mostra-me o que o geneticista Anme Moir ou os outro dizem que confirme a noção de que a orientação sexual tem haver com hormonas e genes e não condicionalismos sociais.”

    Google e livros é para quem quer aprender.

    “Já refutei isto em cima. Se achas que “lutar” contra um comportamento é evidência de que esse comportamento de “bases genéticas” então pensa na pedofilia, no adultério, no assassínio e em todos os outros comportamentos.”

    pedofilia, adultério e agressividade (que pode causa assassinato) não causas involuntárias

    “O teu ponto está refutado, portanto não há necessidade de repetires o que já foi esclarecido”

    Propaganda enganosa…

    “Portanto, admites que, de acordo com o que tu acreditas, ser infiel à mulher é algo que está nos genes?”

    A força que atrae para a infidelidade é involuntária.

    “Então ser-se pedófilo e adúltero é uma coisa “involutária” e genéticamente condicionada, tal com oa homossexualidade?”

    Involuntária. Já a causa da involuntariedade , se é genética ou não, não a torna voluntária.

    “É genético, portanto? Ser-se pedófilo é genético e “hormonal” e portanto, eles não tem culpa. É isso?”

    Eles não tem culpa disto.

    “Eu não disse que queria fomentar. Eu disse que o teu argumento “genético” para defender o comportamento homossexual pode ser usado para QUALQUER comportamento, por mais nojento que seja.”

    Troque “genético” para “involuntário”.

    “Há homens que tem erecções ao verem pornografia infantil. Como (supostamente) a erecção é involuntária (não é, mas vamos assumir que sim), então os pedófilos não tem culpa no que fazem, e ser-se pedófilo é algo que vem da sua genética e dos ser hormonas.”

    Prova que são atraídos por crianças, pelo criterio psicológico, são pedófilos e isto não é voluntário.

    “Se calhar existe um “gene pedófilo”, não é assim, Clayton?”

    A pedofilia é involuntária. Agora a causa desta involuntariedade, se é psiquiatria, genética ou hormonal, deve ser estudada, ou se deve olhar o que diz um livro que for a palavra de Deus e que esteja provado de que tal livro é realmente a palavra de Deus diz

    Like

  34. Clayton Luciano says:

    Mats:

    corrigindo: pedofilia, adultério e agressividade (que pode causar assassinato) são causas involuntárias

    Like

  35. Mats says:

    Clayton,

    “Bom, então estamos de acordo: é possível deixar de ser homossexual. Espero que não te contradigas mais tarde.”

    Voce está usando o critério Físico (EX: É homossexual quem vai para cama com pessoas do mesmo sexo) e eu estou usando o critério psicológico (É homossexual quem tem desejos por pessoas do mesmo sexo)

    E fumador é que tem desejos de fumar, embora não fume, certo?

    A minha pergunta é pertinente porque tu dizes que mesmo que alguém deixe de ter actos homossexuais, ele continua a ser homossexual. Portanto, responde à minha pergunta:
    Se alguém deixar de fumar, continua a ser fumador ou não? Sim ou nao, Clayton?
    Apagaste esta pergunta e nem respondeste. Mas ela está de volta.
    Responde à pergunta, se faz favor.

    “1. Prova-me que tu não és um ladrão.
    2. Prova-me que tu não és um pedófilo
    3. Prova-me que tu não és homossexual.
    4. Prova-me que tu não és viciado em pornografia.
    etc, etc. Se vês o ridículo destas questões, então vais ser capaz de ver o ridículo de tu pedires que os homossexuais te provem que NÃO são mais homossexuais.”

    Eu sou viciado em pornografia.

    Não respondeste às outras perguntas.
    1. Prova-me que tu não és um ladrão.
    2. Prova-me que tu não és um pedófilo
    3. Prova-me que tu não és homossexual.

    “A composição hormónica não tem dependência genética?”

    Envolve a mãe.

    Eu não perguntei quem é que envolvia ou deixava de envolver. Porque é que não respondes à pergunta?

    “A composição hormónica não tem dependência genética?”

    Não fujas à pergunta, porque se a apagares, eu volto a por na próxima resposta.

    “Mostra-me o que o geneticista Anme Moir ou os outro dizem que confirme a noção de que a orientação sexual tem haver com hormonas e genes e não condicionalismos sociais.”

    Google e livros é para quem quer aprender.

    Portanto, eu é que devo procurar por aquilo que TU ALEGAS, certo?

    Ficamos então a saber que, até prova em contrário, não és capaz de mostrar alguma evidência que confirme a predisposição genética para a homosssexualidade.

    “Já refutei isto em cima. Se achas que “lutar” contra um comportamento é evidência de que esse comportamento de “bases genéticas” então pensa na pedofilia, no adultério, no assassínio e em todos os outros comportamentos.”

    pedofilia, adultério e agressividade (que pode causa assassinato) não causas involuntárias

    Eu não disse nada sobre se era voluntário ou involuntário. Eu disse Se achas que “lutar” contra um comportamento é evidência de que esse comportamento de “bases genéticas” então pensa na pedofilia, no adultério, no assassínio e em todos os outros comportamentos.”.
    Certo? Como eu “luto” contra um comportamento, então esse comportamento está-me nos genes.

    “Portanto, admites que, de acordo com o que tu acreditas, ser infiel à mulher é algo que está nos genes?”

    A força que atrae para a infidelidade é involuntária.

    Não foi isso que eu perguntei. Ser infiel à mulher é algo que está nos genes ou não? Como há homens que lutam contra esses desejos, e como tu dizes que lutar contra esses desejos mostra predisposição biológica, então a infidelidade é uma coisa normal.

    “Então ser-se pedófilo e adúltero é uma coisa “involutária” e genéticamente condicionada, tal com oa homossexualidade?”

    Involuntária. Já a causa da involuntariedade , se é genética ou não, não a torna voluntária.

    Não responde à pergunta. Ser pedófilo é genético ou não?

    “É genético, portanto? Ser-se pedófilo é genético e “hormonal” e portanto, eles não tem culpa. É isso?”

    Eles não tem culpa disto.

    Então porque é que vão para a prisão? Na prisão põe-se quem é culpado.

    “Eu não disse que queria fomentar. Eu disse que o teu argumento “genético” para defender o comportamento homossexual pode ser usado para QUALQUER comportamento, por mais nojento que seja.”

    Troque “genético” para “involuntário”.

    Não troco não, uma vez que tu e os outros ateus e defensores da homossexualidade é algo predisposto pela composição genética de uma pessoa. A evidência disso é que a pessoa “luta” para não ser homossexual. De algum forma estranha isto mostra que ser-se homossexual é “normal”.
    Então o mesmo se diz da pedofila, do furto e do assassinato.

    “Há homens que tem erecções ao verem pornografia infantil. Como (supostamente) a erecção é involuntária (não é, mas vamos assumir que sim), então os pedófilos não tem culpa no que fazem, e ser-se pedófilo é algo que vem da sua genética e dos ser hormonas.”

    Prova que são atraídos por crianças, pelo criterio psicológico, são pedófilos e isto não é voluntário.

    Se não fossem atraídos (excitados sexualmente) eles não andariam atrás delas.
    Portanto, responde ao que disse: ser pedófilo, homossexual, ladrão ou assassino está nos genes, e desde logo, é normal.

    Concordas?

    “Se calhar existe um “gene pedófilo”, não é assim, Clayton?”

    A pedofilia é involuntária. Agora a causa desta involuntariedade, se é psiquiatria, genética ou hormonal, deve ser estudada, ou se deve olhar o que diz um livro que for a palavra de Deus e que esteja provado de que tal livro é realmente a palavra de Deus diz

    Fiquei na mesma. A pedofilia tem um gene ou não? Já disseste que a homossexualidade é “hormonal” e genética. Passa-se o mesmo com a pedofilia, assassinatos, e furos?

    Like

  36. Mats says:

    Clayton,

    corrigindo: pedofilia, adultério e agressividade (que pode causar assassinato) são causas involuntárias

    E genéticas/hormonais?

