10 sinais de que podes estar numa seita pseudo-Cristã

Por Richard Bushey

JimJonesÉ normal eu encontrar pessoas que não se apercebem que estão numa seita “Cristã”, embora os sinais da lavagem cerebral estejam bem visíveis e elas não saibam que a sua forma de analisar as Escrituras seja absolutamente consistente com a forma como qualquer outra seita existente pelo mundo fora analisa as Escrituras. Se por acaso o teu grupo se enquadra em muitos destes critérios, fica sabendo que eu não fiz esta lista especificamente para o teu grupo. O que acontece é que o teu grupo se enquadra na descrição mais comum dum grupo cultista. Com base na minha experiência, posso ressalvar pelo menos alguns sinais que demonstram que podes estar envolvido numa seita pseudo-Cristã.

1. Tu condenas o Corpo de Cristo.

Se por acaso tu dás por ti a dizer que a maior parte dos Cristãos está errada, e que só a tua congregação (ou só a tua denominação) tem a verdade, o teu comportamento é extraordinariamente parecido com o comportamento de todos os cultistas, tais como a Igreja Baptista de Westboro. Uma evidência de comportamento cultista é que aqueles que não estão na tua congregação (ou denominação) não são “verdadeiros Cristãos”. Com isso em mente, ao condenares o resto do Corpo de Cristo, tu condenas o próprio Evangelho através do qual nós somos salvos, isto é, o Evangelho da Graça através da Fé (Efésios 2:8-9).

2. Tu opões-te de modo vigoroso a ideia de que o Senhor Jesus Cristo é Deus.

Os cultistas normalmente rejeitam a noção de que o Senhor Jesus é Deus, e com isso, rejeitam a própria Natureza de Deus – isto é, que Deus é Um Deus TriUno (Trindade). A Natureza Triuna de Deus sempre serviu de régua de medir para os grupos pseudo-Cristãos. Se um grupo não acredita na Trindade, quase de certeza que é um grupo cultista. Para ilustrar este ponto, consideremos os grupos seguintes que rejeitam a Trindade: Testemunhas de Jeová [Russelitas], Morminismo, Ciência Cristã, Cristadelfianos, Igreja Unificada, Cristãos Unitários Universalistas. O que é que estes grupos têm em comum e que todos eles são conhecidos como grupos cultistas.

3. Tu aprendeste as tuas crenças antes de leres as Escrituras.

Sempre que falamos da Bíblia com um cultista, normalmente perguntamos o que eles pensam dum determinado ponto e usualmente eles não sabem. Eles inventam na hora uma interpretação bizarra, que eles têm memorizado, ou rapidamente mudam de assunto. Mas eles não têm uma hermenêutica no verdadeiro sentido do termo. O que acontece é que eles aprendem as suas crenças antes de lerem a Bíblia (alguém lhes diz quais são as crenças), e então quando eles abrem a Bíblia pela primeira vez, eles já têm as doutrinas inseridas na sua mente. O que eles fazem a seguir é tentar forçar essas mesmas doutrinas na Bíblia.

4. Tens um vigário de Deus humano .

Quando eu digo “vigário”, quero dizer alguém que se coloca no lugar de Deus ou alguém que alega ser a incarnação do Próprio Senhor Jesus Cristo. Os cultistas normalmente têm um líder humano, a que obedecem a todo o custo e até ao fim. Esta pessoa determina o que as Escrituras dizem, ou o que Deus revelou. Frequentemente, eles alegarâo que só eles podem interpretar correctamente o que a Bíblia diz.

5. Tens uma revelação especial da parte de Deus.

É claro que Deus interage com todos os que são Cristãos renascidos, mas eu estou a falar daqueles que alegam que Deus lhes deu nova revelação – que Ele sussurrou algo para os seus ouvidos do tipo “Tu és o Messias”, ou que lhes deu um novo conjunto de textos sagrados à margem da Bíblia, e que este novo conjunto de textos tem que ser colocado ao mesmo nível da Bíblia (ou até acima da Bíblia).

6. Acreditas nas obras da salvação.

A Bíblia ensina que uma boa pessoa não consegue merecer a vida eterna, e que isto é assim porque todos pecamos. Uma vez que Deus é Bom e Justo, Ele tem que punir o pecado em nós. E nós, por nós mesmos, não conseguimos ficar ao Seu lado. Mas Deus seja louvado, visto que Ele enviou o Seu Filho Jesus Cristo, que viveu uma vida perfeita e sem pecado. Quando Ele foi executado, todo o castigo – toda a raiva de Deus – caíram sobre Ele. Três dias depois, Ele ressuscitou dos mortos, e agora nós podemos colocar sobre nós a Justiça de Cristo lançando-nos à Sua mercê e sendo nascidos de novo.

Mas isto é um dádiva gratuita (Efésios 2:8-9) que não pode ser obtida através das obras. Os cultistas negam isto.

7. Não precisas da Bíblia.

Através das gerações, Deus revelou-Se aos Profetas da antiguidade que disponibilizaram a Palavra de Deus aos Israelitas, e aos Apóstolos do Senhor, que disponibilizaram a Palavra de Deus aos gentios. Hoje, aqueles que podem ler são abençoados e sabem que têm a vida eterna com Deus quando se lançam à Sua mercê através do sacrifício do Senhor Jesus Cristo e são nascidos de novo. Somos balanceados pelas Escrituras de modo a que não nos afastemos demasiado longe para o campo do emocionalismo e das coisas sem sentido.

Mas as seitas normalmente não colocam ênfase na leitura das Escrituras, ou chegam mesmo a dizer para não as ler. A Bíblia é a Inerrante, Inspirada e Autoritária Palavra de deus e tu não a lês; a tua seita não quer que tu a leias [pelo menos sem o “filtro” de algum líder da seita].

8. Há demasiado pecado na tua congregação.

Claro que por vezes pode ser difícil de detectar, visto que o pecado é mantido oculto, mas, por exemplo, nós vêmos com frequência no movimento carismático algum líder que alega ser um pastor estar envolvido em escândalos sexuais estranhos, ou algum outro tipo de pecado se encontrar propagado na sua congregaçâo. O Senhor Jesus disse:

Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores. Por seus frutos os conhecereis. (Mateus 7:15-16)

9. Não sabes da Bíblia nem do Poder de Deus (Lucas 22:19).

Não te preocupas em ler a Palavra de Deus embora o Senhor Jesus a tenha lido e comido como se ela fosse o Seu próprio sustento. Para além disso, o Senhor Jesus disse-nos para o “ingerir” como se Ele fosse o nosso Sustento (Lucas 22:19). É suposto nós sobrevivermos, movimentarmo-nos e existir NEle (Actos 17:28). Mas tu não fazes isso. Tu vives no pecado e não te preocupas em superá-lo. O Pai não te disciplina quando tu pecas (Hebreus 12:8-9). Não estás a ser santificado porque não nasceste de novo, porque não conheces a Deus. Tu estás numa seita.

10. Ficaste zangado e ofendido com este texto.

Repito, esta lista não foi feita para alguma congregação em particular, mas se o sapato te serviu, tira-o e lança-te à mercê de Deus através da expiação do Seu Filho.

Porque Deus amou o mundo de tal forma que deu o Seu Filho Unigénito para que todo o que Nele crê não pereça mas tenha a vida eterna (João 3:16)

Fonte

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Biologia and tagged , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

38 Responses to 10 sinais de que podes estar numa seita pseudo-Cristã

  1. Wander says:

    O que vocês chamam de “seitas”, muitas vezes tem mais conhecimento da bíblia do que vocês, pois as maiores religiões não ensinam a bíblia a fundo para as pessoas, se ensinassem seria o mesmo que mandar todos os membros levantarem e abandonarem tais templos. Isso é fato, o que há nas maiores religiões (Catolicismo e protestantismo) é um conhecimento puramente baseado em tradições, e crenças arraigadas no coletivo popular, mas não a verdade sobre o que a bíblia ensina. O item 7 por exemplo, pode ser aplicado com justiça a igreja católica, a qual seus membros tentam a todo custo provar que o sola escriptura, é falso, pois sabem que sua igreja se baseia mais na tradição do que nas escrituras! Eu estou mentindo? O item 8 pode ser aplicado, mais do que fortemente ao protestantismo que tem uma gama absurda de escândalos dos mais variados, que vão do ridículo ao inacreditável, e se reunir os escandalos de todas as religiões que vocês consideram seitas, garanto que não chegaria a 10% do que lemos e vemos com os próprios olhos todos os dias sobre esse aberrativo movimento protestante… Sem falar que escândalos sexuais sempre foram uma característica do clero romano (I. católica), desde o início…

    Pra pessoa que escreveu esse texto sou um “cultista”, pois não creio que Jesus é Deus… Agora pago todo o meu salário pra pessoa que me mostrar um só texto na bíblia, que diga que Deus é um ser triúno co-igual! D-U-V-I-D-O! desafio qualquer teólogo a me mostrar isso na bíblia, ou seja, o conceito desse deus inventado por homens e introduzido em concílio. Onde a bíblia diz que deus é um ser formado por 3 pessoas??????????

    Lanço esse desafio em fóruns há tempos e até hoje só recebo de volta choramingos, e xingamentos, mas nada do tal texto. rsrs

    Boa semana.

    Like

    • Mats says:

      Pra pessoa que escreveu esse texto sou um “cultista”, pois não creio que Jesus é Deus…

      O problema é que a vossa concepção de Deus tem origens em ocultistas como Johannes Grebber, logo, não é admirar os vossos erros.

      Agora pago todo o meu salário pra pessoa que me mostrar um só texto na bíblia, que diga que Deus é um ser triúno co-igual! D-U-V-I-D-O! desafio qualquer teólogo a me mostrar isso na bíblia, ou seja, o conceito desse deus inventado por homens e introduzido em concílio. Onde a bíblia diz que Deus é um ser formado por 3 pessoas??????????

      Sempre que a Bíblia confere Poderes Divinos ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, a Bíblia confirma a doutrina da Trindade.

      O problema é que os Russelitas “refutam” uma coisa que nenhum Cristão defende, nomeadamente, que o Pai e o Filho são a Mesma Pessoa.

