Baleias evoluiram rapidamente excepto quando não evoluiram rapidamente

As baleias evoluíram bastante depressa mas depois esqueceram-se de evoluir durante milhões de anos. Num estudo que alega que “As baleias evoluíram variadas formas e tamanhos de um modo explosivamente rápido” Brett Israel escreveu para a Live Science que “As baleias evoluíram num piscar de olhos“. Supostamente esta evolução aconteceu há 35 milhões de anos atrás, mas durante os 25 milhões de anos seguintes, a sua evolução parou. Estranho, sem dúvida.

Durante um período de 5 milhões de anos, “quase como um piscar de olhos” segundo, Graham Slater da UCLA, algo dramático ocorreu:

A evolução da baleia iniciou. Havendo as baleias começado basicamente com o mesmo tipo de corpo, elas evoluíram para tudo desde as “porpoises” (um tipo de golfinho) para as baleias azuis. Isto num período de 5 milhões de anos.

Esta hipótese (ou fábula – como quiserem entender) é conhecida por “Explosive Radiation Hypothesis” (algo como o big bang mas aplicado às origens das baleias). Dentro destas novas formas de vida que surgiram como resultado desta radiação explosiva vieram coisas como a sonda usada pelos golfinhos, cérebros maiores e interacções sociais complexas.

E como, perguntam vocês? Através da evolução, claro.

Quaisquer que tenham sido as condições que permitiram as baleias modernas persistir, permitiram que elas tivessem evoluído para formas de vida únicas e díspares. Esses nichos [ecológicos] foram, na sua maioria, mantidos durante a maior parte da sua historia.

Quem fala assim é Michael Alfaro. Ele é um evolucionista e um perito na UCLA. Ele deve saber do que fala.

Ciência ou mitologia?

Vamos lá a por os pontos nos i em torno desta “Hipótese da Radiação Explosiva: um mamífero do tamanho de um cão entrou nos mares há cerca de 48 milhões de anos atrás e tornou-se numa baleia genérica há cerca de 35 milhões de anos atrás. Posteriormente, e numa fracção de tempo semelhante a um piscar de olhos (5 milhões de anos), aparecem (explosivamente) os variados tipos de baleias e os variados tipos de golfinhos nos mares.

Quem foi que deu a essas formas de vida sondas, bocas compostas por cerdas de material queratinoso com a função de filtrar a água e recolher o alimento e a sociabilidade complexa? A evolução, pois claro.

Não era suposto a evolução ser uma acumulação gradual de numerosas e sucessivas pequenas modificações? Então o que é que aconteceu?

Essas diferenças provavelmente já estavam nos seus lugares há 25 milhões de anos atrás, pelo menos, e durante milhões de anos, elas não mudaram muito.

Assim falou o oráculo do evolucionista Slater.


Portanto, a radiação da evolução das baleias criou sistemas tão complexos como a sonda sub-aquática no espaço de 5 milhões de anos, mas durante 25 milhões de anos, nada mais aconteceu debaixo do sol (ou debaixo da água, neste caso).

A evolução, portanto, gera complexidade num curto espaço de tempo, excepto quando não gera nada de novo durante um longo período de tempo.

Faz sentido, certo? Evolutivamente, talvez, mas cientificamente não.

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Biologia and tagged , , , , , , . Bookmark the permalink.

12 Responses to Baleias evoluiram rapidamente excepto quando não evoluiram rapidamente

  1. Dalton says:

    Talvez evolução tenha períodos que nem o acasalamento, quem sabe…..
    ¬¬

    Like

  2. Abraão says:

    Já fui criticado por compartilhar seus posts, disseram que eu estava misturando ciência com religião. É incrível como o naturalismo está impregnado na mente das pessoas no tocante ao estudo do universo.

    Like

  3. Karina says:

    Mats, ontem eu lembrei de você, fui ler sobre as orcas e tive que rir com isso aqui:

    “Evolução dos cetáceos
    Os cetáceos são descendentes de mamíferos terrestres, PROVAVELMENTE da ordem Artiodactyla. Eles passaram para a água há cerca de 50 milhões de anos.

    Recentemente foram encontrados no Paquistão fósseis de animais terrestres adaptados à vida aquática, e os cientistas ACREDITAM que eles são realmente os ancestrais dos atuais Cetáceos, pois o crânio destes animais só encontra similaridades com os crânios de baleias e golfinhos. Mesmo as baleias desdentadas descendem de animais terrestres.

    Os fósseis encontrados são de animais da ordem Artiodactyla, que eram adaptados à corrida mas, para fugir de predadores e buscar mais opções de alimento, adaptaram-se à vida aquática. Um deles, o Pakicetus, assemelhava-se a algo intermediário a um lobo ou uma lontra e alimentava-se de peixes, um outro, o Rodhocetus, possuía cabeça semelhante a das baleias e tinha as patas adaptadas como nadadeiras.” (retirado de Wikipedia – “cetáceos”)

    Like

  4. jefferson says:

    será q eu tbm consigo me adaptar a vida aquatica???? pelo amor de Deus ??? aqui ta muito violento …melhor eu me adaptar a vida maritima ou a algum lago “relax” …. se alguns mamiferos irracionais conseguiram pq eu não posso??? “bendita evolução” ela pode ser a solução para a violencia para a superpolulação terrestre … vamos invadir os oceanos e nos adaptar a esse habitat…qm sabe daqui uns 15 milhões de anos nos adaptamos ao habitat aquático ,vou construir uma cabaninha em algum recife …comida não vai faltar

    Like

  5. Mats says:

    Abraão,

    Já fui criticado por compartilhar seus posts,

    Como se pode vêr neste post o ódio deles não é contra nós os dois mas contra o Senhor Jesus. Eles odeiam a Deus mas como nada podem contra Ele, atacam aqueles que se identificam como Ele.

    disseram que eu estava misturando ciência com religião.