    Há algum “gene de ladrão” ou “gene de adúltero” ou um gene para a pedofilia ou assassinato?

    Like

  37. Clayton Luciano says:

    Mats:

    “E fumador é que tem desejos de fumar, embora não fume, certo?”

    Pode se classificar viciado quem tem desejos de fumar embora não esteja fumando em determinado período e não classificá-lo como fumador.

    Pode se classificar de homossexual quem tem desejos pelo sexo oposto (critério psicológico), embora não transe e não “transador”.

    “A minha pergunta é pertinente porque tu dizes que mesmo que alguém deixe de ter actos homossexuais, ele continua a ser homossexual. Portanto, responde à minha pergunta:
    Se alguém deixar de fumar, continua a ser fumador ou não? Sim ou nao, Clayton?”

    Se eu faço uso do critério PSICOLÓGICO explicando sobre o viciado, e voce me vem com perguntas que se aplica o critério FÍSICO, ou voce é não inteligente ou está querendo praticar uma desonetidade intelectual (por isto sua pergunta é impertinente).

    “Apagaste esta pergunta e nem respondeste. Mas ela está de volta.
    Responde à pergunta, se faz favor”

    Faça perguntas pertinentes, para ter respostas logicamente possíveis.

    “Não respondeste às outras perguntas.
    1. Prova-me que tu não és um ladrão.
    2. Prova-me que tu não és um pedófilo
    3. Prova-me que tu não és homossexual”

    Quando eu sair falando que era ladrão, pedófilo, homossexual e agora não sou mais, eu terei que provar.

    “Eu não perguntei quem é que envolvia ou deixava de envolver. Porque é que não respondes à pergunta?”

    Mats, estude pertinência temática, se eu defendo a involuntariedade, que podem ter causas genéticas, psiquiatricas, hormonais, que podem estar cumuladas ou não, não há motivos para voce se fixar na genética, que não é pacífica sobre sua influência, mas é pacífica sobre as questões hormonais.

    Voce quer atacar argumentos sobre o método psicológico com critérios físicos, e quer atacar a involuntariedade, desviando-se da área pacífica, Hormonal.

    “Não fujas à pergunta, porque se a apagares, eu volto a por na próxima resposta”

    1 – Se não ser pacífico é prova de inexistência, aplicando-se à questão genética como prova de que não é possível explicar a homossexualidade pela genética.

    2 – Se Deus existir ou não não é pacífico

    3 – Logo Deus não existe.

    “Portanto, eu é que devo procurar por aquilo que TU ALEGAS, certo?”

    Se voce não pesquisou sobre isto ainda é porque voce não quer a verdade, quer lutar pela sua crença e não vai ser eu quem vai empurrar conhecimento pela sua boca abaixo.

    “Ficamos então a saber que, até prova em contrário, não és capaz de mostrar alguma evidência que confirme a predisposição genética para a homosssexualidade”

    A involuntária voce já até admitiu, veja sua frase: “Há homens que tem atracção por crianças, e muitos deles lutam contra esses desejos. Como eles LUTAM contra esses desejos, isso prova que esses desejos são sinceros e genuínos, e portanto a sociedade só tem que legalizar a pedofilia”

    “Eu não disse nada sobre se era voluntário ou involuntário. Eu disse Se achas que “lutar” contra um comportamento é evidência de que esse comportamento de “bases genéticas” então pensa na pedofilia, no adultério, no assassínio e em todos os outros comportamentos.”.
    Certo? Como eu “luto” contra um comportamento, então esse comportamento está-me nos genes”

    Eu defendo o critério psicológico/involuntário. Mesmo que fosse confirmado que a involuntariedade não estivesse na genética e estivesse na hormonal ou psiquiatrica, seria involuntária.

    “Não foi isso que eu perguntei. Ser infiel à mulher é algo que está nos genes ou não? Como há homens que lutam contra esses desejos, e como tu dizes que lutar contra esses desejos mostra predisposição biológica, então a infidelidade é uma coisa normal”

    Biologia não é sinônimo de genética (Não dá para conversar com quem confunde carro com motor)

    “Não responde à pergunta. Ser pedófilo é genético ou não”

    Pode ser genético, mas é incontroverso que é involuntário, veja sua frase: “Há homens que tem erecções ao verem pornografia infantil. Como (supostamente) a erecção é involuntária (não é, mas vamos assumir que sim), então os pedófilos não tem culpa no que fazem, e ser-se pedófilo é algo que vem da sua genética e dos ser hormonas”

    “Então porque é que vão para a prisão? Na prisão põe-se quem é culpado”

    1 – A prisão é a medida imposta pela maioria em uma sociedade.

    2 – A conduta do pedófilo, causa dano a outrem (crianças), logo ele não pode ficar perto de crianças. Deve ser tirado de perto das crianças, e se é involuntário, como voce mesmo admitiu, ele, o pedófilo, é vitima de um sistema natural, devendo ser tirado de circulação e processar alguém responsável por ele ser assim.

    “Não troco não, uma vez que tu e os outros ateus e defensores da homossexualidade é algo predisposto pela composição genética de uma pessoa.”

    O estudos avançam…

    “A evidência disso é que a pessoa “luta” para não ser homossexual. De algum forma estranha isto mostra que ser-se homossexual é “normal”.
    Então o mesmo se diz da pedofila, do furto e do assassinato”

    Já vai apreendendo, parabéns. Por isto os direitos dos presos também avançam. O correto é tirá-los de circulação por causarem danos, e não torturá-los, ou matá-los queimados.

    “Se não fossem atraídos (excitados sexualmente) eles não andariam atrás delas.”

    Ou aqueles que são menos atraídos, conseguem resistir.

    “Portanto, responde ao que disse: ser pedófilo, homossexual, ladrão ou assassino está nos genes, e desde logo, é normal.”

    É involuntário biológicamente, devem ser tirados de circulação por causarem prejuízos a outrem, mas não torurados.

    “Fiquei na mesma. A pedofilia tem um gene ou não? Já disseste que a homossexualidade é “hormonal” e genética. Passa-se o mesmo com a pedofilia, assassinatos, e furos”

    São fatos involuntários, biológicamente. E isto já é um problemão para voces.

    Mats:

    A – Levando-se em conta de que voce já admitiu que a pedofilia, o homossexualismo e a infidelidade são todos involuntários, voce acha correto que estas pessoas sejam queimadas no inferno por algo que elas não optaram por ser?

    B – Um caso e depois no ítem “C” umas perguntas:

    Um homem assim:

    1 – Que desde crianças, sempre se interessou em brincar de bonecas, implorando a seus pais que lhe dasse sempre Barbies, bonecas de bebês de presente.

    2 – Que desde o início da adolescencia, tem fortes desejos por outros homens e nenhum por mulheres.

    3 – Luta todos os dias para não se deitar com um homem.

    4 – Que as vezes fica sem sair de casa com medo de ter uma recaída.

    5 – Que muda de residência para resistir à tentação de ficar com um vizinho,

    6 – Que tenta ao máximo gostar de mulheres e não consegue,

    7 – Que se deita no chão e grita pedindo a Deus que lhe tire esta tentação do corpo.

    8 – Que sonha em um dia gostar de mulheres e não de homens, e pede a Deus todos os dias para isto

    9 – Mas nunca ficou com um homem,

    C – perguntas:

    1 – ESTE homem é homossexual?

    2 – Se caso ele um dia escorregar e acabar ficando com um homem, ele merece ser punido?

    3 – É involuntário?

    4 – Ele nasceu assim?

    Like

  38. Clayton Luciano says:

    Mats:

    Antes que eu me esqueça:

    Onde está no gene que o homem tem que gostar de mulher e a mulher do homem? (falar só em “X” e “Y” é insuficiente, pois tem que haver a comprovação da genética na psicologia para sua explicação)

    Like

  39. Mats says:

    ClLayton,

    “E fumador é que tem desejos de fumar, embora não fume, certo?”

    Pode se classificar viciado quem tem desejos de fumar embora não esteja fumando em determinado período e não classificá-lo como fumador.