      Lanço esse desafio em fóruns há tempos e até hoje só recebo de volta choramingos, e xingamentos, mas nada do tal texto. rsrs

      Bem, na verdade, não interessa o que tu aceitas ou não, mas sim o que a Bìblia diz. Basta que a Bíblia confira Poderes que só Deus pode ter ao Filho ou ao Espírito Santo para vermos como o Russelismo está errado.

      Não vamos falar mais sobre isto aqui, mas poderemos falar disso neste blogue mais tarde.

      Entretanto, se estiveres à vontade com o inglês, aconselho que pesquises por “Johannes Grebber” e vejas de onde surgiram as crenças da WatchTower Bible and Tract Society”.

      Ah, e tendo em conta a longa história de “profecias” falhadas da religião Russelita, achas mesmo que vocês têm moral para apontar o dedo a alguém?

      “E, se disseres no teu coração: Como conhecerei a palavra que o Senhor não falou? Quando o profeta falar em nome do Senhor, e essa palavra não se cumprir, nem suceder assim; esta é palavra que o Senhor não falou; com soberba a falou aquele profeta; não tenhas temor dele.” – Deuteronômio 18:21-22

      A lista da “profecias” da vossa organização “de Deus”: http://adalges.blogspot.pt/2014/02/as-falsas-profecias-das-testemunhas-de.html

      Like

      • Wander says:

        Amigo, veja bem, quando foi que eu disse que era testemunha de Jeová?? rsrs Sua discussão no ponto que u toquei é sobre a crença em questão, ou sobre religiões e seitas?

        Não se trata do que eu aceito mesmo, se trata do que a bíblia diz! Você é mais um que não pode responder ao desafio, PORQUE É FATO, A BÍBLIA NÃO FALA EM DEUS TRINO! FATO MEU CARO MAX! (Coloquei em caixa alta pra dar mais ênfase, desculpa, mas costumo fazer isso quando mato a serpente rsrs)

        Do contrário vamos lá, me mostre onde a bíblia fala num deus composto por 2,3 ou mil pessoas! Um fato como esse deixaria de ser mencionado na bíblia pelos servos de Deus???

        “Sempre que a Bíblia confere Poderes Divinos ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, a Bíblia confirma a doutrina da Trindade.” Isso se dá POR PURA IONTERPRETAÇÃO PESSOAL SUA! Isso é ideia, préconcebida, justamente o que há em um dos itens da lista do post. rsrs Se ninguém te falasse que existe uma trindade e te desse a bíblia pra você ler inteira, você jamais acreditari em trindade, porque sua mente livre dos dogmas arraigados e da mentalidade coletiva, da maioria, estaria livre pra constatar por si mesma que não existe deus trino, mas apenas interpretação forçada do mesmo. Mas infelizmente, você chegou e já achou tudo pronto e mastigado, e é assim e acabou não é mesmo???

        O que eu tenho a ver com Johannes Grebber??? rsrsr

        Quanto as profecias da sociedade torre de Vigia pouco me importa, mas se quer saber é preferível a história deles, do que a história de violênioa e absurdos das maiores igrejas. Por acaso você se orgulha do passado protestante e católico? Se se orgulha seus valores devem estar invertidos.

        …………………………….. MATS RESPONDE ……………………………..

        Não se trata do que eu aceito mesmo, se trata do que a bíblia diz! Você é mais um que não pode responder ao desafio, PORQUE É FATO, A BÍBLIA NÃO FALA EM DEUS TRINO! FATO MEU CARO MAX! (Coloquei em caixa alta pra dar mais ênfase, desculpa, mas costumo fazer isso quando mato a serpente rsrs)

        Eu já te disse que sempre que a Bíblia confere Poderes Divinos ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, a Trindade está provada. Tens alguma dificuldade em entender isto? Tu sabes definir a Trindade?

        Do contrário vamos lá, me mostre onde a bíblia fala num deus composto por 2,3 ou mil pessoas! Um fato como esse deixaria de ser mencionado na bíblia pelos servos de Deus???

        Sempre que a Bíblia confere Poderes Divinos ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, a Trindade está provada.

        “Sempre que a Bíblia confere Poderes Divinos ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, a Bíblia confirma a doutrina da Trindade.” Isso se dá POR PURA IONTERPRETAÇÃO PESSOAL SUA!

        E tu não tens “interpretação pessoal”, pois não? A tua interpretação está certa porque é a tua, mas a dos outros é só “pura interpretação”. Não admira que nunca te tenham dado evidências da Divindade do Senhor Jesus. Tu negas à partida qualquer dado que contradiz o teu, mesmo que esteja de acordo com a Bíblia.

        Eu vou voltar a dizer isto até tu entenderes: Sempre que a Biblia confere Poderes Divinos ao Senhor Jesus, a Trindade está provada. Entendes isto ou não?

        Se ninguém te falasse que existe uma trindade e te desse a bíblia pra você ler inteira, você jamais acreditari em trindade, porque sua mente livre dos dogmas arraigados e da mentalidade coletiva, da maioria, estaria livre pra constatar por si mesma que não existe deus trino, mas apenas interpretação forçada do mesmo.

        Bastava-me ler um versículo da Bíblia para saber que Jesus Cristo tem a Mesma Natureza que o Pai Dele. Agora, se o Senhor Jesus Cristo não é Deus, então temos um problema grave em mãos.

        O que eu tenho a ver com Johannes Grebber??? rsrsr

        Ele é o mentor espiritual das mentiras dos Russelitas.

        Quanto as profecias da sociedade torre de Vigia pouco me importa, mas se quer saber é preferível a história deles, do que a história de violênioa e absurdos das maiores igrejas.

        É preferível MENTIR e dizer que Deus tinha-lhes revelado quando seria o fim do mundo quando Deus não lhes falou, certo? Tu sabes qual era o castigo para quem mentia e dizia que Deus tinha falado com eles quando Ele não tinha?

        Os Russelitas passaram o século 20 a MENTIR a dizer quando seria po “fim do mundo”, mas ele nunca chegou. Eles mentiram e mentiram e mentiram e mentiram, mas tu dizes algo do tipo “é melhor mentir em Nome de Deus do que ser violento.” É isso?

        Por acaso você se orgulha do passado protestante e católico? Se se orgulha seus valores devem estar invertidos.

        Eu não me orgulho de nenhuma mentira, quer seja feita pelos Cristãos, quer seja feita pelos Russelitas. A diferença é que tu concordas com as mentiras dos Russelitas e eu não concordo com os erros dos Cristãos.

        Like

    • Ismael says:

      Galatás 13:13

      “A graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos vós”.

      Hebreus 1. 1-2

      “Havendo Deus, falado, muitas vezes e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, nestes últimos dias, nos falou pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as coisas, pelo qual também fez o universo.”

      Pedro 1. 2

      “eleitos, segundo a presciência de Deus Pai, em santificação do Espírito, para a obediência e aspersão do sangue de Jesus Cristo, graça e parvos sejam multiplicadas.”

      Atos 7.55

      “Mas Estevão, cheio do Espírito Santo, fitou os olhos no céu e viu a glória de Deus e Jesus, que estava a sua direita,”

      João 16. 7-15

      “Mas eu vos digo a verdade: convém-vos que eu vá, porque, se eu não for, o Consolador não virá para vós outros; se, porém, eu for, eu vo-lo enviarei. Quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo: do pecado, porque não crêem em mim; da justiça porque vou para o Pai, e não me verei mais; do juízo, porque o príncipe deste mundo já está julgado. Tenho muito que vos dizer, mas vós não o podeis suportar agora; quando vier, porém o Espírito da verdade ele vos guiará a toda verdade; porque não falará por si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará as coisas que hão de vir. Ele me glorificará, porque há de receber do que é meu e vo-lo há de anunciar. Tudo quanto o Pai tem é meu; por isso é que vos disse que há de receber do que é meu e vo-lo há de anunciar.”

      Mateus 28. 19

      “Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo.”

      Mateus 1.18

      “Ora, o nascimento de Jesus Cristo foi assim: estava Maria, sua mãe, desposada com José, sem que tivessem antes coabitado, achou-se grávida pelo Espírito Santo.”

      v. 20

      “…porque o que nela foi gerado é do Espírito Santo.”

      João 8. 58

      “Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade eu vos digo: antes que Abraão existisse, EU SOU.”

      V. 54

      “Respondeu Jesus: Se eu me glorifico a mim mesmo, a minha glória nada é; quem me glorifica é meu Pai, o qual vós dizeis que é vosso Deus.”

      Jeremias 9. 24

      ” mas o que se gloriar, glorie-se nisto: em me conhecer e saber que eu sou o Senhor e faço misericórdia, juízo e justiça na terra; porque destas coisas me agrado, diz o SENHOR.”

      Isaías 42. 1-9

      Isaías 11. 1-10

      Isaías 9. 6

      “Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro; Deus forte, Pai da Eternidade, Prícipe da Paz”
      ————

      Poderia escrever inúmeros textos que demostram a personalidade do Pai, do Filho e Espírito Santo; versículos claros como os de cima.

      Dês das profecias até o Apocalipse.

      No entanto perco tempo contigo, porque você tem problemas de interpretação não porque é humilde. Mas sim um ignorante analfabeto funcional.

      Seu texto esta cravado nesse site por vergonha de ignorância sua. Todos vêem e verão que você é poeira levada por ventos de doutrina sem fundamento…

      Like

  2. ótimo texto, vou roubar heim…rs

    Like

  3. Rod Will-Go says:

    “Pegaram leve”, não encontrei nenhuma divergência crucial, baseado no meu entendimento, com a minha doutrina.

    Mats, sobre as obras citadas no Efésios 2:8-9, qual considerações tu pode me passar sobre Tiago 2?

    Like

    • Emanuel says:

      Caro Rod Will-Go, percebi que o autor Mats não te respondeu. Se me permite, responderei.

      Tais passagens parecem se contradizer, mas o que ocorre é:

      As obras não são condição de auto-salvação (como disposto em Ef 2:8-10) e sim de confirmação da fé (como disposto em Tg 2). Tal afirmação também pode ser conferida na passagem de João Batista quando ordena “obras de arrependimento” aos que se achegavam para serem batizados por ele, para confirmação da fé.

