Mídia abafa pandemia mundial de AIDS entre gays

Tendo em conta que é do interesse dos esquerdistas que controlam os órgãos de informação que o homossexualismo se propague, não é estranhar que os mesmos órgãos não falem muito sobre as consequências desse mesmo comportamento. 
Original
por Roberto Cavalcanti

Apesar da mídia tentar esconder a realidade de que os gays são de fato um grupo de risco, fato é que estamos diante de uma pandemia mundial de AIDS entre gays.

Esse blog já noticiou que na França o HIV está fora de controle entre os gays. A incidência de AIDS entre os gays chega a ser 200 vezes maior que a dos supostamente heterossexuais. Já noticiou, também, que nos EUA 20% dos gays têm AIDS, muito embora a população total nesse país totaliza uma fração de 1 a 2%. No Reino Unido, a Agência de Proteção à Saúde noticiou que 38% dos novos diagnósticos de AIDS são entre gays. No Japão, a coisa é ainda pior:

Dez anos depois, o número de pacientes com HIV através de intercurso heterossexual foi de 180, enquanto que o número de pessoas infectadas através de sexo gay cresceu para 659.

Ou seja, os gays computam nesse país o espantoso índice de 78,5% do total de contaminados. Isso se levarmos em consideração o mínimo, pois é de se duvidar e muito dos supostos casos de transmissão de AIDS via heterossexual. Primeiro, pela sua real possibilidade clínica, considerada duvidosa por muitos especialistas. Segundo porque muitos dos assim-chamados “heterossexuais” mentem afirmando ter praticado sexo heterossexual, a fim de não serem tachados vergonhosamente de homossexuais. Ainda por cima numa sociedade masculinista como a japonesa. Portanto, o índice deve ser ainda bem maior.

Enfim, tudo isso sem considerar outras doenças venéreas, como sífilis, herpes etc., cuja incidência entre gays é também monumental, porém minimizada por serem doenças cujo tratamento já não é mais tão complexo.

Uma conclusão salta aos olhos: a prática homossexual sempre foi e continuará sendo nociva à humanidade, e os homossexuais jamais deixaram e deixarão de ser grupo de risco. A prática homossexual continua sendo o maior de todos os vetores da AIDS. Basta praticá-la para se arriscar a contrair HIV. O homossexualismo é um tormento para a saúde pública.

COMPAIXÃO GENUÍNA

A nossa sociedade contemporânea vem perdendo o referencial do verdadeiro significado de civilização. Devemos ter compaixão pelos mais fracos, como deficientes mentais e físicos, pois não pediram para vir ao mundo dessa forma. Da mesma maneira, devemos ter compaixão pelas crianças, mulheres e idosos, pela sua fragilidade física natural.

Entretanto, não faz parte de uma compaixão genuína acolher pessoas que pelo seu comportamento irresponsável e dissoluto, procuram doenças e morte como um divertimento inconseqüente, tal como o macaco procura banana. Esse não é o real sentido de civilização, mas sim uma perda de referencial moral do verdadeiro sentido de civilização, que não passa por agasalhar comportamentos que são prejudiciais a toda humanidade.

Tais práticas, sabemos, impactam em nosso patrimônio, quando somos chamados a contribuir com impostos em proporção ainda maior para custear a saúde pública. Tais valores poderiam, em lugar de financiar divertimentos tão torpes, migrar para outras atividades, ou mesmo para a cura de doenças como Câncer e Diabetes, que não atingem pessoas de comportamento irresponsável e de risco.

O homossexualismo, como tal, além de ser uma imoralidade, é um problema de saúde pública. O homossexual não pode ser tratado como parte de uma minoria injustiçada, vítima de discriminação, equiparado, p. ex., aos negros e deficientes, pois o homossexual procura o mal deliberadamente. Neste sentido, não poderia ser respeitado e muito menos fazer jus a um rol de direitos especiais. Isso beira o absurdo, pois estará se privilegiando um grupo realmente nocivo à humanidade.

O homossexual deve ser compelido a mudar. Pelos males do cigarro, o fumante, que sequer é imoral, é compelido a mudar seu hábito. Por que então no mínimo isso não acontece com o homossexual? Fica a pergunta…

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Pecado, Sociedade and tagged , , , , , . Bookmark the permalink.

3 Responses to Mídia abafa pandemia mundial de AIDS entre gays

  1. Ju says:

    Você coloca como se as pessoas escolhessem ser homosexuais. Opinião de gente ignorante achar que isso é questão de Opção. Se for pra optar, os gays iriam pelo mais fácil, ou na linguagem ignorante ‘pelo que os homofobicos’ consideram normal, simples e unicamente pra não serem sujeitos a sofrer.
    Parabéns ao dono do blog, record em ignorancia.

    Like

  2. Mats says:

    Ju,

    Você coloca como se as pessoas escolhessem ser homosexuais.

    Mesmo que não escolham ter atracção homossexual, elas escolhem ter relações sexuais com pessoas do mesmo sexo. o post do Roberto fala de comportamentos e não de atracção.

    Opinião de gente ignorante achar que isso é questão de Opção.

    Ter relações sexuais é uma questão de opção.

    Se for pra optar, os gays iriam pelo mais fácil, ou na linguagem ignorante ‘pelo que os homofobicos’ consideram normal

    Se achas que é “homofobia” dizer que o normal em termos sexuais é um homem e uma mulher estarem juntos, então deves achas que a Medicina e a Fisiologia também são “homofóbicas”, uma vez que ambas claramente demonstram que 1) o órgão sexual do homem está colocado para interagir com o da mulher e 2) o ânus não é um órgão sexual mas sim um órgão que pertence ao sistema digestivo. Se tens algum problema com a Medicina, então tens que te informar melhor.

    simples e unicamente pra não serem sujeitos a sofrer.

    Portanto, segundo a tua alegação, se a homossexualidade fosse uma escolha, eles escolheriam não ser homossexuais para, dizes tu, “não sofrerem”?

    Parabéns ao dono do blog, record em ignorancia.

    Não disseste onde está a “ignorância”.

    Like

  3. Bernardo Webber says:

    “Homofobia” é um clichê marxista. Os esquerdistas ficam ofendidos com a verdade!!! Não entendo isso!! Ora , o homossexualismo é um estilo de vida que facilita a contaminação pelo HIV. Simples assim. Não se trata de “homofobia”, e sim de realidade.

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s