    Pela TERCEIRA VEZ, eu não disse nada de “viciado” mas FUMADOR.

    Responde à pergunta (vou por em letra granda para não fugires outra vez):

    ALGUÉM QUE NÃO FUMA PODE SER CHAMADO DE FUMADOR, CLAYTON? SIM OU NÃO?

    Pode se classificar de homossexual quem tem desejos pelo sexo oposto (critério psicológico), embora não transe e não “transador”.

    E quem teve desejos homossexuais, e chegou a ter relações homossexuais, mas já não tem desejos e nem practica esses actos horrríveis, ainda é homossexual?

    “A minha pergunta é pertinente porque tu dizes que mesmo que alguém deixe de ter actos homossexuais, ele continua a ser homossexual. Portanto, responde à minha pergunta:
    Se alguém deixar de fumar, continua a ser fumador ou não? Sim ou nao, Clayton?”

    Se eu faço uso do critério PSICOLÓGICO explicando sobre o viciado, e voce me vem com perguntas que se aplica o critério FÍSICO, ou voce é não inteligente ou está querendo praticar uma desonetidade intelectual (por isto sua pergunta é impertinente).

    Eu não falei em “viciado” mas em fumador. Alguém que não fuma é fumador ou não, Clayton?

    “Não respondeste às outras perguntas.
    1. Prova-me que tu não és um ladrão.
    2. Prova-me que tu não és um pedófilo
    3. Prova-me que tu não és homossexual”

    Quando eu sair falando que era ladrão, pedófilo, homossexual e agora não sou mais, eu terei que provar.

    Eu não sei se nunca foste ladrão ou pedófilo ou homossexual. Prova-me que NÃO és ladrão, pedófilo ou homossexual. Arranja evidências que mostrem que NÃO és homossexual, ou ladrão ou pedófilo.

    FICO À ESPERA.

    “Eu não perguntei quem é que envolvia ou deixava de envolver. Porque é que não respondes à pergunta?”

    Mats, estude pertinência temática, se eu defendo a involuntariedade, que podem ter causas genéticas, psiquiatricas, hormonais, que podem estar cumuladas ou não, não há motivos para voce se fixar na genética, que não é pacífica sobre sua influência, mas é pacífica sobre as questões hormonais.

    Fixo-me na genética (que controla os hormonas). Como tu dizes que as variações hormonais decidem a ORIENTAçÃO sexual, então isso tem base genética.

    Mostra evidências.

    Voce quer atacar argumentos sobre o método psicológico com critérios físicos, e quer atacar a involuntariedade, desviando-se da área pacífica, Hormonal.

    Hormonas dependem de genes, portanto tu tens que arranjar evid~encias que mostrem que os genes definem a orientação sexual.

    “Não fujas à pergunta, porque se a apagares, eu volto a por na próxima resposta”

    1 – Se não ser pacífico é prova de inexistência, aplicando-se à questão genética como prova de que não é possível explicar a homossexualidade pela genética.

    2 – Se Deus existir ou não não é pacífico

    3 – Logo Deus não existe.

    haha Tentaste fugir outra vez, mas não resulta. Fica aqui a pergunta que tentaste não responder:

    “A composição hormonal depende da genética ou não?”

    Anda lá, Clayton. Diz logo que sim ou que não. Não tens fugir à pergunta porque eu vou voltar a por a mesma pergunta até dares um sim ou não.

    “Portanto, eu é que devo procurar por aquilo que TU ALEGAS, certo?”

    Se voce não pesquisou sobre isto ainda é porque voce não quer a verdade, quer lutar pela sua crença e não vai ser eu quem vai empurrar conhecimento pela sua boca abaixo.

    Mas tu deves ter pesquisado sobre isso, portanto mostra o que encontraste. Eu não cou procurar por coisas que nem sei se existem. Tu dizes que existe, portanto, mostra evidências.

    “Ficamos então a saber que, até prova em contrário, não és capaz de mostrar alguma evidência que confirme a predisposição genética para a homosssexualidade”

    A involuntária voce já até admitiu, veja sua frase: “Há homens que tem atracção por crianças, e muitos deles lutam contra esses desejos. Como eles LUTAM contra esses desejos, isso prova que esses desejos são sinceros e genuínos, e portanto a sociedade só tem que legalizar a pedofilia”

    É involuntário eu me sentir atraído pelos bolos que estão nas pastelarias, mas isso não quer dizer que eu tenha o “gene de ladrão”. lolllll

    Repito: como não tens evidências que mostrem que há uyma dependência genética para a orientação, então ficamos a saber que tu não és capaz de provar o que dizes.

    “Eu não disse nada sobre se era voluntário ou involuntário. Eu disse Se achas que “lutar” contra um comportamento é evidência de que esse comportamento de “bases genéticas” então pensa na pedofilia, no adultério, no assassínio e em todos os outros comportamentos.”. Certo? Como eu “luto” contra um comportamento, então esse comportamento está-me nos genes”

    Eu defendo o critério psicológico/involuntário. Mesmo que fosse confirmado que a involuntariedade não estivesse na genética e estivesse na hormonal ou psiquiatrica, seria involuntária.

    Não responde a pergunta. “Lutar” contra um comportamento significa que esse comportamento está nos genes’

    “Não foi isso que eu perguntei. Ser infiel à mulher é algo que está nos genes ou não? Como há homens que lutam contra esses desejos, e como tu dizes que lutar contra esses desejos mostra predisposição biológica, então a infidelidade é uma coisa normal”

    Biologia não é sinônimo de genética (Não dá para conversar com quem confunde carro com motor)

    Ser infiel à mulher é algo que está nos genes ou não? Como há homens que lutam contra esses desejos, e como tu dizes que lutar contra esses desejos mostra predisposição GENÈTICA, então a infidelidade é uma coisa normal, certo?

    “Não responde à pergunta. Ser pedófilo é genético ou não”

    Pode ser genético

    Ser pedófilo é genético como a homossexualidade?

    mas é incontroverso que é involuntário, veja sua frase: “Há homens que tem erecções ao verem pornografia infantil. Como (supostamente) a erecção é involuntária (não é, mas vamos assumir que sim), então os pedófilos não tem culpa no que fazem, e ser-se pedófilo é algo que vem da sua genética e dos ser hormonas”

    Vê a parte que pus em negrito. Tu nem lês o que tentas refutar. Eu se calhar vou deixar de responder ao que dizes porque nem te preocupas em responder o que te é pergunta.
    Ainda por cima apagas as perguntas relevantes como forma de evitar responder ao que se é perguntado.

    “Então porque é que vão para a prisão? Na prisão põe-se quem é culpado”

    1 – A prisão é a medida imposta pela maioria em uma sociedade.

    MAs, como tu disseste, eles não tem culpa. Porque é que se põe os pedófilos na prisão se eles não tem culpa da atracção e dos abusos?

    2 – A conduta do pedófilo, causa dano a outrem (crianças), logo ele não pode ficar perto de crianças. Deve ser tirado de perto das crianças, e se é involuntário, como voce mesmo admitiu, ele, o pedófilo, é vitima de um sistema natural, devendo ser tirado de circulação e processar alguém responsável por ele ser assim.

    Mas ele não tem culpa na atracção. Para quÊ por na prisão?

    “Não troco não, uma vez que tu e os outros ateus e defensores da homossexualidade é algo predisposto pela composição genética de uma pessoa.”

    O estudos avançam…

    Ficamos à espera que mostres as evidências.

    “A evidência disso é que a pessoa “luta” para não ser homossexual. De algum forma estranha isto mostra que ser-se homossexual é “normal”.
    Então o mesmo se diz da pedofila, do furto e do assassinato”

    Já vai apreendendo, parabéns. Por isto os direitos dos presos também avançam. O correto é tirá-los de circulação por causarem danos, e não torturá-los, ou matá-los queimados.

    Fico “feliz” em saber que tu achas que abusar de crianças, roubar, matar e ser homosssexual é normal.

    “Portanto, responde ao que disse: ser pedófilo, homossexual, ladrão ou assassino está nos genes, e desde logo, é normal.”