      Doutra forma a fé não seria de graça, abrindo brecha para a vanglória dos salvos, que é algo totalmente contrário à doutrina humilhatória e servil de Cristo.

      Logo, comprovar a crença em CRISTO através das obras de fé e ser batizado são 2 condições para a salvação: “Todo aquele que CRER e for BATIZADO será salvo, mas quem não crer, já está condenado”.

      Não sei se consegui explicar direito, mas é mais ou menos por aí. A paz!!!

      Like

  4. Saga says:

    Postagem ao Wander

    Wander, não era necessário falar tanto.

    Mateus 24:36 por exemplo sozinho, já causa um alvoroço total. Apocalipse 1:1, 1 Cor 8:4-6, Mateus 20:23. Atos 10:38 demonstram a impossibilidade de tal dogma.

    “Sempre que a Bíblia confere Poderes Divinos ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, a Bíblia confirma a doutrina da Trindade”

    TEMA: ASSEIDADE DE DEUS e a SUPREMACIA DO PAI
    Existe uma qualidade divina chamada pelos teólogos de Asseidade, e o conceito de Asseidade quando comparado com a Bíblia nega que exista outro Deus além do Pai (1 Cor 8:6, Efé 4:6, Jo 17:3)

    A Asseidade diz que Deus é incausado, que ele é a fonte de todas as coisas, que tudo vem dele, que ele é auto-existente e não depende de nada ou ninguém além de si. (Sendo assim, quem não tem asseidade, não é Deus). Agora veja

    MATEUS 28:19 – O Filho RECEBEU todo seu poder autoridade do Pai que LHE DEU
    ATOS 2:36 – Jesus foi FEITO “SENHOR” pelo Pai
    MATEUS 11:27 – Tudo que o Filho tem FOI DADO pelo Pai
    ATOS 10:38 – Os milagres de Cristo eram feitos não porque ele era Deus, mas PORQUE DEUS, seu Pai LHE DAVA O PODER por meio de seu espírito santo
    JOÃO 5:26- O Filho RECEBEU sua `vida em si mesmo` DO PAI
    JOÃO 6:57 – O Filho existe POR CAUSA DO PAI
    FILIPENSES 2:9 – Após a ressurreição o Filho foi EXALTADO PELO PAI a uma POSIÇÃO DE AUTORIDADE SUPERIOR a que tinha antes.
    APOCALIPSE 1:1- Jesus Cristo soube de algo por REVELAÇÂO DO PAI
    1COR15:24-28-O Filho devolverá sua autoridade DADA ao Deus que LHE A DEU. o Pai
    1 COR 15:27 – Aqui diz que TUDO foi sujeito ao Filho, EXCETO DEUS, O PAI, ou seja uma indicação o Espírito Santo também lhe está sujeito
    JO 15:26 – O Espírito Santo PROCEDE de Deus, o Pai (por isso o uso do possessivo).

    Isso demonstra que o Filho e o Espírito Santo falham na questão de terem a asseidade, a autoexistência, de terem onipotente poder e onisciente conhecimento independentes, mas eles dependem da ação do Pai como a Causa ou Fonte de tudo (O Pai sim tem Asseidade).

    Em suma poderíamos dizer :

    Sempre que a Bíblia confere atribuições divinas exclusivas ou superlativas ao Pai, a Bíblia desmente a doutrina da Trindade.

    (João 17:1-3) “PAI…que conheçam a ti, o ÚNICO Deus verdadeiro”
    (1 Cor 8:4,6) “Não há Deus senão um só….para nós há apenas UM SÓ Deus, o Pai”
    (Efé 4:6) “UM SÓ Deus e Pai de todos”
    (Mateus 24:36) “Ninguém sabe….mas UNICAMENTE o Pai”
    (1 Tim 2:5) “Há UM SÓ Deus [o Pai] e um só mediador [Jesus Cristo]”
    (Lucas 18:19) “Ninguém é bom, a não ser UM SÓ, Deus [o Pai]
    (1 Tes 1:9,10) “Trabalhar como escravos para UM Deus vivente e verdadeiro [o Pai], e para aguardar o seu Filho”
    (Judas 25) Ao ÚNICO Deus, nosso Salvador [o Pai], por intermédio de Jesus Cristo
    (Mateus 20:23) “NÃO POSSO DAR…pertence [apenas] àqueles para quem tem sido preparado por MEU PAI.”

    Pois se existem três entes coeternos e coiguais, NÃO PODE haver essa distinção de tratamento (Todos tem de ter asseidade, todos tem de ter os mesmos poderes, a mesma autoridade, poderem fazerem as mesmas coisas, saberem as mesmas coisas).

    Conclusão:
    Mas a pessoa pode dizer que esses textos acima não são literais né, é tudo simbólico, os termos “ninguém”, “somente”, “só”, “um”, “tudo”, “exceto”, “unicamente” não querem dizer o que estão dizendo (na verdade querem dizer somente três, só três, três, trino, exceto três), esses fundamentalistas hereges é que se atem ao que está clara e literalmente escrito em vez de ver a metáfora da Trindade neles, claro que “ninguém sabe, somente o Pai” quer dizer que o Filho e o Espírito Santo também sabem e que “Conhecer o Pai como único Deus verdadeiro” quer dizer conhecer o Pai, o Filho e o Espírito Santo como o único Deus verdadeiro e assim por diante. [/sic]

    Pense nisso Wander

    Like

    • Mats says:

      Típico descontextualização Russelita. Felizmente, que tudo isto é refutado com dois versículos da Bíblia. A Bíblia diz que só há Um Senhor, que é Jesus, mas diz também que só YHWH é o Senhor. Como é que vocês harmonizam isso com a vossa religião?

      Ah, e asseidade significa que Deus existe por Si Mesmo (sem ser fora de Deus). Curiosamente, o Senhor Jesus Cristo diz que “antes de Abraão existir, EU SOU” (EGO EIMI) e isto é uma alegação de existência eterna, contraposta com a o início de existência de Abraão. Se fosse para dizer que Ele era mais antigo que Abraão, bastava dizer “Eu já era”. Mas Ele estabelece a existência *contínua* algo que Só Deus tem.

      E nota que os ouvintes do Senhor, ao contrários dos Russelitas entenderem muito bem o que o Senhor estava a dizer, algo confirmado pelo facto deles O terem tentado apedrejar por blasfémia. PorquÊ apedrejar alguem por “blasfémia” se o que Ele disse não era nada blasfemo, segundo o Russelismo?

      Porque é que os Russelitas realmente acham que sabem mais do que os Profetas, que identificaram o Messias como DEUS FORTE (Isaías) e YHWH (Jeremias 23:5-6), e que os Apóstolos, que oraram ao Senhor Jesus (Estevão e Paulo)? Como é possível que dois homens Judeus tenham orado de forma fervorosa para alguém que não a Deus? Paul, principalmente, que recebia uma abundância de revelações, deveria saber que só se ora a Deus. Mas ele orou ao Senhor Jesus. Porquê, se, segundo a vossa fé na Torre de Falsas Profecias, Ele não é Deus?

      Pensa nisso, Saga.

      Like

      • Saga says:

        Matts: “Felizmente, que tudo isto é refutado com dois versículos da Bíblia. A Bíblia diz que só há Um Senhor, que é Jesus”

        Na Bíblia. que acredito que o senhor matts tenha lido, o termo Senhor é usado várias vezes (1 Cor 8:5) para várias pessoas diferentes, incluindo homens. A palavra senhor é um termo genérico que até hoje usamos com várias aplicações a diferentes pessoas.

        Matts: “mas diz também que só YHWH é o Senhor. Como é que vocês harmonizam isso”

        Veja o que a Bíblia diz senhor Matts:
        (Atos 2:36) Portanto, que toda a casa de Israel saiba com certeza que Deus o fez tanto Senhor como Cristo, a este Jesus – > Aqui (que é um texto eu já citei e que o senhor fugiu dele) diz que Jesus é Senhor, não porque seja Deus – O Segundo Membro da Trindade, mas ao contrário, porque “Deus o fez Senhor”. (Para ser plenamente 100% Deus -igual diz o Credo de Calcedônia- , o Cristo necessitaria ser sempiternamente Senhor por si mesmo, conforme exige a asseidade, e não ser feito Senhor por ação de Outro – Notem João 3:35)

        (Romanos 14:9) Por esta razão Cristo morreu e voltou a viver, para que fosse Senhor tanto sobre mortos como sobre vivos. -> Diz que ao ressuscitar Cristo foi feito Senhor dos vivos e dos mortos.

        Vemos por estes textos que o Senhorio de Cristo nada tem a ver com ele ser o Altíssimo e Todo Poderoso Deus. De fato a comparação é feita com reis (1 Reis 1:2. Mateus 18:23-27) e amos (Gên 24:5, 2 Reis 2:3), maridos (1 Pedro 3:6), donos de escravos (Deut 23:15; Mateus 13:27. 24:48-49; 25:19; Lucas 12:36, 13:7-8, 14:21-23. 16:3; João 13:16). sendo que estes são meros humanos. Se Jesus é Senhor, é porque Deus assim o quis.

        Não existe nenhum verso que diga que “apenas Deus é Senhor”. Você sabe algum? Não estou lembrado. O termo “Senhor” é usado poucas vezes com referência ao Criador, ao contrário do que as traduções populares dão a entender.

        Se você ler nas traduções mais usadas: “Ouve ó Israel: O SENHOR nosso Deus é um só SENHOR” ou “é o único SENHOR”. na verdade isso é obscurecimento do que o original diz, pois nenhuma das palavras hebraicas para “Senhor” é utilizada aqui.

