Educação sexual ateísta: “Vamos falar de violação”

Mais evidências para os efeitos nocivos da “educação sexual” ateísta.

Thaddeus M. Baklinski

LONDRES, Inglaterra, 31 de maio de 2010 (Notícias Pró-Família) — Um “pacote educacional” contendo informações sobre estupro, pornografia, prostituição, mutilação genital feminina, casamentos forçados e tráfico humano foi produzido por uma organização inglesa chamada Crise do Estupro, para ser usado por crianças a partir de 11 anos nas escolas da Inglaterra.
De acordo com uma reportagem no jornal Daily Mail, a autora do curso proposto, Laura Colclough, disse que o pacote de 145 dólares apoia as políticas do governo centralizadas em reduzir a violência sexual contra as mulheres e é uma ferramenta educativa útil.
O curso, designado para ser dado para classes mistas de meninos e meninas, incentiva o debate de tópicos que incluem assuntos tais como “as mulheres gostam de estupro”, “as mulheres pedem para ser estupradas quando usam mini-shorts, bebem álcool, etc.” e propõe paródias dos papéis sexuais.
“Não é de um ângulo de apoiar a sexualidade ou a pornografia, mas avaliá-la de forma crítica”, Colclough disse, acrescentando que “Foram-se os dias em que os jovens não são sexualizados. A maioria, e talvez todos, ouve vídeos musicais. Eles vêem a cultura e surfam na internet”.
Contudo, a reação das organizações pró-família foi rápida, com uma organização, a Campanha pela Educação Genuína (CEG), chamando os pacotes educacionais de “extremamente explícitos” e predizendo que os pais ficariam “horrorizados” com a “iniciativa irresponsável”.
Nick Seaton, da CEG, disse para o Daily Mail que “Esse tipo de material é explícito demais para ser adequado para escolas. Pais sensatos ficarão muito preocupados que seus filhos estão sendo.
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com

Veja também este artigo original em inglês: http://www.lifesite.net/ldn/viewonsite.html?articleid=10053106

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Pecado, Sociedade and tagged , , . Bookmark the permalink.

2 Responses to Educação sexual ateísta: “Vamos falar de violação”

  1. ND says:

    perante uma realidade, as violações, vocês escolhem a ignorância.

    Like

  2. Adalberto Felipe says:

    E continuar do jeito que está, vai ser tarde de mais.

    Na bíblia, em II Tomóteo 3:2-5 são reveladas 18 (6+6+6) características que a humanidade terá e uma delas é o afastamento dos filhos em relação aos pais:

    2 Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos,

    3 Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons,

    4 Traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus,

    5 Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te.

    Nota: algumas dessas características já existe entre muitas pessoas e muitas delas vão surgindo cada vez mais, fruto dessas educações sexuais, do afastamento das pessoas de Deus, da mídia e vai chegar um tempo que isso não vai ter mais nenhum controle.

    Isso sem dúvidas mostra as profecias bíblicas, cumprindo cada vez mais com 100% de exatidão.

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s