    É involuntário biológicamente, devem ser tirados de circulação por causarem prejuízos a outrem, mas não torurados.

    Mas está nos genes ou não? Há um “gene ladrão”, ou “gene assassino” ou “gene homossexual”?

    Não perguntei se é involuntário ou não.

    “Fiquei na mesma. A pedofilia tem um gene ou não? Já disseste que a homossexualidade é “hormonal” e genética. Passa-se o mesmo com a pedofilia, assassinatos, e furos”

    São fatos involuntários, biológicamente. E isto já é um problemão para voces.

    Não perguntei se é involuntário,. mas sim se está nos genes ou não. Está ou não?

    A – Levando-se em conta de que voce já admitiu que a pedofilia, o homossexualismo e a infidelidade são todos involuntários, voce acha correto que estas pessoas sejam queimadas no inferno por algo que elas não optaram por ser?

    Eu não admiti que ser pedófilo ou ser homossexual é invonlutário. Nem a atracção é invonlutária nem o acto de abusar de crianças ou ter relações ocm pessoas do mesmo sexo é “invonlutário”.

    B – Um caso e depois no ítem “C” umas perguntas:

    Um homem assim:

    1 – Que desde crianças, sempre se interessou em brincar de bonecas, implorando a seus pais que lhe dasse sempre Barbies, bonecas de bebês de presente.

    2 – Que desde o início da adolescencia, tem fortes desejos por outros homens e nenhum por mulheres.

    3 – Luta todos os dias para não se deitar com um homem.

    4 – Que as vezes fica sem sair de casa com medo de ter uma recaída.

    5 – Que muda de residência para resistir à tentação de ficar com um vizinho,

    6 – Que tenta ao máximo gostar de mulheres e não consegue,

    7 – Que se deita no chão e grita pedindo a Deus que lhe tire esta tentação do corpo.

    8 – Que sonha em um dia gostar de mulheres e não de homens, e pede a Deus todos os dias para isto

    9 – Mas nunca ficou com um homem,

    C – perguntas:

    1 – ESTE homem é homossexual?

    Não, porque nunca tve sexo com um homem. Da mesma forma que uma pessoa que não fuma não é fumadora.

    2 – Se caso ele um dia escorregar e acabar ficando com um homem, ele merece ser punido?

    Se ele livremente decidiu ter sexo com outro homem, e depois morre nesse pecado (sem arrependimento) ele vai para o inferno. o mesmo se passa com quem trai a mulher com outra mulher, quem rouba, quem mente ou quem responde de forma vergonhosa aos pais.

    3 – É involuntário?

    Decidir ter sexo com pessoas do mesmo género não é invonlutário. Ele escolheu fazer isso.

    4 – Ele nasceu assim?

    “Assim” como?

    ………

    1. Agora a minha pergunta: essa atracção estava-lhe nos genes?
    2. Mostra alguma evidência de que atracção sexual está nos genes.

    Onde está no gene que o homem tem que gostar de mulher e a mulher do homem? (falar só em “X” e “Y” é insuficiente, pois tem que haver a comprovação da genética na psicologia para sua explicação)

    Pelos vistos não tens lido o que eu tenho escrito. Isto está a ficar cansativo sem necessidade.

    Eu nucna disse que a orientação sexual está expressa nos genes. Ali´sa ESSE é o ponto que eu te pergunto porque TU DIZES QUE SER HOMOSSEXUAL É GENETICO. Tu é que tens que me mostrar QUAIS os genes que decidem a orientação sexual.

    Percebes ou não?

    Se continuas a não responder ao que te pergunta, ou se continuas a fugir ao que eu te pergunta, ficas a falar sozinho. Eu não estou para perder horas a responder a pessoas que não tem a mínima vontade de provar o que alegam.

    Like

  40. Clayton Luciano says:

    Mats:

    “4 – Ele nasceu assim?

    Assim” como”

    Gostando de homens! Ou ele escolheu gostar de homens?

    “Eu nucna disse que a orientação sexual está expressa nos genes. Ali´sa ESSE é o ponto que eu te pergunto porque TU DIZES QUE SER HOMOSSEXUAL É GENETICO. Tu é que tens que me mostrar QUAIS os genes que decidem a orientação sexual”

    A orientação sexual está onde para voce? Como acontece a orientação Sexual?

    Like

  41. Clayton Luciano says:

    Mats:

    Partindo do pressuposto causa e efeito, que voces tanto gostam quando querem justificar que o mundo foi criado, qual a causa biológica da atração heterossexual?

    Like

  42. Clayton Luciano says:

    Mats (desculpa eu não responder em um só post, mas achei que não iria ter tempo agora, mas sobrou algum)

    “E quem teve desejos homossexuais, e chegou a ter relações homossexuais, mas já não tem desejos e nem practica esses actos horrríveis, ainda é homossexual”

    Aqui voce incluiu o método psicológico, “e não tem desejos homossexuais…” enquanto que em outros post voce disse que o que caracteriza o homossexualismo é fazer sexo com pessoas do mesmo sexo ou não.) Voce está confuso.

    Mas vamos a resposta, o problema é parar de ter tais desejos (lembra-se de ontem que eu disse que era viviado em pornografia? pois é, eu mudei, não estou mais)

    “É involuntário eu me sentir atraído pelos bolos que estão nas pastelarias, mas isso não quer dizer que eu tenha o “gene de ladrão”. lolllll”

    Tudo depende da privação daquilo que se deseja e o grau em que se deseja algo. Na pior das circunstâncias, fome de matar, voce entra e pega os docesa força.

    “Repito: como não tens evidências que mostrem que há uyma dependência genética para a orientação, então ficamos a saber que tu não és capaz de provar o que dizes”

    Vou aguardar suas explicações sobre a causa biológica do desejo HETEROssexual

    “Fixo-me na genética (que controla os hormonas). Como tu dizes que as variações hormonais decidem a ORIENTAçÃO sexual, então isso tem base genética.

    Mostra evidências”

    A questão hormonal também tem causa biológica da mãe.

    Frase 1: “Há homens casados que são atraídos por outras mulheres. Como eles lutam contra esses desejos, isso prova que ser maritalmente infiel é algo que ele não pode controlar, e portanto, ele não deve combater esses desejos”

    Aqui voce já tratou de questões relativas ao método psicológico (voce está confuso) e até expos que a pessoa deve “combater os desejos” para se manter na linha. Se ele combate os desejos, logo os desejos são involuntários.

    E no mais, esta frase sua pode ser dita ssim:

    Frase 2 “Há homens casados que são atraídos por outros homens. Como eles lutam contra esses desejos, isso prova que ser maritalmente infiel e homossexual é algo que ele não pode controlar, e portanto, ele não deve combater esses desejos”

    1 – O que causa biologicamente estes desejos que se combatem por aí (frases “1” me “2”)?

    2 – Lúcifer é sua explicação biológica?

    Like

  43. Mats says:

    Clayton,

    “4 – Ele nasceu assim?

    Assim” como”

    Gostando de homens! Ou ele escolheu gostar de homens?

    Não sei. Tal como já te disse em cima, eu não defendo que alguém “nasce homossexual”. Tu estás a fazer as mesmas perguntas mas de formas diferentes.

    “Eu nucna disse que a orientação sexual está expressa nos genes. Ali´sa ESSE é o ponto que eu te pergunto porque TU DIZES QUE SER HOMOSSEXUAL É GENETICO. Tu é que tens que me mostrar QUAIS os genes que decidem a orientação sexual”

    A orientação sexual está onde para voce? Como acontece a orientação Sexual?

    Não faço a mínima ideia como é que “acontece a orientação sexual”.
    Vais responder à minha pergunta e mostrar alguma evidência de que há bases genéticas para a orientação sexual, ou vais continuar a fugir, e fazer perguntas sem nexo?
    Eu vou continuar a colocar aqui as perguntas até tu as responderes.

    Partindo do pressuposto causa e efeito, que voces tanto gostam quando querem justificar que o mundo foi criado, qual a causa biológica da atração heterossexual?