        De fato, 1 Cor 8:5 diz que existem muitos senhores. O que acontece é que o termo hebraico ADONAY foi utilizado para o Deus de Israel e se tornou um termo importante entre os judeus, com eles o reservando para se referir apenas ao seu Deus. Mas isso não impede que o Messias seja chamado de Senhor, temos o Salmo 110:1: “Disse YHWH ao meu Senhor” – > Onde Davi chama de meu Senhor (ou adon-i) ao Messias, sendo assim Jesus é “Adon”, assim como o próprio Davi era “Adon”

        (1 Reis 1:1-2)
        1 Ora, o REI DAVI era idoso, avançado em dias; e cobriam-no com vestes, mas não se aquecia. 2 Disseram-lhe, pois, os seus servos: “Procure-se uma moça, uma virgem, para MEU SENHOR, O REI, e ela terá de assistir diante do rei, tornando-se sua enfermeira; e terá de deitar-se ao teu seio, e MEU SENHOR, O REI, certamente se aquecerá. (1 Reis 1:31) Então Bate-Seba se inclinou com o rosto por terra e se prostrou diante do rei, e ela disse: “Viva MEU SENHOR, o REI DAVI

        Se o Rei Jesus for Deus por ser o nosso Senhor a quem servimos, então Davi também era, entre muitos outros senhores. (Agora é interessante é que dizer que Jesus é o único Senhor nos termos que os trinitários colocam, NEGARIA A PROPRIA TRINDADE, pois Jesus nunca poderia ele mesmo ser verdadeiramente O ÚNICO Senhor, se o Pai e o Espírito também são senhores no mesmo sentido e no mesmo grau que ele, isso seria colocar ao Filho acima dos outros, a opção que sobraria ao trinitário seria o texto rezar assim “e temos um só Senhor: O Pai, o Filho e o Espírito Santo”! Ou seja esse adjetivo de nosso único Senhor deveria ser atribuído a Trindade e não com exclusividade a Jesus, a não ser que você seja um unicista)

        Matts disse que “bastaria apenas dois versos para”, Matts, o texto que você trouxe disse que Jesus é Senhor, mas não adiantaria ele ser “Senhor” se ele não for onisciente (Mt 24:36 e Ap 1:1) e muito menos se o fato dele ser senhor depende de outro Ser Superior lhe ceder este titulo (Atos 2:36, 1 Cor 11:3), sim ele será Senhor [Kyrios, Adon] mas continuará sem ser o Deus de Israel. Não é o uso da palavra “senhor” que fará alguém ser ou deixar de ser Deus, mas sim se tal pessoa é onipotente, onisciente, altíssima, etc etc.

        Conclusão:
        Em 1 Cor 8:5,6 existe uma negação no contexto de que o termo Senhor/Kyrios ali seja entendido como sinônimo do Deus Israelita. A palavra kyrios nestes dois versos tem a acepção de adon.

        PS: Conheço versos que dizem que apenas o Pai é o único Deus e que apenas ele é o único Deus verdadeiro.

        Like

      • Mats says:

        Tu disseste que o termo “Só há um Deus, o Pai” significa que o Senhor Jesus não é Deus. Eu usei a tua lógica, e mostrei-te que a Bíblia chama o Filho de Deus de Senhor (YHWH, em Jeremias 23:6), mas diz que só há Um Senhor (O Todo Poderoso Deus).

        Como é que harmonizas Jeremias 23:5-6 Isaías 9:6 (Deus FORTE) com as teorias de Russell, Rutherford e todos os outros falsos profetas?

        Like

      • Saga says:

        O texto fala que existe um só Deus.

        QUEM é este ?
        Se perguntar isso ao Atanásio, ao Constantino, ao Papa ou ao Ismael dirão que este um só Deus é a Trindade, o Deus Triuno formado de Pai, Filho e Espírito Santo.
        Mas Paulo disse que é o Pai, se ele diz que é o Pai, então é o Pai, é Paulo quem está dizendo.

        “significa que o Senhor Jesus não é Deus”
        No texto em questão, “um só, fulano” significa que apenas fulano é Deus, se outro também for, então automaticamente contradiz a frase anterior que diz “um só”, não dá pra sair disso. Mas porem o próprio verso anterior afirma que existem muitos deuses, o ponto dessa passagem é a supremacia do Pai. No caso do termo “Senhor”, a continuação do versículo 8:6 usa senhor com o sentido de adon, um rei ou amo de escravos, mas não como sinônimo de YHWH.

        “e mostrei-te que a Bíblia chama o Filho de Deus de Senhor (YHWH, em Jeremias 23:6), mas diz que só há Um Senhor”

        Chama de “Senhor” ou chama de “YHWH”, as duas palavras são diferentes.
        Jeremias 23:6 fala sobre o messias ser chamado de “Jeová É Nossa Justiça” (sendo que Jesus significa Jeová é [nossa] Salvação”) assim como Jeremias 33:16 diz que Jerusalém será chamada de “Jeová É Nossa Justiça”. são nomes teofóricos que visam louvar a Deus, títulos que tem uma homenagem a Deus em si, pessoas e cidades antigas tinham o costume de ter expressões e frases de louvor aos deuses que adoravam em seus nomes. Os nomes dos personagens bíblicos costumam ser assim.

        [[ http://adalges.blogspot.pt/2014/02/refutando-alegacoes-russelitas-1.html ]]

        Like

  5. Saga says:

    Wander x Ismael:

    Wander: Agora pago todo o meu salário pra pessoa que me mostrar um só texto na bíblia, que diga que Deus é um ser triúno co-igual! D-U-V-I-D-O! desafio […] a me mostrar isso na bíblia [..] Onde a bíblia diz que deus é um ser formado por 3 pessoas??? […] me mostre onde a bíblia fala num deus composto por 2,3 ou mil pessoas! Um fato como esse deixaria de ser mencionado na bíblia pelos servos de Deus? […] Lanço esse desafio em fóruns há tempos e até hoje só recebo de volta choramingos, e xingamentos”

    Ismael veio com uma resposta:

    Ismael: Galatás 13:13 “A graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos vós”.

    Este texto não existe. De toda forma, onde este texto que você citou errado diz que existem três seres que são um Triuno Deus de membros coiguais em conhecimento, poder e eternidade?

    Ismael: Hebreus 1. 1-2 “Havendo Deus, falado, muitas vezes e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, nestes últimos dias, nos falou pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as coisas, pelo qual também fez o universo.”

    Este texto diz que Deus é triuno em pessoas, sendo estas três pessoas que formam o único Deus: O Pai, o Filho e o Espírito Santo, coiguais em autoridade, eternidade e conhecimento?

    Ismael: Pedro 1. 2 “eleitos, segundo a presciência de Deus Pai, em santificação do Espírito, para a obediência e aspersão do sangue de Jesus Cristo, graça e parvos sejam multiplicadas.”

    Este texto diz que existem três pessoas que são Deus, coiguais e coeternas?

    Ismael: Atos 7.55 “Mas Estevão, cheio do Espírito Santo, fitou os olhos no céu e viu a glória de Deus e Jesus, que estava a sua direita,”

    Este texto diz que no céu, o Trono de Deus tem três assentos para Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo, que são três seres de igual hierarquia, sabedoria e poder?

    Ismael: João 16. 7-15 “Mas eu vos digo a verdade: convém-vos que eu vá, porque, se eu não for, o Consolador não virá para vós outros; se, porém, eu for, eu vo-lo enviarei. Quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo: do pecado, porque não crêem em mim; da justiça porque vou para o Pai, e não me verei mais; do juízo, porque o príncipe deste mundo já está julgado. Tenho muito que vos dizer, mas vós não o podeis suportar agora; quando vier, porém o Espírito da verdade ele vos guiará a toda verdade; porque não falará por si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará as coisas que hão de vir. Ele me glorificará, porque há de receber do que é meu e vo-lo há de anunciar. Tudo quanto o Pai tem é meu; por isso é que vos disse que há de receber do que é meu e vo-lo há de anunciar.”

    Este texto diz que existem três pessoas coiguais em conhecimento e autoridade que desde a eternidade forma um Deus coletivo chamado Trindade?

    Ismael: Mateus 28. 19 “Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo.”

    Este texto fala que o ser de Deus é formado por três pessoas de mesma idade, conhecimento, substância e poder?

    Ismael: Mateus 1.18 “Ora, o nascimento de Jesus Cristo foi assim: estava Maria, sua mãe, desposada com José, sem que tivessem antes coabitado, achou-se grávida pelo Espírito Santo.” v. 20 “…porque o que nela foi gerado é do Espírito Santo.”

    Estes textos dizem que Deus é um ser coletivo formado de três pessoas eternas, coiguais e consubstanciais?

    Ismael: João 8. 58 “Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade eu vos digo: antes que Abraão existisse, EU SOU.” V. 54 “Respondeu Jesus: Se eu me glorifico a mim mesmo, a minha glória nada é; quem me glorifica é meu Pai, o qual vós dizeis que é vosso Deus.”

    Estes textos dizem que Deus é uma unidade composta de três seres consubstanciais, coeternos e coiguais?

    Ismael: Jeremias 9. 24 ” mas o que se gloriar, glorie-se nisto: em me conhecer e saber que eu sou o Senhor e faço misericórdia, juízo e justiça na terra; porque destas coisas me agrado, diz o SENHOR.” Isaías 42. 1-9 Isaías 11. 1-10

    Os textos acima dizem que o SENHOR Deus é um ser constituído por uma tríade de indivíduos coeternos e coiguais chamados de Pai, Filho e Espírito Santo, que tem a mesma substância?

    Ismael: Isaías 9. 6 “Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro; Deus forte, Pai da Eternidade, Prícipe da Paz”

    O texto acima diz que Deus é uma Trindade formada de três seres coiguais e coeternos?

    Ismael: “Poderia escrever inúmeros textos que demostram a personalidade do Pai, do Filho e Espírito Santo; versículos claros como os de cima. Dês das profecias até o Apocalipse”

    Ismael, os versículos “claros” que você diz não dizem o que você induz que digam.

    Deus é uma Trindade: “Mateus 1.18 “Ora, o nascimento de Jesus Cristo foi assim: estava Maria, sua mãe, desposada com José, sem que tivessem antes coabitado, achou-se grávida pelo Espírito Santo.”

    Compare com eu dizendo,
    O Pai sabe de coisas que seu Filho não sabe: Mateus 24:36 – “Ninguém sabe, nem um anjo no céu, nem o Filho, mas unicamente o Pai”

    Quem está fazendo uso de um “texto claro”, seria eu ou seria você? No texto claro você não deve ir além do que o texto diz.