    É impossível falar das nossas origens sem se entrar no campo da fé religiosa. Aliás, muitas vezes quem começa a falar de religião são os militantes evolucionistas.

    É incrível como o naturalismo está impregnado na mente das pessoas no tocante ao estudo do universo.

    É verdade. Para eles a posição por defeito é o naturalismo. Mal se apercebem que ter fé no naturalismo é tão religioso (ou mais) do que ter fé na Bíblia.
    Mas isto é o que dá décadas de indoutrinação humanista secular nas escolas públicas.

    Like

  6. Karina says:

    Jefferson, acho que vou junto. A coisa aqui na terra firme tá feia. Sempre gostei de água. Acho que não evoluí de macacos, mas de peixes hahaha

    Like

  7. Karina says:

    Mats, eu ia te perguntar se você conhece o Blobfish, um “simpático” peixe de águas profundas que mais parece “A Bolha”.

    Sinceramente, eu queria saber como a evolução explica um bichinho desse: não caça, não nada, não tem estrutura óssea, ele ESPERA a comida chegar… Ok, a evolução “explica” que a estrutura gelatinosa não é bem uma desvantagem, uma vez que ele apenas engole a comida http://en.wikipedia.org/wiki/Blobfish

    Mas aí achei essa outra pérola:

    http://ideiafix.wordpress.com/2007/09/09/filhote-de-cruz-credo/

    Destaque:

    “Essa atitude pode fazer desaparecer um galho inteiro da árvore evolucionária dos mamíferos. Isso porque este bizarro animal representa milhões, isso mesmo, milhões de anos de evolução independente.”

    Rapaz, eu tenho me divertido muito com essas histórias… “evolução independente”… e depois nós é que temos crenças infantis.

    Like

  8. jefferson says:

    minha cara Karina

    falando em macaco …de onde vieram os macacos (segundo alice no mundo evolucionista)? Foi de um animal do tamanho de um ratinho, que morava escondido em buracos de árvores(AS ARVORES NÃO EVOLUEM?), comendo insetos, e que viveu há 100 milhões de anos.

    Fora isso, sabemos apenas que ele era parecido com pequenos mamíferos que existem hoje em dia, como o musaranho. Esse antepassado distante ainda não era um primata – ordem à qual os macacos e o homem pertencem e cujo primeiro representante só apareceria(???) 40 milhões de anos depois.

    Esse lapso de tempo é enorme e até hoje ainda não são conhecidas(???) as espécies que completariam esse período da árvore genealógica dos macacos. “Existe um buraco na evolução(???).

    Todos os fósseis encontrados, que fariam a ponte entre os insetívoros e os primatas, foram desconsiderados”, afirma o biólogo Walter Alves Neves, da Universidade de São Paulo (USP).

    O termo “desconsiderado” soa esquisito, mas significa que pesquisas posteriores mostraram que esses fósseis realmente não compunham os elos perdidos tão procurados pelos especialistas.

    http://mundoestranho.abril.com.br/materia/de-quem-evoluiu-o-macaco

    nesse link vc confere essa matéria na integra e tira suas concluões é bem estranho eu e vc não viemos do macaco …mas o tataravo x milhões era o papai dos 2! e as arvores sempre no seu devido lugar com suas devidas funções!

    Like

  9. Carlos Augusto de Moraes Cruz says:

    Infelizmente nao adianta discutir. As pessoas acreditam no que querem acreditar. Nao adianta dizer que algo eh ciencia ou religiao. A crenca de cada um estah naquilo que faz sentido do seu ponto de vista individual ou naquilo que eh conveniente para si como individuo. Ninguem pode provar uma suposicao ou uma afirmacao, mas as pessoas podem resolver crer ou nao crer. A DECISAO de crer ou nao crer nao depende de provas e sim de uma simples decisao pessoal. A investigacao cientifica produz resultados cujas conclusoes dependem da VISAO DE MUNDO particular daquele que analisa estes resultados. Infelizmente a academia esta cheia de picaretas credenciados para dar opinioes importantes que vao influenciar o ponto de vista de milhoes de pessoas.

    Like

    • Carlos Cruz,
      A Razão é escrava quando a Fé é autoridade. A luta pelo Saber é a maior aventura do ser humano… Não, não é tudo e igual… Não, não é tanto faz…

      Like

    • jephsimple says:

      “Infelizmente a academia esta cheia de picaretas credenciados para dar opinioes importantes que vao influenciar o ponto de vista de milhoes de pessoas.”

      Eu discordo um pouco disso … rsrsrsrsrsrsrsrs …

      Essas pessoas podem enganar pessoas ignorantes, mas só por um tempo, se alguem possui inteligencia e um pouco de imparcialidade, vai perceber as mentiras de algumas alegações.

      Do resto, as pessoas só se deixam levar pq já possuem uma cosmovisão bem definida, nesse caso , concordando com vc. Os picaretas [não vou generalizar,hein!] enganam a eles mesmos e quem é adepto de uma cosmovisão parecida com a deles.

      Like

  10. jephsimple says:

    Sodré,
    “A Razão é escrava quando a Fé é autoridade.”

    A fé não é inimiga da razão, exceto se ela for um espantalho ‘-‘

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s