CNN: A Ligação Entre Obama e Ayers é Real

Por incrível que pareça, a CNN, uma das agências noticiosas mais à esquerda nos EU, faz uma ligação clara entre Obama e Bill Ayers.

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Não classificado and tagged , . Bookmark the permalink.

16 Responses to CNN: A Ligação Entre Obama e Ayers é Real

  1. Joaquim Coelho says:

    Mats, mats

    1. A CNN foi a primeira a apresentar a ligação.

    2. Esta troca de palavras num programa de um ultra-conservador de direita (Glenn Beck) não acrescente uma virgula ao que já se tem dito e não passa de opiniões de um e de outro lado.

    3. O site de onde retiraste esta entrevista, pertence ao uma organização, ultraconservadora, demagoga e que pretende impor a religião como componente essencial do estado americano, abolindo a separação estado / religião.: The above position of RenewAmerica makes clear one of the most basic requirements for participation in RenewAmerica: No one who believes in the separation of church and state — a doctrine, again, that cannot be found anywhere in the Constitution — is in harmony with the core values of RenewAmerica.

    A cruzada evangélica nos USA para dominio da educação, estado, lei e justiça é bem mais activa do que se pensa.
    Espero que estes artistas nunca cheguem a ter influencia crucial nos USA, uma nação de liberdade e democracia e a quem a Europa tanto deve.
    Quando a religião interfere na politica só pode dar merda e perigosa.

    Tudo o eu disse até aqui nos posts anteriores, sobre Bill Ayres/Obama mantém-se. Este post é mais uma achega á demagogia do outro.

    Like

  2. Joaquim Coelho says:

    Mats

    Vê se consegues desbloquear um comentário que fiz neste post.
    Quando tento inseri-lo de novo, dá comentário em duplicado, por isso deve andar por aí, num sitio qualquer do wordpress.
    Obrigado

    Like

  3. H says:

    Joaquim

    Você deve ter enchido ele de links, isso acontece com frequência comigo, morro de raiva desse filtro anti-spam do wordpress.

    Like

  4. Joaquim Coelho says:

    O candidato republicano à Casa Branca, John McCain, abandonou o tom agressivo que marcou a sua campanha na última semana e pediu aos seus partidários que respeitem o rival democrata, Barack Obama, tal como ele próprio o respeita e admira.
    «Eu admiro o senador Obama, eu respeito-o e é assim que deve ser a política», disse McCain num comício em Lakeville, Minnesota.

    «Quero dizer, com isso, que vocês devem ser respeitadores, eu aprecio isso», insistiu.

    Nos últimos dias, McCain foi criticado por Obama por «instigar o ódio e a divisão» nos seus comícios

    Devo dizer que fico contente po McCain.
    McCain, ao contrário da ala Bushiana e evangélica é uma pessoa moderada dentro dos republicanos e por quem nutro uma certa simpatia.
    Acredito que McCain permitiu a campanha contra Obama porque o seu staff lhe disse ser a melhor estratégia, mas que agora verificou que lhe saiu o tiro pela culatra, inverte a posição.
    E creio firmemente que o McCain deste discurso cordial é o McCain verdadeiro.
    Creio até que McCain deve estar bem arrependido de ter escolhida a Palin para vice.

    As coisas estão a correr bem para Obama: não é vulgar um candidato ter maioria absoluta entre os membros do colégio eleitoral (277 contra 158, Obama precisa de 270 para ganhar) em sondagens. Espero que assim continue.

    Acredito que Obama possa vencer, mas mantenho alguma reserva no optimismo geral, porque sei que o elkeitorado americano que decide para que lado pende a balança é muito volátil.
    Qualquer incidente grave e inabilidade politica dos democratas pode virar os resultados.

    Like

  5. Mats says:

    O John McCain é um fracote e vai pagar caro por isso.

    Mas enfim, o que importa para este a discussão é que, contrariamente o que certos círculos da esquerda dizem ao negarem qualquer relacionamento entre o terrorrista Bill Ayers e Obama, os dois trabalharam juntos e alegres.
    Isso só vem a confirmar que longe de ser um candidato supra-partidário, o Obama é o candidato da extrema esquerda, tal como ja foi dito.