    “O Pai é maior do que eu” texto claro
    “O homem é o cabeça da mulher, e Deus é o cabeça de Cristo” texto claro
    “Todas as coisas foram me dadas por meu Pai” texto claro
    Agora “Estevão, cheio do Espírito Santo, fitou os olhos no céu e viu a glória de Deus e Jesus”, só fica claro nesse texto é que Jesus estava do lado de Deus, e o espírito santo estava em Estevão, ou seja, o texto falam de Deus, mas não diz que ele é uma Trindade, de fato não diz que ele é o espírito santo e não diz que ele é Jesus, de onde se supõe que este texto ao falar de “Deus”, está se referindo ao Pai, que o Pai é Deus.

    Ismael: “No entanto perco tempo contigo, porque você tem problemas de interpretação não porque é humilde. Mas sim um ignorante analfabeto funcional.

    Ismael: “Seu texto esta cravado nesse site por vergonha de ignorância sua. Todos vêem e verão que você é poeira levada por ventos de doutrina sem fundamento”

    Ismael, querido nenhuma das passagens postadas descreve uma Trindade ou um Deus Trino e Uno ao mesmo tempo, algumas simplesmente falam do “Pai”, de “Deus”, de “Jesus Cristo”, do “Filho” e do “Espírito, mas nenhuma delas identificam os citados todos como uma mesma entidade divina misteriosa (chamada Trindade). Estaria você fazendo EIXEGESE?

    [[Mats ersponde: Esta “interpretação” tua foi hilariante. Todos os versos da Bíblia têm que dizer tudo sobre a Trindade?

    Tal como eu já disse, basta que a Bíblia atribua Propriedades Divinas ao Filho e ao Espírito Santo para a Trindade estar confirmada. E isso é fácil de fazer, mas não quer dizer que tudo isto tem que ser feito no mesmo versículo. Isto é o mesmo que dizer que tudo sobre a salvação tem que estar patente em todos os versos que falam da salvação. Qualquer pessoa vê que isso é falso.

    Deus é TriUno mas a TriUnidade de Deus é revelada por toda a Bíblia. Mateus 28:19 é provavelmente o versículo que melhor mostra os Três no mesmo versículo, mas não é preciso que todas as Propriedades Divinas de Filho e do Espírito estejam mencionadas em todos os versículos onde se fala Deles.]]

    Like

    • Saga says:

      Matts,
      O rapaz chamado Wander, pediu um texto, um, que demonstrasse a veracidade da Trindade, o camarada chamado Ismael trouxe umas duas centenas, mas nenhum deles equivalente ao que o Wander pediu. (Teve até uma passagem que demonstra o nascimento virginal, sem citar a divindade de ninguém, apenas que Jesus nasceu de uma virgem chamada Maria, isso porque Ismael disse que era uma prova “CLARA” da Trindade, só falta você dizer que Mateus 1:18, 20 realmente prova a Trindade).

      [[O termo Filho de Deus, usado dentro deste contexto, prova a Divindade do Senhor Jesus Cristo, e desde logo, a Trindade. Tu tens que te mentalizar que a Trindade pode ou não ser provada com um versículo. A Bíblia não precisa de se submeter aos vossos requerimentos arbitrários: vocês é que tem que aprender a interpretar a Bíblia segundo todo o seu contexto, e não segundo o que a organização Torre de Vigia vos diz para interpretar. Porque nós sabemos que vocês não podem ter uma interpretação que não voz tenha sido dada por eles.]]

      Like

      • Saga says:

        “Tal como eu já disse, basta que a Bíblia atribua Propriedades Divinas ao Filho e ao Espírito Santo para a Trindade estar confirmada”

        A Trindade foi um tema controvertido por séculos, e um dogma elaborado após a reflexão de quatro séculos de teologia. Os debates foram intensos mesmo após os Concílios que a oficializaram, de fato entre 325 d.C e 451 d.C, que foi quando os concílios católicos a definiram se passaram 126 anos, demorou 126 anos para considerarem a mesma fechada (Primeiro Cristo foi definido como Deus consubstancial em Niceia, mas para o Espírito ser definido como tal ainda demorou bastante, e apenas em 381. 55 anos depois é que decidiram tornar normativa a deidade e pessoalidade da chamada Terceira Pessoa). Se ela pude ser provada de forma tão obvia e direta não daria tanto trabalho para sua criação e oficialização, as melhores mentes da igreja estiveram envolvidas e muitos delas morreram sem ver a Trindade ser promulgada. Sinal que o tema não é tão simples e é sim muito vasto.

        Like

      • Mats says:

        A Trindade foi um tema controvertido por séculos, e um dogma elaborado após a reflexão de quatro séculos de teologia.

        Masi erros Russelitas. Os Cristãos já consideravam o Senhor Jesus como Deus desde o primeiro século. Se quiseres, posso te dar citações de Cristãos do 1º Século a qualificar o Senhor Jesus como Igual ao Pai *em Natureza*.

        Os debates foram intensos mesmo após os Concílios que a oficializaram, de fato entre 325 d.C e 451 d.C, que foi quando os concílios católicos a definiram se passaram 126 anos, demorou 126 anos para considerarem a mesma fechada (Primeiro Cristo foi definido como Deus consubstancial em Niceia, mas para o Espírito ser definido como tal ainda demorou bastante, e apenas em 381.

        É mesmo? Então porque é que desde o primeiro século que os Cristãos qualificam Jesus de Deus? Lembra-te: basta que se estabeleça que o Senhor Jesus tem a Mesma Natureza do Pai para que a Trindade fique confirmada.

        55 anos depois é que decidiram tornar normativa a deidade e pessoalidade da chamada Terceira Pessoa). Se ela pude ser provada de forma tão obvia e direta não daria tanto trabalho para sua criação e oficialização,

        Se o Russelismo fosse tão óbvio e directo não demoraria 1900 anos para ele aparecer.

        as melhores mentes da igreja estiveram envolvidas e muitos delas morreram sem ver a Trindade ser promulgada. Sinal que o tema não é tão simples e é sim muito vasto.

        As melhores mentes da Igreja sempre souberam que o Filho de Deus é Deus com o Pai.

        Like

    • Saga says:

      Mats: “Tal como eu já disse, basta que a Bíblia atribua Propriedades Divinas ao Filho e ao Espírito Santo para a Trindade estar confirmada”

      [O FILHO] Colossenses 1:19 diz que Deus quis que em Cristo residisse plenitude de divindade, ou que as qualidade divinas ou atributos que vemos no Filho estão nele porque o Pai assim lhe concedeu. Fazendo eco a isto, Mt 28:19 diz que todo poder ou autoridade do Filho lhe foi dado por alguém, ora por quem? Uma comparação de textos demonstra que foi por Deus, seu Pai, assim diz que todas coisas lhe foram dadas por seu Pai (Mt 11:27) e diz que Deus lhe sujeitou todas as coisas, exceto obviamente a si mesmo (1 Cor 15:27). Isso demonstra que as propriedade divinas em questão não tem origem em Cristo ser um eterno Deus, onipotente, onisciente e onipresente como segundo membro de uma Trindade, mas em concessão de seu Pai, o seu cabeça a quem o Filho se sujeita. Nisso, o Filho é dito ser reflexo de Deus, imagem, forma, representação, representante, ou o monogenes theos (Deus unigênito) do Deus invisível, demonstração que seus adjetivos divinos divinas provém do Pai como Fonte e não de si mesmo como autoexistente (O que nega que o Filho tenha Asseidade. esta sim algo exclusivo de Deus e que não pode ser transferido)..

      [O ESPÍRITO SANTO] O Espirito é o espírito de Deus, também chamado de espírito do Pai.
      Ora nada é mais óbvio do que o espírito de alguém ter as qualidades e adjetivo deste alguém é até redundante, dizer que o espírito da pessoa de Deus, reflita as qualidades existentes na pessoa de Deus, o que Deus é, o seu espírito será. A divindade existente do espírito santo provém de seu dono ser quem é, Deus.

      Diz 1 Cor 2:11: “Pois, quem dentre os homens sabe as coisas do homem, exceto o espírito de homem que está nele? Assim, também, ninguém veio a saber as coisas de Deus, exceto o espírito de Deus”

      Note que o espírito humano ou espírito humano, sabe aquilo que o homem sabe. Propriedades do homem estão no seu espírito.

      1 Reis 21:5: “Por fim entrou até ele [Acabe] Jezabel, sua esposa, e falou-lhe: “Por que está triste o teu espírito e não comes pão?”

      Diz que o espírito de Acabe estava triste, o que não quer dizer nada mais nada menos que o próprio Acabe estava triste. O rei Acabe e o espírito do rei Acabe não eram duas pessoas distintas entre si, com centros de consciência separados. quando o espírito estava triste, Acabe estava triste, quando o rei estava triste o seu espírito estava triste.

      (Isso elimina o problema de Jesus Cristo ter dois Pais, pois o Filho de Deus seria Filho do Pai, que o gerou através do seu espírito e não que um Outro veio até Maria e gerou um filho, que no caso seria um “filho do espírito santo” e não de Deus Pai. O que o Pai gera do espírito é filho de si mesmo, do Pai)

      O espírito santo procede do Pai (João 15:26), chega a ser chamado de sopro ou de folego da boca de Deus (Jó 33:4, Salmo 33:6), como se viesse de dentro dele -de seus pulmões- . De fato o espírito santo não é descrito como se fosse um Deus pessoal autoexistente separado e independente do Pai. o que nega que seja uma terceira pessoa divina com sua própria Asseidade.

      Não bastasse isso, a descrição que é feita do Espírito o coloca como sujeito ou submisso ao Filho de Deus (Atos 2:33. Apocalipse 5:6), a quem todas as coisas foram sujeitas (1 Cor 15:27). Então se o Pai divide Seu Espírito com Cristo é uma coisa, outra diferente seria considerar o espírito como um Deus pessoal separado e independente, porque isso resultaria na conclusão de que “O Deus Espírito” é inferior ao “Deus , o Filho”, o que é um absurdo dentro da doutrina da Trindade!

      A descrição bíblica de Deus, Cristo e do Espírito de Deus envolve entre outras coisas [1] absorver o entendimento do conceito bíblico da Agência ou Mediação. [2] além do entendimento sobre a natureza dos espíritos e [3] do recurso da personificação. Então a pessoa deve entender que o que um espírito faz, seu possuidor fez, que as Escrituras fazem vasto uso da personificação e que a Bíblia usa e abusa do emprego de agentes. mediadores ou representantes que agem em nome de outrem -sem significar que o agente seja o mesmo que este outrem-.