    Eu não defendo que a orientação sexual tenha bases biológicas. Já te tinha dito isto, mas continuas a fazer o mesmo erro.

    Vais-me mostrar alguma evidência de que a orientação sexual tem bases genéticas ou não? Ainda estou à espera das evidências das tuas alegações.

    “E quem teve desejos homossexuais, e chegou a ter relações homossexuais, mas já não tem desejos e nem practica esses actos horrríveis, ainda é homossexual”

    Aqui voce incluiu o método psicológico, “e não tem desejos homossexuais…” enquanto que em outros post voce disse que o que caracteriza o homossexualismo é fazer sexo com pessoas do mesmo sexo ou não.) Voce está confuso.

    Não estou confuso. Tu dizes que não é possível deixar de ser homossexual, MESMO em pessoas que afirmem não ter atracção por pessoas do mesmo sexo e NEM practiquem a homossexualidade.

    Perguntei-te se alguém que não fuma (mas que fumou) ainda é um fumador, mas ainda não respondeste. Vais continuar a fugir à questão?

    Mas vamos a resposta, o problema é parar de ter tais desejos (lembra-se de ontem que eu disse que era viviado em pornografia? pois é, eu mudei, não estou mais)

    Não respondeste à pergunta, mas fugiste a ela.

    Alguém que tenha tido atracção homossexual e praticado esses actos, mas que já não os tenha e nem pratique a homossexualidade, ainda é homossexual ou não? Uma pessoa que fumava mas que já não fuma, ainda é fumadora?

    “É involuntário eu me sentir atraído pelos bolos que estão nas pastelarias, mas isso não quer dizer que eu tenha o “gene de ladrão”. lolllll”

    Tudo depende da privação daquilo que se deseja e o grau em que se deseja algo.

    Mais uma pergunta que vais ignorar: como é que medes o “grau de desejo”?/b

    Na pior das circunstâncias, fome de matar, voce entra e pega os docesa força.

    Certo, mas continuo sem resposta à minha pergunta. Será que o facto de eu me sentir atraído para bolos quer dizer que eu tenho um “gene de ladrão”, tal como as pessoas que tem atracção homossexual tem um “gene homossexual”? Se achas que sim, mostra as evidências.

    “Repito: como não tens evidências que mostrem que há uyma dependência genética para a orientação, então ficamos a saber que tu não és capaz de provar o que dizes”

    Vou aguardar suas explicações sobre a causa biológica do desejo HETEROssexual

    Eu não acredito que a orientação sexual tenha bases genéticas. Tu é que acreditas nisso, e portanto, tu é que tens que mostrar evidências para o que dizes.
    Quanto a mim, vou continuar a dizer que tu não és capaz de mostrar evidências para o que acreditas: predisposição genética para a homossexualidade. Estou à espera das “provas”.

    “Fixo-me na genética (que controla os hormonas). Como tu dizes que as variações hormonais decidem a ORIENTAçÃO sexual, então isso tem base genética.

    Mostra evidências”

    A questão hormonal também tem causa biológica da mãe.

    “Causa” significa que a mãe CAUSA algo no filho. Isso que ela causa está expresso nos genes ou não? Se está, mostra as evidências.

    Frase 1: “Há homens casados que são atraídos por outras mulheres. Como eles lutam contra esses desejos, isso prova que ser maritalmente infiel é algo que ele não pode controlar, e portanto, ele não deve combater esses desejos”

    Aqui voce já tratou de questões relativas ao método psicológico (voce está confuso) e até expos que a pessoa deve “combater os desejos” para se manter na linha. Se ele combate os desejos, logo os desejos são involuntários.

    E são genéticos?

    CONTINUAS A FALAR DE DESEJOS “INVOLUNTÁRIOS” QUANDO A QUESTÃO É SE ESSE COMPORTAMENTO ESTÁ EXPRESSO NOS GENES. NÃO MUDES DE ASSUNTO PORQUE EU NÃO TE VOU DEIXAR.

    Consegues ler agora? Tu dizes que a orientação homossexual é algo genético, portanto mostra as evidências.

    E no mais, esta frase sua pode ser dita ssim:

    Frase 2 “Há homens casados que são atraídos por outros homens. Como eles lutam contra esses desejos, isso prova que ser maritalmente infiel e homossexual é algo que ele não pode controlar, e portanto, ele não deve combater esses desejos”

    E ser infiel à mulher é algo que os genes determinam?
    Lembra-te: o teu ponto é de que, como é involuntário, deve ser genético. Mostra as evidências.

    1 – O que causa biologicamente estes desejos que se combatem por aí (frases “1″ me “2″)?

    2 – Lúcifer é sua explicação biológica?

    Não defendo que a orientação sexual seja condicionada pelos genes. Tu é que defendes isso.
    ……..

    Como não respondeste às minhas perguntas, vou deixá-las aqui juntinhas para tu não as apagares outra vez:

    1. ALGUÉM QUE NÃO FUMA PODE SER CHAMADO DE FUMADOR, CLAYTON? SIM OU NÃO?

    2. A composição hormónica não tem dependência genética?

    3. Prova-me que NÃO és ladrão, pedófilo ou homossexual. Arranja evidências que mostrem que NÃO és homossexual, ou ladrão ou pedófilo.

    4. “Lutar” contra um comportamento significa que esse comportamento está nos genes ?

    5. Ser infiel à mulher é algo que está nos genes ou não? Como há homens que lutam contra esses desejos, e como tu dizes que lutar contra esses desejos mostra predisposição GENÈTICA, então a infidelidade é uma coisa normal, certo?

    6. Ser pedófilo é genético como a homossexualidade?

    7. Porque é que se põe os pedófilos na prisão se eles não tem culpa da atracção e dos abusos?

    8. Há um “gene ladrão”, ou “gene assassino” ou “gene homossexual”?

    9. Mostra-me o que o geneticista Anme Moir ou os outro dizem que confirme a noção de que a orientação sexual tem haver com hormonas e genes e não condicionalismos sociais.

    Bem, acho que chega. Espero ter algum tipo de resposta e não mais evasivas.

    Like

  44. Clayton Luciano says:

    Mats:

    “Não sei. Tal como já te disse em cima, eu não defendo que alguém “nasce homossexual”. Tu estás a fazer as mesmas perguntas mas de formas diferentes”

    Voce não sabe? Voce critica alguém, o condena sem conhecer as causas que fazem alguém gostar do mesmo sexo?

    “Não faço a mínima ideia como é que “acontece a orientação sexual”.
    Vais responder à minha pergunta e mostrar alguma evidência de que há bases genéticas para a orientação sexual, ou vais continuar a fugir, e fazer perguntas sem nexo?

    Não faz a mínima idéia de como acontece a orientação sexual e mesmo assim condena as pessoas que não tiveram a sorte que voce teve de ter a oientação heterossexual que “Deus gosta”, e que voce não teve nenhuma força contrária para lutar contra ela? (é muito fácil falar de um adversário quando se está de fora da luta)

    Clayton:”Partindo do pressuposto causa e efeito, que voces tanto gostam quando querem justificar que o mundo foi criado, qual a causa biológica da atração heterossexual?

    Mats: “Eu não defendo que a orientação sexual tenha bases biológicas. Já te tinha dito isto, mas continuas a fazer o mesmo erro.”

    Eu te perguntei a causa da orientação sexual e não se voce defende que a orientação tenha causa biológicas, tudo bem voce já disse que não sabe e condena alguém mesmo sem saber.

    Vou te responder as perguntas abaixo, apesar de saber que voce jamais vai concordar, mesmo que tenha que deitar no chão e tapar os ouvidos, mas há outras pessoas lendo:

    “A composição hormónica não tem dependência genética?”