    Mas enfim, esperemos que o “Bradley Effect” funcione e Obama não seja eleito, contrariamente ao que as sondagens indicam.

    Like

  6. Joaquim Coelho says:

    Matts, ve se descobres o meu comentário que refuta o que acabas de dizer e mostra que é pura demagogia.

    Mas suponhamos que Obama conhecia o passado de Ayers e só agora o tivesse criticado (não quer dizer que concordasse com Ayeres, mas que nada dizia).

    O que é que isso afectava a sua capacidade para ser presidente ?

    Será que se eu fosse amigo de um ex-fp25Abril (não concordando com ele, mas não o publicitando) ficava diminuido etica e politicamente ?

    Aquilo que dizes só tinha alguma lógica se em algum momento Obama tivesse apoiado a actuação de Ayeres, por actos ou palvaras (o que não aconteceu).

    A questão da palin (a ser verdade) ter despedido o ex-cunhado por este se ter divorciado litigiosamente da irma, é bem mais grave no sentido politico, por revelar abuso de poder. (repito: a ser verdade).
    Isto soube-se agora, mas o inquérito iniciou-se antes dela ser escolhida para vice e a comissão era constituida maioritariamente por republicanos, por isso alguma verdade deve ter)

    O John McCain é um fracote e vai pagar caro por isso.
    Parece que a campanha suja dos republicanos levou a uma queda ainda mais acentuada de McCain/Palin, ao contrário do que dizes.

    Obama de extrema esquerda ?
    Desculpa mats, mas tem de ser: tás a delirar, olha que já vi gajos a ficarem maluquinhos por menos 🙂

    1. Define extrema-esquerda
    2. Enquadra as posições de Obama nessas definições

    E para desanuviar, numa escala de 0 a 10 (de esquerda a direita) onde colocas o ps, o psd e o cds (este deve ser para ai um 4 não ?)

    Like

  7. Mats says:

    Joaquim,

    Mas suponhamos que Obama conhecia o passado de Ayers e só agora o tivesse criticado (não quer dizer que concordasse com Ayeres, mas que nada dizia).
    O que é que isso afectava a sua capacidade para ser presidente ?

    Afectava a sua credibilidade na medida em que ele tentou trivializar a sua conexão laboral com o terrorrista, quando na verdade eles eram bem próximos.
    Segundo, a sua relação laboral com Ayers é uma forte evidência que o Obama está bem longe daquilo que é o mainstream americano, e bem à esquerda dentro do mundo político.
    Se isto é assim, porque é que ele tenta passar uma imagem de alguém moderado e equidistante politicamente, quando na verdade ele é da extrema esquerda? Ele faz isso porque sabe que a maioria dos americanos nunca o poriam na Casa Branca.
    Portanto, ou o Obama está a pôr uma máscara como forma de ser eleito (o que as sondagens indicam que vai acontecer), ou ele mudou totalmente a sua visão política nos últimos 5/6 meses.
    Qual é a mais lógica explicação?

    Será que se eu fosse amigo de um ex-fp25Abril (não concordando com ele, mas não o publicitando) ficava diminuido etica e politicamente ?

    Se tu trabalhases durante anos a fio com um neo-nazi não arrependido em projectos étinicos e rácicos, e depois viesses à praça pública afirmar que tu estás “acima dessas discussões”, as tuas palavras seriam manchadas pelas tuas afiliações.
    O Obama trabalhou com o Ayers em projectos ideologicamente motivados, chegando mesmo a usar dinheiro da “Annenberg foundation” como donativos para a sua “igreja”, liderada pelo racista Wright.
    Não me venham com histórias de que o Obama não sabia que tipo de coisas o reverendozinho andava a pregar dentro da sua igreja. Tudo balelas. O Obama sabia de certeza (esteve lá 20anos!) e o Obama, segundo as evidências, concordava com elas.
    So quando essas coisas vieram à praça pública é que ele as “criticou”.

    Joaquim, isto é uma questão de honestidade e clarividência. O Obama não está a ser honesto em relação àquilo que ele acredita, e ele esconde essas coisas porque ele sabe que os americanos não toleram pessoas com inclinações comunistas como o Obama tem.

    este link, e este também.