      “E isso é fácil de fazer, mas não quer dizer que tudo isto tem que ser feito no mesmo versículo”

      Se não foi expresso no mesmo versículo, poderia ser em dois, em três, mas não é o caso. Os elementos principais estão faltantes, por exemplo o uso do número “três” relacionado a Divindade, inexiste, embora seja frequente e repetido o uso do “um”, então sobraria que as entidades trinitárias tivessem todas os mesmos atributos divinos exclusivos do Pai, o que não tem (Mateus 24:36 demonstra que a onisciência é uma qualidade exclusiva da pessoa do Pai. o que quebra o conceito da Trindade coigual). Embora não tenha 1 texto que demonstre a Trindade, com 1 texto (Apo 1:1 por exemplo) você pode desmentir elementos da Doutrina chamada Trindade.

      “Deus é TriUno mas a TriUnidade de Deus é revelada por toda a Bíblia”
      É, tanto é que nunca é dito que ele seja três. Matts. quando é citado a existência de Deus, do Messias e do Ruach de Deus, isso não é uma afirmação de que Deus seja TriUno, mas sim de que: Deus tem um espírito e de que este Deus enviou um Messias para salvar seu povo. O fato do messias e do seu ruach serem distinguidos da pessoa desse Deus apenas traz enfase de que o escritor sagrado não intencionava que fossem considerados como a mesma entidade, se esta fosse a intenção seria MUITO FÁCIL deixar isso claro. O que você pode fazer na Bíblia é buscar versículos que citem Adonay YHWH, Yeshua Mashiah e ha Ruach Hadokesh citados na mesma frase ou contexto.

      ” Mateus 28:19 é provavelmente o versículo que melhor mostra os Três no mesmo versículo”
      Se este é o melhor, então o Dogma da Trindade tem uma evidência muito frágil em seu favor. Pense nos mórmons, eles dizem também crer na Trindade e vocês os chamam de triteístas, veja que nada em Mt 28:19 nega que os três sejam três deuses separados, então este texto não serve para provar a Trindade Católica-Protestante pois não tem elementos suficientes em si para negar conceitos divergentes. Os mórmons não veem problema num texto que diga pra batizar no nome de Pai, Filho e Espírito Santo, veem?

      “mas não é preciso que todas as Propriedades Divinas de Filho e do Espírito estejam mencionadas em todos os versículos onde se fala Deles”
      Não necessárias todas, apenas uma estaria boa, por exemplo, olha a existência da Trindade facilmente discernível nos textos abaixo:

      “Nenhum homem sabe, nenhum anjo no céu, mas unicamente o Pai, o Filho e o Espírito Santo”
      “No principio, o Pai, o Filho e o Espírito Santo criaram os céus e a Terra”
      “Para que saiba que vocês três, a quem pertencem o nome de Jeová, somente vocês são o Altíssimo sobre toda a Terra”
      “Ouve ó Israel YHWH, nosso Deus, são somente três YHWH”
      “Para nós há apenas um só Deus: o Pai, o Filho e o Espírito Santo”
      “Vem a hora e agora é, que os verdadeiros adoradores adoração ao Pai, o Filho e ao Espírito Santo, pois deveras o Deus Trino está procurando a tais para o adorarem”

      “Típico descontextualização Russelita”
      É, Mateus 1:18, 20 ser prova de Trindade é que é uma bela contextualização.

      Like

      • Mats says:

        [O FILHO] Colossenses 1:19 diz que Deus quis que em Cristo residisse plenitude de divindade, ou que as qualidade divinas ou atributos que vemos no Filho estão nele porque o Pai assim lhe concedeu.

        Então o Senhor Jesus tem qualidades Divinas (Eterno, Todo Poderoso, Omnisciente, Omnipresente e TUDO o que envolve a Divindade) mas não é Deus VErdadeiro? Isto confirma o que eu já sabia: os Russelitas são politeístas.

        Like

    • Ismael says:

      Saga

      Igualdade. Pai, Filho e Espírito Santo…

      Segundo:

      A textos que falam em específico ou de Jesus ou do Pai ou do Espírito; ou até da relação entre Eles.

      Eu faço a palavras do Mats, as minhas.

      Trindade = três = igualdade….

      Você se concentra de mais em um palavra…triuno…mesmo que ela não esteja escrita ela resume as três personalidades na escrituras. É simplesmente um termo usado para subdividir, porque o Pai, o Filho e o Espírito tem a mesma natureza divina, mas tem personalidades diferêntes….

      Like

      • Saga says:

        “Ismael diz: 13/02/2014 às 18:20 Saga”

        Eu,

        “Igualdade. Pai, Filho e Espírito Santo”

        Cadê?

        “Segundo:”
        Segundo, qual foi o primeiro?

        “A textos que falam em específico ou de Jesus ou do Pai ou do Espírito; ou até da relação entre Eles.”

        Sim, e daí?

        “Eu faço a palavras do Mats, as minhas. Trindade = três = igualdade….”

        Amigo, você não tá dizendo nada.

        “Você se concentra de mais em um palavra…triuno…mesmo que ela não esteja escrita ela resume as três personalidades na escrituras”
        Não precisa, pode ser outra palavra qualquer de mesmo sentido.

        ” É simplesmente um termo usado para subdividir, porque”
        Cuidado com o argumento circular, você não deve afirmar como evidência a própria conclusão que deveria evidenciar. Você tá dizendo em resumo que é certo chamar Deus de Triuno, pois ele é dividido em três personalidades de igual natureza. Ou sendo mais simplista: “Deus é triuno sim, pois ele é três em um”. Volta, pensa e traz de novos os mesmos textos que você postou lá em cima, mas explicando o porque de com provarem a doutrina atanasiana da Trindade, isso em cima do raciocínio bíblico e não de teorias religiosas populares.

        [[ http://adalges.blogspot.pt/2014/02/refutando-alegacoes-russelitas-1.html ]]

        Like

      • Saga says:

        Sobre a questão olha a matéria

        “Tu aprendeste as tuas crenças antes de leres as Escrituras. […] inventam na hora uma interpretação bizarra, que eles têm memorizado, ou rapidamente mudam de assunto. Mas eles não têm uma hermenêutica no verdadeiro sentido do termo. O que acontece é que eles aprendem as suas crenças antes de lerem a Bíblia […] e então quando eles abrem a Bíblia pela primeira vez, eles já têm as doutrinas inseridas na sua mente. O que eles fazem a seguir é tentar forçar essas mesmas doutrinas na Bíblia”

        Então a pessoa responde as questões com interpretações memorizadas ou mudam de assunto, o que é interpretação memorizada?
        É dizer “Jesus é plenamente Deus e plenamente homem, tem duas naturezas ao mesmo tempo” , “Jesus aqui estava falando quanto a sua natureza humana”, “Aqui é a economia da Trindade em ação, cada pessoa tem uma função diferente”, “Essa pergunta é unicista, na Trindade as três pessoas são distintas. não são a mesma”, essas coisas são DECORADAS, inclusive dizer “Só Deus é Senhor, mas Jesus é chamado de Senhor” também uma interpretação memorizada, com a leitura de apologia trinitária por aí….

        Quanto a mudar de assunto, aqui mesmo isso foi visto em ação, de fato os trinitários mudam de assunto e tentam focar numa situação onde não tenham de responder as questões.

        “O que acontece é que eles aprendem as suas crenças antes de lerem a Bíblia”
        Católicos e protestantes aprendem que Deus é uma Trindade antes de lerem a Bíblia. Quando vão ler a Bíblia já creem na Trindade antes.

        “quando eles abrem a Bíblia pela primeira vez, eles já têm as doutrinas inseridas na sua mente”
        Quando católicos e protestantes abrem a Bíblia já estão com a Trindade inserida na sua mente.

        “O que eles fazem a seguir é tentar forçar essas mesmas doutrinas na Bíblia”
        O que se faz a seguir é forçar a Trindade nos textos da Bíblia que tiver lendo.

        Os textos que o Ismael trouxe, primeiro ele cria na Trindade, depois ele chegou no texto e pos a Trindade dentro nele. Façamos o contrário, pegue o texto e tire dele os elementos da doutrina da Trindade. Foi isso que eu pedi ao fazer as perguntas: “Você consegue a partir deste texto retirar os elementos da doutrina da Trindade?” , se você não consegue sinal que primeiro você cria na Trindade, aí leu o texto conforme a doutrina que você aprendeu.

        [[ http://adalges.blogspot.pt/2014/02/refutando-alegacoes-russelitas-1.html ]]

        Like

  6. Saga says:

    OBS: A Wikipedia definiu o padre católico Greber como tendo nascido em 1876, o que significa que ele nasceu seis anos depois do surgimento dos chamados “Russelitas” e que tinha três anos de idade quando a WatchTower foi fundada. Cronologicamente falando isso torna difícil que o fato dos citados não serem adeptos do dogma trinitário, seja por serem seguidores dos ensinos deste padre.

    [[Os falsos profetas da organização Torre de Vigia citaram Johannes Grebber como fonte da sua rendição de João 1:1, mesmo DEPOIS de saberem que Grebber era um ocultista]]

    Like

  7. Saga says:

    “Ah, e asseidade significa que Deus existe por Si Mesmo (sem ser fora de Deus). Curiosamente, o Senhor Jesus Cristo diz que “antes de Abraão existir, EU SOU” (EGO EIMI) e isto é uma alegação de existência eterna”

    Se dizer “eu sou” for alegação de eternidade teremos um monte de pessoas na Bíblia que serão eternas ao usar a expressão “eu sou” para si mesmas ((João 9:9). A expressão “eu sou” em si mesma não é uma afirmação de deidade eterna.