    Composição hormonal está envolvida também com a alimentação da mãe, ingestão de medicamentos, certos tipos de anticoncepcionais. Não é só genes que dirigem o universo biológico (voce vai acabar descrendo em Jesus Cristo e passa a crer em “Gene Cristo”)

    Leia isto aqui:

    “O neurobiólogo Roger Gorski, da Universidade da Califórnia, EUA, fez experiências em laboratórios com ratos cujas fêmeas prenhas receberam testosterona – o hormônio sexual masculino – ainda em fase intra-uterina. Observou que, desde a primeira fase da vida, os filhotes do sexo feminino mostravam comportamentos masculinos, como gostos, brincadeiras mais agressivas além de sentirem-se mais atraídas por fêmeas.[54] O estudo, contudo, não foi conclusivo pois os filhotes do sexo masculino cujas fêmeas progenitoras receberam hormônios femininos (estradiol e progesterona) não desenvolveram significativas características femininas

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Homossexualidade

    (Dá para perceber que com relação ao homossexualismo feminino, o estudo já
    deu uma luz.)

    Agora a conclusão, como voce mesmo admitiu, não se sabe ao certo, relação causa efeito, a origem da orientação sexual, mas isto não significa que tenha que parar os estudos, pois a ciência não pode cair na preguiça e passar a ler um livro que não se precisa questionar, e muito menos criticar quem é homossexual, pois seria criticar alguém sem saber o funcionamento daquilo que ela está passando e passará o resto de sua vida.

    “Porque é que se põe os pedófilos na prisão se eles não tem culpa da atracção e dos abusos”

    Eles não podem ficar em circulação, assim como pessoas que estão lá no hospício não podem. A prisão está na esfera do Direito, e é obtido pelo voto, da mesma forma que votaram pelo aborto legal proveniente do estupro que, na prática, é condenar um ser humano (feto) a pena de morte, devido ao fato de sua mãe ter sido estuprada pelo seu pai. Como resultado, nem o pai poderia receber pena de morte, quanto mais seu filho que não tem culpa do crime.

    O pédófilo deve ser tirado de circulação, e partindo do pressuposto de que a atração sexual tem níveis que variam de pessoa para pessoa, uma previsão de prisão para pedófilos, incentiva as pessoas a conterem seus desejos, só passando quando tais desejos são incontrolaveis.

    “Há um “gene ladrão”, ou “gene assassino” ou “gene homossexual”

    As causas de um crime são astronomicamente mais complexas do que a questão da homossexualidade, há quem defenda a personalidade criminosa em si e há quem defende a criminalidade com uma relação complexa envolvidos vários fatores, Por exemplo, alguém que é contra o capitalismo onde todos trabalham mas a riqueza fica nas mãos de poucos, como uma forma de atenuar consciencia o caso de um crime de estelionato contra uma pessoa rica, leia:

    “Não se pretende negar aqui, peremptoriamente, as valiosas teorias da personalidade, notadamente a idéia de uma eventual Personalidade Criminosa, como advogaram inúmeros autores. Nossa idéia é apenas demonstrar que a criminalidade pode ser demasiadamente complexa para se supor um modelo teórico relativamente simples e fixo como, por exemplo, o dos traços de personalidade ou da característica biológica criminosa (Kreitler).”

    http://virtualpsy.locaweb.com.br/index.php?art=151&sec=91

    “Mostra-me o que o geneticista Anme Moir ou os outro dizem que confirme a noção de que a orientação sexual tem haver com hormonas e genes e não condicionalismos sociais”

    1 – http://pt.wikipedia.org/wiki/Homossexualidade

    2 – O que é certo é que não se sabe com certeza sobre a origem da atração heterosexual ou homossexual. Seria uma injustiça criticar alguém por ela estar numa situação que não se sabe a sua causa. Se voce quer saber na moralidade de quem, aparece na televisão aí criticando uma pessoa pelo fato dela se homossexual e voce vai descobrir.

    Sr. Mats Genes cristo, há as questões psicológicas, hormonais, genéticas… se voce se preocupar demais com a genética e não enviar soldados para a area da psiclogia, para as questões hormonais, ainda mais agora que voce já admitiu que voce não sabe a origem biológica da heterossexualidade, voce pode ficar cercado da mesma forma. Não se defende um país, com soldados apenas em uma fronteira. Se o homossexualismo é involuntário, e voces o criticam, voces é que irão responder na justiça divina (se ela existir)

    Like

  45. Mats says:

    Clayton,

    “Não sei. Tal como já te disse em cima, eu não defendo que alguém “nasce homossexual”. Tu estás a fazer as mesmas perguntas mas de formas diferentes”

    Voce não sabe? Voce critica alguém, o condena sem conhecer as causas que fazem alguém gostar do mesmo sexo?

    Eu também não sei como é que os bebés sabem que se as mães lhes enconstarem o mamilo na sua boca, eles podem-se alimentar. Não sei como é que eles sabem disso, mas eles sabem. Agora, se alguém me disser que “há bases geneticas” para alguém se alimentar pelo nariz, eu pergunto “mostra evidências”. Se ele me disser “mostra-me as bases genéticas ou as razões que levam alguém a comer pela boca”, eu digo não sei como é que os bebés sabem disso, mas estou curioso em saber quais são as evidências que TU TENS que confirmem que “há bases genéticas” para se comer pelo nariz”.

    Semelhantemente, tu dizes que “há bases genéticas” para a orientação sexual. Eu quero que tu mostres evidências para isso. O facto de eu não saber como é que a orientação heterossexual se desenvolve nos seres humanos não anula o facto de tu teres feito uma alegação que precisa de evid~encias (“a orientação sexual é uma predisposição genética”).

    Agora, vais mostrar evidências ou vais continuar a fugir?

    “Não faço a mínima ideia como é que “acontece a orientação sexual”.
    Vais responder à minha pergunta e mostrar alguma evidência de que há bases genéticas para a orientação sexual, ou vais continuar a fugir, e fazer perguntas sem nexo?

    Não faz a mínima idéia de como acontece a orientação sexual e mesmo assim condena as pessoas que não tiveram a sorte que voce teve de ter a oientação heterossexual que “Deus gosta”,

    Tal como não sei como é que os bebés sabem instintivamente que se come pela boca, e condeno quem diga que “a orientação de se alimentar pelo nariz tem predisposição genética”.

    Clayton:”Partindo do pressuposto causa e efeito, que voces tanto gostam quando querem justificar que o mundo foi criado, qual a causa biológica da atração heterossexual?

    Mats: “Eu não defendo que a orientação sexual tenha bases biológicas. Já te tinha dito isto, mas continuas a fazer o mesmo erro.”

    Eu te perguntei a causa da orientação sexual e não se voce defende que a orientação tenha causa biológicas, tudo bem voce já disse que não sabe e condena alguém mesmo sem saber.

    Tal como “condeno” quem me diga que a “orientação de comer pelo nariz é predisposição genética”.

    Vou te responder as perguntas abaixo, apesar de saber que voce jamais vai concordar, mesmo que tenha que deitar no chão e tapar os ouvidos, mas há outras pessoas lendo:

    “A composição hormónica não tem dependência genética?”

    Composição hormonal está envolvida também com a alimentação da mãe, ingestão de medicamentos, certos tipos de anticoncepcionais. Não é só genes que dirigem o universo biológico (voce vai acabar descrendo em Jesus Cristo e passa a crer em “Gene Cristo”)

    “Não são só genes” mas também são genes, certo? A alimentação, os medicamentos e os anticoncepcionais vão afectar a composição GENÉTICA do bebé, certo?

    Portanto, continuo à espera da resposta: “A composição hormónica não tem dependência genética?” Sim ou não?

    Leia isto aqui:

    “O neurobiólogo Roger Gorski, da Universidade da Califórnia, EUA, fez experiências em laboratórios com ratos cujas fêmeas prenhas receberam testosterona – o hormônio sexual masculino – ainda em fase intra-uterina. Observou que, desde a primeira fase da vida, os filhotes do sexo feminino mostravam comportamentos masculinos, como gostos, brincadeiras mais agressivas além de sentirem-se mais atraídas por fêmeas.[54]

    Então algo voltas a defender que a orientação é genético? vais-te firmar nisto?

    O estudo, contudo, não foi conclusivo pois os filhotes do sexo masculino cujas fêmeas progenitoras receberam hormônios femininos (estradiol e progesterona) não desenvolveram significativas características femininas

    Ooopss! 🙂

    Porque é que mostra um artigo que se anula a ele mesmo?