    Aquilo que dizes só tinha alguma lógica se em algum momento Obama tivesse apoiado a actuação de Ayeres, por actos ou palvaras (o que não aconteceu).

    Não necessariamente. O que eu digo tem lógica porque mostra proximidade ideologica entre o terrorrista Ayers e o Obama.

    A questão da palin (a ser verdade) ter despedido o ex-cunhado por este se ter divorciado litigiosamente da irma, é bem mais grave no sentido politico, por revelar abuso de poder. (repito: a ser verdade).

    Isso já foi refutado.

    Isto soube-se agora, mas o inquérito iniciou-se antes dela ser escolhida para vice e a comissão era constituida maioritariamente por republicanos, por isso alguma verdade deve ter)

    Essa história já foi refutada, mas uma vez que falas em abudo de poder, apoias a tentativa do Hussein Obama em censurar os videos que lhe eram hostis, em clara violação da Constituição Americana no que toca à liberdade de expressão?
    Informação controlada é uma das armas dos comunistas e dos ditadores em geral. Será que o Obama tem medo de alguma coisa? 🙂

    O John McCain é um fracote e vai pagar caro por isso.
    Parece que a campanha suja dos republicanos levou a uma queda ainda mais acentuada de McCain/Palin, ao contrário do que dizes.

    Eu nunca disse o contrário. O que eu digo é que o Obama está à frente nas sondagens muito por culpa da fraqueza do John.
    Segundo, não é ataque sujo revelar a proximidade ideológica entre o terrorrista e assassino Bill Ayers e Obama.

    Obama de extrema esquerda ?
    Desculpa mats, mas tem de ser: tás a delirar, olha que já vi gajos a ficarem maluquinhos por menos 🙂

    Se fores a vêr os comentários que se dizem dele, vais vêr que o Obama, durante as primárias, era o candidato democrata mais à esquerda de todos. A Hillary era mais moderada.

    1. Define extrema-esquerda
    2. Enquadra as posições de Obama nessas definições

    Vê os links em cima e vais vêr.

    E para desanuviar, numa escala de 0 a 10 (de esquerda a direita) onde colocas o ps, o psd e o cds (este deve ser para ai um 4 não ?)

    Eu não acompanho muito de perto a política nacional, mas nenhum deles é conservador no sentido cristão. São todos muito liberais, até o CDS.

    Não confio em nenhum deles para suster a moralidade Cristã.

    Eu não sou o Rebelo de Sousa, mas dava-lhes a todos um zero. 😉

    Like

  8. Joaquim Coelho says:

    Desculpa Mats, mas isto é ridiculo:
    Segundo, a sua relação laboral com Ayers é uma forte evidência que o Obama está bem longe daquilo que é o mainstream americano, e bem à esquerda dentro do mundo político.

    Obama trabalhou com Ayeres vaários anos mas de forma esporadica. (mesmo que fosse diaria). O que é que o facto de eu trabalhar seja com quem for altera o meu perfil politico ?

    Obama trabalhou numa organização de solidariedade na area da educação

    Quanto á questão da igreja é outra coisa (seria uma igreja evangélica ? 🙂 )
    de que não disponho de informação para comentar.
    Nem vou ver os link, dessa treta de organização.

    Não há proximidade ideologica, mas partilha de alguns pontos de vistas na area de projectos de apoio educacional, só isso.

    A informação da palin foi aliás confirmada pela comissaõ que considerou haver abuso de poder (está escrito). Quem acha que não é a Palin. (e aqui já cantas de outra maneira eh eh eh)

    Já te respondi á pergunta sobre a questão da liberdade de imprensa noutro post.

    Obama comunista ? Enlouqueceste de vez. Então para ti eu devo ser no minimo um radical de ultra-extrema-esquerda. Embora as pessoas normais me considerem de centro-esquerda.

    Segundo, não é ataque sujo revelar a proximidade ideológica entre o terrorrista e assassino Bill Ayers e Obama.
    1. Ayeres foi terrorista mas nunca matou ninguém.
    2. O que dizes seria verdade se existisse proximidade ideolológica com o pensamento de Ayeres sobre as formas legitimas de actuar (o terrorismo), mas não há. Assim é mentira, demagogia e sujo

    O partido democrata americano, equivale ao centro europeu. Assim mesmo sendo mais á esquerda obama seria no máximo centro-esquerda (assim como eu)

    Eu gostav era de ver as tuas definições de extrema-esquerda e não links.