    “contraposta com a o início de existência de Abraão. Se fosse para dizer que Ele era mais antigo que Abraão, bastava dizer “Eu já era”. Mas Ele estabelece a existência *contínua* algo que Só Deus tem”

    O termo “Era” estabeleceria a existência antes de Abraão mas apenas no passado antes de Abrão, dizer que alguém era antes de Abraão apenas o coloca em existência antes de Abraão. O uso de “ser” no presente expressou que existia no passado de forma continua até o tempo presente, seria como “antes de Abraão nasceu eu já existia e continuei existindo até hoje”, isso não é uma afirmação de eternidade, nem no passado e nem no futuro, digamos que Abraão tenha nascido em 2300 a.C e isso tenha sido dito em 30 d.C, então teríamos uma afirmação de existência de pelo menos 2330 anos. Existem seres celestiais que existiram continuamente desde Abraão até aquele tempo, ou você acha que o anjo que apareceu a Abraão no monte Moriá morreu nesse meio tempo? A existência dos anjos do Antigo testamento foi contínua desde Abraão até o tempo de Pilatos. De toda forma pouco tempo depois, a existência de Jesus sofreu uma interrupção durante um intervalo de três dias onde ele não era, pois estava morto deixando de ser vivo e então depois da ressurreição sim se pode dizer que ele será eternamente, pois nunca mais morrerá. (LER ROM 6:9)

    O que nega a asseidade do Filho são as seguidas afirmações de que ele recebe poder, autoridade, divindade, senhorio, vida do Pai, tendo asseidade ele não deveria receber nada de ninguém, pois teria tudo em si mesmo por própria natureza de forma independente. (Vejam que o próprio Credo de Niceia diz que ele foi gerado do Pai)

    “E nota que os ouvintes do Senhor, ao contrários dos Russelitas entenderem muito bem o que o Senhor estava a dizer, algo confirmado pelo facto deles O terem tentado apedrejar por blasfémia”

    Claro que o que ele disse para eles foi blasfemo. Mas não foi pelo fato de ter pronunciado a palavra “ego eimi” e nem por ter feito algum hipotético link com Êxodo 3:14, também não foi por ter dito que era o Deus de Israel, os lideres judeus falam com Jesus no seu julgamento e não o acusam de ter dito ser o Deus de Israel mas questionam se ele seria o Filho de Deus ((Mateus 26:63-64), e pra entender as duas coisas (ser Deus x ser Filho) como sinônimos eles teria de ser trinitaristas ou conhecerem os conceitos da Trindade

    Sobre a oração, ela é feita ao Pai (Mt 6:4, Jo 15:16) por mediação de Cristo (1 Tim 2:5), que atua como seu agente (Jo 14:6). Ele recebe orações e as responde em nome do seu Pai, mas o objeto final das orações é Deus – O Pai -não Cristo e nem o Espírito -, foi isto que Jesus ensinou sobre a oração. A Escritura não cita nenhuma oração formal feita ao Cristo, embora os cristãos do NT tenham intimidade suficiente com Cristo para se dirigir a ele como uma pessoa real nos contextos que mencionam visões celestiais em visualizam o glorioso Cristo ressuscitado. (O fato de não se ser ensinado a orar a Trindade – leiam Mateus 6:4,9 e notem Atos 4:23-30 – e nem se mencionar nenhuma oração ao espírito santo, constitui um problema para quem segue a um Deus Trino)

    Se quer falar sobre isso (Trindade e Asseidade de Deus) sugiro ao senhor Matts que marque uma ocasião e local, já que o darwinismo não é o local apropriado,

    Like

    • Mats says:

      “Ah, e asseidade significa que Deus existe por Si Mesmo (sem ser fora de Deus). Curiosamente, o Senhor Jesus Cristo diz que “antes de Abraão existir, EU SOU” (EGO EIMI) e isto é uma alegação de existência eterna”

      Se dizer “eu sou” for alegação de eternidade teremos um monte de pessoas na Bíblia que serão eternas ao usar a expressão “eu sou” para si mesmas ((João 9:9). A expressão “eu sou” em si mesma não é uma afirmação de deidade eterna.

      Bolas, que simplificação tão estranha. Estou a falar da forma e do contexto como a frase é dita. Será difícil ver isso?

      Quando o Senhor Jesus disse”EU SOU” (EGO EIMI), neste contexto tem significado de Divindade, tal como o entenderam os ouvintes por lá presentes.

      Mas estou certo que Charles Russell, a viver 1900 anos depois, entende melhor o contexto da expressão do que as pessoas que estavam à Sua (de Jesus) volta.

      Lembra-te da reacção dos ouvintes e vê como foste enganado pelos teus líderes.

      Mas esta conversa continua noutro sítio: http://adalges.blogspot.pt/2014/02/as-falsas-profecias-das-testemunhas-de.html

      Like

  8. Saga says:

    Querido,
    senhor Matts

    A questão sobre “Senhor” já foi respondida, 1 Cor 8:4-6 está adequadamente explicado.
    Sobre o nome teofórico “O SENHOR é nossa justiça” da cidade e do Messias em Jeremias, já foi respondido.

    Essa questão do “Só existe um Senhor: Deus; E Jesus é Senhor”, teve sua resposta.

    Mas não é justo que eu me posicione aqui como um passivo respondedor de perguntas que fique na defensiva com a função de responder cada pergunta que o senhor fizer de forma que por mais que responda e o senhor tenha a liberdade de fazer outra e outra ad nauseam.
    ————————————————————————————-
    Recapitulação: No principio eu me dirigi ao senhor Wander – que tinha dito não existir na Bíblia nenhuma passagem que demonstre um Deus Trino- e meu post tinha importantes questões bíblicas inclusive algumas que eu disse ser trinitarianamente insolúveis. As duas afirmações foram mal recebidas pelos senhores Ismael e Matts, que afirmam com veemência que a Trindade é clara e obviamente bíblica – e assim desferiram ad hominem ao senhor Wander-, mas que não tiveram êxito no desafio do Wander e também não conseguiram responder nenhuma das questões colocadas pelo Saga, simplesmente evadiram ou mudaram de assunto, passando para a ofensiva contra um novo alvo. A partir de então o ad hominem pode mudar de lado para atingir também ao forista Saga; sobre o comentarista Saga, se colocou a responsabilidade ficar respondendo a seguidas perguntas consideradas difíceis pelos trinitários, enquanto que é ao mesmo tempo notório que os mesmos tem costume de fugir ou mudar de assunto quando tem difíceis perguntas unitaristas pela frente. (Assim os trinitários podem ignorar a perguntas e/ou textos bíblicos, podem partir para acusações ofensivas, mudar de assunto ou eles mesmos começarem a fazer perguntas sobre diferentes textos bíblicos tentando mudar a questão do ônus, deixando o seu discordante na defensiva, tendo a missão de ser um explicador-sabe-tudo enquanto o trinitário pode ficar na sua confortável posição de ficar sentado acusando e fazendo um interrogatório carregado, sem explicar nada, pois está na ofensiva)

    A-O Wander disse que leu a Bíblia e não achou a Trindade nela [Afirmação Dele]
    B-Eu disse ao Wander que existem passagens na Bíblia que não podem ser explicadas com êxito pelos trinitarista [Afirmação Minha]
    C- O Ismael disse que tem um monte de textos na Bíblia que provam a Trindade [Afirmação Dele]
    D- Eu disse que nenhum dos textos usados por ele ensinam Trindade nenhuma (Afirmação Minha]
    E- Matts ficou nervoso comigo, mas não conseguiu me desmentir nem em B e nem D.

    E foi isso

    Like

  9. Junior says:

    26 Então disse Deus: “Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança. Domine ele sobre os …
    Sem mais , Deus ja se apresenta como mais de um em neste texto em genesis.
    Agora quem seria semelhante a Deus ? Simplesmente como o mats diz a biblia inteira atribui poder divino e logo divindade a Jesus e ao Espirito Santo. E nao me venha com anjos que lhe taco hebreus na cara! Hahaha

    Like

  10. Raícia Naysse Rodrigues da Luz Freires Fernandes says:

    Estou em busca da verdade…porque compreendo que a verdade me libertará!!! Estou buscando verdades sobre “Deus, Jesus Cristo e o Espírito Santo”, mas até agora o que encontrei foi pessoas que servem a Deus usando a Escritura Sagrada para guerrearem entre si e defender seus interesses. Fico triste com isso…e penso que se praticarmos os mandamentos de Cristo, “Amar a Deus sobre todas as coisas e ao seu próximo como a si mesmo”, teríamos mais zelo ao falar da Escritura Sagrada e mais respeito um com outro. Acredito que somos todos irmãos em Cristo Jesus, (uma vez que,”quem nele crê não é julgado; o que não crê já está julgado…”João 3-18) independente de religiões ou doutrinas, fazemos parte do corpo de Cristo “SUA IGREJA SOMOS NÓS”. Depois de tantas discussões sobre o assunto percebi que realmente, só o Espírito Santo nos guiará para toda a verdade e que a Escritura Sagrada deve ser a nossa única fonte de pesquisa.

    Like

  11. Davi says:

    No debate entre Saga e Mats, Mats ficou sem argumentos e acabou zangado e ofendido, o que ele mesmo condenou inicialmente no texto.

    Tudo o que o trinitarismo tem é João 1:1, nada mais. Todos os outros versículos da Bíblia fazem distinção entre Pai e Filho, atribuindo claramente uma superioridade ao Pai.

    Quanto a citação do Júnior sobre Gênesis, “façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança”, isso não prova a trindade. Parece claro que Deus estava falando com Jesus, por meio de quem (e para quem) foram criadas todas as coisas.

    E Raícia, concordo demais quando diz “até agora o que encontrei foi pessoas que servem a Deus usando a Escritura Sagrada para guerrearem entre si e defender seus interesses”.

