Estudo mostra que cheiro das mulheres seduz mais do que os perfumes

“A mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas tem-no o marido; e também, da mesma maneira, o marido não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas tem-no a mulher” – 1 Cor 7:4
Não parece que isto seja muito positivo para quem promove o “casamento” homossexual. A biologia, psicologia, fisiologia e, principalmente, a Palavra de Deus, mostram claramente que o corpo da mulher foi feito para o homem, e o do homem para a mulher.Claro que os dados da ciência não importam para quem já fez a sua decisão moral. As pessoas vão fazer o que elas bem entenderem mesmo que a ciência mostre que isso é muito pouco saudável.

O DN desenvolve a notícia.

Investigação demonstra que os homens reagem à exposição a cheiro de mulheres na fase fértil do período menstrual.

A indústria de perfumaria recebeu agora uma má notícia, com a publicação na revista especializada Psychological Science de um estudo que sugere a maior eficácia do não uso de perfume quando uma mulher pretende atrair um homem. Esta ideia, que contraria toda a tradição cultural das civilizações humanas, baseia-se numa experiência realizada pela equipa de Saul Miller e Jon Maner, da Universidade da Florida.

Os cientistas realizaram dois ensaios separados, tendo por base experiências efectuadas com animais que mostravam haver uma correlação positiva entre os sinais de odor emitidos pelas fêmeas em ovulação e os níveis de testosterona nos machos.

Aplicada aos seres humanos, a experiência teve dois passos. Foi pedido a um grupo de mulheres o uso da mesma T-shirt ao longo de três noites, em várias fases do ciclo menstrual. Depois, pedia-se a homens que cheirassem as camisolas e respondessem a um questionário, ao mesmo tempo que davam amostras de saliva para medição dos níveis de testosterona. Em simultâneo, era testado um grupo de controlo que cheirava T-shirts que ninguém usara.

Os homens que cheiraram as camisolas usadas por mulheres que estavam na fase fértil do ciclo menstrual registaram níveis de testosterona mais elevados. No segundo passo da experiência, verificou-se também que os homens classificavam as T-shirts usadas por mulheres na fase fértil do período como tendo um odor mais agradável.

Em resumo, o nível de testosterona reage a sinais de fertilidade, o que favorece a reprodução. A conclusão da equipa de cientistas aponta para a “primeira prova directa” de que existe resposta biológica dos homens a sinais olfactivos emitidos pelas mulheres na fase de ovulação.

Se olharmos para este dado do ponto de vista do Criador, ele faz sentido (promover a reprodução), mas se olharmos o mesmo dado do ponto de vista do ateísmo ou do homossexualismo não faz sentido nenhum. É manifesto que estas estruturas biológicas foram feitas (por Deus) de forma a serem aplicadas num relacionamento heterossexual. A Biologia confirma a normalidade da heterossexualidade.

Há dois anos, fora publicado um estudo que demonstrava um aumento da hormona cortisol (ligada ao stress) em mulheres heterossexuais, após cheirarem suor masculino. Durante as experiências, foi descoberta a importância da função de um composto chamado androstadienona, um derivativo de testosterona, que a indústria de perfumaria usa nos seus produtos.As duas investigações revelam um cenário complexo da função dos odores na reprodução da nossa espécie, mistérios que a cultura tornou ainda mais difíceis de compreender totalmente.

Sim, e revela também que a sexualidade biologicamente normal é a entre o homem e a mulher.

Advertisements

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Biologia, Ciência, Sociedade and tagged , , . Bookmark the permalink.

17 Responses to Estudo mostra que cheiro das mulheres seduz mais do que os perfumes

  1. Nuno Dias says:

    então e os pelos no sovaco? o Criador enganou-se?

    Like

  2. Arnaldo says:

    “então e os pelos no sovaco? o Criador enganou-se?”

    hahaahha!

    Like

  3. O império da inversão e da mentira já avançou tanto que chegamos a um ponto em que passam a ser “necessários” muitos estudos e discussões sobre o fato de homens e mulheres sentirem atração uns pelos outros…

    Like

  4. Mats says:

    É verdade. Aquilo que era normal hoje tem que ser confirmado.
    Assume-se o mal, e perverte-se o bem.