    Bom então na escala da extrema direita tu estás no 10, não ? 🙂

    E és contra a separação estado/religião ?
    E achas que o estado tem o dever de impor por lei a “moralidade” cristã evangélica ?

    Olha Mats, isso só é possivel com uma ditadura, e aí eu estava disposto a pegar em armas contra ela.

    Felismente a tua moralidade extrema não tem nenhum significado em Portugal e na Europa. E mesmo nos EUA é minoritária (até entre protestantes, onde Obama está a ganhar bastante apoio)

    Like

  9. Mats says:

    Joaquiim,

    Desculpa Mats, mas isto é ridiculo:
    Segundo, a sua relação laboral com Ayers é uma forte evidência que o Obama está bem longe daquilo que é o mainstream americano, e bem à esquerda dentro do mundo político.

    Obama trabalhou com Ayeres vaários anos mas de forma esporadica. (mesmo que fosse diaria). O que é que o facto de eu trabalhar seja com quem for altera o meu perfil politico ?

    Se tu trabalhasses com um neo-nazi durante anos, e lançasses a tua carreira política na casa desse neo-nazi não arrependido, as tuas palavras de “moderado” seriam grandemente postas em causa. O Obama sabe disso, e por isso tentou trivializar a sua relação com o terrorrista Bill Ayers.

    Obama trabalhou numa organização de solidariedade na area da educação

    Com o terrorrista Bill Ayers, e onde projectos altamente ideológicos (inclinados à esquerda) foram financiados. O dinheiro era para aumentar o nível de conhecimento nas escolas de Chicago, mas muitos dos projectos subsidiados foram projetos altamente ideológicos (à esquerda). O Obama “assinou por baixo”.
    Ele é uma fraude, Joaquim. Se fôr eleito, como parece que vai ser, vais-me dar razão.

    Quanto á questão da igreja é outra coisa (seria uma igreja evangélica ? 🙂 )
    de que não disponho de informação para comentar.
    Nem vou ver os link, dessa treta de organização.

    Impressionante. Pedes informação mas não estás disposto a lê-la. Não é justo.
    A “igreja” do Wright é uma organização que defende a (fortemente influenciada pelo comunismo) “Black Liberation Theology” (BLT). Basicamente o que essa “teologia” diz que todos os problemas do homem negro foram causados pelo homem branco. COncordas com isso?
    Pois bem, o Obama esteve nessa igreja durante 20 anos, e o Wright, o homem que podes vêr neste link a amaldiçoar o país que lhe viu nascer, é um racista de primeira. Foi ele quem casou Obama com a mulher. A propósito, recentemente a mulher do Obama disse que só neste ano é que se sentiu orgulhosa de ser america. Por dedução, isso que dizer que durante os outros anos todos da vida dela ela não sentia orgulho na sua própria nação.
    O queée que isso te diz do Obama? Por que é que o Obama “parece” estar rodeado de pessoas que odeiam os EUA tanto? Será coincidência?

    Não há proximidade ideologica, mas partilha de alguns pontos de vistas na area de projectos de apoio educacional, só isso.

    Não é “só isso”. Se fosse “só isso” o Obama não tentaria relativizar a sua assoação com o terrorrista. Se fosse só isso, o Obama não lançaria a sua carreira política na casa do homem que pôs bombas em edifícios americanos. Que há convergência ideológica é um dado adquirido. A questão é: até onde vai essa convergência? Acho que só vamos saber de verdade quando ele “se revelar”.

    A informação da palin foi aliás confirmada pela comissaõ que considerou haver abuso de poder (está escrito). Quem acha que não é a Palin. (e aqui já cantas de outra maneira eh eh eh)

    Não canto de outra meneira. Se quiseres posso te dar links onde podes lêr a história toda. Vais lêr os links ao menos? 😉

    Obama comunista ? Enlouqueceste de vez. Então para ti eu devo ser no minimo um radical de ultra-extrema-esquerda. Embora as pessoas normais me considerem de centro-esquerda.