    Like

  12. Anderson says:

    Pelo que li brevemente de todos, os que negam a trindade pedem um texto bíblico que comprove isso, porém Is 28:10 diz que nós não devemos estudar a Bíblia dessa forma. Os ensinamentos são dados “um pouco aqui, um pouco ali” e para se tirar a conclusão que Deus é composto por 3 Pessoas Divinas distintas de igual essência e em plena harmonia, é necessário verificar em toda a Bíblia as referências a Deus.
    E quanto a Jesus ser Deus, isso está bem claro. Lembrem-se de que Jesus, quando em carne aqui na terra, não fez uso de seus poderes divinos mas não por isso deixou de ser Deus ou foi feito em carne sem os seus poderes. Isso é óbvio pois se ele tivesse usados seus poderes então não poderia ter chegado à morte, leiam Fp 2:5-8. Isso explica porque Jesus dependia inteiramente do Pai, afinal, Ele quis nos ensinar como nós deveríamos depender d’Ele, sendo servos d’Ele como Ele o foi de Seu Pai. Por isso Ele também disse “deixai vir a mim os pequeninos, pois deles é o reino dos céus”, pois assim ele estava exemplificando através das crianças a forma de humildade, inocência e dependência dos pais que devemos ter para com nosso Pai celestial.
    A Trindade está na Bíblia.
    Gn 1:2, 26 => fala de pelo menos Deus “Pai” e o Espírito de Deus, ou seja, 2 pessoas com capacidade de criar e em plena harmonia (os 2 quiseram criar o homem).
    Em João 1:1-14 vemos que o “Verbo de Deus”, que é Jesus, estava no princípio também, e por Ele todas as coisas passaram a existir. Logo, em Gn 1:26 quando Deus disse “façamos” Ele se referia às 2 outras pessoas da Divindade (Espírito Santo e Jesus).
    O próprio Cristo disse para que nós batizássemos em nome do “Pai, do Filho e do Espírito Santo” Mt 28:19, ora, qual é a razão de se especificar os 3 se não há distinção entre eles?
    Deixem a Bíblia falar a vocês, não falem vocês à Bíblia.

    Like

    • Davi says:

      http://www.vivaemgraca.com.br/index.php/apostilas/14-contradicoes-da-doutrina-da-trindade
      http://ceticismo.net/religiao/santissima-trindade-desmascarada/

      Meu objetivo ao participar deste tópico não é debater e dizer que eu estou certo ou que outro alguém está certo e os demais errados, mas mostrar que o ensino da trindade só obscurece a Bíblia para as pessoas, e não é de admirar que existem tantos ateus e agnósticos.😉

      Like

      • Anderson says:

        Davi,

        Rm 12:1 diz que devemos ter um culto racional. Estou esperando as respostas aos meus questionamentos racionais com base na Bíblia. Se você me der justificativas razoáveis, então entraremos em um debate construtivo e edificante. É claro que não quero aqui ofender a nenhum amigo, nem tu nem a ninguém, por não crer da mesma forma que eu, apenas quero que a Palavra de Deus seja exaltada e que seja compreendida globalmente ao invés de, como muitos fazem, tomar alguns versículos e dar a própria interpretação.
        Sobre os links que indicaste, o primeiro não está abrindo e no segundo já vi coisas que foram mal compreendidas. Vou apenas destacar um dos argumentos para você entender.

        Credita-se a Tertuliano a criação do princípio da Santíssima Trindade. Este princípio agrega 3 substâncias em uma única essência. Assim, segundo Tertuliano, teríamos o Pai, o Filho e o Espírito Santo. É um dogma confuso, pois o Pai não é o Filho, que não é o Espírito Santo, que não é o Pai. Mas todos eles são Deus. Eles não se fundem em uma coisa só, são 3 coisas em separado, mas formando uma única unidade. Isso é tão confuso que o próprio Santo Agostinho não entendeu nada, mas resolveu ser mais rei que a realeza saindo pela tangente, dizendo que somos pequenos demais para compreender isso. São Patrício usava o trevo para ensinar o conceito da Santíssima trindade (quando não estava ajudando a perseguir os pagãos da Irlanda).

        Segundo esse trecho, podemos dizer o que o autor se acha capaz de compreender todas as coisas da Bíblia, inclusive entender completamente quem é Deus e como é sua natureza divina. Isso é impossível para nós, em nosso corpo carnal e pecaminoso, compreendermos isso completamente. Muitos escritores Bíblicos em forma de poesia disseram a mesma coisa. Veja o que disse Davi:
        “3 Grande é o SENHOR e mui digno de ser louvado; a sua grandeza é insondável.” Salmo 145:3
        Logo, de início, já entendemos que o autor vê a Bíblia como um livro comum e não sobrenatural, e isso veda seu entendimento do que é importante para sua própria salvação. Pois se ele não admite a trindade, coloca a Bíblia em várias outras “contradições” que seriam para ele impossíveis de explicar. Ex.:
        Quem é o outro Consolador que Jesus enviou ao ascender aos céus?
        Como pode alguém pecar contra uma energia, ou um nada, e isso ser um único pecado imperdoável? Não se peca contra Deus ou contra o próximo, uma pessoa?
        Quem estava presente na criação? Com quem Deus falou?
        Como pode alguém “convencer do pecado, da justiça e do juízo” se ele não existe?
        Porque Jesus disse que Ele e o Pai são apenas um se ele mesmo disse que ainda deveria ir para junto do Pai?
        Pois eu não entenderia Deus minimamente se não entendesse que Deus é composto por 3 pessoas divinas, com mesmo poder, mesma essência e natureza, e em plena harmonia. Isso não quer dizer que eu entenda todos os mistérios de Deus. Deus mesmo disse, em Sua Palavra que existem coisas que Ele não nos revelou pois ainda não nos encontramos em condições de compreender.
        Logo, se o autor do site se encheu de orgulho no coração e achou que poderia “simplificar” as coisas, ele acabou fazendo como muito dos fariseus que duvidaram que Jesus era Deus, enquanto o mesmo disse “EU SOU” e por isso quiseram apedrejá-lo.

        Veja esse outro trecho do autor, e me explique como ele, ou tu, compreende o trecho Bíblico a seguir:

        Jesus – Jesus é o filho de Deus, que João Evangelista chamou de “verbo feito carne”. Deus resolveu que a Humanidade estava problemática demais por causa dos pecados. Assim, enviou Jesus para nos salvar, morrendo por isso. É uma espécie de sacrifício humano, o que não faz sentido de nenhuma forma, já que um deus se matar para salvar os outros é fora de propósito. Se fosse, ele não teria ressuscitado, o que configura que não foi um sacrifício mesmo. Jesus, então, veio para fazer uns milagres para atestar sua autoridade e espalhar a Boa Nova (em grego: evangelion). Aliás, um deus se matando é algo muito esquisito.

        5 Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus,
        6 pois ele, subsistindo em forma de Deus, não julgou como usurpação o ser igual a Deus;
        7 antes, a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo, tornando-se em semelhança de homens; e, reconhecido em figura humana,
        8 a si mesmo se humilhou, tornando-se obediente até à morte e morte de cruz.
        ” Fp 2:5-8

        O que me parece é que o autor do site quer explicar Deus e o que ele acha “esquisito” ele simplesmente descarta como mentira. O que não tem explicação na lógica humana não é possível para Deus, embora Deus tenha dito que “os impossíveis são possíveis para Deus”. É preciso ter coração humilde quando vamos às Escrituras, Deus só nos ensina quando assim procedemos.

        Abraços,

        Like

      • Miguel says:

        Meu objetivo ao participar deste tópico não é debater e dizer que eu estou certo ou que outro alguém está certo e os demais errados, mas mostrar que o ensino da trindade só obscurece a Bíblia para as pessoas, e não é de admirar que existem tantos ateus e agnósticos.

        O que os incrédulos anti-Cristãos dizem ou deixam de dizer sobre a Natureza de Deus não vale nada. O que interessa é o que Deus diz de Si Mesmo.

        É normal as pessoas rebeldes dizerem que “se ao menos vocês não ensinassem esta ou aquela doutrina, vocês Cristãos seriam melhor recebidos”. Mas adivinha o que acontece? Mal tu desistes de defender essa doutrina, essas mesmas pessoas passam a atacar outra, e depois outra, e depois outra – até que não sobra nada para o Cristão defender.

        Portanto, continua a citar links de pessoas que odeiam a Deus como argumento em favor do Cristianismo (?), e isso só vai mostrar mais ainda a quem tu serves.

        Like

  13. moises says:

    MOISÉS
    EU li todos os debates,desses comentários da Biblía, e uma coisa eu pude observar,não vi inteligencia nenhuma,somente sabedoria humana,Á SABEDORIA DIVINA ESTA MUITO LONGE.
    Porque fica um clima de discurssão, de ofensa,no que resultou como disse uns dos texto,acima que SAGAS E MATS,MATS ficou sem argumento e ficou zangado e ofendido,eu particularmente não dizia isto,até porque ele leu á materia,e simplesmente não concorda na trindade,dizendo que JESUS É DEUS E O ESPIRITO SANTO É simples em vez de fazer debates ofencivos,tenta explicar sem ofenças,porque se trata da SAGRADA ESCRITURA Á PALAVRA DE DEUS. .
    Á Sagrada escritura,Á Bíblía,ela é escrita por parábolas para que melhor entendemos,o próprio Jesus disse em parábolas para que todos,entendesse as sagradas escrituras,então ta muito fácil entender este,debate.Para se fazer um Bolo,é preciso ter água ou leite,fermento,trigo,ovos,sal,para sair um bolo,acerto.
    AGORA,DEUS,JESUS CRISTO E O ESPIRITO SANTO,SÃO TREZ CERTO Á TRINDADE.
    PRESTE ATENÇÃO,TREZ EM UM SÓ ENTÃO É DEUS.
    DEUS CRIADOR DO UNIVÉRSO,JESUS CRISTO ÉRA O VERBO E O VÉRBO SE FEZ CARNE E HABITOU ENTRE NÓS,FEZ Á VONTADE DE DEUS NA TERRA,FOI CRUSSIFICADO,SEPULTADO E AO TERCEIRO DIA RESSUSSITOU E ESTA SENTADO Á DESTRA DE DEUS TODO O PODEROSO INTERCEDENDO POR NÓS E O ESPIRITO SANTO VOS GUIARA EM TODA Á VERDADE.
    Então queridos.tenha o temor de DEUS,busca á sabedoria divina,e ela vos abençoara.
    MATS quero te pedir perdão no amor do senhor jesus,se te ofendi com esse comentario,e todos quantos escreverão esse debate QUE DEUS VOS ABENÇOE GRANDEMENTE E VOS ILUMINE ATt.moisesmarquestrompete@yahoo.com.br

    Like

  14. Davi says:

    Dois livros úteis sobre o assunto são “Como Jesus Se Tornou Deus” e “O Que Jesus Disse? O Que Jesus Não Disse?”, ambos do Bart Ehrman. Ele é agnóstico, mas isso não importa muito quanto ao raciocínio lógico.😉

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s