    Like

  5. Mats says:

    Nuno Dias,

    Não percebi a tua pergunta.

    Like

  6. Nuno Dias says:

    foi em jeito de provocação.
    Se assumem que o vosso Deus criou mecanismos positivos para facilitar a reprodução heterossexual então também ter-se-á que assumir que pêlos nas mulheres ou a celulite também são responsabilidade do mesmo criador.

    e já agora, os mecanismos que permitem a homossexualidade também têm que ter a mesma origem

    Like

  7. Mats says:

    Se assumem que o vosso Deus criou mecanismos positivos para facilitar a reprodução heterossexual então também ter-se-á que assumir que pêlos nas mulheres ou a celulite também são responsabilidade do mesmo criador.

    Usando a mesma “lógica”, se se assume que os mecânicos e engenheiros são responsáveis pelos perfeitamente calibrados sistemas dentro do carro, então eles também são responsáveis por alguns carros ficarem como este, certo? O que quer que o condutor do carro tenha feito é irrelevante. Como o carro sofreu um acidente devido a má condução (por exemplo), a culpa é sempre da pessoas que fizeram o carro.

    Concordas?

    e já agora, os mecanismos que permitem a homossexualidade também têm que ter a mesma origem

    Do mesmo modo, se eu usar uma colher para tirar os olhos a uma pessoa, a culpa é de quem fez a colher, certo?

    Like

  8. Nuno Dias says:

    seria mais

    Like

  9. Mats says:

    Não respondeste às minhas perguntas.

    Like

  10. Nuno Dias says:

    vamos deixar a industria automóvel para a Toyota 😉

    a partir do momento em que dás a entender que o Criador criou mecanismos para facilitar a actividade sexual heterossexual, ter-se-á que continuar com a mesma lógica assumindo que mecanismos que impeçam a actividade sexual homossexual, ou não existem, ou são fracos, ou terá havido degeneração genética
    – qualquer uma destas hipóteses não favorece a vossa crença.

    Comparativamente com o mundo animal, onde também se verifica homossexualidade, parece-me que esta está mais associada a práticas de domínio/submissão.

    E posto isto. Se não consideras os resultados do Carbono14 legítimos por não serem conclusivos, seguindo a mesma linha de raciocínio, associar transpiração em fase decomposição com Design Inteligente é no mínimo fantasioso.

    Like

  11. Mats says:

    vamos deixar a industria automóvel para a Toyota 😉
    MAs nao vais responder às minhas perguntas?
    A partir do momento em que dás a entender que o Criador criou mecanismos para facilitar a actividade sexual heterossexual, ter-se-á que continuar com a mesma lógica assumindo que mecanismos que impeçam a actividade sexual homossexual, ou não existem, ou são fracos, ou terá havido degeneração genética

    Houve degeneração genética devido ao mau uso do livre arbítio, tal como o construtor do carro não tem culpa que alguém conduza ébrio, e dê cabo do carro. Que culpa tem Deus que os mecanismos erfeitos que Ele fez tenham sido degenerados como consequência do pecado?

    Vês agora onde queria chegar com as analogias que te dei?

    Comparativamente com o mundo animal, onde também se verifica homossexualidade, parece-me que esta está mais associada a práticas de domínio/submissão.

    Irrelevante.

    E posto isto. Se não consideras os resultados do Carbono14 legítimos por não serem conclusivos, seguindo a mesma linha de raciocínio, associar transpiração em fase decomposição com Design Inteligente é no mínimo fantasioso.

    Tens que dizer o porquê de achares fantasioso que Deus construa um mecanismo conducivo à heterosexualidade.