    (Dá para perceber que com relação ao homossexualismo feminino, o estudo já
    deu uma luz.)

    Ficamos À espera od resto da “luz”, e de uma evidência nos humanos que confirme esse mito.

    Tal como já viste nos comentários anteriores, a crença de que a orientação sexual dos seres humanos é controlado pelos genes. Para além das experiências em ratos tens mais alguma coisa?

    Se eu pesquisar mais sobre esse Dr, será que não vou encontrar coisas que tu não citaste do seu estudo?

    Agora a conclusão, como voce mesmo admitiu, não se sabe ao certo, relação causa efeito, a origem da orientação sexual

    Não se sabe? Mas tu disseste que a homossexualidade tem bases genéticas! Vais mudar a tua história? Ou será que nunca disseste isso? Olha que os comentários estão à vista de toda a gente, Clayton.

    “Porque é que se põe os pedófilos na prisão se eles não tem culpa da atracção e dos abusos”

    Eles não podem ficar em circulação, assim como pessoas que estão lá no hospício não podem.

    Mas eles não tem culpa de serem pedófilos, tal como tu disseste. Porque é que se castiga alguém por fazer algo para o qual ele não tem controlo?

    Se era só para “tirá-los da circulação”, poderia arranjar-se uma espécie de asilo para eles. Mas não é isso que se gaz. O que se faz é que se castiga o pedófilo tal como se castiga quem rouba, mata ou agride.

    De acordo com o que acreditas, para quê fazer isso, se a pessoa não tem controle sobre o que faz às crianças?

    O pédófilo deve ser tirado de circulação, e partindo do pressuposto de que a atração sexual tem níveis que variam de pessoa para pessoa, uma previsão de prisão para pedófilos, incentiva as pessoas a conterem seus desejos, só passando quando tais desejos são incontrolaveis.

    Portanto, é possível conter os desejos que são uma predisposição genética? Pensas o mesmo da homossexualidade?

    “Há um “gene ladrão”, ou “gene assassino” ou “gene homossexual”

    As causas de um crime são astronomicamente mais complexas do que a questão da homossexualidade, há quem defenda a personalidade criminosa em si e há quem defende a criminalidade com uma relação complexa envolvidos vários fatores, Por exemplo, alguém que é contra o capitalismo onde todos trabalham mas a riqueza fica nas mãos de poucos, como uma forma de atenuar consciencia o caso de um crime de estelionato contra uma pessoa rica, leia:

    “Não se pretende negar aqui, peremptoriamente, as valiosas teorias da personalidade, notadamente a idéia de uma eventual Personalidade Criminosa, como advogaram inúmeros autores. Nossa idéia é apenas demonstrar que a criminalidade pode ser demasiadamente complexa para se supor um modelo teórico relativamente simples e fixo como, por exemplo, o dos traços de personalidade ou da característica biológica criminosa (Kreitler).”

    http://virtualpsy.locaweb.com.br/index.php?art=151&sec=91

    Portanto……não há um gene de ladrão? Se calhar é melhor eu ir devolver os bolos que tirei à pastelaria mais próxima. Estava a pensar em dizer que “nasci assim” e que “não dá para mudar”.

    “Mostra-me o que o geneticista Anme Moir ou os outro dizem que confirme a noção de que a orientação sexual tem haver com hormonas e genes e não condicionalismos sociais”

    1 – http://pt.wikipedia.org/wiki/Homossexualidade

    Isso mostra que ratos fêmea, quando recebem químicos masculinos, portam-se como tais. Não mostra que uma pessoa possa nascer com predisposição genética para a a homossexualidade. Além disso, a tua própria “evidência” falhou ao dizer que o mesmo não se verificou com os machos DE RATOS.

    2 – O que é certo é que não se sabe com certeza sobre a origem da atração heterosexual ou homossexual.

    Tu disseste que sabias mas agora dizes que não sabes. Não disseste que a orientação sexual tem bases genéticas? Agora estás a mudar a história porquê? Será porque não há a mínima evidência de que haja predisposição genética para a homossexualidade?

    Tal como eu já sabia, vais continuar a mudar a história.

    Seria uma injustiça criticar alguém por ela estar numa situação que não se sabe a sua causa.

    Mas vocês dizem que sabem a causa, e que essa causa é genética e não comportamental. Não mudes a tua história. Clayton. Não te esqueças que o que disseste atrás pode ser consultado.

    Sr. Mats Genes cristo, há as questões psicológicas, hormonais, genéticas…

    QUAIS SÃO AS QUESTÕES “GENÉTICAS” NA BASE DA ORIENTAÇÃO SEXUAL?

    Mostra-me algum tipo de dado.

    Like

  46. Clayton Luciano says:

    Mats:

    “Eu também não sei como é que os bebés sabem que se as mães lhes enconstarem o mamilo na sua boca, eles podem-se alimentar. Não sei como é que eles sabem disso, mas eles sabem. Agora, se alguém me disser que “há bases geneticas” para alguém se alimentar pelo nariz, eu pergunto “mostra evidências”. Se ele me disser “mostra-me as bases genéticas ou as razões que levam alguém a comer pela boca”, eu digo não sei como é que os bebés sabem disso, mas estou curioso em saber quais são as evidências que TU TENS que confirmem que “há bases genéticas” para se comer pelo nariz”.

    1 – Voce está correndo do pau, se é voce quem condena, cabe a voce dizer onde está o origem da orientação sexual para depois voce concluir que ser homossexual é errado. E voce mesmo ao dar um tiro no pé ao dizer que não sabe a origem biológica do heterossexualismo e o homossexaulismo, ficou sem legitimidade para julgar alguém por isto. (quem julga cabe provar)

    2 – Muitos bebês não sabem encontrar os mamilos sem que são ensinados, pelos seus argumentos estes irão para o inferno caso não searrependam, (outro tiro no pé)

    3 – os homossexuais não começaram desde 2000 anos atrás dizendo que eles tem base genética para serem homossexuais, voces os condenam desde aquele tempos, não foram eles que começaram com isto. Cabe provar quem condena. Uma pessoa só pode ser julgada como errada se houver provas de que ela é errada

    Taca aí as origens do heterossexualismo e acaba comigo.

    “Semelhantemente, tu dizes que “há bases genéticas” para a orientação sexual. Eu quero que tu mostres evidências para isso. O facto de eu não saber como é que a orientação heterossexual se desenvolve nos seres humanos não anula o facto de tu teres feito uma alegação que precisa de evidências (“a orientação sexual é uma predisposição genética”).”

    Quem julga é quem tem que provar.

    “Agora, vais mostrar evidências ou vais continuar a fugir?”

    Voce quem julga os homossexuais, cabe a voce provar a origem da heresexxualidade para concluir que ser homossexual é ser errado. Seus argumentos contra homossexuais são montados no ar.

    “Tal como não sei como é que os bebés sabem instintivamente que se come pela boca, e condeno quem diga que “a orientação de se alimentar pelo nariz tem predisposição genética”.

    SE voce ver um bebê querendo comer pelo nariz nos primeiros contatos (já vi muitos bebes esfregando o nariz nos peitos das mães até conseguir achar que o caminho é pela boca, voce nem maior de idade deve ser, está muito inexperiente) e concenar ele ao inferno, cabe a voce expor a origem biológica do evento para ter legitimidade de dizer que tai bebês estão errados, por isto devem ser exterminados.

    “Tal como “condeno” quem me diga que a “orientação de comer pelo nariz é predisposição genética”

    Se voce estivesse num processo judicial:

    Código Processo Civil, art 333, “o ônus da prova incumbe: I – Ao autor, quanto ao fato constitutivo de seu direito; II – Ao réu, quanto à existência de fato mimpeditivo, modificativo ou extintivo do direito do autor”

    Caberia a voce provar que o homossexualismo é errado, e chegando lá e dizendo que voce não sabe a causa biológica da atração sexual, causaria risos. só depois que voce apresentar suas provas de que o homossexualismo é errado, é que seria analisadas as provas do defensores dos homossexuais.