    Se fôres ver os links que eu te dei em cima, vais vêr o porquê de muitos americanos recearem o comunista Obama na Casa Branca.
    Se tu és de centro esquerda ou não, é outra coisa. Tal como eu já disse, não faças comparações entre a politica america e a europeia. A direita europeia ou é composta por pessoas que são indestinguíveis da esquerda em pontos importantes (aborto, casamento gay, evolução versus criação, Israel, etc) ou é composta por fascistas. O único homem da direita europeia com quem eu me identifico em alguns pontos importantes é o Geert Wilders. Mas não muito.

    Segundo, não é ataque sujo revelar a proximidade ideológica entre o terrorrista e assassino Bill Ayers e Obama.
    1. Ayeres foi terrorista mas nunca matou ninguém.

    O Hitler provavelmente nunca matou nenhum judeu pessoalmente. E depois?

    2. O que dizes seria verdade se existisse proximidade ideolológica com o pensamento de Ayeres sobre as formas legitimas de actuar (o terrorismo), mas não há. Assim é mentira, demagogia e sujo

    Obama discorda dos métodos para a implantação da ideologia, mas não da ideologia em si. Estás a criar um “strawmen”.

    O partido democrata americano, equivale ao centro europeu. Assim mesmo sendo mais á esquerda obama seria no máximo centro-esquerda (assim como eu)

    Mas o Obama era o candidato democrata mais à esquerda de todos.
    Além disso, dentro do contexto americano, o Obama é extrema esquerda.

    Eu gostava era de ver as tuas definições de extrema-esquerda e não links.

    Tens que vêr os links.

    Bom então na escala da extrema direita tu estás no 10, não ? 🙂

    Eu sou de direita cristã, mas verdaderiamente cristã, e não do tipo CDS. Acredito que todos os seres humanos tem dignidade, independentemente da etnia, estado de desenvolvimento (feto) religião ou orientação sexual. No entanto, em termos sociais, discordo da legitimaçãode estilos de vida que vão contra a Bíblia e de actividades que produzem mal a quem os practica e à sociedade em geral.
    Eu estou na linha do Jerry Falwell e Pat Robertson em termos políticos. Discordo de algumas coisas que eles disseram, mas no geral, estou de acordo.

    E és contra a separação estado/religião ?

    É impossível haver um estado sem uma religião oficial, quer ela seja Cristianismo ou quer ela seja Humanismo. A pergunta é: será que existe verdadeiramente separação entre religião e estado, ou existe separação entre cristiansmo e estado?
    Não acredito em “religiões oficias” tipo o que acontece em muitos países da europa, mas acredito que uma sociedade só poderá prosperar em termos sociais, educacionais, e até económicos se gerar leis que, embora não sendo leis religiosos, tenham em vista a moral judaico-cristã. Por exemplo, as leis que promovem a abstinência são leis que são uma emanação da moralidade cristã, e são benéficas para a sociedade. Reduzem o nível de doenças sexualmente transmitidas (DST), reforçam o casamento e a família, e a sociedade funciona melhor.
    Portanto, a separação entre o estado e a religião é uma ilusão. Não existe em lado nenhum,porque há sempre um sistema de crenças por trás de todos os estados. Esse sistema de crenças é a sua religião.

    E achas que o estado tem o dever de impor por lei a “moralidade” cristã evangélica ?

    Não acredito em imposição moral. Os muçulmanos fazem isso, e é totalmente ridículo. O que eu acredito é em liberdade para as pessoas votarem leis que elas achem que fazem a sociedade melhorar. Não acredito que a voz dos cristãos deva ser censurada só porque é “religiosa” e baseada na Bíblia.
    Eu acredito em começar por baixo e espalhar a Verdade de Deus às pessoas e depois elas votam em candidatos que elas achem que melhor defendem os interesses cristãos.

    Olha Mats, isso só é possivel com uma ditadura, e aí eu estava disposto a pegar em armas contra ela.