    Like

  12. Nuno Dias says:

    relativamente às comparações com o carro o meu ponto de vista está na má construção do carro e não no uso. O exemplo animal é um exemplo da boa construção de carro.

    assim como um qualquer livro que tenhas na estante não consegue ser rescrito, os genes também não. Não são afectados pelo arbítrio.

    não acho “fantasioso que Deus construa um mecanismo conducivo à heterosexualidade.”, se bem que preferia que a palavra Deus fosse substituída por natureza. O que acho fantasiosa é a tua presunção que por haver um suposta ligação do cheiro com sexo, este mecanismo ter sido criado por Deus.
    E aqui fiz transposição para o C14, se os resultados (milhares de anos) que são obtidos são descartados por achares que não são conclusivos, como é possível achares que as tuas conclusões são válidas? Quando o que tens é nada em concreto.

    Like

  13. Arnaldo says:

    a analogia do Mats entre os pelos das axilas femininas e um carro destroçado por uma batida não procedem. É uma falsa analogia.
    Por acaso Eva não possuiu pelos nas axilas e a existência de tais pêlos atualmente se deve a um acidente de percurso? Os pelos nas axilas, seguindo a lógica da analogia de Mats nos permite dizer que são fruto do pecado…

    Like

  14. Mats says:

    relativamente às comparações com o carro o meu ponto de vista está na má construção do carro e não no uso. O exemplo animal é um exemplo da boa construção de carro.

    O carro foi bem construído, mas o livre arbítrio do homem levou-o contra uma árvore.

    O ser humano foi muito bem construído, mas o pecado trouxe sobre si a maldição e a degeneração.

    Portanto, não podes culpar Deus pelas consequências do nosso pecado. Repara que eu aqui estou a falar na celulite não nos pêlos nas axilas. Eu não vejo pêlos nas axilas como “mau design”.

    Arnaldo:

    a analogia do Mats entre os pelos das axilas femininas e um carro destroçado por uma batida não procedem. É uma falsa analogia.
    Por acaso Eva não possuiu pelos nas axilas e a existência de tais pêlos atualmente se deve a um acidente de percurso? Os pelos nas axilas, seguindo a lógica da analogia de Mats nos permite dizer que são fruto do pecado…

    Felizmente que eu não estava a falar disso, mas da celulite e do chamado “mau design” que o Nuno tenta imputar a Deus.
    O Nuno é que juntou os pêlos nas axilas com a celulite como se ambas as coisas fossem “mau design”.

    A minha analogia mantém-se: o “mau design” que existe hoje não é consequência da criação mas da degeneração resultante do nosso pecado.

    O Nuno não só não tem argumento para o facto da biologia humana ser induciva para a heterossexualidade, como tenta refutar esse dado científico com um falso argumento teológico contra Deus.

    Like

  15. Nuno Dias says:

    o argumento para o facto da biologia humana ser indutiva para heterossexualidade, segundo uma perspectiva evolutiva, é das coisas mais simples que existem de explicar. As espécies (ou grupos) cujos genes tenham predisposição para a homossexualidade tendem a desaparecer precisamente pela ausência de reprodução.

    Parece-me, pela tua ausência de resposta, que concordas com a minha conclusão final. De comparativamente ao que pensas sobre o C14, teres puxado pela imaginação até ao (quase) limite.

    Like

  16. Arnaldo says:

    Mats disse:
    “Felizmente que eu não estava a falar disso, mas da celulite e do chamado “mau design” que o Nuno tenta imputar a Deus.
    O Nuno é que juntou os pêlos nas axilas com a celulite como se ambas as coisas fossem “mau design”.

    A minha analogia mantém-se: o “mau design” que existe hoje não é consequência da criação mas da degeneração resultante do nosso pecado.”

    – Mas não é isso que os comentários mostram, pois você citou justamente o trecho que o nuno usa um “OU” (ou pelos ou celulite). Bem, devias ter citado então que falavas apenas da celulite, pois realmente se falasse das axililas seria um erro. Mas agora entendi melhor o que quis dizer…
    Mas venha cá? Toda celulite é então um erro causado, necessariamente, pelo pecado? (seria a gula certo?) segundo a vossa afirmação.

    Like

  17. Arnaldo says:

    Mats, lembro-me que postei mais um comentário. Acho que está bloqueado. Podes desbloqueá-lo?

    Obrigado,

    Arnaldo.

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s