    “Não se sabe? Mas tu disseste que a homossexualidade tem bases genéticas! Vais mudar a tua história? Ou será que nunca disseste isso? Olha que os comentários estão à vista de toda a gente, Clayton”

    1 – A homossexaulidade é inerente ao individuo

    2 – Se o que inerente ao indivíduo, está na genética.

    3 – A homossexualidade está na genética.

    Art. 436 do Código Processo Civil, “O juiz não está adstrito ao laudo pericial, podendo formar a sua convicção com outros elementos ou fatos provados nos autos”

    “Mas eles não tem culpa de serem pedófilos, tal como tu disseste. Porque é que se castiga alguém por fazer algo para o qual ele não tem controlo?”

    Se for verificado que ele não tem controlo, ele não pegará pena, será internado.

    “Se era só para “tirá-los da circulação”, poderia arranjar-se uma espécie de asilo para eles. Mas não é isso que se gaz. O que se faz é que se castiga o pedófilo tal como se castiga quem rouba, mata ou agride.”

    Se for controlável, deve se aplicar a pena, se não for controlável, deve se internar (vou começar a cobra consulta)

    “De acordo com o que acreditas, para quê fazer isso, se a pessoa não tem controle sobre o que faz às crianças”

    Se for controlável, deve se aplicar a pena, se não for controlável, deve se internar (vou começar a cobra consulta)

    “Ooopss!

    Porque é que mostra um artigo que se anula a ele mesmo”

    Deve ser porque não sou religioso.

    “Ficamos À espera od resto da “luz”, e de uma evidência nos humanos que confirme esse mito.”

    Fico a espera de seus trabalhos que demonstrem a origem do heterossexualismo e que lhe atribua legitimidade para condenar homossexuais.

    “Não se sabe? Mas tu disseste que a homossexualidade tem bases genéticas! Vais mudar a tua história? Ou será que nunca disseste isso? Olha que os comentários estão à vista de toda a gente, Clayton”

    Art. 436 do Código Processo Civil, “O juiz não está adstrito ao laudo pericial, podendo formar a sua convicção com outros elementos ou fatos provados nos autos (esta norma pode até te ajudar também)

    “De acordo com o que acreditas, para quê fazer isso, se a pessoa não tem controle sobre o que faz às crianças”

    Código Penal, Art. 26, páragrafo ùnico

    “Portanto, é possível conter os desejos que são uma predisposição genética? Pensas o mesmo da homossexualidade”

    Vai depender da força com que o desejo vier, que é causado pela por uma série de fatores internos e externos à pessoa, por exemplo, já foi possível eu entrar numa igreja evangélica e conter a vontade de rir, e já teve vezes que não. (a lógica é a mesma)

    “Portanto……não há um gene de ladrão? Se calhar é melhor eu ir devolver os bolos que tirei à pastelaria mais próxima. Estava a pensar em dizer que “nasci assim” e que “não dá para mudar”

    Vai depender da força com que o desejo vier, que é causado pela por uma série de fatores internos e externos à pessoa, por exemplo, já foi possível eu entrar numa igreja evangélica e conter a vontade de rir, e já teve vezes que não. (a lógica é a mesma)

    “Isso mostra que ratos fêmea, quando recebem químicos masculinos, portam-se como tais.

    1 – Isto mostra que ratos femea, quando recebem quimicos masculinos NA GESTAÇÃO.

    “Não mostra que uma pessoa possa nascer com predisposição genética para a a homossexualidade. Além disso, a tua própria “evidência” falhou ao dizer que o mesmo não se verificou com os machos DE RATOS”

    1 – Se questões hormonais ao feto podem causar predisposição ao homossexualismo

    2 – Se podem haver descontroles hormonais na gestação.

    3 – na gestação podem ocorrer questões que causam predisposição ao homossexualismo

    “Tu disseste que sabias mas agora dizes que não sabes. Não disseste que a orientação sexual tem bases genéticas?Agora estás a mudar a história porquê? Será porque não há a mínima evidência de que haja predisposição genética para a homossexualidade?”

    1 – A homossexaulidade é inerente ao individuo

    2 – Se o que inerente ao indivíduo, está na genética.

    3 – A homossexualidade está na genética.

    Art. 436 do Código Processo Civil, “O juiz não está adstrito ao laudo pericial, podendo formar a sua convicção com outros elementos ou fatos provados nos autos”

    “Tal como eu já sabia, vais continuar a mudar a história”

    Quem condena. cabe provar a irregularidade.

    “Mas vocês dizem que sabem a causa, e que essa causa é genética e não comportamental. Não mudes a tua história. Clayton. Não te esqueças que o que disseste atrás pode ser consultado”

    1 – A homossexaulidade é inerente ao individuo

    2 – Se o que inerente ao indivíduo, está na genética.

    3 – A homossexualidade está na genética.

    “QUAIS SÃO AS QUESTÕES “GENÉTICAS” NA BASE DA ORIENTAÇÃO SEXUAL?

    Mostra-me algum tipo de dado”

    Eu não condenei hetoressuais e homossexuais, cabe a voce provar a origem da homossxualidade e da hetrossexualidade para que tenha o direito de julgar os homossexuais.

    Mats, voce se acha no direito de julgar os homossexuais, apresente seus argumentos quanto ao fato constitutivo de seu direito e eu apresentarei as minhas defesas:

    Código Processo Civil, art 333, “o ônus da prova incumbe: I – Ao autor, quanto ao fato constitutivo de seu direito; II – Ao réu, quanto à existência de fato mimpeditivo, modificativo ou extintivo do direito do autor

    O primeiro passo na ciência é a lógica, nenhum cientista vira para o outro e diz: “não estamos fazendo nada mesmo, vamos dar uma olhada para ver se tem genética homossexual?” pois caso contrário, o cientista nem consegue subsídio para financiar seus estudos. Aque está a etapa lógica:

    1 – A homossexaulidade é inerente ao individuo

    2 – Se o que inerente ao indivíduo, está na genética.

    3 – A homossexualidade está na genética.

    1 – Se questões hormonais ao feto podem causar predisposição ao homossexualismo

    2 – Se podem haver descontroles hormonais na gestação.

    3 – na gestação podem ocorrer questões que causam predisposição ao homossexualismo

    Apresente seus argumentos sobre o porque o homossexaulismo é errado.

    Like

  47. Mats says:

    Clayton,

    Continuo sem respostas às perguntas. Tu alegaste que a homossexualidade é uma predisposição genética. Mostra evidências disso. Se não és capaz, admite isso duma vez, e pára de tentar fugir às perguntas.

    Entretanto, eis aqui as perguntas que tu não respondeste na totalidade:

    Como não respondeste às minhas perguntas, vou deixá-las aqui juntinhas para tu não as apagares outra vez:

    1. ALGUÉM QUE NÃO FUMA PODE SER CHAMADO DE FUMADOR, CLAYTON? SIM OU NÃO?

    2. A composição hormónica não tem dependência genética?

    3. Prova-me que NÃO és ladrão, pedófilo ou homossexual. Arranja evidências que mostrem que NÃO és homossexual, ou ladrão ou pedófilo.

    4. “Lutar” contra um comportamento significa que esse comportamento está nos genes ?

    5. Ser infiel à mulher é algo que está nos genes ou não? Como há homens que lutam contra esses desejos, e como tu dizes que lutar contra esses desejos mostra predisposição GENÈTICA, então a infidelidade é uma coisa normal, certo?

    6. Ser pedófilo é genético como a homossexualidade?

    7. Porque é que se põe os pedófilos na prisão se eles não tem culpa da atracção e dos abusos?

    8. Há um “gene ladrão”, ou “gene assassino” ou “gene homossexual”?

    9. Mostra-me o que o geneticista Anme Moir ou os outro dizem que confirme a noção de que a orientação sexual tem haver com hormonas e genes e não condicionalismos sociais.
    …………

    Vou continuar a fazer-te as mesmas perguntas até termos algum tipo de resposta.

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s