    Duvido. Se fosse uma ditadura que fosse impor ideias que tu defendes, não farias nada. 🙂 Isso é óbvio naquilo que se passsou na segunda guerra. Enquanto Hitler e Stalin estavam em paz, os comunistas americanos censuravam a guerra contra os nazis. Quando Hitler atacou a Russia, os comunistas americanos “de repente” transformaram-se em activistas a favor da guerra contra Hitler.
    Isto, claro,para nãofalar no facto de que os comunistas europeus e americanos gritam contra as ditaduras que tiveram o apoio dos EUA, mas estão calados no que toca às ditaduras comunistas.
    Portanto, se fosse uma ditudura com os teus ideias, tenho oa certeza que estarias do seu lado!

    Felismente a tua moralidade extrema não tem nenhum significado em Portugal e na Europa.

    Sim, e isso vê-se pelo número de divórcios, gravidez em crianças de 13, 14 ou 15 anos, pornografia nas TVs, e todas as outras coisas maravilhosas que o secularismo nos deu, que existem na europa, e em Portugal.
    Por enquanto Portugal tem resistido aos ventos que sopram de Espanha em relação ao casamento gay, mas eu pergunto-me por quanto tempo. O infanticídio (aborto) já foi mais ou menos legalizado. O divórcio fácil parece estar a caminho. A sexualidade promíscua aumenta.
    Sim, tens razão, a moralidade cristã parece não ter significado nenhum na europa e em portugal e os resultados estão à vista.

    E mesmo nos EUA é minoritária (até entre protestantes, onde Obama está a ganhar bastante apoio)

    Sim, pessoas que verdadeiramente vivam de acordo com a moralidade cristã nos EUA são poucos.

    Like

  10. Joaquim Coelho says:

    Mats, discordo de 99% do que dizes, mas para fazer o contraditório tinha de escrever aí umas 20/30 páginas A4 ( a capacidade de sintetese não é uma das minhas virtudes, trazer assuntos paralelos e que se interligam ao tema em debate é um dos meus defeitos 🙂 )

    Vou deixar a resposta para futuros posts, a ver se consigo dividir, pois sei que os temas vão regressar várias vezes.

    Vou só a um assunto: a separação estado / religião (segundo o conceito de religião geralmente aceite, onde não se inclui o humanismo: um ou vários deuses, um livro ou tradição oral com regras a seguir, uma igreja ou agremiação qualquer que divulgue e pratique os rituais).

    Um estado democrático e universal tem de ser isento quanto á religião.
    Não pode beneficiar nem prejudicar nenhuma confissão ou ausência desta.
    Tem de garantir a cada um a possibilidade de praticar a sua religião sem beneficiar ou promover nenhuma.
    Resumindo não pode ser religioso nem ateu.
    Enfim deve ser laico.

    Like

  11. Mats says:

    Joaquim,

    Um estado democrático e universal tem de ser isento quanto á religião.

    Incluindo o Humanismo?

    Não pode beneficiar nem prejudicar nenhuma confissão ou ausência desta.

    Se um estado ensina a teoria da evolução como um “facto” está a beneficiar o humanismo. Lá se via a neutralidade pela janela.
    Tal como eu já disse, não existe neutralidade. É uma ilusão. Todos nós (todos!) tem um sistema de crenças na base da qual opera neste mundo. Essas crenças são a nossa “religião”. Um estado tem um sistema de crenças em mente quando legisla. Ou achas que o Louçã não tem crenças por trás das suas palavras?

    Tem de garantir a cada um a possibilidade de praticar a sua religião sem beneficiar ou promover nenhuma.

    Impossível ser-se neutro em relação ao Jesus Cristo. Ou se é a favro ou se é contra. Além disso, eu nunda disse nadaem relação à imposição de moralidade.

    Resumindo não pode ser religioso nem ateu. Enfim deve ser laico.

    C’est pas possible!

    Like

  12. Joaquim Coelho says:

    Não desconverses Mats.

    Religião não é o que tu queres mas aquilo que é aceite pela generalidade das pessoas incluindo as religiões.

    O humanismo não é uma religião.

    A teoria da evolução é ensinada como ciencia porque a ciencia assim a considera e segue a metodologia cientifica. Não há deuses a mistura e pode ser contestada á vontade com regras e metodologias aceites pela ciencia.

    Ciencia não é religião.

    Impossível ser-se neutro em relação ao Jesus Cristo. Ou se é a favro ou se é contra.

    Parvoice. O estado apenas tem de não tomar posição: não negar nem reconhecer. Não favorecer nem prejudicar.

    E para mim do ponto de vista ético e moral e religioso JC é-me apenas indiferente.
    As tolices de alguns que se dizem seus seguidores é que já não me são indiferentes.

    E o laicismo é possivel e existe (bem com pressoes , mas ate se esta a safar mais ou menos)

    Like

  13. Mats says:

    Joaquim

    O humanismo não é uma religião.

    Claro que é.

    E vê este também.

    Like

  14. Joaquim Coelho says:

    Religião (do latim: “religio” usado na Vulgata, que significa “prestar culto a uma divindade”, “ligar novamente”, ou simplesmente “religar”) pode ser definida como um conjunto de crenças relacionadas com aquilo que a humanidade considera como sobrenatural, divino, sagrado e transcendental, bem como o conjunto de rituais e códigos morais que derivam dessas crenças.

    HumanismoO humanismo marxista é uma linha interpretativa de textos de Marx, geralmente oposta ao materialismo dialético de Engels e de outras linhas de interpretação que entendem o marxismo como ciência da economia e da história.

    É baseado nos manuscritos da juventude de Marx, onde ele crítica o idealismo Hegeliano que coloca o ser humano como um ser espiritual, uma autoconsciência. Para Marx o ser humano é antes de tudo um ser natural, assim como já havia dito Feuerbach, mas, diferentemente deste, Marx considera que o ser humano, diferente de todos os outros seres naturais, possui uma característica que lhe é particular, a consciência, que se manifesta como saber. Como nos diz Salvatore Puledda a respeito disso em seu livro “Interpretaciones del Humanismo”, “Através de sua atividade consciente o ser humano se objetiva no mundo natural, aproximando-o sempre mais de si, fazendo-o cada vez mais parecido com ele: o que antes era simples natureza,agora se transforma em um produto humano. Por tanto, se o homem é um ser natural, a natureza é, por sua vez, natureza humanizada, ou seja, transformada conscientemente pelo homem.”

    Os humanistas seculares, como o nome indica, são mais racionalistas e empiristas e menos espirituais; são geralmente associados a cientistas e acadêmicos, embora a filosofia não se limite a esses grupos. Têm preocupação com a ética e afirmam a dignidade do ser humano, recusando explicações transcendentais e preferindo o racionalismo. São ateus ou agnósticos. Cerca de 54% dos Universalistas Unitários baseiam suas crenças no humanismo.

    Dos cerca de 500 milhões de ateus/agnósticos irreligiosos, apenas cerca de 4 mil se auto-denominam humanistas; porém, a maior parte do resto desse grupo desconhece o humanismo moderno e ao mesmo tempo segue suas doutrinas, especialmente no que se refere a ética.

    Os humanistas religiosos acham que o humanismo secular é friamente lógico demais e são mais espirituais, alguns chegando a ser deístas. São ocasionalmente associados a artistas e cristãos liberais.

    O humanismo renascentista propõe o antropocentrismo. O antropocentrismo era a idéia de o homem ser o centro de tudo, ao contrário do teocentrismo, a idéia de “Deus no centro de tudo”. o antropcentrismo surguiu a partir do renascimento cultural.

    Por último, o Positivismo comtiano também é uma forma de Humanismo, na medida em que afirma o ser humano e rejeita a teologia e a metafísica. A forma mais profunda e coerente do humanismo comtiano é sua vertente religiosa, ou seja, a Religião da Humanidade, que propõe a substituição moral, filosófica, política e epistemológica das entidades supranaturais (os “deuses” ou as “entidades” abstratas da metafísica) pela concepção de “Humanidade”. Além disso, afirma a historicidade do ser humano e a necessidade de uma percepção totalizante do homem, ou seja, que o perceba como afetivo, racional e prático ao mesmo tempo.

    Onde estão as divindades, os cultos, o sobrenatural , o deus ou deuses transversais a todos o que têm essa crença ?

    Like

  15. Mats says:

    Joaquim,
    Parece que se calhar o Bill Ayers deu uma ajudazinha ao Obama no que toca ao livro que o Obama escreveu.

    Like

  16. Saul Pereira says:

    Quantas pessoas Ayers matou?

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s